segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Encontro de Gorongosa: um gesto teatral a espera de substância!



Roberto Tibana, 8/Agosto/2017)
Os Presidentes Jacinto Nyusi (da República) e Dlakhama (da RENAMO) encontraram-se em Gorongosa ontem (Domingo, 6 de Agosto de 2017). O gesto já está a ser considerado histórico.
Para o Presidente Nyusi isto era importante depois de o Comité Central “histórico“ da FRELIMO não ter parido nada, senão o feito “histórico” de ter conseguido esgotar a agenda com 24 horas de antecedência. Tudo ficou para o Congresso do próximo mês. E ele (o Presidente Nyusi) não quer correr o risco de ir a esse Congresso sem nenhum trunfo que possa ser considerado pelos “camaradas” como válido par justificar a continuação dele como líder do partido e candidato presidencial pela FRELIMO em 2019. No mínimo ele tem que conseguir a aparência de uma solução deste problema bicudo. Tem que ter um troféu. Nem que isso seja uma paz somente até as eleições de 2019. E um Dlhakama calmo e quieto no seu bolso seria o melhor para ele neste momento em que não tem nenhuma hipótese de se dissociar do escândalo das dívidas ocultas em que jogou um papel que ainda tem que ser revelado.
O gesto teatral foi realmente inédito e espetacular, mas de conteúdo não trouxe nada. Vou ficar a espera da substância prometida, que é o que interessa neste momento.
8 comentários
Comentários
Paulo Soares
Paulo Soares Tens razão, a substância, da Frelimo, sempre foi adiar e enganar...
 · 26 min
Gerir
Efraimo Neves
Efraimo Neves Vamos ver o que vai dar, há prazos concretos e vamos cobrar
 · 22 min
Gerir
Elcidio Fernando
Elcidio Fernando A ver vamos
 · 21 min
Gerir
Paulino Nhada
Paulino Nhada Boa tarde Dr. Ate que ponto o sr. Dlhakama pode estar associado ao escandalo da dividas ocultas?!!!!
 · 20 min
Gerir
Adriana Dos Santos
Adriana Dos Santos Assim tem qualquer coisa k vai levar ao congresso.
 · 17 min
Gerir
Arsenio Mulungo
Arsenio Mulungo Força ai
 · 13 min
Gerir
Calisto Meque Meque
Calisto Meque Meque Esse camaradinho fez aquele shou off só para marcar diferença na sua governação fraudulenta, se fosse assunto que tem a ver com a paz que país tão precisa não teria ocultado a sua ida ao encontro do presidente Dhalakama, secretismo com tantos pendentes não é nada, na novela de ir mostrar afastamento dos homens armados da frelimo nas proximidades do local onde se encontra o líder ouve uma selecção do jornalistas escovas, os verdadeiros jornalistas foram excluídos. 
Esse encontro de ontem me parece não ter nada a ver com a paz,talvez é forma que ele escolheu de fazer reconhecimento da zona onde se encontra o presidente do povo. Tenho dito
 · 2 min · Editado

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.