quarta-feira, 4 de maio de 2016

PRM justifica forte presença policial com necessidade de “garantir conforto ao cidadão”

PRM justifica forte presença policial com necessidade de “garantir conforto ao cidadão”

Rumores de manifestações
“Garantir conforto ao cidadão” é a justificação da Polícia da Repú­blica de Moçambique para a forte presença policial nas avenidas e ruas da capital do país e um pou­co por todo o país, na sequência de rumores de uma marcha em protesto contra a dívida contraída pelo Estado moçambicano.
“São medidas que visam garan­tir segurança ao cidadão. Gostá­vamos que as pessoas olhassem para estas movimentações que acontecem um pouco por todo o país como medidas que tendem a garantir conforto ao cidadão. Fazemos essas operações para que as pessoas e bens possam circular livremente no territó­rio nacional”, disse Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da PRM.
A Polícia disse, ainda, que la­menta a existência de pessoas que “espalham rumores sobre manifestações” e avançou que duas pessoas estão detidas por incitamento à violência. “No nosso balanço preliminar do dia 29, fizemos referência à deten­ção de dois indivíduos que fo­ram surpreendidos em flagrante a criar desordem na via pública, através de colocação de obstá­culos para que pessoas e viatu­ras não circulassem livremente.
Leia mais na edição impressa do «Jornal O País»

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook