terça-feira, 4 de outubro de 2016

SE AS NEGOCIACOES FRACASSAREM, A RENAMO VAI GOVERNAR À FORÇA


Terminou a reunião de quadros da frelimo. Nos seus discursos o Nyusi tentou dar a entender que a paz é um bem precioso para o país e que iria trabalhar neste sentido. No seu discurso os antigos combatentes do senhor Faustino não pediram armas para combater a renamo mas falaram da necessidade da paz. Mas para a renamo o Nyusi tem sérios problemas internos no seu partido porque quando tomou posse como presidente da frelimo deixou - se enganar por maus conselhos do grupelho do Guebuza e também dos seus familiares e conterrâneos macondes como Chipande, Pachinuapa, Lagos Lidimu, N'thumuke, entre outros.
O Nyusi aceitou os conselhos que diziam que ele nunca devia negociar com a renamo é que devia fazer tudo por tudo para liquidar Dhlakama e extirpar a renamo da cena política nacional para desta forma a minoritária tribo maconde demonstrar a sua superioridade perante a tribo dos machanganas e assim os macondes governariam para todo e sempre. O Nyusi, acatou estes conselhos perigosos sem primeiro analisar e hoje o país caminha para o abismo devido a sua política sanguinária sem precedentes em Moçambique.
Já se sabe que o Nyusi não reunia nenhuma qualidade para ser candidato presidencial pela frelimo, ele foi escolhido a dedo por Guebuza num processo altamente corrupto e fraudulento. Os candidatos que reuniam condições eram o Aires Aly e a Luisa Diogo. Quer dizer, os machanganas não queriam de jeito nenhum que o poder seja entregue a um chingondo com excepcionais qualidades, preferiram entregar a um indivíduo inepto e sem ideias próprias, um indivíduo facilmente manipulável porque nunca esperava tornar - se um presidente da república na vida. Aliás, o Nyusi é só um presidente de fachada, quem é presidente de facto ainda é o Guebuza. Todos os frelimistas sabem disso. O Nyusi não sabe nada, a não ser fazer turismo pelo país e mundo fora a custa dos impostos dos moçambicanos.
O Guebuza indicou o Nyusi e ajudou a chegar a presidência através de uma escandalosa fraude eleitoral porque também era este protege los dos seus crimes, sobretudo o roubo de biliões de dólares nos bancos internacionais feitos em nome de financiamentos ao estado. O Nyusi também está envolvido nestes roubos. O Guebuza sabia que o Nyusi não teria forças no futuro se divulgasse os crimes do Guebuza.
Voltando ao assunto da reunião de quadros da frelimo realizada em Maputo, uma teses defendidas para resolver a questão da governação da Renamo às 6 províncias é a "obrigatoriedade" do encontro entre o líder da renamo Afonso Dhlakama e o presidente da frelimo Filipe Nyusi. Mas parece que a frelimo está a sonhar acordada ou está em confusa agonia terminal. Para começar, quem pediu para negociar com a renamo foi ela mesma (a frelimo), a renamo apenas exigiu a mediação internacional para evitar as habituais brincadeiras da frelimo, que tem a premonição de ser incapaz para acordos.
Segundo, as delegações de ambas as partes representam os seus respectivos partidos e em casos de dúvidas estas sempre fazem consultas às suas lideranças máximas, então qual é a necessidade de os dois líderes partidários encontrarem - se? A nao ser que nestas negociações haja um ponto em que a frelimo exige que Dhlakama e Nyusi devam dançar tango ou zouk a dois. A frelimo deve parar com este comportamento de uma criança malcriada. No mínimo a frelimo devia lembrar se que Moçambique de hoje não é o mesmo da era da ocupação colonial europeia em que os nativos africanos comunicavam - se pelo som de batuques. Hoje o mundo comunica se em tempo real quer por telefone ou Internet. Se a frelimo acha que o Nyusi deve conversar com Dhlakama então isto pode ser por telemóvel ou Skype. Ou se preferirem pode ser por 'voice messages' através do WhatsApp.
Por último, a frelimo é que deve esforçar se para que haja a paz o mais breve possível no país porque quem travou a renamo para não avançar com a tomada à força das provincias foi a frelimo, julgando que ganharia tempo para conseguir um 'breakthrough' campo militar para aniquilar a renamo e o seu lider mas tudo fracassou. Hoje a frelimo não tem a defenda porque o seu exército foi em grande parte destruído e perdeu a capacidade de combate. A frelimo deve saber que é hoje um regime com pés de barro porque a ilusão de segurança que a elite de Maputo julga ainda gozar é fruto dos falsos relatórios do general Menete e seus companheiros. A guerra está perdida e a renamo já está em condições para tomar não só as 6 províncias como também todo o país e desta forma a frelimo perderá tudo.
O que os radicais da frelimo devem por nas suas duras cabeças e que nestas negociações a renamo não está a pedir "autorização" a frelimo para governar as 6 províncias mas está a resolver a questão da fraude eleitoral porque a frelimo perdeu as eleições de 2014. Os povos das regiões centro nao votaram na frelimo.
Unay Cambuma
GostoMostrar mais reações
5 comentários
Comentários
Nito Americano bem que me fez admirar ao ouvir portavoz noquisse sobre assunto da renamo governar as 6 provincias estavam criadas condiçoes ao alto mas nivel entre o presidente da republica (nhusy) e o presidente da renamo (Djacama) mas logo percebi que a um desespero total na frelimo por isso pretendem surprender e aniquilar o lider da renamo caso este aceita este truk que pode custar lhe a vida.
Gosto257 min
Pascoal Nguilaze O cota né pode pensar em sair dela.
Gosto137 minEditado
Luwy Fernandes Encontro nao é necessario .
Alfredo Muianga Governar a força? ja.ouvi falar muitas vezes, talvez se fosse provincia de Gaza onde o povo é pacifico iriam governar.
Sodja Rinosvika Kure Não há pão para malucos

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook