sábado, 12 de março de 2016

"NYUSI TRANSFORMA MEMBROS E "SIMPATIZANTES" DO COMITE DA FRELIMO EM CONSELHEIROS DE ESTADO

O "Presidente" da republica de Moçambique nomeia figuras erradas para conselheiros do estado porque na realidade a maioria tratam-se de membros de comite central da frelimo.
Esses por sua vez vao ter que piorar a situaçao do pais. O povo lamenta bastante a nomeaçao destes individuos como conselheiros uma vez que alguns que consta na lista no seu tempo de mandato nao consegiram fazer nada para o povo a nao ser que roubar e deixar o povo na miseria e serias dificuldades a utrapassar.

A Renamo acha estranho e lamentável o que Nyuse fez porque todos sao "G40', um grupo incapaz de se preocupar com os interesses do povo optando apenas por violencia e incitacao ao odio. No caso concreto do Guebuza, deixou o pais na miseria e dentro de nivel mais alto de violencia como hoje vai ser conselheiro de estado para aconselhar o que mesmo? De lembrar que foi o Guebuza que tentou matar Dlhakama em Satudjira usando material belico comprado com dinheiro de EMATUM, no mesmo dia Guebuza esteve na Beira exclusivamente para receber a notícia da morte de Dlhakama mas a missao fracassou e deixou muitas vitmas na parte das forças governamentais (5000 mortos). Contratou mercenarios estrangeiros que tambem nao conseguiram e por fim rendeu se aceitou a "paridade eleitoral" exigida pela Renamo mas depois de cozinhar o plano B que o de subornar a CNE e STAE para inventar os resultados a favor do candidato da frelimo. Esse senhor so para orientar Nyuse para acabar com o governo da frelimo. Nao vamos perder tempo falar do Chipande, um individuo bastante obtuso e violento, um maoista retogrado que pensa que Moçambique e sua herdade e nao esconde a sua aversão a partidos da oposição se bem que a Renamo deixou de ser oposição por conta da sua vitória eleitoral nas eleições de Outubro de 2014.

Quanto ao Deviz Simango, tambem esta incluso como conselheiro do estado porque o Nyuse confia lhe bastante desde que este era ministro da Defesa do Guebuza e ele tambem esta a favor dos desmando da frelimo quanto a violencia. De lembrar que no tempo de Guebuza, aquando do ataque a Satudjira Deviz Simango contribuiu com mais de 1.500,000.00 mts para acabar com Dlhakama e foi a partir dai que vimos que o Deviz é realmente um grande traidor e cobarde e esqueceu se de quem lhe tirou da lama para hoje estar na vida politica. Gastou o dinheiro dele e do povo em vao e o desejo dele nunca chegou a se concretizar e nunca vai ver, ele e um traidor por tendência. 
Existem muitos moçambicanos com capacidade para ser conselheiros, tanto internamente como externamente e seriam esses que mereciam escolha para estas funcoes para contribuir com novas e boas ideias ao estado. Podemos citar o caso de Yacub Sibindi e mais outros.A frelimo nao quer ser contrariada nas suas ideias mas devia saber que o plurarismo de deias pode levar Moçambique uma paz efectiva e duradoira.
A Renamo vai continuar a lutar pelos interesses do povo ate que a frelimo saia do poder sem precisar da força e anuciará as areas que esta tomar conta e nelas nao pode ser vista a bandeira da frelimo sem autorizaçao da Renamo.
É assim que se tomara conta de Niassa, enquanto Zambezia esta a cair; ira tomar se Zambezia enquanto Nampula esta cair e assim sucessivamente.
Libertaremos as provincias de corruptos, pilhadores e inimigos do povo e nelas instalara-se uma justiça social e desenvolvimento sustentável 
A nossa luta so vai parar caso o regime e a sua elite baixar o seu pensar duro e injusto para com o povo.Moçambique esta para todos, nao para um grupinho de marginais, piscopatas e indigenas sem classe para orientar e por em ordem as necessidades do povo. Usam a economia nacional como um bem pessoal sem reconhecer os libertadores desta patria que sacrificaram para a valorizaçao da sua dignidade patriotica.
A vitoria da resistencia é certa, junto venceremos!"



- Enviada por um oficial Ranger









Do Presidente Filipe Nyusi nova era – uma ruptura decisiva com as políticas e personalidades do ex-Presidente Armando Guebuza – começou com um aparente desastre financeiro. Seus funcionários relatam que o tesouro tem muito menos dinheiro do que se esperava. Uma estimativa não-oficial mas conservador colocar o défice em aproximadamente US$ 900 milhões, muito do que antecipado das receitas fiscais de empresas de petróleo que pode ter sido dispensada ilegalmente. Alguns dizem que esse esgotamento da fazenda pública é um ato de vingança pelos partidários da intenção de prejudicar as perspectivas do Nyusi Guebuza. Os insiders falam de um aumento maciço na pilhagem de dentro dos círculos mais altos do governo como terminaria o mandato do Guebuza, alguns deles tão grosseiro que poderia ter consequências legais. A mn estimado de US $725. custo da ponte Catembe em Maputo, por exemplo, é duplo o que deveria ter sido, ouvimos, a fim de acomodar propinas maciças. Assim como os desaparecidos milhões em fundos públicos, há também acredita-se ser uma soma grande falta dos rendimentos de títulos Ematum (n º 55 AC Vol 3, doadores em armas). Em torno de $600 mn. o dinheiro gerado no mn a US $850. Bond, que é o financiamento privado, mas é apoiado por uma garantia do estado, desapareceu, de acordo com uma fonte próxima da empresa. Ematum fez um $10 mn. perda em seu primeiro ano de operações e sem meios para pagar os juros mensais elevados sobre o vínculo, o estado pode terminar acima de pagar a conta. Tal é a crescente preocupação sobre Ematum que os insiders Maputo acredito que não foi por coincidência que tanto Nyusi e primeiro-ministro Carlos Agostinho do Rosário falhou aparecer em um evento de Ematum em 9 de abril, no qual eles eram esperados. O novo ministro da economia e Finanças, Adriano Maleiane, exige respostas do governo de Guebuza e em particular do ex-ministro Manuel Chang de finanças, ouvimos (AC Vol. 56 n º 2, novas gabinete vassouras e Vol 54 n º 22, o negócio de navio mistério). Há especulação generalizada na cidade que, mesmo se o novo governo não quer criar problemas dentro do governo de Frente Libertação de Moçambique (Frelimo), o buraco financeiro é tão vasto que não pode ter nenhuma opção mas ao processar membros do governo de Guebuza e os seus amigos para recuperar algum dinheiro. Ao mesmo tempo, a nova equipe do Ministério das finanças é disse querer uma reavaliação de uma redução de impostos de milhões de dólares concedido ao italiano óleo gigante ENI (Ente Nazionale Idrocarburi), qual Guebuza negociado privadamente (AC Vol. 56 n º 5, uma chance de devolução).
Começar do zero

Adesão do Nyusi ao poder e a demissão do Guebuza como presidente da Frelimo marca a ruptura mais abrupta na continuidade no topo desde a independência em 1975 (AC Vol. 56 n º 7, um adeus a Armando). Até a demissão, havia temores de que seu mal escondidos luta com seu sucessor como presidente de estado pode descarrilar planos de desenvolvimento do país. Limpar o seu caminho e sua batalha ganhou, Nyusi deve agora cumprir suas promessas de mudança, dizem especialistas de Maputo. Desde sua inauguração como presidente nacional, em Janeiro, o seu antecessor tinha tentado interferir com suas ordens aos Ministros e para impedi-lo de negociar pessoalmente com o líder do partido Renamo (Resistência Nacional Moçambicana), Afonso Dhlakama. Serenidade do Nyusi perante este ataque ele ganhou respeito. Durante a reunião de três dias Comité Central da Frelimo que foi inaugurado em 26 de março, Guebuza cavou sua própria cova política como ele alienado antigos aliados tão profundamente que ele viraram no último dia. Ele caiu sobre a sua espada na manhã seguinte, domingo, 29 de março, e Nyusi foi então votado como o novo Presidente do partido. Ele perdeu apenas três votos – um espaço em branco e dois mimada – que ouvimos foram aqueles de Guebuza, sua esposa Maria da Luz Dai Guebuza e sua filha de empresária, Valentina da Luz Guebuza. Palavra sobre a reunião surgiu recentemente. Embora amigos do Guebuza avisaram que ele precisava preservar sua dignidade – e com toda a probabilidade de seus interesses comerciais – entregando-

Normalmente, ele era aparentemente cego para o perigo que ele corria. Como resultado, a reação profundamente chocou como legalistas antigas como um antigo estrangeiros e mais tarde ministro do ambiente, Alcinda Abreu, apoiou irritadamente acusações anteriores que Guebuza controlado partido através de intimidação. No final, foi sua arrogância que enfraqueceu seu julgamento e deixou isolada. O jornal The independent Savana resumiu em uma manchete de primeira página: 'Abandonado'. A fotografia que acompanha mostrou um ex-presidente cabisbaixo. A visão de longo prazo vê queda do Guebuza como um triste fim para um líder que trouxe melhorias na infra-estrutura, o maior investimento estrangeiro e maior profissionalismo entre funcionários do estado. No entanto, isto deu lugar a aumento da insegurança e da violência como instituições fracas e corruptas minaram a negócios e não espalhar os benefícios do desenvolvimento econômico para a população. Guebuza cercou-se de pessoas amplamente vistas como bajuladores medíocres, tal partido José Damião de porta-voz (AC Vol. 55 n º 22, estrada rochosa do Nyusi) e Edson Macuácua. José foi demitido e fala-se no partido de substituição de pessoal na Secretaria.


pesadelo de Nyusi
O novo presidente ainda está lutando pelo domínio do Estado, enquanto um legado de corrupção crônica paira sobre o mais recente acordo do FMI
Como as consequências austeras de um dissipador de empréstimo de emergência do Fundo Monetário Internacional para a consciência pública, Filipe Nyusi ainda está lutando para ganhar o controle que eleição como Presidente deveria tê-lo entregue partido e do estado. É quase um ano desde que começou seu mandato em uma onda de boa vontade. Um líder humilde que prometeu trazer uma melhor governança e transparência, ele construiu o apoio a uma velocidade impressionante. O fato de que ele não era um veterano da guerra de libertação do governante Frente de Libertação de Moçambique de foi uma lufada de ar fresco após o regime autoritário de Armando Guebuza. Muito do que a boa vontade se desvaneceu e o país agora se sente menos indulgente e está exigindo resultados.
Refugiados atravessaram a fronteira para o Malawi depois de confrontos entre o governo e Renamo. Quem está no comando da política Frelimo?
aldeões moçambicanos em um campo de refugiados na Kapise, Malawi, dizem que fugiram das forças de segurança do governo que queimaram plantações e casas em Tete, fontes do acampamento disseram Africa Confidential. Guerrilheiros da oposição Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) e as tropas do governo entraram em choque na área de Tete, em uma guerra não declarada que o governo Maputo parece ansioso para ficar quieto. Tete foi palco de intensos combates na guerra Frelimo-Renamo de 1977-1992.
Tudo ou nada para Nyusi
O presidente enfrenta uma festa recalcitrantes, a Renamo altamente agressivo e uma economia assolada por crise
Se o presidente Filipe Nyusi pensou 2015 seria seu maior ano de 2016 pode provar que ele estava errado. Moçambique continua em uma encruzilhada, com paz e prosperidade, talvez, em uma direção, e o conflito e crise econômica no outro. Nyusi comprometeu-se a entregar o "desenvolvimento e harmonia", mas enfrenta obstáculo constante, não apenas do líder errático e agressivo da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Afonso Dhlakama, mas a partir de dentro de seu próprio partido do governo.
O escandalo EMATUM sem Africa Confidential
O acordo de pesca tem fishier
10 de julho de 2015
Os políticos, generais e presidentes de bancos estejam no quadro à medida que mais detalhes emergem da pior de sempre escândalo de corrupção do país e nova montanha da dívida.
Na vasta despesa pública, o governo está definido para resgatar a controversa empresa de pesca de atum estado, Empresa Moçambicana de Atum (Ematum), a partir de um colapso iminente. Em 18 de junho, o ministro das Finanças Adriano Maleiane confessou ao Parlamento que o vínculo US $ 850 milhões que o governo é o apoio foi um mau negócio e precisava de reestruturação (AC Vol 56 No 12, Quão longe a empurrar Guebuza). No entanto, o governo ainda está segurando a ficção de que o elemento de pesca de atum do negócio é viável. Não há nenhuma perspectiva séria de lucros frota atuneira reembolsar até mesmo uma pequena fração do dinheiro devido sobre o vínculo, as investigações da África confidenciais revelam.

Moçambique: Grupo do Kuwait para investir US $ 1,5 bi em plantação de cana-de-açúcar
Al-Badel Companhia de Desenvolvimento Internacional do Kuwait disse que vai lançar um projeto para crescer cana-de-açúcar na província moçambicana do sul de Gaza nos próximos três meses.
O projeto custa R $ 1,5 bilhões e de acordo com o presidente do conselho da empresa kuwaitiana AIDC, Ali Mahmoud, a cana-de-açúcar no distrito de Massingir se destina, essencialmente, para a produção de bio-etanol.
Al-Badel presidente, Ali Mahmoud, parecia no entanto optimista sobre o sucesso dos planos de sua empresa na empresa Africano no final de uma reunião com o primeiro-ministro moçambicano Carlos Agostinho do Rosário.
Os dois homens discutiram as oportunidades de novos projetos de desenvolvimento na agricultura e na indústria.
Na verdade, o investimento faz parte de um plano maior que os projectos de grupo do Kuwait para injetar US $ 26 bilhões na economia de Moçambique. Mahmoud afirmou que metade deste montante será dedicado a uma fábrica de processamento de resíduos de carvão em diesel. Esta infra-estrutura irá reduzir a dependência do país da importação, segundo fontes governamentais.
"Este é um projecto de grande importância uma vez que irá reduzir as importações de diesel de Moçambique", disse Mahmoud. "Os acordos sobre o projeto será concluído dentro dos próximos seis meses, e então a fase do estudo de viabilidade vai decolar", acrescentou.
O projeto Al-Badel para produzir bio-etanol em Massingir não é a primeira vez em Moçambique, mas todos os projetos anteriores fracassaram.
Um contrato foi assinado em 2007 com a empresa Procana para produzir etanol a partir de uma plantação de açúcar de 30.000 hectares na mesma localidade.
A Central Mining and Exploration Company, sediada em Londres (CAMEC), prometeu investir 510 milhões de dólares em Massingir. Mas Moçambique viu quase nenhum desse investimento: dois anos após a assinatura do contrato, todos Procana tinha feito era para limpar 800 hectares de terra.
O governo então cancelou o contrato e começou a procurar outros investidores.
do Canadá Brigadier Gold Limited planeja comprar empresa que tem informações confidenciais sobre recursos de ouro em Moçambique
empresa canadense Brigadier Gold Limited assinou uma declaração de intenção de adquirir a totalidade do capital social da e assumir a dívida de Moçambique Gold Corp, uma empresa privada com sede em Vancouver, brigadeiro disse em um comunicado divulgado quinta-feira em Toronto.
Moçambique Gold Corp tem informações privilegiadas - pesquisas e informações de pesquisa - sobre uma série de projetos de ouro em Moçambique e as suas únicas dívidas são empréstimos de accionistas no montante de US $ 325.000, que foi usado para adquirir as informações confidenciais.
Brigadier Gold Limited também informou que planeja uma colocação privada de 6,5 milhões de ações para levantar os EUA $ 325.000 necessário para financiar a aquisição de Moçambique Gold Corp.
De acordo com informações publicadas na demonstração de fechar o negócio depende do sucesso da colocação privada de ações.
empresa sul-Africano planeja fábrica de processamento de ouro em Manica, Moçambique
empresa de mineração Sul Africano Pan Africano planeja em breve para construir uma fábrica de processamento de ouro na província de Manica, em Moçambique, em um investimento de US $ 80 milhões, de acordo com um relatório na terça-feira o jornal Notícias, de Maputo.
Pan Africano está em negociações para a criação de um consórcio com a Delta Trading - empresa que também tem interesses mineiros naquela província moçambicana.
A informação foi dada por Fátima Momade, assessora do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, que disse que Pan Africano quer explorar cerca de 16.000 hectares na província de Manica, onde se pretende abrir três minas de ouro, conhecidos como "Noiva Fair", "Dot de Luck "e" Guy Fawkes ".
O assessor disse que a Delta Trading concluiu recentemente um estudo de viabilidade para a mina de ouro Monac, que lhe foi concedida para exploração, tendo concluído que a mesma pode produzir mais de 200 quilos de ouro por ano.
O potencial real ouro de Manica não é conhecida, mas de acordo com especialistas, algumas minas podem ter uma vida útil de mais de 10 anos.
"Diz-se que a província de Manica está no topo de ouro. No momento mineiros única artesanais são a mineração lá e, no conjunto, produzem entre 75 e 100 quilos de ouro por ano ", disse Momade.
empresa de mineração de ouro Pan Recursos Africano disse que os resultados da sua prospecção de ouro na área de Manica de Moçambique, tinha confirmado que o projeto de mineração "tem um grande potencial econômico."
A empresa, de acordo com um relatório publicado quarta-feira pelo Mining Weekly, visa delinear a área a ser extraído para o ouro até o final do ano e começar a mineração no depósito conhecida como Fair Bridge em Manica, no primeiro trimestre de 2007.
Um comunicado da empresa publicado terça-feira na África do Sul, disse que as estimativas apontavam para produção anual de ouro de cerca de 84.000 onças troy e observou que a mina open face tinha uma vida útil de oito anos e meio.
Ainda de acordo com o comunicado da Pan African Resources apenas 12 por cento do potencial da mina de ouro tem sido explorado.
Pan African Resources foi listada no mercado secundário London Stock Exchange desde maio de 2000, através White Knight Investments Plc.

Reparem nas imagens abaixo...

Listen to this post. Powered by iSpeech.org

... e digam-me como o povo de Nkondezi poderia responder de outro modo a Joaquim Veríssimo, que podemos ouvir em https://www.youtube.com/watch?v=x6Thv_VWIVQ
Reparem na tropa e no luxo da mesa e nas cadeiras. Sua Excelência não se poderia sentar numa cadeira qualquer, teve o "moleque" a levá-las. É com este aparato que querem que o povo fale à vontade e diga a verdade?
(Extraído da reportagem da STV)
Tete2Tete1Tete3
Gosto

ComentarPartilhar
Comments
Bony de Carlos xto desapontado pelo lider ter aceite o encontro pra provavel negociaçao. oki vai negociar? nao deu pra conhecer a frelixo desde 1992 em roma?
GostoResponder350 min
Tipei Zvedu Concordo com isso
Alberto Amur Yacob sibind tinha k ser Conselheiro
Alberto Amur Mas epa n sou eu k mando
Tomas Humbe O conselho dos impios.
Rui Jose Yoweyoweeeeeeeeeeeeeeeeeee Daviz Simango??????? Tamos perdidos.... Para onde vamos... So da confiar em Deus..
GostoResponder346 min
Reginaldo Januario Palavras sabias ...
Elias Jo Socoia Única coisa,k ele tinha k fazer era escolher akeles babacas, se ele não opção.
Gildomar Amarasse Meu Deus!
Elias Jo Socoia Keria dizer, se ele não tem opção.
Paulo Farias Wamama cambuma taz com invejá
Armando Macahava Machava Este nyusi esta cada vez mais a se perder
Zacarias Matope Matope Está temer a morte




Acredito que está sofrendo ameaças pelos chipantum e guebatum.

GostoResponder235 min
Dionisio Paulo Vahanle Estoi desapontado com diviz simango.
GostoResponder135 min
José Viriato Magona Caros leitores, todos nós sabemos que o nosso país tá doente. Mas, sr Cambuma não deve aproveitar se disso e mentir nos. A constituição da república diz que todos ex presidentes são conselheiros de estado. E essa de Deviz Simango, hum!! Mostra me que você não quer o bem. Só quer a RENAMO no poder e só...
GostoResponder133 min
Hobety Luys Muhamby Política é uma merda ninguém nunca vai entender essa pora
Rafa Barroso Isso virou espetáculo do partido frelixo, Guebuza é grande bandido. Como que um ex presidente vira conselheiro do estado? A FRELIMO já está desvirtuada. Quanto ao Deviz é um bicho.
GostoResponder126 min
Vila Antonio Estamos entregues
Triplex-jerry Papasseco jovens da ojm parem d nos atrapalhar,sr. josé viriato, se as publicaçoes d cambuma lhe ofendem porque o segue?
Adelino Simango Frelimo para matar cota dlakama, vai precisar de dinheiro do deviz simango, Grande mentira, conta outra. Estas a perder o seu foco, a presença do Eng. é pelo seu mérito profissional e político ele contribui democraticamente com ideias que se a renamo como a frelimo lhe dessem ouvidos muitos dos problemas de hoje seriam ultrapassados sem ofensas irmão Unay não perda seu foco no Conselho do estado está lá também pondeca, a renamo devia no lugar dele Jacob sibimde
GostoResponder123 min
TxoBoy Balardis eu duvido muito por dizerx k Deviz simango étraidor mi xherami mintira nisso...
GostoResponder123 min
Alberto Pagari Ainda Moç sub jugo de Gueba e Chipande.Iremos tomar calixe da furia destes orgulhosos
July Mundundo Eu duvido muito se esse cambuma e academico, porque a forma dele de mentir e tipicamente de analbeto " quase academico", que nao entende certas normas.
Ediasse Manuel Ediasse Sem minimo interesse politico, tenho a dizer que Guebuza é uma escolha errada pra membro do conselho do Estado.


Sua biografia ja basta para reprová-lo.Vivemos 20 anos com a Renamo no mandato de Joaquim Chissano mesmo e tivémos paz.Mas no segundo mandato de Guebuza conhecemos o ruido de armas que havia 20 anos estavam caladas.

É notável que seja o senhor Guebuza a raiz do actual conflito militar. Agora,este homem aparecer como conselheiro do Estado, isso só pode ser um pesadelo.

Tatyosvaneyvald Cumbans Uma coixa m doe ak nux comentarios pha,exix merdax k xtam cntra unay uk kerem
Ofece Deniasse Chania O pior d tods é Dom Dinis Singulane, traidor d povo!
Nico Voabil Hoje não quero comentar Xto cansado andei a beber ontem quase o dia todo. Só quero dormir e mais nada. Boa sorte pra vocês
Patricio Antonio pena da renamo q ja mais governara o paiz. so estao a perder tempo a morrerem do nado sob estorçao d djak
GostoResponder18 min
Ezequiel M Mundlhovo Novamente Gueb
GostoResponder7 min
Samuel Bola O nyusi nao nomeou ninguem,ele apenas recebeu a lista e epossou os que estavam alistado.nyusi nao tem ordem.
GostoResponder6 min
Fitó Jorge Outras coisas Filipinho! Nada júro.
GostoResponder2 min
Luis Nelson Haaaa ja nao rendo com essas palhacadas pha

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook