domingo, 2 de outubro de 2016

POLÍCIA ARRANCA MÁQUINA FOTOGRÁFICA AO REPÓRTER DE MALACHA

Jornal Malacha adicionou 2 fotos novas.
Dossier Assassinato de delegado da Renamo em Moatize:
POLÍCIA ARRANCA MÁQUINA FOTOGRÁFICA AO REPÓRTER DE MALACHA
Com o objectivo de impedir a recolha de imagens do assassinato do delegado político da Renamo em Moatize e membro da Assembleia Provincial de Tete, Armindo Nkutche, os membros da polícia da Republica de Moçambique, arrancaram de forma agressiva ao nosso Repórter a máquina fotográfica alegadamente por não ter pedido autorização a corporação no local impossibilitando a recolha de imagens com aquela, mas mesmo assim, de outras vias o nosso repórter conseguiu com grande sacrifício captar algumas imagens do crime.
ADMINISTRADORA DE MOATIZE EXIGE DEVOLUÇÃO DO EQUIPAMENTO
Apresentado o caso pelo MALACHA, a Administradora de Moatize, Maria Torcida, orientou telefonicamente, o comandante da PRM para de forma urgente devolver o equipamento.
“Falei com o senhor comandante, é melhor aproximar lá no comando o comandante está a sua espera” disse em SMS a governante ao nosso editor tendo na ocasião lamentado a assassinato no distrito que dirige.
Já no comando, o comandante lamentou o facto de as imagens não terem sido captadas.
Sobre este assunto, Matias Cutuberto, disse que aconteceu porque a equipa escalada para o terreno não tem domínio da lei de informação:
“É pena não terem conseguido tirar fotos, isso aconteceu porque as pessoas que sabem não vão no terreno”, disse o comandante.
Refira-se que aquando a manifestação dos Munícipes do bairro da Liberdade nesta vila de Moatize, a PRM tentou sem sucesso impedir a recolha de imagens.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook