quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Metendo a colher...

Metendo a colher...
Quando a novela de "Mista-Bau", mana Lurdes e cunhada Liloca começou, no ano passado, eu defendi aqui que o problema de "Mista-Bau" não eram os problemas nem a fama que tinha, mas a forma como ele lidava com as redes sociais. Aliás, as primeiras publicações sobre o divórcio (com a mana Lurdes) e sobre o novo namoro (com a cunhada Liloca) feitas no Facebook foram do próprio "Mista-Bau". Ou seja, ele abriu as portas da sua intimidade para quem quisesse comentar e julgar.
Não é verdade que as pessoas estão contra "Mista-Bau". Não é verdade que as pessoas estão com inveja da vida de "Mista-Bau". Não é verdade que a fama de "Mista-Bau" incomoda os demais. Não! "Mista-Bau" é "Mista-Bau" porque as pessoas assim querem. As pessoas gostam do que ele faz, da sua arte: cantar e dançar. "Mista-Bau" é artista e as pessoas gostam do "Mista-Bau-Artista". O que as pessoas não gostam são as intimidades que ele expõe: a quem ele ama e a quem ele desarma.
As pessoas não estão a fazer mais do que aquilo que o próprio "Mista-Bau" pede para que as pessoas façam: comentarem e julgarem a sua vida. O que as pessoas comentam e julgam é o que "Mista-Bau" trás para o público. Um artista famoso nem precisa de responder a fofocas, a provocações. A fofoca não respondida não passa disso. Artista deve estar focado no que o torna artista. Artista responde fazendo a sua arte. Responder com arte não é fazer musica insultando os fofoqueiros, como o "Mista-Bau" tem feito.
Infelizmente, o meu irmão "Mista-Bau", sendo ele quem é, não sabe usar as redes sociais a seu favor. Roberto Chitsondzo é famoso, mas não conhecemos as suas intimidades. Fofoca é o que ouvimos sobre Liza James e Bang. Um gajo famoso deve esperar que as pessoas fofoquem sobre ele, não deve "autofofocar-se". O que o "Mista-Bau" está a passar acontece com qualquer um. O ex-ministro Aiuba Cuereneia divorciou-se e casou-se com outra mulher e a vida andou sem precisar de muitos vuku-vukus. Aiuba não apareceu no Facebook a falar da antiga mulher nem da actual. Imaginem vocês o que se teria dito se ele tivesse aparecido a falar da Flávia Cuereneia!?! Faça como "Eme-Ci-Rodja" que não discute intimidades na tê-vê.
Facebook é o pior lugar para publicar intimidades, pior quando se é famoso. Intimidades no Facebook devem ser para quando isso importar: quando é uma estratégia de marketing. Quando você abre as portas do seu quarto e a sua braguilha para o mundo sem nenhuma estratégia, o mundo vai comentar sem nenhuma ética.
"Mista-Bau", use o Facebook para consolidar a sua arte e a sua fama. Use o Facebook para publicar seus shows, video-clips, etecetera. Angarie mais fãs. Se possível, contrate alguém para gerir a sua página. Gaste um pouco mais para consolidar o seu negócio. Espero que não seja tarde.
Agora, se devolve ou não o Range Rover, isso dependerá do seu carácter. Desculpa a "colher"!
- Co'licença!

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.