terça-feira, 4 de outubro de 2016

A MONTANHA PARIU O RATO

PIMO - Bloco de Orientação Construtiva adicionou 4 fotos novas.

A 10 Conferência de Quadros do País, partidarizados coersivamente ao Partido Frelimo, terminou a momentos sem ter conseguido diagnosticar e conceber soluções urgentes para estancar graves problemas que afectam ao País e ao cidadão, nos últimos anos!
Assim frustrando mais de 23 milhões de cidadãos, que viam nessa conferência de Quadros um espaço nobre para o Presidente Nyusi, anunciar às boas novas do fim do presente conflito, conjugado também às boas novas que teria alcançado com a FMI, no sentido de esclarecimento e responsabilização dos autores das dívidas de vergonha, protagonizadas pelos membros do seu Partido!
Porque à quantidade geralmente não é o sinónimo da qualidade, eís que três mil cérebros hipotnizadas pela Frelinegócios das dívidas secretas, saíram dessa Conferência padecendo duma doença que se chama MIOPIA POLÍTICA!
Essa doença é muito perigosa para um partido dirigente do Estado e Governo de um País que está mergulhado numa grave crise militar, que até acabou debilitando à saúde económica e financeira de um povo inteiro que está abraço com à subida dos preços de combustível e todos gêneros de primeira necessidade consumidos pela população mais carente de Moçambique!
A Frelinegócios, saiu da Matola esfregando à vista, de mexe-mexe, pois não conseguiu diagnosticar os problemas que estão por detrás do presente conflito armado!
A Frelinegócios, não conseguiu diagnosticar à origem da crise financeira, que colocou de costas viradas os parceiros financeiros internacionais contra o governo monopartidario da Frelimo!
Finalmente, a Frelimo saiu da sua reunião de Quadros sem conseguir desenhar estratégias para acabar urgentemente com a guerra e desenhar um plano de emergência econômica para evitar à carência de meios financeiros que agravam o custo de vida das populações que à qualquer momento podem sair à rua, numa desordem nacional que vai culminar com o derrube do regime da Frelimo em queda livre, sem oferecer nenhuma resistência!


PIMO - Bloco de Orientação Construtiva adicionou 2 fotos novas.
CONHEÇA O DNA POLÍTICO DE YÁ-QUB SIBINDY
Meus caros!..
Vocês não conhecem o meu DNA político!
A minha escola de formação política foi à Universidade da Luta de Libertação Nacional, donde Chissano, Guebuza, Chipande, Marcelino dos Santos, Fernando Mathavele, Óscar Monteiro, Sebastião Marcos Mabote, Jorge Rebelo, Diolinda Guezimane e os outros Ilustres dirigentes, foram os meus excelentes Professores que ensinaram ao Sibindy à dar a vida pela causa do bem estar da maioria!
Nessa Universidade, recordo que Samora Machel, foi o Magnífico Reitor, ensinou Sibindy, à ser o último a se beneficiar e primeiro no sacrifício!
Ensinou Sibindy à não roubar os bens do povo para o benefício próprio e nem dos seus familiares!
Ensinaram Sibindy para não abusar do poder e ser transparente no exercício da prestação de contas aos órgãos competentes!
Ensinaram a rejeitar o vocabulário nojento e vergonhoso: NEOPOTISMO!
Ensinaram à partir do Comissariado Político da Frente de Libertação de Moçambique, que em matéria de justiça social não se pode recorrer ao neopotismo familiar, político e nem religioso para privilegiar qualquer pessoa em detrimento das oportunidades e capacidades que os outros reúnem por mérito próprio e patriotico!
Sibindy, quando concluiu que à Universidade e alguns dos seus ilustres docentes, já estão a contrariar os princípios de valores morais e políticos contagiando ao universo de mais de 23 milhões de cidadãos, Fundou o Partido Independente de Moçambique, afim de lutar pela reposição dos nossos valores, hoje pontapeados pelos ilustres docentes daquela Universidade dos valores morais ligados à nossa Revolução!
Valores esses que até hoje não estão caducados, são valores que podiam ser adequados e reajustados aos actuais desafios da actualidade política e económica patentes no mundo de hoje!
Valores válidos da luta contra à corrupção e consequentemente contra o apoderamento ganancioso, das riquezas que ambos conquistamos contra o colonialismo, por um grupo de minoria e famílias!
Uma matilha, recrutado e treinado como bons caninos, pela actual FRELINEGÓCIOS, aparecem à ladrar à quatro ventos nas diversas redes sociais e televisões publicas, acusando de agitadores, ambiciosos e oportunistas, à todas vozes que ainda acreditam na preservação dos valores morais, forjados durante a luta de libertação, como à base de soluçoes de todos problemas e calamidades que levaram vergonhosamente o nosso Moçambique, a constar na lista dos países mais corruptos do mundo!
Essa matilha intelectual, que se pretende impor-se perante à história como donos da Frelimo e bombeiros dos venda pátria, à noite passada, apareceram à ameaçar todos camaradas à levá-los à barra das sanções disciplinares do Comité de Verificação e Control do Comité Central da Frelimo, só porque que têm aparecido na imprensa a recordar o desesperado povo moçambicano que no passado era à cultura normal da Frelimo defender, promover e privilegiar os interesses da maioria em primeiro lugar e colocar os interesses pessoais e familiares em segundo plano!
Para este desgraçado grupo pretende acusar de atropelo da disciplina partidária da Frelimo sancionavél pelos Estatutos, às palestras proferidas pela mamã Graça Machel, Teodato Hunguana, Óscar Monteiro, Luísa Diogo, António Hama Thai, e outros Ilustres dignatários da nossa história que têm contribuído com temas de educação moral às novas geracões sobre à riqueza moral da história da Frelimo que hoje virou besta contra o próprio povo que no passado considerava este mesmo povo, com o exemplo do mar e a Frelimo também como exemplo do peixe que não podia sobreviver fora da água!
Hoje à Frelinegócios, está totalmente fora das águas, felizmente à oposição é que foi empurrado para o fundo do mar, e o infeliz do povo e do seu Estado é que a OPOSIÇÃO AINDA NÃO SABE NADAR!
E o pior desepero para toda Nação, está na hipótese catastrófica do povo abandonado, tornar se num dinamite mortífero para destruir o seu próprio Estado, como justiça social para si livrar de uma burguesia oportunista que hoje rodeia o Nyusi e coloca Dlhakama como se fosse prioridade para abater, afim de alcançar o melhor progresso do seu próprio. mandato e do seu manifesto ainda por iniciar!
Sibindy não é cobarde, está disponível para um frente à frente na televisão pública com todos aqueles que apelidam o de cobarde, ambicioso, oportunista e agitador para lhes provar que ninguém está contra a Frelimo e nem sequer à Renamo, mas sim os moçambicanos estão fartos de serem considerados, como estúpidos e burros de carga, para transportar meia dúzia de pessoas para o poder e chagado ao destino, somos encostados ou amarrados num cepo, a alimentar-se de capim... proibidos de saborear o resto da carga que nós próprios trasportamos!
GostoMostrar mais reações
Comentar
Comentários
Jaime Mufanekisso Premissa maior...yacob e Frelimo
GostoResponder16 h
GostoResponder13 h
Tsepo Chone Junior Força lider. Essa gente precisa de sabio como voçê para libertar esse país das crises. Viva viva PIMO-BOC.
GostoResponder113 h
Comentários
Yazido Arijabo Triste,triste,triste.
GostoResponder16 h
Policarpo Tamele Pelo menos o glorioso Partido Frelimo reuniu os seus quadros e espero que outros partidos o façam outrossim, buscando soluções em vez de alaridos e blá blá. Pt.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook