domingo, 28 de fevereiro de 2016

Festejam pena suspensa na Net e são condenados a prisão efetiva


 | Hoje às 00:51
Dois irmãos, condenados a penas suspensas por tráfico de droga, comemoraram as penas com críticas duras à juíza. Chamados de volta a tribunal, não tiveram mais perdão.
 
POLÍCIA DE LANCASHIRE
Os dois irmãos
Daniel Sledden, de 27 anos, e o irmão, Samuel, de 22, insultaram, no Facebook, a juíza que os mandou para casa com uma condenação a dois anos de prisão com pena suspensa.
Acusados de tráfico de droga, os irmãos Sledden ficaram radiantes com a sentença, que os deixou em liberdade. Deram largas à alegria no Facebook, mas foram longe de mais nos comentários, insultando a juíza que tinha proferido a sentença.
Os arguidos, de Accrington, Lancashire, no Reino Unido, foram chamados de novo a tribunal quando a juíza tomou conhecimento dos "posts" insultuosos que a dupla tinha colocado na rede social.
"Os comentários mostram que não mudaram nada", comentou a juíza, ao alegar que a pena suspensa tinha sido um voto de confiança nos irmãos, que se tinham mostrado arrependidos de traficar droga.
"Obviamente, não aprenderam nada sobre responsabilidade", acrescentou a juíza, ao anunciar que levantou a condenação a pena suspensa para ordenar uma pena efetiva de dois anos de cadeia para os irmãos Sledden.
"Os comentários tinham linguagem ofensiva e de conteúdo sexual dirigidos a mim enquanto juíza e enquanto mulher juíza", explicou a magistrada.
Segundo a imprensa britânica, os irmãos escreveram cartas a pedir desculpa à juíza, mas a sentença parece definitiva: dois anos de cadeia.
ARTIGO PARCIAL

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook