quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

População atingida por gás lacrimogéneo durante confusão na cadeia


Pânico na ex-Cadeia Central da Machava
Crianças, adultos e idosos viveram momentos de pânico, ontem, após serem atingidos por gás lacrimogéneo e ouvir tiros provenientes do Estabelecimento Penitenciário Provincial de Maputo, antiga Cadeia Central da Machava. A maioria das pessoas afectadas estava nas imediações da cadeia, à espera de entrar para visitar alguns detidos, sendo outras residentes da zona.
Algumas vítimas descreveram o cenário como de terror. Aliás, o barulho de tiros e o efeito do gás lacrimogéneo, que começou pouco depois das 08h00 e durou cerca de uma hora, foi suficiente para deixar várias pessoas desesperadas. Outros moradores disseram que ficaram mais assustados pelo facto de ser a primeira vez que acontece algo de género naquela cadeia.
Contactado, o Serviço Nacional Penitenciário, responsável pela gestão das cadeias, através de um dos seus assessores, que preferiu não ser identificado, reconheceu a ocorrência da confusão no local, mas garantiu que a instituição vai emitir um comunicado sobre o assunto ainda esta semana. Aliás, pudemos apurar da mesma fonte, que tudo aconteceu quando brigadas da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) e do Serviço Nacional Penitenciário, lideradas pela Procuradoria-Geral da República (PGR), estavam a fazer trabalhos de fiscalização naquela cadeia.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook