segunda-feira, 7 de agosto de 2017

["nao vou me curvar a um mocambicano para pedir a paz"].



Ser - Huo
1 h · 
Ontem a rede ficou positivamente inundada por uma(s) foto(s) de camarada PR Nyusi e do comandante-supremo Dhlakama. Antes de entende-las, talvez porque a legenda que acompanhava as fotos no mural de um amigo era "Nyusi e Dhlakama fazendo historia", me ocorreram perguntas que gracam a ocasiao: sera que Nyusi ia convencer Dhlakama a se recensear? Ou sera que o bom do Dr Fernandes mandatou o mais alto magistrado da nacao a pessoalmente recensear o bom do Dr Dhlakama?
Poucos minutos depois, a foto era divulgada em outros murais e com mais elaboracao, fechando com um comunicado da presidencia: "Nyusi se encontra com Dhlakama em Gorongosa para conversar sobre a paz que deve ser acertada ate final do ano". Descartei as perguntas do Censo, e vieram as falaciosas: sera que o PR ia dar uma visao geral daquele Report, e sendo Dhlakama expert em sumir sem deixar rasto, trocar experieniasde como 500M daquela moeda que era suposto equiparem os militares (assunto de paz) podem sumir sem rasto?
Bom, ha poucas semanas, a expressao "deixem o homem, todos temos direito de mudar" foi tao abusada, para defender que cada um de nohs tem sim essa prerrogativa de hoje estar aqui achando isto, e diante de tantos obsequios, incluindo o custo da vida e horizonte de futuro, amanha mudar nao so de posicao, mas tambem de discurso.
Esta mesma expressao ja foi muito usada para acalmar as percepcoes em relacao a discursos dessas duas grandes figuras que ontem cimentaram sua posicao de herois pela paz, com o PR a deixar seus aposentos ali naquela luxuria e se mandar para a Serra, e o Lider a deixar a ideia de dono da parte incerta e se reunir com um homem que ele diz querer lhe enfiar uma. Mas mesmo assim nao encontrei motivos de celebracao, nao querendo com isso diminuir o esforco deles: PARABENS.
Porem, esses dois sao (d)os principais responsaveis por a gente estar a viver uma piada de pais. Divida a parte, crise a parte, discurso na mesa. Discurso porque as palavras dos lideres valem mais que as accoes de seus subditos. 
Hoje estamos a celebrar hipnoticamente a beleza de uma foto artistica e simbolicamente tirada nas matas de Gorongosa. Mas nao nos perguntamos porque essa foto foi tirada naquele lugar. Dhlakama se escondeu naquele lugar, porque, como ele diz, Nyusi queria lhe pegar pela gola. Todo mundo deve se recordar daquela investida de Nyusi enquanto ministro da Defesa para a Serra, a qual agudizou a raiva do jovem mais velho. Possivelmente Nyusi, nessa altura, depois de formada a ideia de Ematum e co.lda la no ministerio, so precisava daquela jogada para ser o eleito de Guebuza a sua sucessao: ele mostrava ser homem de bolada (os leaks das empresas dos bilioes mostram que ele sabe das cenas), e de coragem (ir a Santungira em pessoa).
Falhou pegar pela gola, e entrou outra mao, que conseguiu levar Dhlakama para apertar a mao a Guebuza na nova casa prestes a entregar depois das eleicoes.
Vieram as eleicoes, Nyusi ganhou, e aqui nos recordamos daquela sua celere expressao: ["nao vou me curvar a um mocambicano para pedir a paz"]. Dhlakama mostrou que era digno de se lhe curvar, seguiu mata-mata quaima-quaima pilha-pilha nas estradas e vilas, sobretudo do Centro.
Meses depois de gestao de orgulho discursivo (ou de estrategia militar?), vieram com aquele comunicado de fonal de ano: "treguas ate passar o final de ano". Ou seja, decidiram os dois dar distras para a malta, tipo tinham poder para decidir quando alguem pode morrer a tiro, ou pode gizar da paz. Depois do Natal, veio o prolongalento por mais uns meses, e "porque avancamos progressos, decidimos dar uma tregua por tempo indetermimado". 
Eh essa tregua que nos graca ate hoje. Eh essa tregua que nos faz um pais de gente que nao sonha muito, apenas com uma tregua, porque a paz entre os povos e opinioes deste pais estah dificil, e cara. Esta guerra iniciou com os dois e alguns seus pares, entao, que os dois terminem, porque alem deles, ha mais vinte e tal milhoes querendo paz. Isso de os dois decidirem num dia lancarem tiros a qualquer alvo (menos eles), e noutro dia se telefonarem para ir tirar selfies, e promoverem essa imagem de amantes da paz, lutadores por um Mocambique estavel, nao cabe na minha cabeca. Nao cabe ainda mais, porque por um lado Nyusi parece estar a preparar seu terreno para ser o guia incontornavel de Setembro, e quica, ganhar o aval para 2019. 
A mim Dhlakama nem interessa (com todo respeito ao seu papel na estabilizacao politica, democratica e institucional deste pais), mas as inconsistencias discursivas do PR preocupam muito. 
Boa semana camaradas!
________
O homem recenseou ou nao?
GostoMostrar mais reações
Comentar
Comentários
Amade Chande
Amade Chande Esta citação, diz tudo: deixem o homem, todos temos direito de mudar
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 1 h
Gerir
Amade Chande
Amade Chande Esta citação, diz tudo: deixem o homem, todos temos direito de mudar
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 1 h
Gerir
Salimo Omar Bachir
Salimo Omar Bachir O homen recensou ou nao?
GostoMostrar mais reações
 · Responder · 1 h
Gerir
Sergio Ndava
Sergio Ndava Dois senhores responsaveis pela nossa situacao actual (mal) portanto esses encontros ate agora nao me dizem muito, tou sim a espera do conteudo das conversas pra ver se comeca a animar.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.