terça-feira, 8 de novembro de 2016

Do “pesadelo americano” ao “novo Dia D”:

64 capas do dia em que se vai conhecer o novo presidente dos EUA

Os jornais americanos falam em uníssono sobre as eleições, na Europa é o medo que reina e o México fala com amargura do destino norte-americano. Folheámos as capas mais originais do mundo inteiro.
Há quem escreva os títulos conforme as regras mais rigorosas dos géneros jornalísticos, reduzindo-os simplesmente aos factos e quanto muito às reações dos mercados e aos pareceres das sondagens. E depois há os jornais que chegaram à banca com uma mensagem: reina o medo, muito medo, sobre o que vai acontecer nas próximas horas depois de fecharem as urnas norte-americanas. É dia de eleições nos Estados Unidos e o mundo vai fazer direta à espera do seu próximo destino. E a sensação é de uma incerteza espelhada na pequena margem de vantagem que Hillary Clinton vai levando.
Se os jornais norte-americanos estão naturalmente mergulhados nos acontecimentos desta terça-feira, o resto do mundo não resiste a concentrar também as atenções do outro lado do Atlântico. As revistas prestam-se a uma maior criatividade nas capas, há brincadeiras com as frases mais polémicas da campanha (que muitos adjetivam de longa e cansativa) e evidentes tomadas de posição nos jornais europeus e mexicanos.
Andámos entre uma margem e outra do oceano para folhear as capas de 64 jornais e revistas nacionais e internacionais. Veja-as aqui.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook