terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Com medo de Lidimo?, Sergio Vieira despede-se dos Midia

Com um repúdio e despedida

Enviar por E-mailVersão para impressãoPDF
CARTA A MUITOS AMIGOS
Fiquei repugnado com a capa e um artigo infames dum pasquim com financiamentos bem estranhos atacando o General Lagos Lidimo, novo director-geral do SISE.
Conheci-o em 1967 e com ele trabalhei na inteligência e contra-inteligência.
Constatei tratar-se de um homem muito perspicaz, íntegro, cumpridor, eficaz. Jamais um assassino a soldo ou carrasco.
Trabalhou com adjuntos que, em virtude dos Acordos de Roma, vinham das fileiras da RENAMO. Nunca um só se queixou de maus-tratos, falta de respeito, discriminação.
Trabalhou em várias províncias do país. NUNCA SE CONSIDEROU MACONDE, MAS APENAS MOÇAMBICANO.
Na reserva não se meteu em negociatas sujas.
Por isso, Nkavandame o quis matar e outros camaradas, porque não alinhavam na tese da independência do planalto e da província. Apenas logrou a assassinar Paulo Samuel Khamkomba em Dezembro de 1968.
Admiro-o e muito o estimo. Acredito que cumprirá e bem a tarefa.
Esta a minha última carta
A idade e as mazelas que a acompanham, o imperativo de mais me ocupar da minha família e impedir que exerçam qualquer represália contra eles ditam a minha decisão de fazer deste texto o 104º e último, e de igual modo terminar os meus comentários de 2.ª Feira na STV.
A todos que me apoiaram e apreciaram, a todos que honestamente me corrigiram e criticar um abraço de obrigado e despedida. 
SV

Carlos E. Nazareth Ribeiro
 "Em verdade, em verdade vos digo..." (disse alguém há muiiiito ano) que o descaramento é uma doença da senilidade ou da juventude contestatária. Qual será o caso? Bom, também pode ser enquadrado no antigo dito popular "quem tem c', tem medo" ou no outro que diz "não lhe cabe um alfinete no c'."
Gosto · 1 · 7 h
Armando Moura Moura
Armando Moura Moura Não falem muito em c´, porque ainda salta o mano Castelbranco ,para a ribalta
Gosto · 2 · 7 h
Luís Loforte
Luís Loforte Carlos, receio dizer que te entendi. E assim fico?
Gosto · 1 · 7 h
Carlos E. Nazareth Ribeiro
Carlos E. Nazareth Ribeiro Sempre em frente, Luís!!
Gosto · 7 h
Lurdes Carrilho Meggy
Lurdes Carrilho Meggy Porque para trás anda o caranguejo...
Gosto · 6 h
António Botelho de Melo
António Botelho de Melo As evidências que me foram apresentadas - os campos da morte Moçambique D e Rwarwa, SNASP - apontam Lidimo como um carrasco da Frelimo com longo e sinistro percurso. Esta malta pensa que as pessoas esquecem estas coisas? O auto-silenciamento de SV constitui um significativo desanuviamento do discurso público. As suas intervenções nos jornais e na STV eram obsoletas e despropositadas.
Gosto · 4 · 6 h
Vassili Vassiliev
Vassili Vassiliev António Botelho de Melo ele esta gaga, quase senil. A ordem inexoravel da vida triunfou!
Gosto · 5 h
Zulficar Mahomed
Zulficar Mahomed Um perito elogiando outro.
Não sei se pelos melhores motivos.
Gosto · 1 · 5 h
Douglas Harris
Douglas Harris kkkkkkkkkkkkkk
Gosto · 3 h
Manuel Carlos Zacarias
Manuel Carlos Zacarias Assassinooooooooooos à solta
Gosto · 5 h
Vassili Vassiliev
Vassili Vassiliev Joao Cabrita atencao a chamada!
Gosto · 1 · 5 h
Joao Cabrita
Joao Cabrita Vassili Vassiliev, se o próprio Samora Machel durante a chamada «Ofensiva na Frente da Legalidade» disse em comício (Novembro 1981) ter sentido 'palha no estômago' ao constatar o que se passava em Rwarwa, é inconcebível que Sérgio Vieira tente limpar a imagem do ex-subalterno no Departamento de Segurança da Frelimo e no Ministério da Segurança. Inconcebível e desnecessário, pois melhor prova de solidariedade para com o homem já havia sido dada por Filipe Jacinto Nyusi ao reconduzi-lo à vida política – e também pelo porta-voz do maior partido da oposição que enalteceu a medida.
Gosto · 2 h
Rodolfo Paixão
Rodolfo Paixão Bota assassino nisso, este congouaco e maximba do Sérgio Vieira esqueceu-se também do que fez !
Gosto · 4 h
Luis Nhachote
Luis Nhachote Nada me espantará se o coronel for nomeado como assessor do Lagos Lidimo....
Gosto · 3 · 3 h
Joaquim Mavone
Joaquim Mavone Kkkkkkk...carta dos compadres.
Gosto · 1 · 3 h
António Botelho de Melo
António Botelho de Melo As evidências que me foram apresentadas - os campos da morte Moçambique D e Rwarwa, SNASP - apontam Lidimo como um carrasco da Frelimo com longo e sinistro percurso. Esta malta pensa que as pessoas esquecem estas coisas? O auto-silenciamento de SV constitui um significativo desanuviamento do discurso público. As suas intervenções nos jornais e na STV eram obsoletas e despropositadas.
Gosto · 3 h
Eusébio A. P. Gwembe
Eusébio A. P. Gwembe havera relacao entre a despedıda e a nomeacao de Lıdımo? Acho que sım, de longe. Dıscıplına dos tempos ıdos
Não gosto · 2 · 2 h
José Jaime Macuane
José Jaime Macuane A mim preocupa SV dizer que também teme que a sua família sofra represálias. Afinal, nem ele escapa disso?
Não gosto · 1 · 1 h · Editado
António Botelho de Melo
António Botelho de Melo As "represálias" para ele devem consistir num telefonema a dizer-lhe para se deixar dos dispaates do tempo do braço no ar, uma vez que o braço no ar agora é outro.

1 comentário:

Anónimo disse...

O Senhor Sergio Vieira está a mentir, tal como Lidimo o Senhor Sergio vieira é um individuo sujo e imoral. Forjou documentos falsos contra Urias Simango, participou na morte de muita gente. O Senhor também foi um carrasco. O Senhor Lidimo foi carrasco sim em Cabo Delegado nos anos 70 e durante a guerra de 16 anos matou muitas pessoas na Zambézia, Junto com Manjor Oliva. Uma pessoa suja como o senhor não pode desmentir o que muita gente está a lamentar. Se Moçambique fosse um Pais Democrático e com transparência nós iríamos acusar tanto o Senhor Sérgio como o Senhor Lidimo em tribunal, não por desejo e rancor de lhe ver na cadeia, mas para tornar claros os crimes por vós cometidos.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.