quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Criança de nove anos foi atirada de um 2º andar em Chelas

Homem detido por suspeita de atirar criança de segundo andar

O alegado agressor de 39 anos terá atirado a criança de nove anos quando o pai se aproximava para a socorrer.
As autoridades encontram-se a investigar o ocorrido
Foto
As autoridades encontram-se a investigar o ocorrido RUI GAUDÊNCIO/ARQUIVO
Uma criança de nove anos foi atirada do segundo andar de um prédio na Zona J, em Chelas, Lisboa. O alerta foi dado às 7h48 desta quarta-feira, detalhou ao PÚBLICO Sofia Inácio, do gabinete de comunicação do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que prestou auxílio à vítima.
O suspeito de ter atirado a criança do segundo andar e ainda de ter agredido a mãe é um homem de 39 anos, informa o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através de comunicado. Foi detido.
De acordo com a PSP, o alegado agressor abordou o companheiro da mulher e pai da criança quando este saiu de casa, questionando-o sobre a morada de uma outra pessoa. O homem respondeu negativamente e continuou a andar.
Nesse momento, o agressor “tocou à campainha da residência daquele e, sem que nada fizesse prever, a vítima do sexo feminino, ao abrir a porta, foi imediatamente agredida pelo suspeito e arrastada para o interior da residência", detalha a PSP. 
Ao aperceber-se da situação, o pai da criança regressou a casa para socorrer as vítimas. Quando se apercebeu da aproximação do pai da criança, o agressor atirou a criança do segundo andar, relata a PSP no mesmo comunicado.
No local estiveram duas ambulâncias do INEM e uma viatura médica do hospital São José, detalhou ao PÚBLICO Sofia Inácio. De acordo com a mesma fonte, as duas vítimas foram transportadas para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e os ferimentos são "à partida ligeiros", estando ambas ainda em observações, acrescenta a PSP.
O suspeito será agora presente no Tribunal de Instrução Criminal "para primeiro interrogatório judicial, finalizadas as diligências processuais necessárias".

Um criança de nove anos foi atirada do 2º andar de um prédio em Chelas, em Lisboa, hoje de manhã. A queda terá acontecido na sequência de uma cena de violência envolvendo a mãe e um homem.

JOAO RELVAS/LUSA
Um criança de nove anos foi atirada, esta quarta-feira, do 2º andar de um prédio no Bairro do Condado, em Chelas, Lisboa. A queda terá acontecido na sequência de uma cena de violência, onde a mãe da criança estava a ser vítima de agressão por um homem que esperou que o marido saísse de casa para o trabalho para a abordar. O suspeito acabou detido pela polícia.
Foram os vizinhos que impediram que o suspeito saísse do prédio até à chegada da PSP e, segundo afirma o comunicado de imprensa do Comando Metropolitano da Polícia de Lisboa da PSP, 2ª Divisão Policial, o homem, de 39 anos, foi detido. Segundo o comunicado, o suspeito terá abordado o marido e pai das vítimas, questionando-o se no prédio residia uma dada pessoa. Ao responder negativamente, seguiu o seu caminho.
De seguida, o homem terá tocado à campainha da vitima que, mal abriu a porta, terá sido prontamente agredida e arrastada para o interior da casa. Ao que parece, a criança terá tentado impedir que o homem continuasse a agredir a mãe, mas acabou por ser igualmente agredida.
O pai da criança, ao aperceber-se da situação, voltou apressadamente para a residência mas o agressor apercebeu-se da situação e acabou por atirar o menino do 2º andar, com cerca de oito metros de altura. Segundo o comunicado, as vítimas foram levadas para o Hospital de Santa Maria, onde continuam em observação. A criança terá partido a bacia e um dos braços, informou o pai à SIC Notícias. Já a mulher apresentava ferimentos na cara.
O pai da criança e marido da vítima encontram-se no hospital, a acompanhar a família. De acordo com o mesmo jornal, foram os vizinhos que impediram que o suspeito saísse do prédio até à chegada da PSP. O suspeito será presente ao Tribunal de Instrução Criminal para um primeiro interrogatório judicial.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.