segunda-feira, 3 de outubro de 2016

NAMPULA / HOMENS ARMADOS ATACAM LOCALIDADE DE MECUA

Listen to this post. Powered by iSpeech.org

Homens armados da Renamo, o maior partido da oposição em Moçambique, criaram pânico, na madrugada de hoje, durante um ataque realizado a localidade de Mecua, distrito de Meconta, província de Nampula.
O ataque foi reportado pela chefe daquela área de jurisdição Olga Ussene que, visivelmente transtornada, não conseguiu fornecer mais detalhes na altura.
Houve ataque, ainda não confirmamos se temos mortos ou não. Mas houve estragos na secretaria do posto, explicou a fonte que aparentava estar profundamente traumatizada com o caso. 
A Polícia da República de Moçambique (PRM) confirmou que o ataque ocorreu cerca das 04h00 da madrugada, tendo como principal alvo a sede da localidade de Mecua, que dista cerca de 50 quilómetros da capital provincial, onde os homens armados queimaram um armário contendo documentos, uma motorizada e uma viatura particular.
Os homens armados da Renamo, atacaram Mecua por volta das 04h45 onde, durante o acto, para além de queimarem uma mota, um carro e vários documentos, entraram na unidade sanitária local, onde saquearam dois lençóis e mantas, um colchão e água destilada, disse o porta-voz da PRM em Nampula, Zacarias Nacute, acrescentado que a operação foi realizada por um grupo de 13 homens armados.
Explicou que graças a intervenção da PRM os assaltantes fugiram em debandada, tendo a situação regressado a normalidade.
A Renamo tem vindo a protagonizar ataques contra alvos civis e militares, incluindo unidades sanitárias, a maioria dos quais nas regiões centro e norte de Moçambique.
Os ataques da Renamo resultam da sua pretensão em governar as seis províncias (Sofala, Manica, Tete, Zambézia, Nampula e Niassa) onde alega ter ganho nas últimas eleições gerais de 2014.
Albino Abacar (colaboração) / sg 
AIM – 03.10.2016

BREAKING!
FILIPE NYUSE DISSE: "A PAZ SIM MAS NÃO HÁ QUALQUER PREÇO" DITO E FEITO. AS FDS ESTÃO PAGANDO COM SANGUE!
Uma camioneta transportando um poletao das tropas tropas conjuntas da Frelimo com a intenção de atacar as perdizes foi interceptado em Mfudza. Visto que o motorista foi um dos primeiros a ser alvejado, a camioneta ficou totalmente desgovernada e perdeu direcção até à outra margem da estrada logo a seguir ao mesmo tempo que um grupo que seguia estava disparando cegamente contra as matas sem ver o alvo (e sem nenhuma resposta do lado das perdizes). Certos de que haviam posto as perdizes em fuga devido a chuva de balas, se aproximaram da primeira viatura atacada para socorrer aos colegas foram repelidos por um fogo intenso à curta distância, o que resultou em tremendas baixas e grandes debandadas. 13 militares tombaram no local e 5 tendo contraído ferimentos graves e foram imediatamente evacuados para hospital distrital de caia. Falando de caia acabei recordando me que em caia já existe uma pequena agência de fabrico de urnas para militares que tombam em várias frentes.
De salientar que os ataques haviam sido suspensos do lado das Forças Revolucionarias de Moçambique numa altura em que as negociações estavam em curso mas pelo contrário, a Frelimo movimentava suas forças dia e noite. Durante esse período o Ministro da defesa e do interior convocaram várias conferências de imprensa para dizer que as fds conseguiram repelir as perdizes com sucessos mas isso não passa de uma mentira grotesca pois as perdizes cessaram os ataques por ordens do seu comandante em chefe em consideração aos aos mediadores internacionais.
Nota: A Frelimo que esteja preparada pois dias serão difíceis numa altura em que as perdizes juram de pé juntos que pretendem demonstrar o seu poderio militar a luz do dia em resposta das bujardas das bujardas do Nyuse e os seus Ministros de defese/interior. Por Golfinho Fastudo e publicado por:
General Nitafa.
04 de Outubro de 2016!

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook