quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Realidade contraria Ragendra: batata-doce e mandioca mais caras que o pão

QUARTA, 01 FEVEREIRO 2017 11:34 RAÚL MASSINGUE

Nos centros urbanos, a batata-doce e a mandioca, apontadas pelo vice-ministro, estão muito acima do preço do pão

Dias depois de Ragendra de Sousa, vice-ministro da Indústria e Comércio, ter dito que a população deve recorrer a batata-doce e mandioca como alternativas ao pão, cujo preço tende a subir, “O País” foi à rua para perceber a praticidade desse discurso no contexto urbano. Ora, nos centros urbanos, a batata-doce e a mandioca, apontadas pelo vice-ministro, estão muito acima do preço do pão, tal como testemunhámos nos mercados. “Esta batata-doce vendemos a 20, 30 até 100 meticais. As pessoas não compram”, disse uma vendedeira do mercado Fajardo. Fizemos o mesmo teste com a mandioca e os preços não divergiram.


Feitas as contas, batata-doce ou mandioca de 30 meticais alimenta um agregado de três pessoas. Com o mesmo valor, pode comprar-se quatro pães, ao preço de seis meticais cada, e alimentar uma família de cinco pessoas. Isto quer dizer que, apesar do aumento do preço, ainda vale a pena comprar pão.


Elisa Sambo é exemplo disso. “Preferimos pão, porque, com 35 meticais, posso comprar cinco pães, o que é suficiente para o meu agregado familiar. Com o mesmo valor, não posso comprar batata-doce ou mandioca que baste. Para poder alimentar todos os membros da família, teria que despender 50 a 70 meticais”, disse Elisa, para depois acrescentar que “batata-doce não posso acompanhar com mais nada não senão o chá, por isso que muitos de nós em casa não gostamos. Já a mandioca compramos de vez em quando”, concluiu.


Mesmo pensamento é partilhado por Inês Inguane, do bairro da Maxaquene. “A mandioca e a batata-doce estão caras no mercado, por isso, preferimos comprar pão, que é mais barato”, disse Inês Inguane.


Refira-se que o subsídio para a manutenção do preço do pão terminou ontem.


Matin Sabin
Depois de Regendra comer pão importado da África do Sul, o instinto da felicidade lhe sugeriu ideia genial: que os outros comam mandioca. Um reflexo real do tipo de governantes que o baixinho do planalto escolhe: desconhecedores da realidade do pais real.
Gosto · Responder · Agora mesmo


Domingos Manecas O Sr. Ragendra de Sousa ficava bonitinho quando era crítico, agora parece-me estar a meter muita água. Como é que nos propõe encontrar alternativas ao pão se o pão é que tem sido alternativa ao arroz, que a cada dia que passa vai ficando mais caro. Se é que não sabe, muitas famílias jantam Pão e Chá. Não estou a ver, definitivamente, o que será destas quando o pão ficar mais caro!
Gosto · Responder · 1 · 11 min


Zulficar Mahomed Uma já sugeriu patinhas, pescoço de galinha e por aí. Agora surge o Sousa com a mandioca, batata doce. Já antes, alguém havia sugerido que andassemos em boleias para descongestionar o tráfego maputense.
De facto muito "ideotas" cheios de ideias ...enfim.
Gosto · Responder · 1 · 11 min


Veró Da Alice Macário Ele apenas quer ajudar não o cruscifique-o, não se esquecendo que hoje em dia hà muito oportunismo, a batata e a mandioca tornou se caro porcausa da subida do pão, nos tempo estava a preço acessivel
Gosto · Responder · 8 min


Arcenio Manale O Dr Ragendra, tem razão. Baseou-se no preço da batata que comeu a 10 anos atrás. Mas ele bem sabe que tudo dobrou o preço de aquisição.
Dr. eu reconheço que senhor tem ciência e inteligência.
Mas Dr. Antes de propor passe a investir em realidade vivida por moçambicanos
Gosto · Responder · 3 · 31 min


Mahanguica Eduardo Dirigentes sem Nocao, sem Direccao. Falar so por falar. 5 paes= 30 mts para uma familia de 6 pessoas por dia. 1 bacia de Mandioca para 6 pessoas=50 mts para im dia. Onde esta a poupanca aqui????
Gosto · Responder · 1 · 30 min


Jaime Machava Ta louco esse gajo
Gosto · Responder · 24 min


Escreve uma resposta...




Joaquim Felix Também estranhei que um economista de renome possa proferir palavras sem antes analisar, em fim, ja é um político e deve falar politicamente correto.
Gosto · Responder · 4 min


Joao Angelo Figueiredo O poder corrompe.
O poder absoluto corrompe absolutamente.
Quem te viu quem te vê Ragendra. As participações no famigerado Mozefo deram frutos só que estes apodreceram antes mesmo de amadurecerem-se.
Gosto · Responder · 3 · 31 min


Bento Samuel Mondlane Os discursos dos dirigentes é apenas uma política, bastou falar acha k resolveu. No Maputo batata doce e mandioca pode até estar acessível, outras cidades como Tete, mede por unidade. Isto é uma mandica dependendo do tamnho começa dos 10 vai ate 30 MT. Quantas se deve comprar pa uma familia de 3 Pessoas.
Gosto · Responder · 12 min


Sammy Gabriel Dos Santos Quando foi que comeste batata ou mandioca pela ultima vez vce? Tens razao porque nem os teus filhos sabem dizer se existe mandioca ou batata doce. Fala como se tivesse caido da arvore...
Gosto · Responder · 13 min


Veró Da Alice Macário Ele pode não ter razão dessa vez, mas vamos lembrar num ano eque trouxe a proposta de se substituir o fabrico de pão, envez de se fazer com farinha de trigo, deveria ser feito com farinha de mandioca e esta a dar certo, hoje as pessoas não consegue diferenciar o pão, mas noutras padarias o pao é feito com farinha de mandioca.
Gosto · Responder · 11 min


Dario Massangai Antes de ser Ministro adimirava as suas analises e intervenções, depois de ser nomeado nao o reconheço, ou seja, mudou de Personalidade.
Gosto · Responder · 3 · 47 min


Inocencio Buque Esse mudou bastante .. Tomou o cha da frelimo
Gosto · Responder · 40 min


Armando Aurélio So pra ver mano como o poder nos torna hipnóticos
Gosto · Responder · 32 min


Escreve uma resposta...




Moises Lucas Sitole Se o pão ja é alimento alternativo para nós,bastou ser vice para ter a mente capturada triste esse cota.
Gosto · Responder · 2 · 50 min


Mario Albano Chego acreditar que seguir política é ser desonesto até com aquilo de sempre acreditou... ante o sol e amarelo , depois se tornar político e vermelho....
Gosto · Responder · 15 min


Jose Macave O problema destes chefes não vão ao terreno saber os custos depois pôr em pratica as suas ideias. Kkkkk só falam o que sonham....
Gosto · Responder · 20 min · Editado


Danilo Joao Mbenzane O problema é se basear na teoria,em algum momento tem que sair do gabinete ir no terreno pra evitar falar coisas de vergonha como essa
Gosto · Responder · 12 min


Mak Sim WA Hada Basta se meter na politica para sua mente ser formatada.
Gosto · Responder · 12 min


Ivan Glossy Matola Mandioca é pra quem pode
Gosto · Responder · 3 · 52 min


Abubakar Anvar Ali Come ele mandioca e batata doce...nos sempre vamos comer pao....
Gosto · Responder · 1 · 43 min


João Augusto O poder cega as pessoas. Ragendra de Sousa é exemplo vivo disso.
Gosto · Responder · 2 · 39 min


Carla Massunda Pene Verdade. Nas cidade de Maputo e arredores é mais caro.
Gosto · Responder · 18 min


Fatocas Dripper "quo vadis" Ragendra de Sousa!!!
Gosto · Responder · 31 min


Almeida Alberto Macamo Esse sr. deve ter desturbios
Gosto · Responder · 14 min


Mirley Nacho Langa Esses nem sabem como sobrivivemos....
Gosto · Responder · 30 min


Arcanjo Muholove o governo eloqueceu devez.....
Gosto · Responder · 27 min


D-Nijoy Joel Julio E na zona sul.refiro mapto cidade matola é o pao.
Gosto · Responder · 34 min

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.