quarta-feira, 19 de outubro de 2016

ALUNO QUE PERCORRIA 33 QUILÓMETROS PARA A ESCOLA, MORRE EM PLENA CAMINHADA

TETE:

Classifique este item
(0 votos)
Tete: Aluno que percorria 33 quilómetros para a escola, morre em plena caminhada
Um aluno do posto administrativo de Chimthopo, no distrito de Mágoè morreu em plena caminhada à escola secundária de Zumbo que dista a trinta e três quilómetros da sua zona de residência.
Chimthopo é um posto administrativo localizado a mais de duzentos e cinquenta quilómetros da sede do distrito de Mágoè e apenas possui uma escola primária completa. Devido a sua localização longínqua, os alunos estão impossibilitados de continuar como os estudos na sede do distrito.
Como alternativa, os alunos são obrigados, diariamente, a percorrer sessenta e seis quilómetros, atravessando o rio Zambeze, através de canos, até à sede do vizinho distrito de Zumbo, onde existe o ensino secundário.
Segundo apurou a Rádio Moçambique, o finado percorria diariamente sessenta e seis quilómetros, isto é, ida e volta, transportando-se em bicicleta e não resistiu à sede, devido ao calor intenso que se faz sentir.
Um outro aluno escapou à morte, graças ao pronto-socorro por parte da comunidade de Chimthopo.
E para que casos idênticos não ocorram nos próximos dias, os residentes pedem a construção de uma escoa secundária na região. (RM Tete)

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook