segunda-feira, 7 de agosto de 2017

José Pacheco diz que há muito por fazer para aproveitar terras ociosas e aumentar a produção de alimentos

“Há condições para expandir a actividade agrícola na província de Maputo”

José Pacheco diz que há muito por fazer para aproveitar terras ociosas e aumentar a produção de alimentos
O Ministro da agricultura, José Pacheco, diz que há muito por fazer para aproveitar terras ociosas e aumentar a produção de alimentos na Província de Maputo. Esta foi a principal constatação do governante, no balanço da visita que realizou de quinta-feira passada até sábado à província de Maputo, mais concretamente dos distritos da Matola, Moamba, Namaacha e Magude.
“Há condições para expandir a actividade agrícola, fazendo o aproveitamento da disponibilidade de terras, que em muitas circunstâncias se encontra na situação de terras ociosas”, disse o ministro, baseando-se nos bons exemplos de produtores que conseguem resultados satisfatórios ao longo de todo o ano, na produção de diversas culturas.
Na avicultura, o ministro entende que há estrutura interna para suportar a suspensão das importações. Mas é preciso maior investimento na base, para assegurar auto-suficiência. A intervenção consistirá em incentivar investimentos na massificação da produção de ovos e pintos.
Na pecuária, o desafio passa por investir na recolha de capim para a alimentação do gado em tempos de seca. Mas de uma forma geral, Governo está preocupado em investir na construção e reabilitação de sistemas de irrigação. Aliás, o acesso à água acabou por ser a preocupação comum das associações de produtores.
Para medir o grau de comprimento das metas da presente campanha agrícola e preparar a próxima. O balanço que faz é positivo, mas é preciso explorar da melhor forma o potencial existente.
A visita do ministro José Pacheco à província de Maputo encerrou com um reunião de auscultação dos criadores de gado, que manifestaram indignação com o crescimento do roubo de gado. A este respeito, o Governo promete pronta intervenção.

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.