sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Chamboco na BO


Comments

1
umBhalane said...
Só para lembrar, mais nada.

"O povo, esse deve lembrar-se sempre do seu inimigo"
O INIMIGO JÁ ESTÁ CONCRETAMENTE DEFINIDO, E VERIFICADO.
Ife tensene tinadzmanga FIRlimo
NÓS todos vamos correr com a FIRlimo.
Na luta do povo ninguém se cansa.
E sempre a dizer sem cansar,
Fungula masso iué (abram os olhos).
A LUTA É CONTÍNUA
2
MUSSANDIPATA said...
Quem vai para a BO-Machava nos dias de hoje?
Assassinio provado, criminoso de alto grau-anti-social, violador,ligado aos gangs da droga PESADA.Em suma MABANDIDO DA PESADA, as vezes com MUITA MOLA..
Esses merecem muito mais.
Na maiorias dos Estados dos USA, na RP China, Malásia. Tailand, Singapore e na Saudi Arabia-FORCA ou cadeira eléctrica-NINGUÉM CRITICA.
Porque é que não em Moçambique, por exemplo os assassínios/violadores em série-os killers!?
Quando presos, devem ser "tratados" convenientemente, para que a restante escumalha, seja capturada.
O cidadão em Moçambique merece paz e tranquilidade, não uma vivência em sociedade cheia de criminosos.
Direitos humanos para quem merece, e e claro também aos criminosos de delito Comum.
Assassinos e violadores não merecem piedade!
Tiram vidas, merecem "tratamento"!
Criam INSTABILIDADE e REVOLTA (emocional) na população, e a polícia chega a perder confiança do cidadão e poder de acção, quando um juiz inadvertidamente SOLTA um violador!!
3
Ntengo Wa Mbhalane said...
Mais uma vez la estao os Comandantes das Brigadas de patrulha dos direitos humanos. Perguntem ao Tod Chapman porque os EUA tiveram que fundar Guantanamo.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook