quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Amurane num labirinto e Daviz Simango entre a espada e a parede

Marcelo Mosse adicionou 4 fotos novas.
Maputo, Moçambique ·


O labirinto não é tão intricado. É como o de Teichland. Basta virar para o lado certo à entrada. No caso de Amurane. o mais complicado também não é o puzzle. O problema, o único problema, é saber qual das três saídas lhe garante o futuro político que ele escolheu para si: 1- Ou permanece no MDM (para isso Daviz Simango te-lo-á de engolir mas Amurane deverá lutar para impor seus ideias no Congresso de Nampula, em Dezembro, contra uma maquina que lhe é completamente hostil); 2. Ou avança com uma candidatura independente em 2018, mobilizando apoios junto da sociedade civil e do sector privado e o futuro depois se verá (com o fardo de enfrentar nas eleições três partidos com estrutura consolidada, nomeadamente a Frelimo, a Renamo e o próprio MDM); 3-Ou se deixa levar pela Frelimo (para quem uma aliança com Amurane poder ser mais frutuosa que uma candidatura presidencial própria para Nampula, criando assim bases para a recuperação da edilidade nortenha).

Ontem falei com Amurane. Ele rechaça qualquer possibilidade de abordagem do seu futuro. O momento, diz ele, é o de gerir o atual diferendo, e isso passa pela opinião pública perceber os detalhes que fizeram o caldo entornar-se. Mas a veemência com que Amurane afrontou Daviz Simango em público não deixa margem para dúvidas: ele não é daqueles que verga; seus princípios falam mais alto. Ainda não lançou sinais de ruptura com o partido mas mostrou que tem consciência da capacidade para caminhar sozinho. Amurane é um sapo que Daviz Simango terá de engolir. O MDM sabe que não pode descartá-lo. A estratégia de gestão da crise passa por não se falar da crise. Parece que o partido não vai alimentar parangonas. Pelo menos até ontem nada apontava para a indicação de uma sessão extraordinária da Comissão Política, um órgão com 13 membros, nenhum eleito, todos nomeados por Daviz Simango (os membros mais recentes são Amurane e o destacado deputado na AR Venâncio Mondlane).

Daviz Simango está entre a espada e a parede porque a atual crise resulta também da forma centralista como gere o partido. Ele é o grande “mandão”. Nomeia os membros da Comissão Política e nomeia o Secretário Geral. O atual é um antigo renamista, Luís Boavida, que anda desaparecido da praça pública há meses. Muitos no partido não lhe reconhecem capacidades para ser um executivo que faça mais que Simango pelo partido. Há também uma insatisfação pelo facto de o Porta Voz, Sande Carmona, estar baseado na Beira e acumular esse cargo com o de deputado na AR e presidente da Liga da Juventude, ele que já tem mais de 40 anos. Mas Sande é um “menino” de Daviz. O Congresso de Dezembro será fundamental para ver até que ponto Simango está disposto a democratizar os órgãos do partido. Isso envolverá mudança de estatutos, coisa que Amurane defende aguerridamente. Mas Simango reage mal contra quem dá opiniões progressistas. No rescaldo das eleições 2014, o edil de Quelimane Manuel Araújo Sugeriu que Chefe da Bancada do MDM na AR fosse oriundo do circulo eleitoral que mais deputados havia feito eleger. Mas Daviz torceu o nariz e nomeou seu irmão Lutero.

A atual crise é um resquício do centralismo de Daviz Simango que, nas vésperas das eleições de 2014, alterou à mão a lista de candidatos do MDM à AR eleitos democraticamente nas províncias, introduzindo seus apaniguadas nos lugares cimeiros (o cabeça de lista da Zambézia acabou sendo um seu antigo comandante da Polícia Municipal na Beira). Mesmo na gestão das autarquias locais controladas pelo partido, há uma interferência de cima. A indicação da chefia das bancadas nas assembleias municipais é da responsabilidade da comissão política. E a máquina partidária com seus elementos ociosos nas províncias condiciona a atuação do edis, pressionando-os, a coberto da aprovação tutelar de Daviz, para negociatas que beneficiem os membros e o partido. Foi contra e isto e outros negociatas de membros do MDM que Amurane se bateu na mesa esta semana. Resta saber se Daviz está preparado para democratizar o MDM e atrair forasteiros que emprestem seu capital político para o partido ir conquistando mais espaço no poder local e a na AR. O Congresso de Dezembro vai ditar o futuro.


Comentários


Spirou Maltese "Vou txi falar cara : politica é bosta!"
Gosto · Responder · 11 · 13 h


Jose Eduardo Gostei da forma lirica de falar da merda. Kkk
Gosto · Responder · 13 h


Spirou Maltese ...é que a ideia de Amurane casar com outro partido só pra manter o seu lugar me parece absurda mas claro, na política aceita se isso! Ora se os da MDM acusaram a Frelimo de ter e ser corrupta e não fazia nada pelas terra dos macuas, hoje pode alinhar com eles?
Gosto · Responder · 1 · 11 h · Editado


Jose Eduardo Por essas e outras que quando crescer nao quero ser politico.


Jose Eduardo Meu receio é que a falta de analise ponderada da hegimonia beirense na gestao do partido pelos eleitores oriente o voto para que os municipios da Beira seja dos beirenses, de Nampula dos nampulenses e Quelimane dos quelimanenses, independentemente de os actuais edis continuarem ou nao no MDM.
Gosto · Responder · 3 · 11 h · Editado


Luís Loforte Desde que haja trabalho, não vejo problema. Dirijam os municípios, mas a terra é de mocambicanos, isso é que é o mais importante!


Milton Boane Just waiting to see...
Mas que é bicudo, isso, é!
Gosto · Responder · 13 h


Helio Maximiliano Robiesperre De facto é paradoxal, um Partido que se auto intitula defensor da democracia, não democratizar a eleição dos seus próprios órgãos. Isto alimenta o receio de uma transferência deste modelo "tribal" de gestão politica, para o nível nacional em caso de uma hipotética vitória nos próximos pleitos eleitorais. Mas este é um vicio recorrente da nossa oposição. Note-se que a RENAMO, também padece do mesmo síndroma, embora não numa versão baseada em laços de consanguinidade mas sim em outros tipos de promiscuidade. No fim das contas, quem sai a perder não é nem Daviz Simango, nem Mahamud Amurane, mas sim os eleitores que são a sua base de apoio. Mas como onde há derrota existe vitória, com tudo isto sairá a ganhar a FRELIMO.
Gosto · Responder · 6 · 13 h


Joao Mazivila Antonio Isto faz parte dos desfios duma organizaçao,quando tem ambiciosos e gananciosos,mas o Fundador desta e lider,deve sempre consultar a Deus para que suas decizões estejam de encontro a forma como esta organização aparece.Amurane é um empresario,que sonha ser superior a quem lhe projectou politicamente,mas nao vai longe
Gosto · Responder · 12 h


Miro Guarda O que Deus tem a ver com este debate?
Gosto · Responder · 2 · 12 h


Spirou Maltese Kkkkk quando as coisas terrenas não responde aos nossos anseios, vamos ter com esse tal de Deus
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Joao Mazivila Antonio Deus é o dono de todo pensamento dos seus filhos escolhidos,sera deficil entender para quem ainda nao conhece a Deus.Deviz é um escolhido para uma missao de Deus em Moz,ele desde pequeno foi grande porque Deus é com ele,a sua grandeza é geracional,sua alma é especial e só a Deus pertence
Gosto · Responder · 12 h


Jossias Ramos Entao, 'Deviz eh um escolhido para uma missao de Deus em Moz' quanto o Mugabe no Zimbabwe, eh isso, mano Joao Mazivila Antonio?
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Spirou Maltese
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Spirou Maltese Mistura religião /política /ciência = bomba atómica. Ehehehehehehsh
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Jossias Ramos De facto.
Gosto · Responder · 12 h


Jose Eduardo Isto vai tornar o debate impossivel porque as tantas o argumento sera: "porque Deus quiz".
Gosto · Responder · 3 · 11 h


Spirou Maltese ..e acaba aí pois com Deus não se discute. Eheeh
Gosto · Responder · 3 · 11 h


Armistício Mulande Meu Deus, Deus é grande, etc. Isso é coisa de quem não tem argumentos nem soluções para os problemas que enfrenta. Não é por acaso que as igrejas estão cheias de gente em desespero...


Inacio Arnaldo Mazive A Frelimo irá recuperar o município de Nampula.
Gosto · Responder · 5 · 12 h


Joao Mazivila Antonio Só a campanha pode dizer isso
Gosto · Responder · 12 h


Inacio Arnaldo Mazive Este barulho já é suficiente para a Vitória da Frelimo e depois vão dizer que houve fraude.
Gosto · Responder · 2 · 12 h


Carlos Jossia vem aí as eleições autárquicas, então .....
Gosto · Responder · 12 h


Inacio Arnaldo Mazive O regresso da renamo á vida política irá dar cabo ao MDM porque estes dois partidos usam o mesmo eleitorado.
Gosto · Responder · 12 h


Abel Zico É preciso ter cuidado com as análises... Uma coisa é dizer que há membros do MDM que tentam denegri-lo e outra coisa é dizer que o Presidente tenta denegri-lo. Em nenhum momento percebi essa ultima parte. Parece que se está a tentar fazer aproveitamentos errados desse cenário todo. Amurane se defendeu dos que o acusaram de ter casa em Portugal e de gerir mal os fundos do Municipio, aqueles mesmo que a semanas apareceram na TV quando os seus enti-queridos foram presos por fazer parte de redes de corrupção. Alias, nem foram tantos, mas apenas uma membro. A única coisa que percebo no discurso de Amurane é que o Presidente se mostrou disponivel a oferecer assessória juridica, o que não vejo nada demais, mas parece que a ideia não foi bem vinda. Eu olho esse cenário com muito mais profundidade, com manipulações que até podem estar a vir de fora do partido, e infelizmente o Amurane está a tratar de forma emotiva e sem assessória. Lidar com comunicação social é dificil e perigoso, e os dirigentes devem ter muito cuidado para nao se encuralar. Não digo que os problemas não existem, em qualquer organização problemas dessa natureza ate mais cabeludos existem, mesmo os cinquentenários, mas é preciso saber tratar deles para não denegri toda uma organização por causa de meia duzia de membros....
Gosto · Responder · 10 · 12 h


Cee Maquiti 100%
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Euclides Flavio Bem visto.
Vejo que há muitos comentários proféticos.
Gosto · Responder · 11 h


Gilberto De Jesus Nguenha Há um vídeo da conferência de imprensa, assista com um bloco de notas por perto
Gosto · Responder · 8 h


Abel Zico Gilberto De Jesus Nguenha estou a argumentar com base nesse video mesmo, eu tenho ele todinho. Portanto, há pessoas aqui que só perceberam o que lhes é conveniente.
Gosto · Responder · 8 h


Gilberto De Jesus Nguenha É a vantagem da pluralidade de pensamento e ideias, kkkkkkkk
Gosto · Responder · 8 h


Arnaldo Soares Mendes O que faltou, foi o partido intervir, logo que houve aquelas acusações contra o Amurane.


Inacio Arnaldo Mazive Leia o "País"edição de 07.02.18
Gosto · Responder · 12 h


Ismael C. Gocaldas Escrev......................
Gosto · Responder · 11 h


Constantino Chonze Abel Zico, vai o meu apoio!
Gosto · Responder · 11 h


Kleber Alberto Nao vi nada que pudesse chocar um partido serio. Este homem apenas lancou um duro golpe a corupcao, comecando por dentro, coisa que na FRELIMO, em 40 anos nunca se viu igual, e defensor da transparencia, e corajoso, este homem merece um apoio publico. Nas opcoes que o MM lhe da, eu vejo uma 4a, que e perder o Amurane para a RENAMO, ai sim, provincia de nampula seria uma fortaleza do reduto nortenho. O tribalismo de que se fala foi criado e alimentado pela FRELIMO, agora aguenta.
Gosto · Responder · 11 h


Inacio Arnaldo Mazive Aonde é que a Frelimo entra?
Gosto · Responder · 10 h


Kleber Alberto A escolha e sua.
Gosto · Responder · 9 h


Majuba Safo Muabsa Resolvam problemas no vosso Partido e deixem a Frelimo com os seus.
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Jose Eduardo Inacio Arnaldo Mazive foi primeiro a convidar a Frelimo dizendo;
"Este barulho já é suficiente para a Vitória da Frelimo e depois vão dizer que houve fraude". Onde entra a Frelimo nesmo?
Gosto · Responder · 4 h


Inacio Arnaldo Mazive Olhe deixem a Frelimo em PAZ o barulho é vosso.


El Patriota Nesse caso Amurane tem razão. Qualquer cidadão mediano não engoliria um partido que pauta pelo tribalismo e nepotismo. Daviz tem de fazer um exame de consciência e mudar de comportamento, porque pode ser o fim. Tarde ou cedo ouviremos sobre as frustrações de Venâncio em Maputo.
Gosto · Responder · 1 · 11 h · Editado


Manuel Preso Os partidos gostam de quem lhes beneficia, custe o que custar. Foi por isso mesmo que o Eneias Comiche, que combatia todo tipo de corrupçao no municipio de Maputo foi afastado. A frelimo nao viu com bons olhos o comportamento de Comiche e, quando todo municipe de Maputo, imaginava que comiche iria continuar........Foi afastado.
Gosto · Responder · 11 h


Jaconias Massango Somos tão ingénuos! Quem está limpo naquela casa?


Donaldo Chongo O desafio do MDM é mesmo esse. O de gerir os forasteiros com super-egos turbinados que o partido foi deixando entrar para ganhar batalhas eleitorais.
Gosto · Responder · 10 h


Majuba Safo Muabsa O MDM não tem nenhum oriundo. Todos são dissidentes de outros Partidos. Procure saber a origem do próprio presidente, do Secretário Geral, do próprio Amurane(irmão e educado por Adelaide).


Silvestre Baessa Filipe A Big picture do caso Mahamudo Amurane, é muito mais relevante e interessante de debater que propriamente os julgamentos, previsões e ou conclusões a que temos estado a chegar...a Big picture questiona o nosso compromisso enquanto povo em relação ao uso de fundos públicos para financiamento não público ou corrupção...seríamos hipócritas se condenarmos Amurane por denunciar algo que todos eventualmente consideramos o cancro da nossa sociedade. Finalmente o MDM, tem nesta polémica a oportunidade para repensar na sua ideologia, que quanto sei pretende ser alternativa a Frelimo e a Renamo, usando para o efeito o discurso da Boa governação, transparência, prestação de contas...
Gosto · Responder · 2 · 9 h · Editado


Carlos E. Nazareth Ribeiro Subscrevo, sobretudo o último período.


Imtiaz Vala Poucos partidos politicos pos-independencia possuem estruturas fortes, funcionais e dentro dos pressupostos de gestao organizacional!MDM continua a ser uma organizacao de cariz familiar,personalizada,falta de maturidade politica e falaciosa!Dificilmente o MDM vai transformar-se numa organizacao politica com pressupostos de gestao profissionais!Amurane desmontou o MDM trazendo para a praca publica toda realidade e ate vergonhosa e grave da gestao quotidiana do MDM!Sinceramente forcar um Edil a praticar corrupcao,clientelismo por que vai garantir bons advogados para o defenderem foi a pior coisa que o proprietario do MDM fez!A nossa jovem Democracia, Multipartidarismo precisam de partidos politicos estabilizados e maduros!Os cidadaos que saem a ganhar!
Gosto · Responder · 1 · 9 h · Editado


Gilberto Correia Marcelo Mosse a Renamo não deve ficar fora dessa equação das alternativas do Edil de Nampula. Não há nenhuma razão para que fique. Se Amurane se juntasse à Renamo teria garantias de voto popular para manter o seu cargo actual. Com a Frelimo ou MDM já não é tão liquido. Eu não excluiria essa hipótese 4.
Gosto · Responder · 5 · 8 h


Marcelo Mosse Pois...a questao é que nao sei a Renamo ja está a namorar o Amurane. A Frelimo tem mais hipotese de conquistar o Amurane tendo em conta as suas ligacoes familares.... E como diz o Silvestre Baessa Filipe o MDM tem aqui uma oportunidade de refundar os seus chavoes de bandeira, encostando-se ao discurso do da luta contra a transparencia e boa governaçao. Isso iimplicava um maior espaço para Amurane no partido e uma mudança profunda do seu modus operandis...
Gosto · Responder · 2 · 7 h


Gilberto Correia Marcelo Mosse as ligações familiares dele levariam-no para a Frelimo, mas as chances de ganhar seriam menores. Os bons políticos costumam ser tacticamente perspicazes. Dai a hipótese Renamo não dever ficar de fora.
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Silvestre Baessa Filipe Acho muito forçado pensar se numa ruptura entre o MDM e Amurane, na base destas revelações...não se pode minimizar a gravidade das mesmas, mas é contornavel sobretudo se opção de saída para crise for o diálogo...
Gosto · Responder · 6 h


Gilberto Correia Silvestre Baessa Filipe não é forçosa a ruptura. Mas há elevada probabilidade. Só se chega a aquele nivel de denúncia é discussão publica quando as coisas estão realmente mal.
Gosto · Responder · 2 · 5 h


Marcelo Mosse Gilberto Correia Pois a veemencia do Amurane é mesmo indicador de um ponto de ruptura. Depende do Daviz engolir o sapo....
Gosto · Responder · 1 · 5 h


Jose Eduardo Por outro lado os criterios de indicacao de candidatos na Frelimo obedecem logicas que podem deixar Amurane de fora, pois acredita-se mais na força do partido do que nas do candidato.


Benjamim Muaprato Nas próximas eleições, vote sabendo no mínimo que: ao votar no MDM, estas a votar no partido de Daviz Simango; se votas na RENAMO, estas a votar no partido de Afonso Dhaka\ma, se votares no PIMO, votas no Yacub Sybind... eles jamais se abdicarão de tomar decisões que acharem convenientes; eles são soberanos nos seus partidos. Pra já, resta uma e unica: AGUENTAR.
SE QUERES ME CONTRARIAR, FORME SEU PARTIDO E GANHE UM DOS MUNICÍPIOS
Gosto · Responder · 7 h


Eugenio Mabunda E não irás falar nada da FRELIMO...? Não me digas que é um Partido de Santinhos.


Benjamim Muaprato Nas próximas eleições, vote sabendo no mínimo que: ao votar no MDM, estas a votar no partido de Daviz Simango; se votas na RENAMO, estas a votar no partido de Afonso Dhakama, se votares no PIMO, votas no Yacub Sybind... eles jamais se abdicarão de tomar decisões que acharem convenientes; eles são soberanos nos seus partidos. Pra ja, resta uma e única coisa: AGUENTAR
SE QUERES ME CONTRARIAR, FORME SEU PARTIDO E GANHE UM DOS MUNICÍPIOS
Gosto · Responder · 7 h


Rivelino Mandlate O partido acabou tendo três líderes do mesmo tarimba e não houve disciplina verbal entre os mesmo nem sequer uma autoridade principal dentre os três.
Gosto · Responder · 7 h


Ambrosio Olga Micaias MM; vem aí Renamo. fim do mdm
Gosto · Responder · 6 h


Buene Boaventura Paulo Aqui não se trata de imaturidade ou défice organizacional no MDM, trata - se de acção desestabilizadora muito comum em todos os partidos. Quero aceitar que quando as divergências ocorreram na então Frente de Libertação de Moçambique era este cenário que assistimos hoje. Guenjeres e companhia agiram da mesma forma como age Amurane. Quem está dentro quando fala para fora, tudo o que diz tem certo eco, mas nem sempre é dono da razão. Os último acontecimentos políticos de Moçambique cria um certo empate no que seria o partido que sai em vantagem nos próximos peitos eleitorais, senão vejamos: 1. Frelimo, com uma governação caracterizada por crise económica e contra - parte na crise político - militar, escândalo financeiro cujo desfecho ainda não ocorreu.; 2 - Renamo: protagonista de uma rebeldia militar cujo desfecho é no mínimo bizarro (se bem que todos não queremos a guerra), deixando muita interrogação sobre qual a necessidade daquilo tudo; um saldo bem grande de militantes assassinados sem uma contrapartida prática no objecto que se reevindica. Os próximos tempos serão cruciais para a sobrevivência da Renamo e isso passa por conseguir um pontinho do que ando ando a reevindicar porque senão é o descalabro; 3 - MDM: O desfecho do despoletado por Amurane ainda pode colocar o partido nos carris ou cair no descrédito. Aqui vejo que o problema nos "big 3" está em como cada um vai afinar a à sua máquina para enfrentar os eleitores
Gosto · Responder · 1 · 5 h


Estevao Pangueia Um teste a maturidade política do MDM, mas atenção, há lições a tirar aqui!
Gosto · Responder · 1 · 5 h


Carlos E. Nazareth Ribeiro Gostei da análise do Marcelo Mosse e das vertentes que podem vir a ser seguidas pelos Membros do MDM. Apenas me interrogo se não será preferível ser-se Centralizador-Pensador-Decisor (como Deviz) a ser-se Comprador-de-Votos e, at the end, agir como ditador... O problema, em qualquer das hipóteses, é que se agarram ao Poder e alteram leis para justificar a dominação!
Gosto · Responder · 4 h


Raul Novinte Bem, não é todas vezes que uma adversidade simboliza o fracasso, mas as vezes pode ser vista como uma janela de oportunidade. Quer dizer, com este conflito interno o MDM pode diagnosticar as causas, apurar os problemas e resolve-los..... O Perdão é a chave para o plantio de Amor....
Gosto · Responder · 1 · 2 h · Editado


Buene Boaventura Paulo Esta é a ciência do funcionamento das organizações que muitos não sabem. Parabéns pela breve e fortíssima contribuição. Muitos olham para Frelimo como mar de rosas e pumba a criticar grandes e pequenas crises nos outros partidos; se soubessem que a dias comemoramos um aniversário de um herói morto numa praia, mas que diz - se por aí que foi no escritório, haveriam de perceber em quanto se amadurece uma organização.


Jaconias Massango Talvez Daviz Simango devera aceitar que partido ja crescer, se é isso, está em condiçoes de controlar inflitrados, deve democratiza-lo. Ou é tal de defecar no prato onde comeu!
Gosto · Responder · 2 h


Luís Loforte E alguém acredita que haja ingénuos, dentro e fora do MDM, neste imbróglio? Eu não acredito, nem tão pouco. E Marcelo Mosse também não, certamente. A única provável diferença está em que, desta feita, as "deserções" pré-eleitorais podem ter começado bem mais cedo.
Amurane expôs a nú a verdadeira identidade do MDM. Um figo: belo por fora mas cheio de formigas por dentro. Quando adotam o lema "Moçambique para Todos" afinal referem-se à uma pessoa só? 
Se se propõem arautos da mudança, como é que avacalham pessoas que apenas querem cumprir o mandato dentro dos cânones da integridade e probidade públicas?
Coerência precisa-se.
GostoMostrar mais reações
Comentários
Jaime Chambule
Jaime Chambule Mais calma ilustre com a suas declarações!
Jeremias Chilaw
Jeremias Chilaw Porque mais calma? Está a inventar?
Gosto · 1 · 27 min
Nathaniel Mucavele
Nathaniel Mucavele Praticamente todo partido político no país tem pontapeado a lei da proibidade pública, no uso de recursos do estado para fins pessoais e partidários. Todos.
Egidio Vaz
Egidio Vaz Então onde está a tal alternativa?
Gosto · 5 · 32 min
Nathaniel Mucavele
Nathaniel Mucavele A alternativa é a mudança de comportamento dos moçambicanos no geral. Nós (os Moçambicanos) não devemos olhar para a administração pública e política para atingir objectivos, sonhos ou desejos pessoais e/ou colectivos. 

Sempre são as pessoas erradas no sítio (se calhar) certo. 


A mudança de comportamento e uso da ética é a solução!
Eden Iranha
Eden Iranha Proibidade pública refere-se ao uso de recursos públicos para fins individuais? Ou ao conflitos de interesses no desempenho de funções na Administração pública?
Nathaniel Mucavele
Nathaniel Mucavele A lei veda o uso de bens públicos para fins individuais para além de conflito de interesses no desempenho de funções na AP. Ou melhor, o uso de bens públicos para fins individuais é um conflito de interesse com a AP Eden Iranha
Gosto · 1 · 9 min
Sofia Baptista
Sofia Baptista E como eu havia dito numa outra abordagem,eu nao sei nada de leis nem de politica.suponho que o ilustre Dr: Vaz sabe do que heid falar.nao xtou a favor e nem contra ninguem, mas desde crianca mi ensinaram a houvir sempre ambas as partes. Nao se pode julgar e condenar alguem se antes houvir a outra parte! E minha opiniao.
Gosto · 3 · 26 min
Alfredo Macuácua
Alfredo Macuácua Eu acho que no MDM os seus membros se exprimem sem receio algum... é um verdadeiro movimento democrático.
Gosto · 5 · 24 min · Editado
Geraldo Obra
Geraldo Obra Sem receio!...kkkkk. Onde anda o antigo secretário geral o dr Ismael Mussa.? E mais alguns...
Mavuto Cachingamba Viola
Mavuto Cachingamba Viola Sabem duma, hoje percebo que nao e facil fazer 50 anos de existencia como pertido, por isso k Frelimo sempre governara este pais pork tem muitos km percorido na politica. Outros sao como gogomelo que so surgr na epoca chuvosa e depos desaparece. 
Portanto, quem se meter nesses partidinho corre risco de perder seu tempo desnecessario.
Gosto · 1 · 18 min
Xavier Jorge Uamba
Xavier Jorge Uamba Nao existe alternativa ainda em Moz. Entretanto enquanto esses novos ingressos continuarem com esse comportamento a frelimo vai governar até Deus vir a terra. Fica claro de que essas desorganizacoes dentro dos partidos da oposicao em algum momento abrem espaco para frelimo manobrar avontade.
Gosto · 1 · 18 min
Daniel Costa
Daniel Costa Meus caros, os estatutos do MDM ditam o que o Presidente do movimento tem que fazer. Não concordo com ideia que seja um partido "one man show". O facto do Dr. Mahamudo Amurane ter dito o que disse é sinal que no MDM se respira liberdade de expressão. Há espaço para alguém expor suas ideias. Imaginem-se em mesmas circunstãncias em outros partidos que bem conhecemos, Amurane não ousaria dizer o que disse, sem ter facas pelo pescoço. Vejam bem!!!!
Gosto · 3 · 6 min
Joaquim Mavone
Joaquim Mavone Não,existe Nenhum partido sério nesse País,tanto em todo mundo,o uque Amurane fez chamasse democracia interna...então em alguns partidos isso não acontece porque a represálias.apesar de não ter sensibilidade para nenhum partido.




Eusébio A. P. Gwembe adicionou 2 fotos novas.
Ontem às 15:23 ·



Dois galos na mesma capoeira

A emenda do Sr. Amurane é pior que o soneto do Sr. Daviz Simango

Um ditado antigo: “dois galos não convivem pacificamente na mesma capoeira”. Daviz Simango faliu. Não há estimulantes que o façam tornar a saúde. Morre ao abandono, exausto do sangue vivificante, que os seus apaniguados, revezando-se no poder, sem cessar lhe têm sugado. Nada resta dele, senão uma velha glória dos tempos do Moçambique para Todos. A prova da sua agonia está na fuga sintomática dos seus homens. Fogem dele como de um corpo a decompor-se. Que o diga Mahamudo Amurane, o edil de Nampula, suspeito de estar a roubar-nos (sou munícipe de Nampula) para estimular a felicidade da sua família em Tuga. Amurane diz haver uma campanha para denegrir a sua imagem e colocou à disponibilidade dos jornalistas o correio electrónico trocado com o líder do MDM, Daviz Simango, no qual este último prometeu arranjar os melhores advogados para defender Amurane e o elenco envolvido das mãos da procuradoria. Não podia ser melhor, em dia de aniversário. Dizem que o homem não conseguiu engolir a totalidade de uma fatia de bolo que lhe fora dada em homenagem da sua chegada ao planeta terra, lá nas terras do Nyerere, há 53 anos. Antigamente, quando se pedia de fora tanta justiça e tanta legalidade, era muito bom ser do Galo. Hoje, o Galo perde capacidades, perde sacríficios e, entre os membros, não há capacidades, muito menos há quem se sacrifique. No momento oportuno, todos declinam. É o que temos notado.

Daviz Simango parece um mendigo a pedir esmola da lealdade política. O pomo da discórdia, na visão do edil macua, é a corrupção. Simango protege corruptos em defesa dos quais dispõe de melhores advogados. Pode ser que sim, como também pode ser que não. Ainda não está claro sobre quem entre estes dois é, de facto, corrupto. Ao menos estamos diante de um facto: o crime. Na linguagem dos homens da toga, estamos diante da presunção de inocência, até provas em contrário. O MDM está desnorteado. Respectivos membros mantem-se na timidez: quem elogia a postura de Amurane é porque critica DS, e vice-versa. Quando Amurane falou houve quem rasgasse avenida em sua honra, revestindo-o de nomes lustrosos e de rutilantes insígnias. Apesar disso, pouca gente acredita em que o Senhor Amurane seja inocente. A precipitação com que correu ao ataque através de microfones é sintomática. E essa disponibilidade em que o suspeito paga viagem das testemunhas é outro embuste político que o coloca no pântano da desconfiança. Há um tempinho que ele dirige os negócios de Nampula. Tem tido momentos favoráveis e um campo fertilíssimo. A assembleia local habituou-se a concordar com ele e a votar todos os seus projectos. E, no meio de todo este conjunto, o que vemos?

A família do edil em Portugal, o município cada vez mais pobre, mais arruinado, mais desacreditado, ainda que nos queiram convencer o contrário, mostrando-nos fotografias de obras recém-pintadas, recém-rebocadas que, na realidade, foram erguidas nos últimos meses da governação de Namuaca. Se Amurane fez mal ao denunciar o reino da corrupção no MDM, é porque não tinha capacidade para fazer o bem. E além da capacidade, não tinha o espírito de sacrifício e de gratidão. Subiu a custa da dinastia Simango e hoje cuspe, separando-se do partido que lhe projectou. É claro que a magnanimidade dinástica dos Simango não é infinita. Porém, o Senhor Amurane, não tendo capacidade e envergadura para resolver os problemas da capoeira, nem tendo o espírito de sacrifício, que é a compensação de falta de talento, desacreditou tudo e todos. Ele incluso. Todos fogem da sua obra. Da forma como a corrupção está enraizada naquele partido, estamos convencidos que Amurane, farto de demitir seus colaboradores, chegará um dia a não os ter. Depois, demitir-se- á a si próprio e o reino dos galináceos acabará por falta de galos.

http://opais.sapo.mz/…/43487-amurane-diz-que-mdm-quer-deneg…


Comentários


Raul Novinte Hahahahahaha Eusébio A. P. Gwembe, meu caro parece estar feliz pelo que aconteceu em Nampula kkkkk
Gosto · Responder · Ontem às 15:28


Alvaro Guimaraes
Gosto · Responder · Ontem às 15:32


Eusébio A. P. Gwembe Quem nao esta feliz quando a corrupcao vem ao de cıma, Raul Novinte? Heheheheheh
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 15:33


Raul Novinte kkkkkk
Gosto · Responder · Ontem às 15:34


Salomão Mambo Pena que nunca escreveu sobre a corrupção que veio de cima.


Max Lee Isso é antigo...deveríamos ver a história da criação ou surgimento do mdm. E esses seus seguidores, antes da renamo, não tem espírito muito partidário. Não viram o resultado das eleições? Mdm será o que sempre foi um dia, brevemente... A renamo.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 15:36


Alvaro Guimaraes Mas primeiro eh preciso provar os actos caro eusebio. Eh assim que se faz. Tou do seu lado contra esta peste que esta a destruir a "patria amada"
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 15:37


Eusébio A. P. Gwembe Maz Max Lee, a Renamo vaı ter que dançar bem para conseguir ganhos expressivos onde o MDM domina, creio. Nao é dado adquırıdo que haja vıtorıa
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 15:40


Max Lee Parece que a mdm tem força quando a renamo está fraca. Foi por isso mdm teve expressão que tem agora. Se um dia, a renamo estar organizada, acredito seria esse o fim da mdm. E outro facto que anúncia o fim de mdm é o próprio fim da renamo.


Nico Voabil Penso que o senhor #Amurane foi precipitado de mais ao trazer este problema a luz, o impacto disso pode ser proporcional a o que lhe levou a ser o que ele é hoje ou até mais.
(...)disse por não compactuar com a corrupção...eu percebi que o MDM é uma organização que diz é contra a corrupção, porém na perspectiva desse discurso do Amurane, é uma organização que esta ligada a esquemas de corrupção.
e agora?
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 15:42


Max Lee Quando o copo transborda é porque já encheu ou está mal posicionado. Amurane fez o que era certo, até quando continuar a fingir?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 15:48


Nico Voabil Não estou em condições de concordar consigo #Max lee e muito menos terei argumentos se for a descordar. Como afirmou o Eusébio A. P. Gwembe ambos gozam de presunção de inocência até que a verdade seja revelada com factos.
Gosto · Responder · Ontem às 15:57


Max Lee Claro, estamos simplesmente debatendo o que vimos. Lembra se a pouco tempo, veio uns a chamar o edil de nampula de Gatuno... Coisas e coisas que levam me sim a ter uma posição, esses partidinhos devem amadurecer
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:05


Nico Voabil Haaa sim, amadurecer mesmo.
Por exemplo isto aqui é vergonha, o que é isso? Pra um partido jovem que já mostrou que é possível derrubar a frelimo com discursos democráticos. Pelomenos esta lição de discurso democrático foi compreendida agora falta incutir neles a democrácia na prática.
Gosto · Responder · Ontem às 16:11


Max Lee Mas é assim, o partido não deve ganhar membros, criando caos nos outros partidos. Mdm é fruto de traição, definitivamente, com eles há muitos frágeis politicamente. Não vai sobreviver esse partido.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:14

Escreve uma resposta...



Josué Tambara Bambo inu kwakucherani
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 15:44


Eusébio A. P. Gwembe Kuno kwacha kalekale, dzuwa lıkukalowa, kaya kumeneko a Josué Tambara
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 15:52


Josué Tambara Eusébio A. P. Gwembe Kwachaaaa, Ufulu, Mtendereeee.
Gosto · Responder · Ontem às 15:56

Escreve uma resposta...



Eduardo Domingos Puxxaaa, essa prosa toda é pra um homem mortal, Eusebio Eusébio A. P. Gwembe?
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 15:45


Serafali Amisse opah, edificios reabilitados "k a frel/namuaca" fez ou coloniais??!??!???
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 15:45


El Patriota Aqui com todo o respeito, o mano Eusébio mentiu.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:30


Serafali Amisse ja xta me dsviar a atençao nele
Gosto · Responder · Ontem às 16:52 · Editado

Escreve uma resposta...



Albazino Ricardo Cumbane Vistas as contas em Moçambique não temos políticos ( tanto no poder, como na oposição), só temos LADRÕES.
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 15:45


Eusébio A. P. Gwembe Eduardo Domingos, uma oportunıdade para pescarem na rede. Aproveıtem enquanto é cedo.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 15:48


Eduardo Domingos Nós nao temos adversarios, basta afinarmos a maquina e bombar, Eusebio Eusébio A. P. Gwembe. Basta dizer que pisamos os piriquitos....
Gosto · Responder · Ontem às 15:55


Eduardo Domingos Com duas frases milagrosas, toda familia galinacea e sua progenitora e protetora entram em panico.
Gosto · Responder · Ontem às 15:57


Eusébio A. P. Gwembe Nada dısso, Eduardo Domingos. Voces terao que contar com a mao ınvısıvel do presıdente Nyusı. os acordos telefonıcos vao poder marcar a bıpolarızacao polıtıca para os proxımos tempos.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 15:57


Eduardo Domingos Nosso slogan: derrotamos a bandida frelimo 70 vezes.
Gosto · Responder · Ontem às 15:58


Max Lee Essa é boa, é o slogan da Frelimo é, estamos a governar 70 vezes... Irónico não é, uns ganham, outros celebram a vitória. Eu fico na dúvida, como pode um vencedor nunca conseguir levar a taça, tem força esse para governar?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:00


Eduardo Domingos Leia bem o slogan. Vem bandida frelimo
Gosto · Responder · Ontem às 16:40


Max Lee Kakakakakkak, vi. Era só um comentário banal
Gosto · Responder · Ontem às 16:42


Candido Junior Governar na oposição e vencer sem conquistar nada... há de tudo para alimentar o ego pelas bandas dos BA's.
Gosto · Responder · Ontem às 17:23


Eduardo Domingos Ainda nao te deram alta Candido Junior?
Gosto · Responder · Ontem às 18:43

Escreve uma resposta...



Eusébio A. P. Gwembe Nos somos ınvencıveıs, Eduardo Domingos. Leıa os manuaıs de Hıstorıa e vera que a Frelımo nao sofre cısoes ha maıs de 40 anos. O ANC ja teve malema
Gosto · Responder · 4 · Ontem às 16:01


Vitorino David Gostei da análise aqui exposta meu caro Eusébio A. P. Gwembe. Ouvia-se em todo o canto esses ladrões corruptos mas afinal Eles enveredam pela corrupção segundo as palavras do Mahamudo Amurane!
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:05


Eduardo Domingos Frelimo está cheio de cobardes, matadores, trafulhas, bandidos... Se nao se parte porque tem um braço armado que cuida de aniquilar vozes discordantes, Eusebio Eusébio A. P. Gwembe
Gosto · Responder · Ontem às 16:05


Vitorino David hehehehehe. boa tarde meu mano Eduardo Domingos
Gosto · Responder · Ontem às 16:06


Eusébio A. P. Gwembe E ısso aı Vitorino David. Os santos, quem dırıa e quem somos nos para desmentır o que membro da CP dısse?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:07


Eduardo Domingos Vitorino David so saudas teu mano e os outros?
Gosto · Responder · Ontem às 16:08


Vitorino David Quem somos nós, mesmo? Vai dar muito que falar. Irei ter com meu oftalmologista para ver ver se a minha graduação ainda está em dia. Haverá muito por ler! kkkk
Gosto · Responder · Ontem às 16:09


Eduardo Domingos Bandidagem da maldita, Eusebio Eusébio A. P. Gwembe
Gosto · Responder · Ontem às 16:10


Vitorino David Primeiro o mano e depois os restantes. Desculpe mano que comecei por tí e não pelos outros.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:10


Vitorino David Boa tarde a todos facefriends!
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:11


Eusébio A. P. Gwembe Eduardo Domingos, a sedição que acaba de ser sufocada pelo telefonema mágico de Dezembro teve mandantes e executantes. É preciso descobri-los a todos. É indispensável que se saiba quem pegou em armas e quem deu o dinheiro! E uma vez averiguado quem foram os mandantes e os mandatários (domésticos e externos) do crime que em nome das eleições acaba de praticar-se, que recaia sobre todos eles o merecido e justo castigo. Só assim a opinião pública, que não é opinião de politicantes, ficará satisfeita. Essa reparação exige-a ela. Haverá coragem para lha negar?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:11


Francisco Wache Wache O mano amurane pisou pedra. Nao é normal. Mas la na gloriosa nao lhe queremos, nao ha disciplina partidaria?
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 16:14


Eusébio A. P. Gwembe Poıs pısou, pısou, Francisco Wache Wache. Ou aında confıa la no Itukulo hehehehehe
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 16:15


Eduardo Domingos La nas pinturas rupestres?
Gosto · Responder · Ontem às 16:21


Eusébio A. P. Gwembe Eduardo Domingos afınal conhece manı Edu? Pergunte Wache o que ha naquelas bandas
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:22


Eduardo Domingos Conheço e bem. Todos bandidos e bandidas da frelimo é la onde tomam banho.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:24


Francisco Wache Wache hahahahahaha, conheces a floresta sagrada de Itoculu, terra natal de Amurane?kakakakakak
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:27


Francisco Wache Wache ai dá-se banho, não é de brincadeira, kakakakakak
Gosto · Responder · Ontem às 16:27


Eusébio A. P. Gwembe Esse Eduardo e perıgoso, Francisco Wache Wache. Veja o que é capaz de saber. kakakakaka
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:30


Eduardo Domingos Eu piso naquela floresta de sapatos e vestido. E nao aceito sentar na pedra e nem chao.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:35


Escreve uma resposta...





Imtiaz Vala Melhores advogados para defenderem das praticas corruptas na falacia Mocambique para Todos!Falta maturidade politica neste galináceos!Nem imagino com a Governacao do Pais!Vao perder-se por completo!Para mim terminem na Governacao das Autarquias!
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 16:18


Eduardo Domingos Estás aonde Eusebio Eusébio A. P. Gwembe a essa hora, no bar?
Gosto · Responder · Ontem às 16:18


Eusébio A. P. Gwembe Estou duummm numa esquına a ver o cenarıo, Eduardo Domingos. Um dıa festıvo a ser esquecıdo
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:21


Eduardo Domingos Hoje? Continua a festa do dia 3?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:26


El Patriota ... "o município cada vez mais pobre, mais arruinado, mais desacreditado, ainda que nos queiram convencer o contrário, mostrando-nos fotografias de obras recém-pintadas, recém-rebocadas que, na realidade, foram erguidas nos últimos meses da governação de Namuaca." Texto excelente, mas aqui mentes e brutalmente, caro Gwembe, o que é pecado.
Gosto · Responder · 5 · Ontem às 16:33


Eusébio A. P. Gwembe Eu estou la desde o começo do seculo, El Patriota. Nao falo de nampula do google
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:35


El Patriota Munícipio cada vez mais pobre, mais arruinado, mais desacreditado (...) obras erguidas por Namuaca? Francamente, meu caro. Sejamos razoáveis...
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 16:39


Zulfikar Abdurremane Amur Eu iria perguntar o mesmo El Patriota. Não vimos nenhuma realização do Namuaca, tanto que vimos espaços vendidos, corrupção em alto nível.
"Quem mostra trabalho é perseguido". Palavras de Amurane.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 18:03


El Patriota O texto do mano Eusébio é recomendável, mas ali ele mentiu...
Gosto · Responder · Ontem às 18:06


Zulfikar Abdurremane Amur É uma lastima dar de exemplo a governação do Namuaca.
Além de critica-lo, deviamos apoior um lider a denunciar os actos de corrupção, afinal, o GCC foi criado para quê?
Há que ter em conta que em cada partido há esse tipo de situação, dando exemplo ao general Sergio Viera: "Não vou pagar essa divida, que interditem os bens dos ladrões e criminosos".
Gosto · Responder · Ontem às 18:10


Morais Correia Opa Eusébio A. P. Gwembe, a partir de "Munícipio cada vez mais pobre, mais arruinado, mais desacreditado (...) obras erguidas por Namuaca" a bala saiu-te por baixo do Kaputula! De qual NPL te referes? Nao te estarás a basear em oráculos?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 20:36


Escreve uma resposta...





Claudino G. Nchumaly Como tirar a oposicao incomoda nos municipios como Nampula: criar intrigas, divir e depois reinar. Nas estranha que esse actos todos aparecam na vespera das eleicoes municpais. Historias como essas podem ir se buscar nos municipios como Nacala.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:38


Eusébio A. P. Gwembe Mas aı e entre eles- Claudino G. Nchumaly. Nınguem os esta a dıvıdır para reınar
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:41


Claudino G. Nchumaly Nao posso confirmar agora, mas as vezes o tempo é reveladora de muita coisa que nao se pode explicar de momento
Gosto · Responder · Ontem às 16:46


Escreve uma resposta...





Vasco Abrao Francisco Noto que há um problema sério nas pessoas em perceberem a questão de fundo! Se Muhamudo Amurane denuncia corruptos no MDM e vice-versa, é bom para o crescimento do próprio MDM...facto que nunca aconteceu na Frelimo. O Eusébio A. P. Gwembe, no lugar de dizer que há 40 anos que não há cisões na Frelimo, devia ter dito que na governação da Frelimo não há casos de corrupção que são denunciados pela própria Frelimo. Portanto, é caso para dizer que pela positiva o MDM tem ensinado à Frelimo a arte de governar bem; e pela negativa, o MDM está a mostrar aos moçambicanos que no seu seio não se compactua com a corrupção. Ora, "correio eletronico e bons advogados"...tudo isso, é fruto da nova arte do Eusébio A. P. Gwembe -a arte de mentir de forma descarada...fica-lhe bem ser historiador e não "um mentiroso para adular"
Gosto · Responder · 5 · Ontem às 16:40


Vitorino David Sr Vasco Abrão Francisco. Não tente querer ludibriar. Ele foi perentório em dizer que o MDM envereda pela corrupção. O gorducho lã da beira quase que se engasgava quando ouviu isso. Moçambique para todos. Quais lobos vestidos de pele de lebre!
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 17:01


Escreve uma resposta...





Costa Manhiça ISSO JA ESTAVA PREVISTO
Gosto · Responder · Ontem às 16:43


Fernando Jorge Francisco Cumbana Se o galo começa agora a entrar em convulsoes significa que a perdiz poderà tirar bom proveito da situaçao recuperando o seu eleitorado que havia trocado as penas.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:47


Eusébio A. P. Gwembe Vasco Abrao Francisco, o problema é que o MDM entrou com slogan trıunfalısta como se de um grupo de anjos se tratassem. Ate ontem, era um grupo de santos. Que ınspıracao se pode tırar de pessoas desavındas? Entao assume que ha corrupcao cujo protector e DS? O que e MDM para sı, Amurane ou DS? ja que quem assume é Amurane, claro. Concxordo Fernando, a Renamo esta a uma dıstancıa mınıma para recuperar parte do seu eleıtorado dependendo dos candıdatos que o reı escolher
Gosto · Responder · 4 · Ontem às 16:51


Costa Manhiça Ate ontem era um grupo de santos,,kkkk voçe me ganhou Eusebio
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:57


Ali Alberto Vahaly Mas também meu caro Eusébio A. P. Gwembe podia lhe ser tão inteligente se antes d comentar, tivesse reunido elementos suficientes para sua tese. Não soubeste separar o cal do cinza. Nós os macuas e munícipes de Nampula (com alguma informação do que acontece no terreno) olhamos os pronunciamentos do presidente Mahamudo Amurane coMahamudo Amuranea dignidade que os dirigentes do MDM disfarçavam em reconhecer. O Amurane sai como um exemplo por explorar neste país. (Deixemos política de lado).Pessoas bem posicionadas naquela organização política MD, falam de muitas interferências (do galo)a quando de instauração de processos disciplinares contra os funcionários hoje encarcerados mas o edil não recuou. Amurane num passado recente demitiu o vereador do pelouro das finanças (membro do Galo) por corrupção e nomeio p o mesmo lugar (um sr. De nome Manhiça da Frelimo).Mostrando uma inclusão governativa que nem o Simango ensaia, aliás actos do M.Amurane, obrigou um grupo de cidadão investigar e perceber que todos vereadores de Simango na Beira, são Ndaus!!!.
O que vejo nisso talvez pode ser uma consciência política dum ou dos macuas cabendo só saber se o ambiente saberá tirar proveito deste contexto. Como administrador das suas mostradas capacidades aconselharia em não se pronunciar antes de se informar com os prós e contras das duas regiões e etnias.
Gosto · Responder · Ontem às 17:51 · Editado


Zuma Zuma Esto firme k nenhum partido politico vai ser santo principalment em moz. Existia varios escandelos enterados k envolvem outros partidos, portanto é necessario k seja desenterado trazido à a luz da verdad,portanto a nossa visao,peskisa acho k deve set abrangente e estaria numa posicao d imparcialdade. É desnuar outros partidos tenho uma informacao segura k existe um edil k ñ vai concorrer nas proximas autorias devido ao esquema d corrupcao.
Gosto · Responder · Ontem às 23:05


Escreve uma resposta...





Eduardo Domingos A perdiz vai voar, o galo fica a comer a maçaroca
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:56


Fernando Jorge Francisco Cumbana yuuh....vai ser o king a escolher?..acho que vai sair das matas mais democrata que nunca..com o resgate do Manuel Perreira hà prenuncio de algumas mudanças que alguns comodistas nao vao gostar
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:58


Eduardo Domingos O rei resgasta gente honesta mas o 65 cm resgata sanguinario. O rei continua rei honesto
Gosto · Responder · Ontem às 17:02


Fernando Jorge Francisco Cumbana huummm,entao ainda nao o conheces bem
Gosto · Responder · Ontem às 17:04


Eusébio A. P. Gwembe Naquele clube tudo é feıto com ajuda do dedo do monarca, Fernando. Democratas da boca
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 17:05


Eduardo Domingos Pai é pai
Gosto · Responder · Ontem às 17:07


Candido Junior mesmo que seja vampiro que amiúde chupa pescoços para matar a sede. Depois de 20 anos acreditávamos que já estava curada. Qual equivoco médico!...
Gosto · Responder · Ontem às 17:33


Eduardo Domingos Continuas doente, Candido Junior?
Gosto · Responder · Ontem às 18:42


Escreve uma resposta...





Costa Manhiça Eduardo Domingos,se o galo sobreviver
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 16:58


Vasco Abrao Francisco "Portanto, é caso para dizer que pela positiva o MDM tem ensinado à Frelimo a arte de governar bem; e pela negativa, o MDM está a mostrar aos moçambicanos que no seu seio não se compactua com a corrupção". Portanto, se há corrupção, esperemos que isso seja provado por quem é de Direito.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 16:59


Fernando Jorge Francisco Cumbana O partido da maçaroca é forte nao hà que o abana Eduardo Domingos
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 17:02


Eduardo Domingos Partido de cobardes, se nao fosse clemencia de Afonso Dhlakhama todos trafulhas estariam em nachingueia como refugiados outra vez.
Gosto · Responder · Ontem às 17:08


Escreve uma resposta...





Oreste Muatuca Muatuca Todos os partidos são políticos. Eu tenho repetido isso várias vezes. Regem-se pelo princípio de obediência cega, lavagem cerebral, sim a tudo, exclusão de quem não se compactua com as ordens do Chefe, etc. Nenhum partido está para o povo. Nunca houve mesmo. Partido quer dizer parte, um punhado de pessoas que se preocupam com seus interesses, valorizando e idolatrando sobretudo os interesses do Chefe. Mesmo que alguém diga que este partido chama-se social ou democrático, é tudo mentira. Partido é político. Político vive sugando o povo. Se tal não fosse, porquê lutariam pelo poder? Porquê preferiam matar pessoas para alcançar o poder? MDM, Renamo, Frelimo, ou qualquer outro partido é farinha podre do mesmo saco. Nenhum partido alberga santos. Nenhum partido é dos santos. Por isso, o povo está mesmo entregue. Os políticos moçambicanos então pioram. Um amigo meu, de nacionalidade italiana, disse-me um dia: o moçambicano, do topo à base, a sua primeira preocupação, ao se encontrar em qualquer posto de trabalho, é: como roubar ou estorquir dinheiro? Desde o presidente da república ao empregado doméstico. Não é que ele tinha razão?
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 17:20 · Editado


Eusébio A. P. Gwembe Eduardo Domingos, o que acha do reaparecimento de antigo candidato da Renamo pela Beira? Bom sinal para malta Muchanga?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 17:04


Edias Felipe Manditukakare Esse sujeito não é credível aliás é um dos maiores desorganizado e segregacionista que existiu na RENAMO em Sofala. Quêm não se lembra de M. Pereira de ter tentado fazer a empregada dele deputado pelo círculo de Sofala?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 18:04


Escreve uma resposta...





Eduardo Domingos Tdo bom Eusebio Eusébio A. P. Gwembe,.
Gosto · Responder · Ontem às 17:06


Jossias Ramos Tem MENTIRAS NESTE POSTE, Eusébio A. P. Gwembe. 1.NAMUACA o queh? 2. CORREIOS o queh?
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 20:49 · Editado


Yussuf Adam Temos que ter as mesmas precaucoes metodologicas que defendemos quando falamos dos mitos da formacao da Frente de Libertacao de Mocambique em 1962 e da desagregacao, nem sei se esse e o conceito apropriado, do MDM em 2017. O que se passa, pergunto eu. Estamos perante uma rinha de galos pelo poleiro , Amurane versus Simango, como deduzo do argumento do Gwembe, nampulense, ou conflitos na direccao politica e programatica de um partido politico e de dirigentes que tem trajectorias e bases de apoio regionais..... A ver vamos.. Mas um historiador e um historiador e nao um profeta....E sem informacao nao se fazem omeletes..sem ovos nao se fazem analises.. a nao ser que os objectivos e os juizos de valor do analista se sobreponham aos dados empiricos, aos factos....
Gosto · Responder · 3 · Ontem às 17:26


Carlos Santana Afonso Será que este mundo não pode ficar livre de POLITICOS? São todos corruptos
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 17:45


Benjamim Muaprato A partir da génese do MDM, fica fácil perceber que jamais o MDM ganhou 1 municipio sequer, quiça, em Gurue(?). Ganhou sim, a revolta popular por causa dos erros cometidos da Renamo e da Frelimo na escolha dos seus candidatos.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 17:58 · Editado


Edias Felipe Manditukakare Não percebi a reacção de Mahamude Amurane porque depois da prisão dos funcionários do Baú e manifestações das famílias dos mesmos, o MDM, seu presidente apareceram a favor do edil.
Gosto · Responder · Ontem às 17:59


Ilustre Samuel Dos Santos Este texto é teu Eusébio A. P. Gwembe ou alguém invadiu a tua contá?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 18:19


Ali Alberto Vahaly Mas também meu caro Eusébio A. P. Gwembe podia lhe ser tão inteligente se antes d comentar, tivesse reunido elementos suficientes para sua tese. Não soubeste separar o cal do cinza. Nós os macuas e munícipes de Nampula (com alguma informação do que acontece no terreno) olhamos os pronunciamentos do presidente Mahamudo Amurane como uma dignidade que os dirigentes do MDM disfarçavam em reconhecer. O Amurane sai como um exemplo por explorar neste país. (Deixemos política de lado).Pessoas bem posicionadas naquela organização política MD, falam de muitas interferências (do galo)a quando de instauração de processos disciplinares contra os funcionários hoje encarcerados mas o edil não recuou. Amurane num passado recente demitiu o vereador do pelouro das finanças (membro do Galo) por corrupção e nomeio p o mesmo lugar (um sr. De nome Manhiça da Frelimo).Mostrando uma inclusão governativa que nem o Simango ensaia, aliás actos do M.Amurane, obrigou um grupo de cidadão investigar e perceber que todos vereadores de Simango na Beira, são Ndaus!!!.
O que vejo nisso talvez pode ser uma consciência política dum ou dos macuas cabendo só saber se o ambiente saberá tirar proveito deste contexto. Como administrador das suas mostradas capacidades aconselharia em não se pronunciar antes de se informar com os prós e contras das duas regiões e etnias.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 18:25


Assubige Junior Hussein Eusébio A. P. Gwembe Ti admiro como Historiador, mas como analista politico, penso deves ser péssimo...! Acho que Moçambique precisa de Pessoas corajosas como o Amurane! se hoje estamos na crise foi porque o Governo da Frelimo, protegeu ladroes, tal como o Amurane se nega a fazer...! Amurane e Araujo são duas figuras do MDM - Movimento Democrático de Moçambique que podem jogar um papel importante nesta organização politica! acho ter chegado o momento do Simango deixar de ver o partido como negocio familiar e aproveitar a situação actual do pais, para se enraizar no seio dos moçambicanos.
Não gosto · Responder · 3 · Ontem às 18:41 · Editado


Heleno Bombe Grande exercício de democracia que nós os moçambicanos não estamos habituados ao ver pessoas do mesmo partido se acusando, isto é muito bom porque permite ver como é que funcionam os partidos políticos em relação a prestação de contas e transparência na governação, isto permite exercermos a nossa cidadania e nosso ponto de vista! Estou totalmente de acordo que o presidente do município denuncie casos de corrupção e expulse os supostos corruptos visto que este tem de prestar contas aos munícipes que são os maiores contribuintes para o funcionamento do município!
Não gosto · Responder · 1 · Ontem às 18:51


Assubige Junior Hussein Pois eh....!
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 19:04


Serafali Amisse ixo
Gosto · Responder · Ontem às 21:31


Escreve uma resposta...





Alson Dos Santos Admiro Eusebio como historiador e quando escreve estando lucido. O problema dele eh quando bebe acima da media. Ai ele comeca a falar "nonsense" como neste post. Reduza o consumo de alcohol, oh grande historiador
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 18:53


Manuel Maleve Caro Eusébio A. P. Gwembe, ainda vamos assistir um grande espetaculo politico nos proximos dois anos.
Mas o Amurane exagerou,
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 19:41


Vasco Abrao Francisco Vitorino David, eu faço comentários baseados em factos. Talvez seja o problema de compreender a lingua de camões...nada consta dos pronunciamentos do M. Amurane que prove as especulações levantadas pelo autor deste post e muito menos as tuas. Portanto, façamos uma análise baseada em factos. Ademais, o gorducho de que te referes tem nome, se fosses um indivíduo nascido de pais que juraram educar-lhe até que a morte lhes separe(asse), acredito que terias a urbanodade de respeitar psiquica e fisiologicamente a outrem, enfim; problema mesmo de um rebento de pai incógnita.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 20:26 · Editado


Amarildo Gussule Minha opinião e que Amurane, perdeu humildade, embora Nampula está melhor com ele doque na diáspora com Chereua e Namuaca.
Gosto · Responder · Ontem às 20:25


Morais Correia Opa Eusébio A. P. Gwembe, a partir de "Munícipio cada vez mais pobre, mais arruinado, mais desacreditado (...) obras erguidas por Namuaca" a bala saiu-te por baixo do Kaputula! De qual NPL te referes? Nao te estarás a basear em oráculos?
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 20:38


Serafali Amisse exe tal namuaca k ele nao ker xkecer é um dos ...
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 21:32 · Editado


Escreve uma resposta...





Morais Correia Marcelo Mosse adicionou 2 novas fotos.
22 h · Maputo ·
Amurane é uma batata quente nas mãos de Daviz Simango
A primeira leitura à volta da ruptura entre Mahamudo Amurane e Daviz Simango remete para um desafio. O desafio da sobrevivência do MDM enquanto partido que almeja uma implantação nacional. Se o MDM está destinado a confinar-se apenas na região à volta de Sofala ou se ele tem pernas para se afirmar muito mais à norte (e também à sul e oeste), rompendo cortinas de base étnica e regional, como parece ser o caso, essa é a grande questão.
Até hoje, o partido se vai expandindo com uma marca indelével: uma restrita clientela de Simango, originária da Beira, dominando o seu processo decisório e estendo a mão à mordomias com origem no poder local. Veja-se o perfil hierárquico da sua bancária parlamentar na AR; e veja-se também a marginalização de que está sendo alvo o edil de Quelimane, Manuel de Araújo. A implantação do MDM em Nampula deveu-se a uma máquina montada por elementos oriundos da Beira ou muito próximos dos Simango (as suas redes clientelares) com expectativas naturais de acesso a recursos e benefícios resultantes de se estar no poder.
Amurane tem rechaçado esses apetites (sobretudo aqueles de natureza corruptiva) em prol de uma certa eficiência e transparência. E agora, na falta de apoio político de Simango, que atirou para Amurane o ónus da prova (e este interpretou a oferta de apoio em assistência legal por parte de Daviz como um vexame), é crível que ele queira dar o salto. Qual salto? O provável salto para uma candidatura independente no próximo ano. Isso é possível. Aconteceu o mesmo com o próprio Daviz. Quando Dhlakama lhe retirou o tapete em 2008 na Beira, ele avançou como independente e ganhou. O MDM só viria a nascer em 2009.
Daviz ganhou porque já tinha conquistada na Beira não necessariamente a base militante da Renamo mas a base eleitoral da autarquia. O que deve ser o caso de Amurane. Sua gestão parece ter a aprovação da maioria dos nampulenses, um município macua, sua etnia (uma fonte de provável clivagem são as origens étnicas distintas entre Amurane e Simango).
Por isso, a batata quente está nas mãos de Simango. Ostracizar Amurane nas hostes do partido (afastando-o dos órgaos cimeiros) como fez com Araújo é ir cavando a sepultura do MDM enquanto formação que almeja ter relevancia à escala nacional. Mas sua natureza quase clânica também não ajuda. Se o MDM não se revitalizar para representar o arco-íris da moçambicanidade ele pode ir perdendo espaço. A gestão do caso Amurane vai ser crucial. A Frelimo e a Renamo estão à espreita...
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 20:42


Elemia Witimosse Bau Se Amurane fosse do partido comunista. Ñ imagino o que seria. Gostei da corragem dele.um exemplo de quem ñ é lambebota. Um lider, academico livre.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 20:49


Vasco Abrao Francisco Na minha opinião, o regresso da Renamo nos palcos políticos vai ser muito bom para a nossa Democracia...vai dissipar de uma vez por todas o equívoco criado em torno da hegemonia política do MDM; em torno de quem confere poder ao MDM por via de eleições nas autarquias que governa, se é o eleitorado da Renamo, ou do próprio MDM. Com a Renamo no jogo Drmocrático, está salvaguardada a paz para o bem dos moçambicanos.
Gosto · Responder · Ontem às 20:56


Raimundo Pitagoras Lauma Governo é um órgão colegial, a sua conquista é pelo sacrifício da maioria, ja é diferente duma empresa onde alguém é patrão. Tomar decisão unilateralmente num órgão colegial gera convulsões e ninguém aceita perder razão. Problema da machamba resolve-se na respectiva machamba, o caso de Npla ñ é Amurane com MdM, é Amurane com os seus conterrâneos com k lado a lado conquistaram o município de Npla, quem rouba a quem e kem rouba o k, será falta de distribuição equitativa no seio do órgão? Ou a quem está se apropriar o sacrifício comum? Tempo é melhor Mestre. Por último gostaria de frisar k numa capoeira, numa turma de alunos ou nas nossas casas obedecemos um regulamento para uma convivência sa.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 21:46


Raimundo Pitagoras Lauma Problema de Npla será resolvido pelos Nampuleses em conflito.
Gosto · Responder · Ontem às 22:09


Andre Raimundo Chavane O problema do Devis eh k ele valoriza muito a questao da etnia, ora vejamx em kelimane colocou Manuel d Araujo por ser machuabo p lider os chuabos e, como consequencia, De Araujo em Quelimane tem mais poder k o proprio lider do partido, ali o Devis nao mexe no Araujo, se tentar Araujo vai concorrer como independente e irA sem dUvida ganhar! Em Nampula idem, se Devis mexer no Amurane, este tbm vai concorrer como independente e, irA ganhar, por isso estes gingam! Araujo e Amurane andam d nariz empinado, nao pensam duas vezes antx d desacatar ordens do Davis pois sabem do poder k eles tEm nakelas cidadx. Davis criou ingratos k agora sairam dentes e querem bater d frente cm ele!
Gosto · Responder · Ontem às 22:10


Eusébio A. P. Gwembe A integra do discurso: https://www.facebook.com/municipionampula/videos/1667643576584088/


12:24

12 162 visualizações
Conselho Municipal de NampulaGostar da Página
Ontem às 0:21 ·


Em conferência de imprensa Mahamudo Amurane fala aos jornalistas sobre acusações falsas contra sua pessoa.
VEJA O VÍDEO NA ÍNTEGRA
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 23:09


Raimundo Pitagoras Lauma André tens mto por aprender, sabes o k aconteceu em Npla? Amurane como presidente expulsou vários colegas dele com quem conquistou o poder alegando serem ladrões segundo ele, todos Nampuleses, alguns foram criar partido Mamo, o caso chegou a PGR, por sua vez uma Sra de nome Helena Marovissa expulsa do município e seu filho já preso, ela ja pertencente ao partido Mamo, ja acusa o presidente Amurane de roubar dinheiro e comprado casa em Portugal. O presidente Amurane qndo reage ataca o MDM e seu presidente, afinal onde entra o MDM e seu presidente? Problema de Nampuleses afecta pessoas fora daquela província? No k concerne a candidatura independente ñ pode sonhar de dia, um candidato ñ ganha a entrar em conflito com seus apoiantes.
Gosto · Responder · 23 h


Agostinhocordeiro Cordeiro Moçambicano tem problemas serios, quando aparece judas reclamam, quando aparece Moiséis reclamam, querem o quê mesmo??? Voces nao sabem o que viver numa cidade onde tudo ta parado, vão a cidade de Pemba pra ver a corrupção e má prestaxao de servixo, quem nos dèra termos Amurrane em Pemba!!!
Gosto · Responder · 2 · 21 h


Nemane Selemane Movimento Democratico de Mocambique - MDM. SLOGAN: Mocambique para todos. Afinal estao a fugir desse lema porque as rendas estao a subir. A situacao do Amurane acontece mesmo no partidao e no perdiz. O Deviz e exemplo disso.
Gosto · Responder · 15 h


Serafali Amisse muito mais o macua, nao sabe o k ker/ muito regionalista, pena k nao xcolhi nascer macua pah
Gosto · Responder · 15 h


Alvaro Guimaraes Caro Eusebio qual eh o politico em moz que possa ser qualificado como santo?
Gosto · Responder · 1 · 14 h


Agostinhocordeiro Cordeiro Sinceramente a politica é fonte pra ascender aos milhões, na verdade até a semana passada pensava que era Deviz Simango, mas já era a máscara caiu, agora so posso ficar com Samora Machel... Estou sem opxao
Gosto · Responder · 12 h


Serafali Amisse samora?!?!!!!? cm ideias de hitler/ campos de cncentraçao- alemanha, e de reeducaçao- moçambiq, opah
Não gosto · Responder · 2 · 9 h · Editado


Escreve uma resposta...





Constantino Chonze Os que pensam que Amurane, concorendo como indeprndente ganha no Municipio da Cidade dr Nampuuls
Gosto · Responder · 14 h


Constantino Chonze Nampula estao enganados. A conjuntura actual é muito diferente!
Gosto · Responder · 14 h


Albino Mbava Cuna O lugar d porta vez da frelimo ja foi ocupado.......
Gosto · Responder · 2 h

s

1 comentário:

Anónimo disse...

Se fosse no interior da Frelimo ninguém abriria a boca , porque não existe liberdade de expressão e há esquadrões de morte. VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO EM MOÇAMBIQUE. VIVA A DEMOCRACIA.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.