quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Faleceu o opositor histórico Étienne Tshisekedi

Étiene Tshisekedi, opositor histórico na República Democrática do Congo (RDC), faleceu esta quarta-feira (01.02), anunciou em Kinshasa a União para a Democracia e o Progresso Social (UDPS) do qual era presidente.
Demokratische Republik Kongo Etienne Tshisekedi gestorben (Reuters/F. O'Reilly)
"O presidente Tshisekedi  faleceu hoje às 17H42, em Bruxelas”, anunciou à imprensa Bruno Tshibala, secretário-geral addjunto da UDPS.
Segundo familiares do velho opositor de 84 anos de idade, Étienne Tshisekedi, faleceu num hospital da capital belga, em circunstâncias que não foram reveladas.
Bildkombo Etienne Tshisekedi Joseph Kabila Demokratische Republik Kongo (picture alliance/dpa/DW-Fotomontage)
Étienne Tshisekedi (esq.) e Joseh Kabila
A morte de "Tshitshi”, como era carinhosamente chamado pelos seus apoiantes, ocorreu oito dias após a sua partida da RDC, em plena negociações políticas sobre uma partilha do poder, até às próximas eleições presidenciais, entre a oposição e a maioria que apoia o Presidente Joseph Kabila, no poder desde 2001.
Na altura da partida de Kinshasa do opositor histórico de Kabila, observadores notaram que  a decisão poderia complicar as negociações destinadas a permitir uma saída pacífica para a crise política provocada pela manutenção no poder do Presidente da República Democrática do Congo, após o fim do seu mandato, a 20 de dezembro.
Candidato derrotado por Kabila na eleição presidencial de novembro de 2011, marcada por fraudes e várias irregularidades, Tshisekedi, nunca reconheceu a vitória do seu adversário e chegou ao ponto de proclamar-se "Presidente eleito” da RDC após o anúncio dos resultados oficiais.

LEIA MAIS

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.