quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Eu não tenho partido, mas endosso Afonso Dhlakama e seu partido.



Egidio Vaz
Egidio Vaz Lazaro Mauricio Bamo, obrigado pela achega. Mas note que o que aconteceu comigo foi um endosso e.não filiação partidária. (.....) Eu não tenho partido, mas endosso Afonso Dhlakama e seu partido.
30 de Setembro de 2014 às 13:05 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
12


Foto de Jusubo Abdullah Das Autónoma.

Ainda o Egídio Vaz, como dissemos, foi das primeiras pessoas que exigiu manifestos e, logo à seguir, naquele seu estilo de “fast and furious” foi a imprensa para dizer que os mesmos nasceram desprovidos de conteúdo. Repetiu este discurso até à náusea aqui no facebook e meia volta fez um post no qual manifestava a sua retirada de qualquer discussão relacionado com a campanha eleitoral. Contrariando o prometido cedo regressou na capa de consultor de campanha, dando dicas que antes de clicares no motor de busca do Google já encontras por aí as catadupas. Ninguém lhe ligou a mínima. Foi quando tudo fez para nos dar a entender que estava no comité de recepção do líder da Renamo, relatando cada momento de chegada. Depois disso passou a fazer aquilo que fazíamos na primeira fase da campanha na web: tirar fotos de multidões que perseguiam o líder reaparecido. Mas antes disto, o Egídio Vaz tinha escrito um texto de Hossanas ao Presidente Guebuza, onde dizia com clareza que o Presidente tinha empreendido uma obra sem paralelo na história de governação moçambicana. Mas foi o mesmo que depois passou a advogar, de um momento para o outro, que o candidato da FRELIMO, Filipe Nyusi fizesse um discurso de mudança, entenda-se, das boas obras jamais construídas que o Presidente Guebuza segundo ele e num texto longo em conteúdo e realizações escreveu. Num fim-de-semana morto em actividades de campanha o Egídio Vaz declarou o seu amor ao reaparecido, tendo até num assopro de romantismo dito que podia até perder a própria esposa e família em defesa desta sua escolha (o dono do segundo lugar que está a tirar rugas ao “pirata”- não sou eu o dono desta expressão), e pede a algumas pessoas para que lhe sigam o exemplo. Num post dele o Egídio Vaz questiona o que é honestidade intelectual. Eu sou pobre em definições mas eu acho que a definição deste conceito deve passar pela necessidade de o Egídio explicar e com muita clareza qual foi a razão que o levou a declarar o seu apoio ao dono do segundo lugar. É importante discutir isto porque passamos a vida a tentar levar uma discussão mais ou menos séria com algumas pessoas que tudo fazem para nos convencerem que são imparciais quando são, em última análise, verdadeiros comissários políticos.
Aguardamos a explicação do “súbito”milagre da conversão.
P.S. dispenso comentários a este post e sobretudo quaisquer palavras ofensivas ao mano Vaz. Exijo apenas uma explicação que se não vier não me vai impedir de tirar as minhas conclusões e as vossas. 
E mais informo que não há nenhum nexo de causalidade entre a imagem do post e o texto

GostoMostrar mais reações
Comentar
89 comentários
Comentários
Fernando Costa
30 de Setembro de 2014 às 11:56 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
7
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Existe um nexo de causalidade sim entre o camaleão e o texto. Mais velho Amosse Macamo apresentou-me aqui e esforçou-se conseguidamente estabelecer este nexo camaleónico da minha pessoa. Ora, se me permite dizer que não existe nenhuma contradição entre dizer que os manifestos são pobres e mesmo assim declarar apoio à um dos candidatos. Em segundo, as hossanas a Guebuza de que fala são de facto reais e concretos. Não existe também nenhuma incoerência em ser crítico a uma governação e mesmo assim apontar aspectos positivos. Por fim, a minha escolha àquilo que chamou por "dono do segundo lugar" evoluiu. Eu disse endossar as mensagens, e endosso de facto por razões emocionais. Em política, os candidatos se esforçam para identificarem-se o mais efectiva possível com as causas do eleitorado. A isso se chamam emotional attachment. Foi o que de facto aconteceu comigo. Mas também reconheça-se, com alto patroncípio do Grispos.
30 de Setembro de 2014 às 12:00 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
21
Gerir
Katya Manuella
Katya Manuella O próprio camaleão. Disfarçando as suas manhas. Vivendo no mundo animal entre tantos outros sem fazer notar a sua presença. Depois... o bote!!
Triste vida.
30 de Setembro de 2014 às 12:01 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
8
Gerir
Basilio Muhate
Basilio Muhate Meu amigo Egidio Vaz entrou na arena "carnavalesca" da campanha eleitoral hehehehe... A arena politica em tempo de campanha eleitoral funciona como iman... Atrai tudo quanto é "metalico" para si... Agora essa dos amores pelo Dhlakama hehehehe, eu e Tony Ciprix vimos como um XIPOKO ... Mas em prismas diferentes ....
30 de Setembro de 2014 às 12:01 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
8
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Katya, não existe o bote nehum a dar, nem hoje, nem amanhã. O próprio mano Amosse Macamo sabe perfeitamente que jamais me moveria por intereses mesquinhos. Continuo apartidário, independente. Endossar candidatos é uma coisa que intelectuais do mundo civilizado fazem, até mesmo políticos de partido diferente. Lembro-me do Colin Powel do partido republicano ter endossado Barack Obama. E não expulso do partido. Os jornais britânicos endossam candidatos em plena campanha eleitoral. Isso não lhes retira o prestígio que merecem.
30 de Setembro de 2014 às 12:07 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
11
Gerir
Amosse Macamo
Amosse Macamo Obrigado mano Vaz por nos esclarecer que a sua escolha foi EMOCIONAL. (era a única resposta que eu precisava)
30 de Setembro de 2014 às 12:07 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
28
Gerir
Blessed Paulo Simbe
Blessed Paulo Simbe Full stop mano Vaz.
30 de Setembro de 2014 às 12:07 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Amosse Macamo
Amosse Macamo Os intelectuais do “mundo civilizado”endossam também candidatos com base na EMOÇÃO?
30 de Setembro de 2014 às 12:09 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
17
Gerir
Katya Manuella
Katya Manuella Emocionalmente falando. Grata pela sua explanação.
30 de Setembro de 2014 às 12:09 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
7
Gerir
Alexandre
Alexandre Para ser sincero, tambem precisava dessa resposta.
30 de Setembro de 2014 às 12:11 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Ema Canda
Ema Canda ...Ate porque o caju maduro cai "sozinho"....
30 de Setembro de 2014 às 12:12 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Sim mano Amosse Macamo. Normalmente não são questionados porquê. Então eles nunca chegam a dissertar dobre as razões.
30 de Setembro de 2014 às 12:12 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
5
Gerir
Amosse Macamo
Amosse Macamo O mano Vaz não só decidiu endossar a candidatura como também apelou aos demais que lhe sigam: acha o mano Vaz que já tem o suficiente para as pessoas o seguirem sem o questionar? Ou está a sugerir que as pessoas devem conhecer as suas razões mesmo que não os explique? 
Não seria lícito no mínimo fundamentar para os demais e deixar a emoção só para si?
30 de Setembro de 2014 às 12:20 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
7
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Mais velho Amosse Macamo, você quer que seja eu a convencê-lo a votar no Dhlakama? De novo, mesmo que tivesse que explicar, não seria neste seu mural por.ser inóspito (campo político do concorrente, fazer isso seria falta de respeito e abuso de confiança a si). Depois, o voto é uma decisão individual. Politicamente falando, jamais elaboraria as minhas razões porque assim procedendo criaria um debate sobre mim e não sobre os endossados. Os que acham que tomei Boa decisão ou má que o façam baseando e suas crenças e valores. Mais velho, quero agradecer por este post. Abraços
30 de Setembro de 2014 às 12:20 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
10
Gerir
Armistício Mulande
Armistício Mulande Já está "fundamentado", Amosse Macamo. A fundamentação é simples: razões emocionais.
30 de Setembro de 2014 às 12:21 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
5
Gerir
Armistício Mulande
Armistício Mulande Há muito que endossei o Nyusi por razões históricas, ontem voltei a endossá-lo por razões lógicas e noutro dia reendossei-o por razões éticas. Ainda não tinha pensado que razões emocionais fossem suficientes para endossar um candidato a tão elevada função!!!
30 de Setembro de 2014 às 12:23 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
12
Gerir
Fernando Chiconela
Fernando Chiconela A máscara caiu.
30 de Setembro de 2014 às 12:24 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Armistício Mulande, meu amigo, emotional attachment é um conceito e estratégia inteira em campanhas políticas. Não se esforce
30 de Setembro de 2014 às 12:25 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
5
Gerir
Alexandre
Alexandre Suaze usou um termo diferente ''O véu caiu''
30 de Setembro de 2014 às 12:26 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Armistício Mulande
Armistício Mulande Não estou a me esforçar caro Egidio Vaz, estou a aprender que há várias razões para fundamentar o endosso. E já agora, também por razões emocionais endosso o Nyusi.
30 de Setembro de 2014 às 12:27 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
5
Gerir
Amosse Macamo
Amosse Macamo Se a sua razão foi emocional deixe o intelectual fora disto. E também aproveite enterrar os manifestos e qualquer discurso que a outra parte que ainda não te emocionou pode fazer. enterre os planos, as ideias e projectos que os candidatos tem, mate também de vez a ideia do debate e companhia…mate em conclusão a RAZÃO.
30 de Setembro de 2014 às 12:27 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
5
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Agora vamos filosofar mais velho
30 de Setembro de 2014 às 12:30 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Gosto. Egidio Vaz continue e não te deixes vencer pelo numero...
30 de Setembro de 2014 às 12:30 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
António Do Rosário Grispos
António Do Rosário Grispos Amosse Macamo...não tenho palavras. Suplantaste-te. ..e não precisa dizer mais. Afinal és o culpado de tanta mudança, tanto pisca - pisca, ora a direita, ora a esquerda, ora ao centro. Oh céus, valha - nos tanto ecletismos numa mesma figura. Haja coerência. ..
30 de Setembro de 2014 às 12:32 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
8
Gerir
Simon B Cossa Cossa
Simon B Cossa Cossa Mano EV deixe esses da frelimo falarem tao com medo de TI, eu tbem estive do lado deles desta vez vou votar pela mudanca nao so da RENAMO nem so do MDM continuar assim nao da mas!!!
30 de Setembro de 2014 às 12:32 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Uric Raúl Mandiquisse
Uric Raúl Mandiquisse Meu Caro Egidio Vaz encontre uma ideologia e uma personalidade. suas palavras perderam credibilidade para academicos
30 de Setembro de 2014 às 12:32 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
8
Gerir
Amosse Macamo
Amosse Macamo Escuso-me de discutir com o mano Vaz que escolheu a EMOÇÃO no lugar da RAZÃO. Nós terminamos por aqui.
30 de Setembro de 2014 às 12:33 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
12
Gerir
Elisabeth Jossai
Elisabeth Jossai A mascara caiu mesmo, o camaleao desta vez nao conseguiu mudar de cor tentou, tentou, xi, mas resistiu bem mesmo, para esconder a sua verdadeira cor partidaria. Kkkkkkkkkkkkkkk
30 de Setembro de 2014 às 12:34 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Uric Raúl Mandiquisse
Uric Raúl Mandiquisse Agora tenho a plena certeza que a politica move paixoes
30 de Setembro de 2014 às 12:34 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Uric Raul e como move paixões! Até aqui estou a ver apaixonados pelo partido no poder a manifestarem sua paixão e esquecendo de fazer analises baseadas na razão... Até então não vi nenhum apoiante do partido do batuque e da maçaroca a contrariar o Mano Amosse e ou a sua tese. Jack Ma (empreendedor Chinês) diz que se 90% das pessoas estiverem de acordo com sua ideia então a mesma é banal e pode ser implementada por qualquer um.
30 de Setembro de 2014 às 12:41 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz É vasta a literatura que estuda a inadequação do voto econômico em Moçambique e África por exemplo ou como os americanos escolhem seus políticos. Iria dissertar sobre isso. Mas julgo que em.tempos de campanha a.emoção se sobrepõe à razão. Justamente o que está s acontecer com a maioria aqui.
30 de Setembro de 2014 às 12:43 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Kyd Figueira
Kyd Figueira ...naquele seu estilo de “fast and furious” - acho que eh uma forma tambem de atrair “Banhos de multidões” aqui no FB...
30 de Setembro de 2014 às 12:47 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Uric Raúl Mandiquisse
Uric Raúl Mandiquisse Manuel Viriato, existem frelimistas sim aqui, ao menos eles nao se escondem e nunca apareceram em TVs com uma cara mascarada e depois deixam na cair...
30 de Setembro de 2014 às 12:47 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
6
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Uric será que não?
30 de Setembro de 2014 às 12:49 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Marcos Cipriano Maulate
Marcos Cipriano Maulate Algumas pessoas mesmo tidas como sabias, se arrastam para onde vai o vento, estou certo que a partir dos primeiro resultados do dia 15 as 18 horas por ai este tal de Vaz vai mudar para onde estiver a soprar o vento.
30 de Setembro de 2014 às 12:50 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Não seja movido pela paixão. Há muita mascara a cair por ai.
30 de Setembro de 2014 às 12:51 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Uric Raúl Mandiquisse
30 de Setembro de 2014 às 12:51 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
António Cipriano Gonçalves
António Cipriano Gonçalves O Egidio Vaz está a exercer o seu direito de cidadania, somente isso. Confundimos a imparcialidade com o apartidarismo. Ser imparcial nao significa se eximir da politica e nem deixar de expressar um apreco por um dos candidatos. Sejamos sinceros uns com os outros.
30 de Setembro de 2014 às 12:53 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
14
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato A estratégia que esta sendo usada por alguns membros e simpatizantes da Frelimo esta a colocar o partido em desordem. Não são todos mas, tem um grupo que esta a afastar possíveis apoiantes e a oposição vai agradecer
30 de Setembro de 2014 às 12:54 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Dereck De Zeca Mulatinho
Dereck De Zeca Mulatinho Manuel Viriato o que é que deve ser contrariado na publicação do mano Amosse?
Quer dizer é só contrariar por contrariar (passe a repetição)? 
Mas onde é que foram buscar esse espírito de "fast and furious"?
30 de Setembro de 2014 às 12:55 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Anchia Safina Talapa
Anchia Safina Talapa Eu confio em ti Nyusi...não há mata nem multidão que me emocione
30 de Setembro de 2014 às 12:55 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
António Cipriano Gonçalves
António Cipriano Gonçalves Agora, ficar ofuscado, deixar de apontar as aspectos negativos de quem apoiamos e e tambem nao ver os aspectos positivos de quem nao gostamos, como fazem os membros do dito G$40 isso sim é hipocrisia pura. É gostar de se morrer abraçado. Mais nao disse e vou dar a minha aula. Talvez la me reencontre
30 de Setembro de 2014 às 12:55 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
4
Gerir
Uric Raúl Mandiquisse
Uric Raúl Mandiquisse Cidadania? apresentar-se como defensor do povo e meia volta, cuspir para ele? saibamos articular os termos
30 de Setembro de 2014 às 12:56 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Dereck faça uma analise despido de paixão e verás...
30 de Setembro de 2014 às 12:56 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Lazaro Bamo
Lazaro Bamo Egidio Vaz, primeiro quero felicitá-lo por finalmente encontrar o encaixe do seu desejo político. Ainda ontem alguém, dizia-se imparcial, eu dizia que isso não existe, e Jean Paul Sartre já falou disso em 1945 na sua revista Les Temps Modernes. Creio que agora o Egidio Vaz percebe porque é que as pessoas se juntam aos partidos politicos independemente do seu status social. Agora creio que irá pensar antes de acusar os outros de fazer as escolhas em funcão de favores que possam ter. Afinal não so a razao, mas a emocao tambem joga um papel importante. A sua ligacao emocional com a RENAMO nao deixa de ser ligacao, alias, o Egidio esta em gozo de um constitucional direito, que ate ontem era por si questionado quando os outros gozavam. Agora sim, vamos debater politica partidaria ciente de que estamos em lados distintos e claros e sem cobardia. É importante que possamos viver na perpectiva de François Sinirelli “todo grupo de intelectuais organiza-se também em torno de uma sensibilidade comum e afinidades mais difusas, mas igualmente determinantes, que fundam uma vontade e um gosto de conviver". Egidio Vaz podia por exemplo ser considerado G40 da RENAMO, mas não é crime ser da RENAMO como não é ser da Frelimo. Creio este passo ser fundamental para a tolerância que pretendemos. Agora podemos debater manifestos, SEM EMOCOES, e saber que quando NOS ATACA é por EMOCAO.
30 de Setembro de 2014 às 17:32 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
20
Gerir
Dereck De Zeca Mulatinho
Dereck De Zeca Mulatinho Manuel sê mais objectivo e específico, para um debate aponte o que deve ser contrariado e fundamente. Ou também está a contrariar de forma "emocional?
30 de Setembro de 2014 às 13:00 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Anchia Safina Talapa
Anchia Safina Talapa Tony Ciprix, doi muito na tua alma não ser G40 nem? Enventa teu grupo...Não sei se G40 existe ou não mas a verdade é que são importantíssimos que até tiram sono à algums
30 de Setembro de 2014 às 13:00 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Mendes Mutenda
30 de Setembro de 2014 às 13:04 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Egidio Vaz
Egidio Vaz Lazaro Mauricio Bamo, obrigado pela achega. Mas note que o que aconteceu comigo foi um endosso e.não filiação partidária. Não quero acreditar que seja algo tão estranho na nossa sociedade. Quando Nyusi ganhar será meu presidente também é o apoiarei na crítica e em certa altura emitrei a minha opinião sobre os progressos e desafios. O mesmo acontecerá com Dhlakama ou Daviz. Eu não tenho partido, mas endosso Afonso Dhlakama e seu partido.
30 de Setembro de 2014 às 13:05 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
12
Gerir
Mablinga Shikhani
Mablinga Shikhani hummmmmm Amosse Macamo, definetly furious mas not so fast... (a pressa (emocao continua a ser inimiga da razão) tenho dito muitas vezes. mas o efeito dominó dessas emocoes é o chorrilho de mentiras e sevícias verbais que por aqui se lêm, um "debate tóxico". Bem, há sempre qeum ache racionalidade na irracionalidade. Esta "Continuo apartidário, independente. Endossar candidatos é uma coisa que intelectuais do mundo civilizado fazem, até mesmo políticos de partido diferente" deve funcionar a partir de agoram, para justificar uma atitude emocional, racionalmente irreflectida como toda emocao, porque tudo o que aconteceu antes de endossar, não era nem académico, nem intelectual ou sequer atitude de qualquer forma. Agora o camaleão (Nyakatendhêwa) vem sobre de?
30 de Setembro de 2014 às 13:17 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
7
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Ainda não percebi o porque de se crucificar a escolha do partido no qual votar. Eu não apoio partido algum mas, de certo que meu voto será direccionado a alguém. Mesmo existindo pessoas que muito tem feito para contrariar a minha tendência de voto. Dereck criticar alguém não é mutuamente exclusivo a não apoia-lo. O Egidio Vaz apareceu a vangloriar-se pelos feitos de Armando Emílio Guebuza mas, isso não quer dizer que ele apoie o partido que ele dirige. Dizer que os manifestos são muitissimo pobres não é mutuamente exclusivo a minha abstenção. Eu disse outrora e repito que os manifestos são bastante pobres e penso que os partidos deviam ter contratado consultores que os ajudassem a elaborar um plano estrategico para a próxima decada. Desses planos estrategicos poderiam ser elaborados os manifestos. Agora chamar o Vaz de camaleao por este ter manifestado opiniões que não são ligadas umas as outras!?
30 de Setembro de 2014 às 13:14 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Lazaro Bamo
Lazaro Bamo Se foi um endosso ou filiacão partidária, depende dos TOR's que levaram a sua EMOCAO a apoiar a RENAMO e seu candidato. Ha quem foi endossado é mais produtivo e com mais engajamento que o que se filiou, portanto isso nao é relevante. A sociedade precisa de um debate de ideias e de honestidade. Agora creio estarem criadas condicoes para o efeito, pelo menos consigo, porque há que ainda insiste em dizer que é IMPARCIAL quando sabemos que nao é. Mas já te adianto que Filipe Jacinto Nyusi sera o presidente de todos nós.
30 de Setembro de 2014 às 13:15 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Anchia Safina Talapa
Anchia Safina Talapa Nyusi vai ganhar bem e será presidente de todos os Moçambicanos
...aliás já que dizem que a multidão é que diz tudo, Nyusi já foi eleito predidente pela multidão, só esperamos e a tomada de posse
30 de Setembro de 2014 às 13:21 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Murrete CA
Murrete CA Eu realmente nao queria comentar, mas pelo menos conheço algumas pessoas aqui citadas, e nisto prefiro dar o meu ponto de vista. Aqui tem assunto com presunto...dito assim, facil trazr as respectivas constatacoes sobre questoes de jogos de interesse e emocoes diversas...acontece meus caros...
30 de Setembro de 2014 às 13:20 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Mablinga Shikhani
Mablinga Shikhani "Continuo apartidário, independente. Endossar candidatos é uma coisa que intelectuais do mundo civilizado fazem, até mesmo políticos de partido diferente. "et tu quoque fili?
30 de Setembro de 2014 às 13:23 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
El Patriota
El Patriota Este é o melhor debate facebookiano que já acompanhei nos últimos três meses! Isto está um show de rebates! E nunca tinha visto o mano Macamo tão inspirado. Sem deixar de lado o mano Bamo, claro!
30 de Setembro de 2014 às 13:24 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Dereck De Zeca Mulatinho
Dereck De Zeca Mulatinho Manuel Viriato ou tu andas distraído ou não estás a entender qualquer coisa aqui.
Ninguém tem algo contra ser ou não ser daquele partido perceba isso primeiro.
30 de Setembro de 2014 às 13:34 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Eusebio Jose
Eusebio Jose Guerra de cargos no proximo governo...
30 de Setembro de 2014 às 13:34 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Ayrton Cassamo
Ayrton Cassamo Debate desequilibrado e sem disciplina, a questão a ser levantada é: Mano Egidio Vaz é simpatizante da Renamo ou não? Espero que ele responda mas acho que ele assumiu seu apoio a Renamo nestas eleições e como qualquer moçambicano pode apoiar qualquer partido que quiser e trocar quando bem intender, fala-se de enchentes, eu fiz campanha em 2009, 2013 e agora em 2014, enchentes não dão resultados, só um estudo muito aprofundado pode justificar as enchentes para os 3 candidatos com maior enfoque para o candidato da Renamo, vamos trabalhar com dados e não deixemos que a política nos cegue.
30 de Setembro de 2014 às 13:34 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato Dereck prefiro acreditar que ando destraido...
30 de Setembro de 2014 às 13:37 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Adelino Luis Leite
Adelino Luis Leite Nao posso dxar de comentar , pois o Amosse Macamo foi claro . Dr Egidio Vaz as suas ultimas intervencoes sao de lamentar p quem têm um background como o seu . Os seus discursos no passado já mostravam alguma tendência sempre foram muito inclinados ainda k tentavas demostrar imparcialidade . Esta é uma verdade não existe imparcialidade principalmente nesta fase . Em voz baixa qual foi o motivo para dar todo seu apoio ao pai da democracia e abandonares o outro partido da oposição ? Quid juris
30 de Setembro de 2014 às 13:37 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
5
Gerir
Filimao Suaze
Filimao Suaze caiu o predio todo. os matsuas diriam VIMBELILE VONTLE. TIPENE TOTSE digo eu em chope. O que mais excitante se pode esperar? ou de quem mais se ha-se esperar? As especiais atencoes a Filimao Suaze, Alexandre Chivale, Éssita Sigaúque, e a alguns mais vao cessar ou querem que a lista ainda deve crescer um pouco mais? quantos tinham cobrado e ja rotulado dessa qualidade de IMPARCIAIS COMENTADORES o RONGUANE (WRONG ONE, de acordo com o professor Taju), O VENANCIO MONDLANE, O FRANGOULIS, O YASSINE, O JOSE BELMIRO, O BISMARK, sei la quantos mais e hoje este BUM BUM? quer dizer, confirma-se a tese mocambicana segundo a qual ACADEMICO OU INTELECTUAL= AQUELE QUE SABE FALAR MAL DA FRELIMO E SEU GOVERNO. nesta condicao, gostaria de manifestar a minha total rendicao aos alistados GRANDES ACADEMICOS, ajuntando-se este ultimo que pelo que se diz no POST tera tambem assumido a sua posicao. Se a condicao for essa, entao morrerei mesmo sem nunca te-lo sido e vai me dar prazer continuar a assisitr e custir aquele animal sugerido A MUDAR DE CORES sempre que lhe apetecer, NO AMBITO DA TAL ACADEMIA VOLATIL, DA INTELECTUALIDADE ELASTICA. Devo ser mesmo doutro tempo, aquele em que nao se convidava candidato a debate televisivo via SMS, aquele em que um ex candidato a edil nao dizia a palavra PORNOGRAFIA para classificar um programa da TVM e ainda assim achar-se na postura e direito de ofociar o CSCS para colocar reclamacao, aquele em que um edil nao integrava grupos de malfeitores retaliantes daquilo que eles mesmo provocaram. sou sou um ortodoxo caduco, incapaz de se modernizar e dizer ISTO SE CHAMA A DEMANHA E JA A TARDE DIZER QUE A MESMA COISAS SE CHAMA B. sou incapaz. Sinto, apenas o risco de o Estado Mocambicano poder vir a ser governado por gangs que nao se importarao ate mesmo de lhe mudar de NOME, sei la para qual, porque nesta onda de ACADEMICAS FLEXIVEIS E VOLATEIS, tudo pode acontecer, ate mesmo tirar a praia do conta do sol e colocar no alto mae ou noutro lugar. O silencio a que eu e certamente muitos outros nos sujeitamos, tem nos saido bastante caro, sendo necessario, uma vez a outra, subir ao nivel aos grandes ILUMINADOS, prinicipalmente quando sao eles a surpreender, e ai dizer algumas coisas iguais as que eles tem dito. oxala um dia, maxados e limas voltem a cortar algo e disso brote alguma coerencia pois por agora, o seu estado morribundo tem sido bastante hostil a muitas coisas, incluindo a coerencia discursiva e comportamental dos nossos ILUMINADOS INTELECTUAIS E ACADEMICOS ANALISTAS IMPARCIAIISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
30 de Setembro de 2014 às 13:49 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
11
Gerir
Claudio Nunes
Claudio Nunes Deixem o Egiodio Vaz em paz, essa dor k sentem é pk teu amor pelo mano Afoso Dhakama??? E nao faz part ds palhaços d G40 da Tvm???? Meus caros cada um ppe si. Quem apoia os ladoes k xtao n poder sab pke apoia.....
30 de Setembro de 2014 às 13:51 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Filimao Suaze
Filimao Suaze Claudio Nunes, ha ladroes que estao no poder?e tu estas exactamente onde? no poder tambem?
30 de Setembro de 2014 às 13:55 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Marcos Nhapulo
Marcos Nhapulo Esse Egidio Vaz nao sabe o que quer! Vergonha so no dia 16 de Outubro!!! Coitado!!! Politicamente inocente, tem razao!!! Ha muitos que pensam que ha um partido que pode vencer a FRELIMO, e isso e falta de conhecimento de politica no contexto mocambicano!!!
30 de Setembro de 2014 às 14:26 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Clovis Macave
Clovis Macave senhores declarar apoio a um candidato isso per si nao consubstancia a ideia de ser membro...os k fazem vitorias para ja nao sao membros ms sim os simpatizantes...
30 de Setembro de 2014 às 14:35 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Simon B Cossa Cossa
Simon B Cossa Cossa Os nossos politicos passam a vida a debater pessoas.... O que o medo faz!?
30 de Setembro de 2014 às 14:41 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Filimao Suaze
Filimao Suaze Simon B Cossa Cossa, afinal ha politicos aqui? eu julguei que so havia amigos do FB e de entre esses muitos COMENTADORES OU ANALISTAS PURAMENTE IMPARCIAIS, DAQUELA IMPARCIALIDADE INABALAVEL, LONGE DE SER CONVENCIDA A QUEDAR PARA QUALQUER LADO. desculpe entao.
30 de Setembro de 2014 às 14:47 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Blessed Paulo Simbe
Blessed Paulo Simbe Vao la fazer campanha e deixem o Egidio Vaz em Paz. Agora tenho certeza que o Egidio vos tira sono, ou seja, o Egidio eh uma pedra no sapato aos olhos da G40. Desculpe, mas nao conseguimos apoiar e nem acreditar na pornografia que acontece na TVM entre a G40 e o Atanasio. Para ja mano Egidio G. Vaz Raposo sera a Mirla esta neste debate???? Ou ainda continua vagueando com a pele de ovelha????
30 de Setembro de 2014 às 15:08 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Clovis Macave
Clovis Macave ha dias escutava o discurso de samora machel, onde o servilismo era a tonica avassaladora , o homem dzia em alto e bom tom, k o servil (o dzundzani) e' um ser desprezivel, nocivo, capaz de s dsligar da estrutura ms preciosa, como a dgnidade, moralidade, deontologia, bom nome, inteligencia, para agradar o seu superior...nem k isso s enquadra nakele carnaval de vergonha da TV///...super constragedor ate' pra kem s pretende servir...abrununcia!
30 de Setembro de 2014 às 15:40 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Filimao Suaze
Filimao Suaze ahhh prontos, a palavra nao pode ter sido repetida aqui por acaso. tendo sido concertada, resta apenas parebenizar a equipe e desejar boa sorte na sua empreitada politica. Vakithe
30 de Setembro de 2014 às 15:16 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Muzila Wagner Nhatsave
Muzila Wagner Nhatsave eish. falta de coerencia
30 de Setembro de 2014 às 15:22 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Taisse Sigaúque
Taisse Sigaúque Eishhhhh.... !!! Mano Amosse Macamo!!! :-)- Este post e respectivos comentários EMOCIONAM_MEVer Tradução
30 de Setembro de 2014 às 15:28 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Julio Bernardo Magenge Magenge
Julio Bernardo Magenge Magenge Desculpe dr k não vou mencionar teu nome mas grande acadêmico k eu pessoalmente lhe respeito mas ao mesmo tempo GRANDE DEFENSOR dos k não aceitam pensamentos diferentes na sua organização politica alguém ontem lhe perguntava do seu posicionamento em relação a oferta do CTA ao PR e respondeu k ainda keria consultar a lei da PP e k hoje iria se pronunciar. Com a devolução do carro ao CTA pelo PR não está ficando tarde para dar resposta ?
30 de Setembro de 2014 às 16:33 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
António Cipriano Gonçalves
António Cipriano Gonçalves Ali está Egidio Vaz: a mente humana, parafraseando Wittegenstein, está mesmo enfeitiçada pela linguagem. E quem tropeça na linguagem não é o dito homem comum, mas sim aquele que suspostamente dispões de ferramentas analíticas. Uma coisa é endossar a alguem, apoia-lo e a outra é ter filiação partidária. Apoiar, repito, não quer significar aceitar tudo o que o apoiado faz. É o que falta na turma do gueto
30 de Setembro de 2014 às 18:00 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Lazaro Bamo
Lazaro Bamo Caro Tony Ciprix, o ser diz falando uma mente sem nenhuma linguagem não tem razão de ser. Há uma correlacão entre a linguagem e a mente, ambos são o que são enquanto são um para com o outro, como na fenomenologia do conhecimento, quando falamos da relacao, sujeito e objecto. A pergunta que coloco a sí é, qual é a finalidade do acto de endossar e do acto de filiar-se? Estes dois actos não são meros sinais de vida política mas sim uma proactividade de quem os pratica, quer dizer quem endossa uma candidatura pode criticar e não concordar da mesma forma que o filiado pode. Ambos não aceitam tudo, e nem sao obrigados.
30 de Setembro de 2014 às 18:16 · Editado · 
GostoMostrar mais reações
 · 
3
Gerir
Manuel Viriato
Manuel Viriato O Filmao Suaze que anda aqui é o mesmo que aparece no programa da TVM?
30 de Setembro de 2014 às 19:11 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
António Cipriano Gonçalves
António Cipriano Gonçalves Lazaro Mauricio Bamo: nao irei discutir essa tese do isomorfismo ja superada pela guinada linguistica. Considerando que a politica é o campo dos assim digamos iguais, pensar diferente, uma vez filiado a um partido, a imparcialidade é dificil ou quase impossivel. Um endossamento como eu o entendo nao obriga a se pensar igual. Nao estou a dizer que o Egidio Vaz irá continuar imparcial. Isso apenas a consciência dele é que pode dizer. Estou apenas a falar das condicoes transcendentais de possibilidade, se assim posso dizer.
30 de Setembro de 2014 às 23:36 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Alvaro Simao Cossa
Alvaro Simao Cossa Eleições presidenciais em Moçambique
Quem quer saber se vai chover, acompanha as previsões feitas pelos meteorologistas, que usam informações obtidas por satélites e computadores.
Mas bem, antes de todos esses equipamentos existirem, as pessoas já se p
reocupavam com as mudanças do clima e queriam saber quando seria melhor começar a plantar suas culturas ou quando podiam viajar com o gado, por exemplo.
De olho na natureza, o homem aprendeu a decifrar indícios da chegada das chuvas. Fique de olho e tente perceber esses sinais na política, que também são iguais.
Quando aumenta a humidade do ar, insectos como cupins e formigas saem de suas tocas para se acasalar. Depois, aproveitam para escavar ninhos na terra molhada. Com os insectos fora de casa, as andorinhas, que se alimentam desses bichos, voam mais baixo e aproveitam para fazer um lanche caprichado. Outras aves também parecem voar mais baixo antes da chuva, pois nessas situações a pressão atmosférica diminuiu, o ar fica menos denso e elas têm dificuldade de subir mais alto no céu.
Tal como estes fenômenos da natureza, a política tem das suas. Necessitamos de observar tudo que acontece quando quaisquer eleições aproximam-se. Alguns homens comportam-se como escaravelhos, não se importam de fazer o trabalho mais sujo que possamos imaginar, desde a desinformação, invenção esquizofrênica de acontecimentos, até a incitação de tribalismo e violência, para obterem seus dividendos. Em certas ocasiões vimos gente que normalmente se comporta duma maneira e logo ao aproximarem-se as eleições, como os bichos que acima descrevi, comportam-se de forma diametralmente oposta da habitual. Como uma gaivota em terra, a anunciar tempestade no mar, ou um sapo que quando salta, chuva não falta. Vi "Intelectuais" a perderem cara perante estas eleições, numa mutação metamorfósica como um trovão que de longe, anuncia a chuva perto, ou como o nevoeiro que cai na serra só para anunciar a chuva na terra. Quando um intelectual perde a cara é como uma dona de casa, que de repente se promiscuiu, deixando sua família envergonhada e amaldiçoada. Quando as eleições se aproximam, aqueles sem carácter nem convicções maduras fazem migrações políticas e comportam-se como cachorros que com seu rabo banicam-se perante um mendigo, para receberem uma pequenina migalha de um osso já roído e carcomido. Mesmo assim, as eleições passarão e Filipe Nyusi será o Presidente de Moçambique, como a chuva que quando passa, o sol sai outra vez e alumbra a terra e os bichinhos voltarão às suas tocas.
Dr. Alvaro Simao Cossa
1 de Outubro de 2014 às 11:14 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Manasseis Nhachungue
Manasseis Nhachungue E agora ilustres... Bem debatido o caso, em que ficamos? Dr Egidio Vaz reitera a sua posiçao em pelomenos nestas eleiçoes endossar Afonso Marceta Dhlakama e seu partido, ainda que nao seja membro e nem simpatizante, eu tambem! Dr Egidio Vaz, vamos ver quem nos tira o emprego, a casa, a mulher e a familia toda por estarmos em pleno gozo do nosso direito constitucional. Ate ao proximo dia 15 de Outubro depois de nos juntarmos aos "curiosos".
1 de Outubro de 2014 às 15:23 · 
GostoMostrar mais reações
Gerir
Colaço Colaço
Colaço Colaço SÃO CIÚMES. Se o Egidio Vaz tivesse endossado Nhusy as vuvuzelas soariam pelos 15 dias que faltam. Até teria direito a machete na TVM, RM, Notícias, TIm e os G40 (dentre eles: Alexandre Chivale, Filimão Suaze, Anísio Felisberto Buanaissa, Mablinga Shikani, Calton cadeado, etc) "EGÍDIO VAZ JUNTA-SE AO NHUSY". Até já estou a imaginar Atanásio Marcos a ficar suspenso da cadeira só para dar essa boa nova. Os G40 teriam trabalho arduo durante 15 dias que restam da campanha para capitalizar o endosso feito pelo Egídio Vaz, mesmo com este escorregadio que o GueBenz teve, nada ia conter a azáfama. Como disse o professor Gilberto Correia, teria sido melhor o Egidio Vaz ficar calado. Mas foi bom o endosso para o que menos se esperava, pois mesmo assim DEU TRABALHO AOS G40, estavam monótonos, sem nada a fazer e a receberem em vão (se é que o tesoureiro que havia desviado o dinheiro do grupo voltou com a grana ou terão tido novo encaixe). Para finalizar, quase a cumprir-se a mensagem de exclusão que circula por ai segundo a qual "quem não é da Frelimo o problema é dele",então meu caro Egídio Vaz, vão arranjar problemas para si e depois irão dizer que é seu. O seu endosso chegou, muitos até que se dizem que se filiaram ao partido em que estão por uma razão e não emoção, estão em contramão, foram porque não querem ser mal visto ou ser cortados as migalias de que beneficiam e nada mais. Quem é que conhecia Filimão Suaze como musico? Mas quando teve o emprego nos G40, quem não o conhece? Até anda com chapeu quase a esconder a cara para não ser identificado. FORÇA Egídio Vaz, Afonso Dhlakama vencendo ou não, fizeste a sua parte.
1 de Outubro de 2014 às 17:42 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
2
Gerir
Teresa Maria Cuamba
Teresa Maria Cuamba Mentira ,ja esta provado nao temos em mocambique imparciais,temos sim indecisos (que demoram se decidir),e esses nos confundem ,egidio gramei ,boa estrategia essa ,fazer se de imparcial ,coitadinho ,no final zas copa de ouro ,
1 de Outubro de 2014 às 20:51 · 
GostoMostrar mais reações
 · 
1
Gerir
Catman Mandlazi
Catman Mandlazi 1000 contra 1. kikiki sao coisas da democracia. por isso viva mocambique e viva democracia. dia 15 de Outubro nao falha nada: VAMOS TODOs VOTAR, E VOTAR COINSCIENTE NO CANDIDATO______________ E NO PARTIDO______________boa sorte a todos e forte abraco!


Carta Aberta de Egídio Vaz ao partido dos Camaradas


O politólogo moçambicano Egídio Vaz, resolveu escrever uma carta aberta na sua conta pessoal da maior rede social do mundo dirigida ao partido no poder.
Na referida carta, o historiador fala sobre o abandono do atual presidente da República, Filipe Nyusi, no partido Frelimo.
Egídio Vaz comparou a situação atual do Nyusi com a do primeiro presidente de Moçambique, Samora Machel, nos últimos dias da sua vida.
Confira a carta do Politólogo endereçada ao partido dos camaradas.
“CARTA AOS CAMARADAS
Estou PREOCUPADO.
Nunca um Presidente da República moçambicano andou tão só ou vulnerável ao nível político como o Presidente Nyusi. Comparável a ele está o Presidente Samora Machel, nos seus últimos dias. Não quero com isso insinuar nada grave. Se calhar, quero insinuar algo tão grave e que põe em causa a própria sustentabilidade do Partido Frelimo: trata-se de uma verificável divisão e falta de consenso em torno do actual dirigente do governo e do estado; das suas políticas e da sua visão.
Ou o presidente anda só ou ele anda isolado. De uma ou de outra maneira, o resultado é este: o que ele diz, determina ou deseja apenas alguns acatam. No momento mais difícil que o país atravessa, alguns membros do partido que deveriam estar ao seu redor, “foram pescar”; outros se ocupam do “fumo” e ainda outros dedicam-se em lançar maldizeres, fofocas, insinuações divisionistas etc., etc.
Nos últimos meses tenho acompanhado debates em diversos órgãos de informação e a tónica é a mesma, salvo os serviçais de sempre. O Presidente da República, apesar da sua aparente vontade de ver as coisas a andar, não está a conseguir convencer a ninguém. Ditas por outras palavras, ele enfrenta verdadeiros desafios em impor a sua visão. No princípio diziam que era necessário ter a presidência do partido. Teve. Depois falou-se que tinha que reorganizar o partido. Ele fez algumas mudanças cosméticas e não de fundo.
Duas reuniões do Comité Central aconteceram e o povo esperava ver finalmente o Presidente a mandar e a comandar. Esperava ver um partido disciplinado e com alguma orientação clara. Mas nada. O Presidente fala na TV ou rádio sobre a Paz e no dia seguinte sua comissão política vai pelas províncias pregar guerra. O governo fala de negociações com a Renamo mas é a sua bancada que clama desesperadamente pela ilegalização da Renamo. O presidente diz que a dívida da EMATUM e outras foram mal feitas e é no parlamento que ouvimos que não; elas serão pagas e em nome da soberania, a dívida foi a melhor coisa que o antigo governo podia fazer. Claros sinais de uma palpável indisciplina partidária ou verificável desobediência ou afronta ao chefe. No mínimo, falta ali alguma coisa chamada solidariedade política. 
Afinal, qual era o plano quando elegeram Nyusi para candidato à presidência? De lhe fazerem de bobo da corte? De lhe vulgarizarem? E acham que assim ajudam o vosso partido a ganhar as próximas eleições?
Alguma coisa está errada camaradas. Tenho ouvido que a medida que se aproxima o congresso, a opção de evitar o segundo mandato de Nyusi não está posta de lado. E vão-se por ali ventilando nomes, aventando grupos de trabalho. E ainda diz-se que alguns putativos candidatos a candidato não param de “gymar” para estarem em forma na hora. Pois bem, se Nyusi fracassar, o fracasso é vosso todo. Se Nyusi perder o “segundo ticket” considerem-se todos fracassados. E os resultados eleitorais poderão ser piores que os actuais.
Perdem-se muitas forças com ataques e fomento a fofoca e acusações infundadas em vez de acrescentar cada inteligência à solução dos problemas do país.
Eu não sou da Frelimo nem de qualquer outro partido. Mas como humano, doí-me ver a forma como estão se mordendo e como estão usando as energias para projectar um Nyusi fraco, desorientado e sem noção do que faz. O preço a pagar por esta tendência será partilhado por todos: desde o ambicioso da sombra até aquele inocente que difunde mensagens caluniosas pelo whatsapp e outras redes sociais.
Estão a matar o Presidente. E sem se aperceberem, estão a se matarem a vocês próprios e a cada um, individualmente.
Temos os problemas. Se cada um acrescentasse um esforço para a solução chegariam ao próximo congresso e quiçá às próximas eleições fortes. Mas se cada um continuar a ocupar-se em posicionar-se para o deboche, chegarão ainda mais fracos. A única razão que vos escrevo é que a vossa desorganização e gula exacerbadas também estão a prejudicar-me a mim tal como a qualquer cidadão deste Pais. A Paz está atrasar. Os problemas, até os mais pequenos, tardam em conhecer a solução. Isto porque alguém, que conhece a chave para solução, prefere guarda-la para “melhor ocasião”, ou seja, para os seus interesses individuais, deixando o Presidente e o povo ao alvoroço.
Não existe nenhuma possibilidade de deixarem cair o Nyusi sem que vocês também caiam. Sabotar Nyusi é a chave para o vosso insucesso colectivo. Já são tão fracos que precisam de eleições cheias de irregularidades para ganhar.
Abraços de Egídio Vaz”, escreveu o politólogo na sua conta pessoal do Facebook.
 Mostrar mais reações

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.