quinta-feira, 17 de março de 2016

* FDS CRUZAM A "LINHA VERMELHA" EM SATUNGIRA

DESERÇÕES E FALTA DE MORAL NAS FDS E RAPTOS E ASSASSINATO DE MEMBROS E SIMPATIZANTES DA RENAMO CONTINUA NA ORDEM DO DIA.

Há problemas sérios no seio das forcas armadas ao serviço da frelimo. Os militares das FIR e Fademos estão a recusar se em ir combater contra os guardas de Afonso Dhlakama nas matas e preferem ir às suas casas do que morrer para defender os interesses de um grupInho sentado confortavelmente em Maputo. Segundo fonte das FDS, hoje quinta - feira houve uma mini rebelião dos militares numa formatura em Quelimane, onde os militares recusaram terminantemente ir a Morrumbala e muitos foram se embora "sem despedir". Os militares argumentavam que nao viam a necessidade de sacrificar as suas vidas uma vez que o "governo" esta empenhado para dialogar com a Renamo é perguntaram: "se nos morrermos lá nas matas como iremos saborear a tal paz? Nos nao podemos morrer para logo de seguida assinar se um acordo de paz assim nos morreremos em vão. "

RAPTOS E EXECUÇÕES EM MANICA
AA onda de raptos e assassinatos de elementos da população com ligações com a Renamo continua crítica na Província de Manica. O "governo" local continua a enviar os seus grupos de raptores nos bairros da cidade de Chimoio para sequestrar e fuzilar os renamistas na calada da noite e depois abandonam os corpos nas matas de Macate por esta razão centenas de membros e simpatizantes da Renamo andam fugitivos por temer por suas vidas.
Os mancebos desertores também tem o mesmo destino quando são capturados. Os criminosos pintam a cara das suas vítimas de uma forma grotesca para que seja difícil a identificação dos cadaveres.
Mas segundo informações bem confirmadas de fontes ligadas às perdizes, as forças da Renamo estão a se aproximar nos arredores da cidade de Chimoio para tomar medidas "preventivas" face aos crimes hediondos da frelimo. As fontes dizem que os rangers da Renamo tem a capacidade de entrar na cidade Chimoio numa noite para atacar alvos militares como forma de retaliação e desbaratar os assassinos de civis inocentes.

FORÇAS DE DEFESA E SEGURANÇA PISAM A " LINHA VERMELHA" EM SATUNGIRA
Desde a assinatura do acordo de cessação das hostilidades em Setembro de Senhores 2015, o governo de Guebuza violou quase imediatamente o acordo, ao voltar a montar um quartel das fademos nas antigas matchessas de Afonso Dhlakama, uma grave provocação que já teria empurrado o acordo.
De recordar que este quartel das fademos situado nas antigas matchessas do líder da Renamo já foi por três vezes assaltado pelos guardas de Dhlakama em terríveis batalhas campais, tendo sido recolhidas todas armas entre ligeiras e pesadas e morreram mais de 200 militares das FDS. Foi um desastre de largas proporções.
Depois da reocupação do local das antigas matchessas pelas fademos duas semanas depois do acordo de 2014, vigorava entre os dois beligerantes uma espécie de "cessar - fogo tácito", em que os militares das duas forças de podiam encontrar se nos povoados, fontes de água e mercados informais sem nenhum problema, desde que não andassem armados.
Entretanto, com a nomeação do novo comandante geral da polícia, o general Jane, parece que as regras vão mudar. O comandante das FIR que se encontra na Gorongoza, um tal Amade que segundo as nossas fontes, e um indivíduo mulato baixinho e com cabelos já brancos, um suramatico e bêbado e que anda de calções nos bares e barracas como se de um recruta se tratasse. As fontes dizem que Amade, um antigo comandante da polícia em Inhambane, e um cadastrado que foi condenado a longos anos de prisão, por ter roubado e vendido haxixe que estava armazenado nos armazéns da polícia. Foi o ex - ministro da defesa Filipe Nyusi que o tirou ilegalmente da cadeia para participar na mesa operação para "Savimbização" de Dhlakama em Satungira, que contou com a colaboração António "Chicalango".
Segundos informações que recebemos, hoje quinta feira (17//3/2016), o Amade teria ido ao Posto Administrativo de Vunduzi ("Satungira") onde existem algumas unidades das FIR, e foi dar ordens para que as FIR em coordenação com as fademos do quartel das "mangueiras" devem montar cancelas e passar a controlar toda e qualquer movimentação de pessoas e bens. Portanto, as FDS vão montar cancelas ao longo do troco Gorongoza-Satangira-Casa Banana e passarão a vasculhar e revistar tudo, quem tentar resistir será sumariamente executado.
Esta atitude das FDS e uma autêntica provocação e equivale a uma declaração de guerra, pois, tecnicamente, toda aquela faixa era "área sob jurisdição" das perdizes durante o conflito de 2013-2014, pois, as FDS haviam sido varridas de toda área adjacente à Serra e aproveitaram se do acordo do fim das hostilidades para ocupar as posições perdidas e criaram outras novas.
Historicamente, todas as populações das referidas áreas são pro-renamistas e quaisquer actos inamistosos ou violentos das forças da Frelimo contra essas populações vão naturalmente enervar os militares da Renamo e uma retaliação militar aos aquartelamento das FDS situados naquelas bandas será inevitável. De acordo com as nossas fontes, os militares da Renamo juraram que não irão de modo nenhum admitir este tipo de brincadeiras e vão destruir por completo todas posições das FIR e fademos ao redor da Serra e do posto administrativo de Vunduzi.
Aguardemos pelo desenrolar dos acontecimentos.
UNAY CAMBUMA

Armando Tomas Fernando Fernando A Renamo deve fazer algo para defender o seu povo.
Tomás Simango Eles tem medo de morrer.
Maldonado Pedro UIR recusar combater?this is impossible. UIR e a polícia que todo moz confia.
Toxx Will Maylen Mudaniss ox rangerx deveria encriminar ox taix palhaçox ants d criar luto nas familia.nao kerems a frlixox.
Muzungu Ndini As FDS aproveitaram se da relativa calmia para ocupar a zona restritamente reservada para rangers. Safados. AS mariazinjas devem ser varridas novamente aquelas terras ilegalmente ocupadas sao sub jurisdicao da renamo devem ser impiedosamente recuperadas.
Felisberto Nankuta se a Renamo está a matar na N1, os homens dele devem, sim senhor, ser raptados, mortos, etc...
Magid Manjor Essa malta fir e fdm,tem nova tactica tambem,bastar ouvirem soar algum tiro dos rangrs,logo desertam em debandada!eles estao somente comprindo ordens,mas tambem ficam bem atentos.Essa guerinha,nao vai muito alem,um dia vamos assistir quarteis em mosca que nem sentila tera.
Omar Monteiro Isso so Esta no fim.
Araújo Abdula Qual é o algum de especial? Afinal que começo com a guerra entre renamo e frelimo? vamos ser povo de Moçambique irmãos.
Godfil Aguiar Tamos juntos.
Amomge Rafael Macuacua Isto é guerra mesmo, diálogo nos microfones para aldrabar a comunidade intenacional.
Carlitos Jose Macoto Obrigado pela informação Mano cambuma.
Calisto Machava Pra quê morrer por uma causa que ñ interessa!fugam meus manos essa guerra ñ atenta contra a soberania,apenas satisfaz algumas pessoas

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook