domingo, 12 de fevereiro de 2017

Qual é a diferença entre a Flávia Azinheira e o Jorge Khalau?


A diferença é que a Vice Ministra celebra seu aniversário em privado. Paga as contas ela própria, ou amigos e parentes. Não é porque estejamos em crise que não devemos celebrar nossas datas marcantes. Se eu posso não vou deixar de faze-lo porque a maioria não pode. Os meios são meios. Aliás, aquela fotografia não surgiu anexada num recibo indicando que a conta era do Governo. A foto foi captada não por uma paparazzo escondido mas por alguém chegado e no quadro de uma aparente boa intenção. Mas sua partilha é feita de forma maliciosa... nosso vouyerismo colectivo repassando sem o mínimo repúdio os momentos privados da senhora vice. E agora com o tseke em voga só faltava dizer o quê?
A diferença é que Khalau comete uma gaffe em toda a linha. Mandar vir uma carrada de água em camião cisterna da corporação para sua casa no Jardim. E deve te-la obtido da forma mais simples. Uma chamada para o comandante dos bombeiros. E este anuiu sem contemplações. Chefe é chefe. E uma vez chefe sempre chefe. O comandante dos bombeiros deve estar a vergar sempre perante outros chefes reais e imaginários. Os meios do Estado ao serviço privado. O conceito mais recorrente na academia para definir corrupção é um de Michael Johnston; abuso do poder publico para ganhos privados. Enquadra-se aqui o comportamento de Khalau. Para ele, o seu poder é vitalício. Ele tem noção de que ninguém lhe vai contrariar.
Gosto
Comentar
Comentários
Mahamad Hanif Mussa
Mahamad Hanif Mussa Interessante também o "meio" dela que lhe proporciona cadeira de rainha!
Helder Hugo
Helder Hugo Nao e de rainha...mas sim de aniversariante ou anfitriã.
Mahamad Hanif Mussa
Mahamad Hanif Mussa Oba! Muito bom!
Eduardo Chichava
Eduardo Chichava Hoje em dia contrata se serviço de tudo. Se quiseres celebrar como pastor é só comprar o serviço que te vão trazer até gado.
Rosalia Shady
Rosalia Shady Kikikiko Eduardo boa explicação.
Eduardo Zimba
Eduardo Zimba Kkkkklkll
Vitó-Dj Nhancume
Vitó-Dj Nhancume Hehehehehehe
Isaura Isaura
Isaura Isaura Eduardo Chichava muito bem colocado 👏👏👏👏
Eliseu Nevada
Eliseu Nevada Embora a maioria dos internautas na nossa cadeia populaçional não estejam ainda capacitados para compreender e intenderem o jornalismo investigativo feito por esta grande figura que é o Marcelo Mosse, devo aqui reconheçer todo meu respeito por este senhor, aqui não há Bajulação, não há lambe-botismo nem mentiras. Eu por várias vezes vi estes cenarios no Bairro do Jardim.
Eduardo Chichava
Eduardo Chichava Esse carro pertence ao "corpo de salvação dos dirigentes". Já o vi fazendo o mesmo em outras paragens. Khalau teve o azar de todos conhecermos a sua residência e não ter quintal para "esconder" o carro.
Assia Clara
Assia Clara Verdade bem dita...ja estive num casamento do filho dum dirigente, acabou agua na quinta, os bombeiros ligaram as sirenes atravesaaram a cidade ate a quinta, so pra fornecer agua...
Euler Gente De Mocuba
Euler Gente De Mocuba E se ele pagou o serviço a Corporação?
David Nhassengo
David Nhassengo Marcelo, não compreendo uma coisa: qual é a garantia que tens de que ela, a VM, pagou esse regabofe com economias próprias? Mais, como ter essa certeza de que a partilha das imagens da 'francesa' tinha um objectivo malicioso? 

Ah, as tuas garantias ig
noram o lado moral da coisa, de que um dirigente de um País que promove um discurso de consumo de tseke deve se conter em absoluto no tipo de vida 'privada' que leva?! Quem deve inspirar o povo, afinal, Marcelo?

Desculpa se ofendi!
Gosto · Responder · 20 · 11/2 às 15:49 · Editado
Herminio Chivura
Herminio Chivura O tseke é para ser comido no dia a dia. Dia de festa é dia de festa. É para comer aquele galo velho e não lavar a mão para exibir para à vizinhança o cheiro de carne.
Era assim na minha infância e eu venho duma família típica. 
Obrigar a ministra a tsekar no dia do seu aniversário, é de mais nem. E depois, quem garante que não houve tseke. Pode ter havido, tseke, matapa, ....
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Desculpem a intromissão, mas o ônus da prova pertence ao acusador. Quem acha que a vice ministra tachou mola do povo que prove. O Marcelo Mosse com a analogia que aqui faz procura alertar a nossa sociedade onde os dirigentes não podem ter uma vida privada.
Gosto · Responder · 4 · 11/2 às 18:29 · Editado
John Luanda
John Luanda Até onde tive a informação. A "festa" terá sido surpresa organizada por amigos e familiares.
Gosto · Responder · 22 h
Joaquim Gove
Joaquim Gove Eu penso que passamos dos limites! Se é assim, vade e pedí que ela apresente provas das fontes de custeio para os gastos, caro David Nhassengo!!! 
A quem você se justifica quando tem que ficar na barraca ou restaurante a comer e beber ou tem que recebe
r uma visita por qualquer motivo especial, já que vivemos em crise e certamente há pessoas que se inspiram em ti, tal como há de quem se queixa de dificuldades e continua a fazer as coisas acontecerem?? Ou, ainda, proponham que desde o momento que as pessoas assumem cargos, que percam o direito à privacidade e vida particular... 
Ohhhhh pahhh... Passamos dos limites com essa febre de amaldiçoamento...!!
Gosto · Responder · 17 h
David Nhassengo
David Nhassengo Joaquim compreendo não teres compreendido as minhas questões. Aliás, no post de Marcelo está escrito algo que ATÉ deveria ser ela a esclarecer. Para já, leia o que John Luanda escreve e tenha um bom domingo
Gosto · Responder · 1 · 17 h
Edy Gulas
Edy Gulas Este comentário resulta de uma doença que continua a infectar a nossa sociedade: cotovelite
Gosto · Responder · 15 h
Sandu Clifton
Sandu Clifton Não é aceitável comparar a conduta de um dirigente e a de um particular. Um particular trabalha e é pago pelo seu trabalho já a um dirigente eu pago com os meus impostos. Eu pago...eu particular...a mim ele deve sim satisfações. E é só isso que o David Nhassengo quer provado. Só.
Gosto · Responder · 1 · 14 h
David Nhassengo
David Nhassengo Edy Gulas você que é filho de senhor Amaral pensa muito né? Boa semana laboral
Gosto · Responder · 13 h
David Nhassengo
David Nhassengo Sandu e nada mais. Obrigado patrício. Abraço e boa semana para si meu caro
Gosto · Responder · 1 · 13 h
Hermenegildo Evan Sitoe
Hermenegildo Evan Sitoe #Sandu, o salario do dirigente tambem é pago pelo seu trabalho, e quanto as tais satisfações que pedes...não faz nenhum sentido pedires, qual é a suspeita meu caro? Ela não pode ter um pouco de vida privada? Ainda vão lhe pedir para ela mostrar até a fatura das calcinhas que veste...Ah existem coisas coma as quais devemo-nos preocupar. Haja evidências
Gosto · Responder · 1 · 12 h · Editado
Sandu Clifton
Sandu Clifton Está aí uma coisa que eu não levo a discussão meu caro Hermenegildo Evan Sitoe...não falo de calcinhas alheias. Insisto no debate direccionado ao que levado a mesa e tão somente isso. As suas presunçoes guarde-as para si. 
Se voltar a reler o que se discute perceberá que há aí 2 comparações de condutas de dois dirigentes...não de suspeitas.
E Insisto ninguém paga impostos para me pagarem salário a mim.
Gosto · Responder · 11 h
Joaquim Gove
Joaquim Gove David Nhassengo, ñ retiro nada do que disse. 
Reforço: Vamos nos livrar de futilidades. 
Veja só: espero que ao pagares um salário à empregada da sua casa ou serviços de um carpinteiro ou coisa igual, depois tenham que andar a justificar quando /ou se 
trouxerem uma merendinha na tigela pois ainda vais achar que tiraram da tua despensa... 
Desculpas, meus caros, Nhassengo e Sandu Clifton! Onde é que estamos?? Então para quê serve o trabalho da governante??
Se tendes suspeitas, coloquem as suspeitas e apresentem onde bem sabeis que servirão para ser investigadas e, ñ inventem coisas de tirar liberdades à vida privada.
Gosto · Responder · 2 h
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Sandu Clifton a si também quem paga são os impostos dos outros. O mais importante é quem acusa provar, porque não faz sentido nenhum que um dirigente deixe de viver bem só porque é dirigente e estamos em crise. Que tal se ela for herdeira? Que tal se os amigos tiverem bancado a festa? que tal se o marido tiver pago? Estas possibilidades não são colocadas aqui.
Miguel Manjaze
Miguel Manjaze A mim admira o facto do monte de merdas, ilustrado na fotografia que, por sinal esta defronte das barbas de V.exas, nao ter merecido a sua atencao. Mas se percebe pois se Vexas. usasse o mesmo poder para influenciar a remocao do lixo, esse acto beneficiaria a muitos. O que evidentemente nao constitui apanagio destas elites!
Filipe Zivane
Filipe Zivane Marcelo o discurso em tempos de crise não pode fugir muito a práxis. Para os dois casos.
Gearson Ragu Rodrigues
Gearson Ragu Rodrigues humm Marcelo Mosse. nao venhas com esse papinho de paga com seu dinheiro...todos nos sabemos da boladas que surgem quando es ministro nesse pais....
Eduardo Chichava
Eduardo Chichava Afinal ministro não tem salário. Que eu saiba, a vice e veterinária e possui uma clínica. Isso não dá para pagar uma festa? Pessoas pah!
Gearson Ragu Rodrigues
Gearson Ragu Rodrigues Ajudas me a fazer as contas???quanto ganha um munistro??? quanto custou a festa??conhece a facturacao da empresa da ministra??? ....ministro nao pode...nem e etico fazer esses show offs...num pais que esta falido
Narcísio Mula
Narcísio Mula Ninguem tem que provar nada. Ha uma obsesão em provar
Gearson Ragu Rodrigues
Gearson Ragu Rodrigues tem sim...e de lei ate...
Narcísio Mula
Narcísio Mula Onde é que a lei diz que qualquer comentario que eu estou a fazer aqui devo provar?
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Caro Gearson porquê não fazes as mesmas perguntas no sentido positivo? O Eduardo Chichava indica que ela é empresária antes de ser Ministra. Se por hipotese ela tiver gasto 1 milhão de meticais com a festa, que elementos teriamos para aferir que o dinheiro não é dela? As pessoas podem acumular para ocasiões especiais, por exemplo dizer que nos meus 40 anos quero ter uma grande festa, não posso me organizar para tal?
Gosto · Responder · 1 · 32 min
Milton Chembeze
Milton Chembeze Mosse, como aferir que as contas do banquete da Senhorita Azinheira sairam dos seus bolsos ou dos seus próximos? 
Porque ela não pode moralizar a sociedade numa altura destas em que se fala de tseke? Os exemplos não deviam vir de cima.
Atenção, longe de mim querer negar o seu post Marcelo.
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Caro Milton Chembeze. Há um dado muito importante que mutila o nosso debate: quem foi a pessoa que tirou e postou a foto? se tiver sentido a vice ministra é muito mau. Mas a ter sido um dos seus convivas é algo fora do controlo dela.
Mike Bravo
Mike Bravo Boa observação
Antonio Messias
Antonio Messias E quando há incêndio não há carro ou água....
Waki Joel
Waki Joel Não entendo isto de debates, mas basta o discurso de Amurane. 
Hey....
Dirigentes tem mãe, pai, filhos, primos, empresas, gado, terrenos, quintas, carros, gostos, sonhos, ambição e tudo que qualquer um tem ou quer ter.

Hipocrisia? Será?
Beto Tembe
Beto Tembe ...Pedem nos para poupar, com exemplos de como esbanjar.....diria o bom do mano Azagaia....
Rodrigues Jacinto Bras
Rodrigues Jacinto Bras Desta vez, prezado MM, esteve convidado ao banquete.So pode!Essa defesa eh fenomenal...certificar k as despesas tenham vindo dos bolsos da S.Excia Azinheira, sem nenhum apoio logistico que viesse do seu ou do outro Ministerio.As fotos nunca trazem facturas para testemunhar, nem aqui, nem em outro lugar do planeta.
Manuel Alves
Manuel Alves A opinião do Mosse parece sintomática... É indisfarsável a sua eterna simpatia pelo básket e "aversão" a política. Seria impressionante adivinhar a redação no caso inverso, ou seja, o camião sisterna na porta da Vice e o banquete no jardim......
Bruno Manhica Laice
Bruno Manhica Laice Kkkkk, grande comparação
Marcelo Mosse
Marcelo Mosse Tas maluco...política ´é minha paixao eterna...ela é que me alimenta todos os dias...
Domingos Manga
Domingos Manga Quando vi esta foto de aniversário, não vi nada de anormal... toda gente comemora aniversário nos restaurantes, hoteis, etc. A pessoa que captou para repassar estas imagens foi infeliz, foi uma comemoração muito comum. Aqui falharam, queriam ganhar protagonismo a toa!
Jasmin Rodrigues
Jasmin Rodrigues So lamento que tenha usado a Azinheira como um bom exemplo de algo... cuidado com os exemplos... e com as situaçoes.... o favto de ela estar nesta situacao a celebrar de forma "simples" e a pagar as suas contas (assumimos) nao faz dela uma inocente no abuso de poder e autoridade. Que pegasse o exemplo isolado do Khalau... agora trazer esta outra imagem como exemplo de algo positivo... nao tem nada a ver! Mostre me mesmas situacoes e comportamento diferentes...por ex. Azinheira a cartar agua ai sim!!! Caso nao...
Domingos Manga
Domingos Manga lguém de má fé andou a veicular estas imagens nas redes sociais alegando que, enquanto o povo come ntseke ela comemora aniversário luxuoso... para uma pessoa que tem salário de Ministro, não há exagero nenhum ali, pelo contrário, a comemoração foi modesta. Mesmo um estudante organizado pode dar aquele tipo de aniversário, é só ter amigos dispostos a pagarem a conta cada um deles. Só e só isso só,
Helio Thyago Krpan
Helio Thyago Krpan Vezes sem conta os fazedores e criadores de polémicas mandam das suas. 
E muitos de nós sedentos de polémicas reencaminhamos e alimentamos maldizeres. 
Não vejo nada de mais a Vice-ministra celebrar o seu aniversário com pomba e circunstância. 

Não há registo do aniversário ter sido pago pela conta do estado, pelo que só estamos a alimentar polémicas baratas. 
Qto ao caso do camião cisterna ... é no mínimo deplorável.
Vassili Vassiliev
Vassili Vassiliev Eu nem sei porque se metem com essa moca, que mesmo sendo ministra, nunca deixou de conviver com os seus amigos de sempre. Mesmo nao sendo parte destes, ja me cruzei inumeras vezes com ela, a conduzir o seu carrito e traje informal. Se nao me dissessem que era governante nem me aperceberia. Comparacoes desproporcionadas com o comandante "CALHAU".
Rui Costa
Rui Costa .Contemplando as libélulas, e ignorando a sombra dos elefantes que ainda voam. Came on !
Sura Rebelo
Sura Rebelo Quem pode pode quem não pode...... ( terminem em silencio por favor)
Teo Nhangumele
Teo Nhangumele Khalau pertence a uma classe de dirigentes que entende pouco de transparência, prestação de contas etc. O comandante do Corpo de Bombeiros é quem tem a responsabilidade de cuidar dos bens do Estado. Precisamos de dirigentes íntegros capazes de separar a amizade do dever de servir e proteger o público. Pedidos de favores sempre haverá, cabendo ao gestor público tomar a decisão acertada.
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 9:47 · Editado
Carlos E. Nazareth Ribeiro
Carlos E. Nazareth Ribeiro Subscrevo, inteiramente. "Não se cumprem ordens injustas"!!
Gosto · Responder · 10 h
Romao Kumenya Kumenya
Romao Kumenya Kumenya Marcelo Mosse bem posto, a ministra tem o direito de celebrar o aniversário da forma como quiser, quanto ao outro isso no mínimo é porquice
Gosto · Responder · 1 · 23 h
Daude Amade
Daude Amade O preço de aluguer daquela cadeira em salões de eventos,é de um quilo de nectarinas,cerca de 250 mt;se no lugar da cadeira tivesse na mesa 6 nectarinas não seria festa de luxo por que a Flávia estaria sentada numa cadeira plástica..pelo aspecto da decoração não tem comparação com algum *luxo" de alguns aniversários de alguns trabalhadores humildes nos quais muita gente já participou.
Gosto · Responder · 20 h · Editado
Joaquim Sérgio Inácio Manhique
Joaquim Sérgio Inácio Manhique Ir a cadeia por ter cão e ir a cadeia por não ter cão!
Gosto · Responder · 19 h
Antonio Julio Xlhate
Antonio Julio Xlhate Amigos nao vejo Algo errado na foto da Tia azinheira para alimentar tanto debate.... Mas quanto ao mano Calau..????!!!!
Gosto · Responder · 1 · 17 h
Danilo Tiago
Danilo Tiago Caro Marcelo Mosse neste post nao entendi o que queres defender e ou repudiar. Que Khalau tem usado o estatuto de que goza(gozou) para fins proprios isso nao é novidade. Mas querer fazer parecer que a Vice é Santa que nao alinha pelo mesmo diapasao é no minimo querer tapar o sol com a peneira. Pode ate nao ser neste caso em concreto, mas MM devia saber que nao convive com a Vice 24/24 horas, e quem lhe garante que nas horas aparentemente vagas ela nao replica o que Khalau faz(fez)? As vezes as teorias de Rene Descartes devem ser levadas em consideracao, em situacoes como essas.
Gosto · Responder · 1 · 13 h
David Nhassengo
David Nhassengo Nada mais
Gosto · Responder · 1 · 13 h
Cayndo Lopes Cadir
Cayndo Lopes Cadir Do meu ponto de vista, os nossos dirigentes devem acima de tudo ser discretos e modestos, não soa bem, independentemente do patrocinador da boda, estar em pompa e circunstâncias num momento em que o povo está a lamber sabão.
Gosto · Responder · 11 h
Sheila Samuel
Sheila Samuel MM a mulher de César mais do que ser deve parecer...
Gosto · Responder · 11 h

1 comentário:

Alcidio Matola disse...

Quero plenamente concordar com o senhor Lopes Cair: é mesmo imoral que numa crise destas apareçam dirigentes a comerem do bom e do melhor, enquanto o fosso da população perdeu o seu poder de compra para metade, por causa da ambição dos mesmos governantes, ainda que tenha sido no outro governo. Que sejam mesmo decretos porque a situação não está boa para nós.

Windows Live Messenger + Facebook