terça-feira, 1 de agosto de 2017

Os Frelimistas têm muito receio e medo dos inevitáveis julgamentos que mais cedo ou mais tarde serão uma realidade

ZECA CALIATE, A VOZ DA VERDADE - A FRELIMO NUNCA LEVOU, NEM LEVARÁ A SÉRIO AS NEGOCIAÇÕES SOBRE A PAZ E RECONCILIAÇÃO NACIONAL COM A RESISTÊNCIA NACIONAL MOÇAMBICANA, PARA A DEMOCRATIZAÇÃO DE MOÇAMBIQUE

Listen to this post. Powered by iSpeech.org Zeca_caliate4O Partido dos canalhas COMUNAS da Frelimo continua a sua saga de servir à grande e à francesa os seus corruptos líderes para manter a muralha de protecção que necessitam para jamais serem perseguidos em relação aos crimes hediondos que cometeram durante a luta pela Independência Nacional, quando o pateta do Samora Machel e seu bando de larápios famintos de protagonismo e riqueza, se apoderaram do movimento em 1969 após assassinarem Filipe Samuel Magaia, assim como o primeiro Presidente do movimento Eduardo Mondlane. Em 1975 a Frelimo receberia de mão beijada dos canalhas comunistas Portugueses do MFA a Independência total de Moçambique.
Os Frelimistas têm muito receio e medo dos inevitáveis julgamentos que mais cedo ou mais tarde serão uma realidade e por isso, os mais radicais e gananciosos desta organização Narco-Mafiosa, preferem criar uma guerra lutando em defesa do seu Gang Partidário contra a única oposição com capacidade de os enfrentar, a Resistência Nacional Moçambicana- Renamo.
Os sinais dados pelos camaradas são evidentes, e a tática neste momento é deixar que o nosso Líder da Resistência saia pelo seu próprio pé da Serra, para depois, a qualquer custo o assassinar...Não tenham qualquer dúvida daquilo que vos digo, e estas manobras de diversão das supostas negociações são só para adormecer os mais INGÉNUOS, pois essa canalhada frelimista nunca suportará a humilhação de ser GOVERNADA por um CHINGONDO DA OPOSIÇÃO e sendo ele quem é ou seja, o único Moçambicano que conseguiu dar TCHAIA nesses comunistas deslavados.
Tiveram lugar na capital Italiana Roma, no ano de 1992, as negociações de paz após três anos de avanços e recuos, após a Frelimo ser derrotada militarmente pela Resistência Nacional Moçambicana-Renamo, onde o Partido dos camaradas viu-se obrigado a negociar com o seu inimigo de sempre, Afonso Dhlakama e os seus bravos homens, que acabavam de lhes infligir a maior e mais humilhante derrota, durante a  nossa guerra civil dos 16 anos. Aliás, a derrotas humilhantes da Frelimo sempre foram uma constante no campo de batalha, ao ponto de levar os cobardolas Samora e sua fauna acompanhante de ministros antes de sua morte em Outubro de 1986 a esconder-se em Nacala, com receio de serem capturados, pois as tropas de Dhlakama nessa altura estariam na eminência de tomar Maputo num assalto final.
Anos mais tarde episódio idêntico viria a repetir-se já com Samora fora de cena, sendo que um dos seus carrascos tomaria o seu lugar, o espião soviético de nome ´´TZOM`` ou seja Joaquim Chissano.
Já como presidente da Frelimo e da República, a única saída que este assassino calculista Chissano encontrou após a eminente entrada das tropas da Renamo em Maputo, foi através de falinhas mansas com a Renamo, avançarem com as negociações de Roma, onde ao mesmo tempo a mesma Frelimo já ia oleando uma máquina eleitoral fraudulenta, para após a assinatura do tratado de paz manterem-se no poder de forma ´´aldrabadamente legitima``.
Foi jogada de mestre e a única hipótese de sobrevivência que havia para continuar a roubar Moçambique e os Moçambicanos, por parte de Chissano e da sua Narco-Frelimo. Já na altura houveram subornos de alguns negociadores pela Resistência e continuam a teimar nessa política de suborno e manipulação de elementos da oposição para se manterem a desgovernar Moçambique.
As negociações actuais levadas à porta fechada, decorrerem sem que os mais interessados saibam do seu destino ´´ nós Moçambicanos``e pelos vistos entraram num beco sem saída, porque apesar da Frelimo tentar passar a ideia ao público em geral, que está comprometida com a democratização e paz no País, não cede aguardando pela saída de sua presa das matas e ao mesmo tempo e mais uma vez preparar umas eleições fraudulentas... ATENÇÃO aos LEAIS, HONESTOS, CONFIÁVEIS, DEDICADOS, CONVICTOS, VALENTES E VERDADEIROS RESISTENTES ...FUNGULANI MASO traidores sempre existiram em partidos políticos e a Renamo não é excepção.
As eleições autárquicas 2018 e as gerais em 2019 são a nossa próxima grande oportunidade de correr com a canalhada comunista da Frelimo se a coisa não descambar novamente para o conflito armado, por isso preparem-se bem pois haverá muito dinheiro a rolar para os mais ganânciosos. A ocasião faz o ladrão... já dizia o ditado.
A Narco-Frelimo nunca se desarma, e assim sendo, prepara-se para a realização do seu 11º CONGRESSO em Setembro próximo, onde irá VENDER as posições para novos dirigentes do Partido e sabe-se lá se será o regresso em força de Armando Guebuza e Joaquim Chissano ou mesmo outro mais cruel?.
As riquezas do nosso País estão entregues a estes canalhas, que devastam o nosso subsolo, extraindo grandes quantidades de metais preciosos como ouro, assim como muitas jazidas de pedras preciosas espalhados por este país fora, já para não falar na grande quantidade de Gás que é nosso por direito e que poderia melhorar a vida dos Moçambicanos em serviços de primeira necessidade. A desgraça no arraso das nossas florestas, da nossa faúna bravia etc, etc, já para não falar dos canalhas que são funcionários do estado e ao mesmo tempo são sócios nos negócios com os grandes investidores nas suas áreas de actividade... puro tráfico de influências. Já chega desta vergonha de desgovernação pelos Narco-Frelos socialistas comunistas.
Não foi para isto que levaram os pais e as mães do povo Moçambicano, em 1964 a oferecer os seus amados filhos, e que hoje são parte integrante do exército do País e que inicialmente tinham como missão o nobre objetivo de lutar pela Independência e defender a Pátria Moçambicana dos inimigos vindos do exterior.
O que hoje constatamos é que o exército do povo foi sequestrado e transformado em hienas do partido Frelimo, apenas para reprimir os cidadãos Moçambicanos e ao invés, servir e proteger os chefes e seus interesses em troca de uns quantos meticais para poder chegar a casa e ter algo com que entreter a fome e alimento para as suas famílias... autênticos reféns da sobrevivência. E mesmo esses têm que ser libertados e consciencializados de que há uma vida sem Frelimo.
Eu e outros companheiros tivemos que lutar no duro contra o colonialismo, durante dez anos sempre na linha da frente, e ninguém tinha vencimento no final de cada mês. O nosso ordenado era receber uma arma e munições para enfrentar o inimigo e aproveitávamos guardar uma munição depois de cada combate, para abatermos  uma peça de caça para nos servir de refeição, uma vez ou outra encontrávamos um popular que nos dava um kg de farinha de milho ou de mandioca, que cozíamos para nos alimentar, e no caso de Tete, encontrávamos fruta silvestre ´´maçanica``que servia para enchermos as nossas famintas barrigas para continuarmos a combater. Isto era o dia a dia dos comandantes e combatentes da luta pela Independência Nacional.
Os grandes chefões que durante dez anos de luta, viveram em grandes cidades como de Dar-és-salaam, Lusaka, Adis-Abeba, Níger, Egipto, etc.,  esses sim, viviam à grande e à francesa.
Os grandes chefes dessas cidades, não viviam com tanta ostentação como os líderes que se diziam pertencer a guerrilha Moçambicana, vestiam-se sempre bem em modo gingação e muitos deles conservavam a barba bem grande para mostrar que eram bons combatentes ao que se auto-denominavam de fredom-figthers,  não lhes faltando nada, nem dinheiro.
Analisando bem a situação desde aqueles tempos até aos dias de hoje, constato que de facto a Frelimo sempre viveu de mão estendida e à conta dos outros povos que se dizem amigos e que apoiavam a revolução Moçambicana...e muitos deles amigos da onça que encheram e enchem a pança dessa canalhada frelimista até aos dias de hoje.
Muitos desses senhores que hoje se orgulham de ser parte integrante da Narco-Frelimo, foram para lá como agentes infiltrados e informadores da PIDE – Policia Internacional e de Defesa de Estado-secreta Portuguesa do Estado Novo. Por isso, esses traidores tiveram facilidade em fornecer informações que em muitas das vezes resultavam na morte de muitos compatriotas Moçambicanos no cumprimento das suas missões, foi o caso de Rivas Sigaúque, vítima de uma cilada montada pela Pide em plena cidade de Lusaka na República da Zâmbia e ali foi encontrado morto com uma bala crivada na nuca por agentes da polícia secreta naquele País. São os mesmos elementos, quando chegaram a Independência em 1975, muito rapidamente se tornaram milionários e hoje são autênticos barões burgueses esquecendo-se de que foram e são filhos de camponeses pobres.... onde trabalharam estes canalhas para terem tanto dinheiro?? ROUBARAM SEMPRE O ESTADO
O Chissano, Guebuza e outros, hoje são proprietários de várias empresas, inclusivé hotéis de 4 e 5 estrelas, algumas destas unidades hoteleiras estão fora do País, mas com testas de ferro para despistarem os verdadeiros donos... não preciso de mencionar a sua localização, os verdadeiros donos sabem bem do que falo, uns autênticos bastiões da secreta Moçambicana - SISE no estrangeiro. Por sua vez Alberto Chipande, um pobre ignorante burro como só ele, que nem teve tempo de estudar e pouco sabe falar, quanto mais raciocinar, hoje é proprietário de inúmeras empresas, algumas anónimas, outras em nome do seu filho Nkutema que mais parece um hipopótamo de ´´tanto trabalhar`` ... este animal pensante e trabalhador em 1992 já era fachada do seu assassino pai em muitas empresas da praça.
Um dos comentadores de meus textos de nome Juma Ali, dizia que não imaginava que tipo de proteção que o comandante Caliate tem para escapar da morte de 1973 até agora??
 Pois amigo, aqui a minha resposta com muita atenção... eu não tenho proteção especial, confiei na pessoa que me atribuiu a missão de reabrir a guerra na frente de Tete, e quando se apercebeu que a minha vida corria risco, conduziu-me até atravessar a linha de demarcação e que tem-me acompanhado até aos dias de hoje. Sei que estas revelações que tenho vindo a fazer, não vem da minha força, pois sei que ZECA CALIATE, A VOZ DA VERDADE, incomoda e em muito os traidores da Pátria, mas juro que jamais desistirei, porque eu não sou tão importante como aqueles companheiros que foram assassinados a sangue frio, como, Filipe Samuel Magaia, Raúl Casal Ribeiro, Francisco Manyanga, António Silva, Uria Timóteo Simango, Silvério Nungo entre outros, e todos eles morreram pela causa de ver um Moçambique livre. Se eu tiver que morrer, então que a morte seja bem-vinda, a minha missão está quase concluída, pois em todos os meus artigos deixo uma frase que diz, fui ex-comandante do 4º sector da Frelimo na Província de Tete e pelo caminho fiquei eu para poder contar toda a verdade de como tudo se deu.
Senhores leitores dos meus textos, procurem entender o que quero dizer com isto!
Alerto mais uma vez que o plano A, B, C dos comunas assassinos da Frente de Libertinagem de Moçambique é de assassinar o Líder da Resistência e destruir por completo o partido Renamo...pois são os únicos que lhes fazem frente. Essa gentalha não mudará nunca...não tenham ilusões, pois eles usarão todas as artimanhas possíveis para consumar a sua intenção. O único diálogo que os comunas entendem é porrada da grossa, pois pacíficamente jamais entregarão seja o que for.
Ao fim de 42 anos, nós Moçambicanos merecemos ser verdadeiramente libertados...tem sido extremamente penoso e doloroso o que esses canalhas Frelimistas nos impuseram depois de terem recebido de mão beijada o Poder para se aburguesarem sem limites, mantendo toda uma Nação em estado de sobrevivência....
CHEGA MOÇAMBICANOS, TODOS NÓS TEMOS QUE CONTRIBUIR PARA AJUDAR A ÚNICA FORÇA POLÍTICA CAPAZ DE NOS LIDERAR RUMO A UMA VIDA LONGE DE ALGEMAS E MORTE ... MOÇAMBIQUE E OS MOÇAMBICANOS MERECEM MUITO MELHOR. A NOSSA CONTRIBUIÇÃO TEM QUE SER DIÁRIA ATÉ NAS PEQUENAS COISAS DO NOSSO DIA A DIA...´´SEMPRE ALERTA`` É A PALAVRA DE ORDEM PARA QUE OS CANALHAS NEM TENHAM HIPÓTESE DE NOS BURLAREM OUTRA VEZ.
A TODOS OS CANALHAS QUE SE REVÊEM OU SÃO DESSA COMUNAGEM PODRE NESTA VIDA, PASSEM BEM, POIS VOÇÊS SÃO A VOZ DO COMPLEXO...O COMPLEXO DA COMUNAGEM.... IRRRRRRRRRRRAA
  Ps. A todos os leitores e críticos pertencentes á Teia de Ladrões e não só que por conivência ou ignorância,  tentam denegrir os meus relatos de factos reais por mim vividos...a vós só tenho que vos dizer, que as vossas verborreias cerebrais, só me dão mais alento e motivação para vos detonar através da minha poderosíssima arma que é a ´´Minha Caneta`` kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk  O vosso FIM está muito Perto.
Meus irmãos Moçambicanos, relembro-vos em consciência, a todos os resistentes a este regime sanguinário inconsequente, que enquanto as chefias radicais assassinas desse partido Frelimo não forem capturadas e encarceradas, o povo nao terá liberdade e sempre haverá alguém para enviar os ``cães de caça do regime`` para vos perseguir, agredir e eliminar.
FUNGULANI MASSO, lembrem-se bem, QUEM NÃO LUTA PERDE SEMPRE, A LUTA É CONTÍNUA.
 Zeca Caliate, General Chingòndo um dos sobreviventes da teia do mal Frelimo!
Europa, 01 de Agosto de 2017 
(Recebido por email)
Brevemente mais notícias, aqui na sua VOZ DA VERDADE, que anteriormente não sabiam

1 comentário:

Jaime Alfredo disse...

E' Zeca Caluniante
Perigso estupito do Rovuma ao Maputo.
Confia na caneta para espalhar confusao . Fugiu na guerra por ser cobarde. Num dos seus anterior sem vergonha disse estar alamentar asituaçao da filha que està em moçambique cuja amae faleceu de sida . Ai surgiu aminha revolta com este senhor.
Segundo ele abandonou afamilia no mato deixando amulher com uma criança com menos de 12 meses .Comportamento dum animal ferroz!
Compatriota! Venha abusca la ja afrelimo cuidou dela la no mato e a mae morreu mas nao no mato mas sim ja numa aldeia embora pobre mas jà no moçambique livre de portugal.
Senhor Caluniante parece me dicutir a tua pessoa ! Nao voce està livre de viver onde tu gosta mas encomoda nos por sempre falar de pessoas mortas ainda mais um determinado nr de pessoas que o senhor escolheu para nos brindar . Tira as tuas fantazmas perto de nos aqui.
Tarde ou cedo faràs julgamento aos frelimistas. Deveria ser o sr entrar notribunal por ter enganado aquela senhora camponesa que vivia com os pais e levou a ao mato ir desgraçar deixar la nas bases com frelimo e o sr ir comer bacalhao là em portugal.
Para o teu conhcimento todos nos que estamos aler as tuas versoes se estamos vivos graças as Forças Populares de Libertaçao de Moçambique que nos defendia dos ataques de bandidos armados da renamo . Isso perguntes mesmo a Laurinha tuafilha vai dizer
Mais vou dizer compatriota sou teu seguidor este moçambique e" nosso
Bom almoço do bacaĺhao ai

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.