sábado, 5 de novembro de 2016

Donald Trump diz que é tempo de virar a página

CASA BRANCA


1
O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump disse que é tempo de fechar os livros de história sobre os Clinton e abrir um novo capitulo.

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump
CRISTOBAL HERRERA/EPA
Autor
  • Agência Lusa
O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump disse que é tempo de fechar os livros de história sobre os Clinton e abrir um novo capitulo, no discurso semanal do Partido Republicano que foi este sábado divulgado.
É hora de fechar os livros de história sobre os Clinton e abrir um novo capítulo brilhante que se concentrará em grandes cidadãos deste país”, declarou Trump.
Donald Trump apelou ao voto dos republicanos, pois precisaria da ajuda destes para conseguir eleger uma maioria do seu partido no Congresso.
“Para que possamos, finalmente, mudar este sistema que não está a funcionar e trazer a grandeza à América”, disse o magnata do setor imobiliário.
Neste discurso, retomou os principais temas da sua campanha, nomeadamente as suas promessas de criar 25 milhões de empregos, reduzir os impostos da classe média, acabar com o seguro de saúde obrigatório (Obamacare), colocar um travão na imigração ilegal e repatriar muitos postos de trabalho para os Estados Unidos.
Nestes últimos 17 meses, eu tenho viajado pelo país e conheci pessoas incríveis. Suas esperanças tornaram-se nas minhas esperanças, os seus sonhos nos meus sonhos. Esta não é apenas uma campanha, é um movimento. É uma oportunidade única na vida para ter de volta o nosso governo (…) e dar-vos o poder, a vós, o povo americano”, afirmou ainda.
Donald Trump tem relações tensas com alguns quadros do Partido Republicano e muitos estão relutantes em apoiá-lo abertamente, depois de muitas das suas declarações sensacionalistas.
Esta foi a primeira vez que Donald Trump foi convidado a pronunciar-se no discurso semanal do partido.
Donald Trump e a candidata pelo Partido Democrata, Hillary Clinton, multiplicaram as suas deslocações de campanha nestes últimos dias, nomeadamente a estados-chave, antes das eleições Presidenciais que acontecem na terça-feira, para tentar convencer os últimos indecisos.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook