segunda-feira, 18 de abril de 2016

O SÉRGIO ´´SERIAL KILLER`` VIEIRA, O ´´SOCIOPATA`` CADUCO, E UM DOS MAIORES SEM VERGONHA DA NAÇÃO

ZECA CALIATE VOZ DA VERDADE – SÉRGIO VIEIRA

WIN_20150523_181407a
O SÉRGIO ´´SERIAL KILLER`` VIEIRA, O ´´SOCIOPATA`` CADUCO, E UM DOS MAIORES SEM VERGONHA DA NAÇÃO, CONTINUA NA SUA SAGA DE AGITAÇÃO E MANIPULAÇÃO DOS TELESPECTADORES DA STV E EM GERAL A TODOS OS MOÇAMBICANOS QUE AINDA PERDEM TEMPO A OUVIR AS SUAS VERBORREIAS MENTAIS.

Antes de mais, para os leitores que desconhecem o significado de´´SOCIOPATA``aqui deixo a sua definição: Sociopata é uma palavra usada para descrever uma pessoa que sofre de sociopatia, uma psicopatologia que provoca um comportamento impulsivo, hostil e antissocial. A sociopatia é classificada como umtranstorno de personalidade que é caracterizado por um egocentrismo exacerbado, que leva a uma desconsideração em relação aos sentimentos e opiniões dos outros. Um sociopata não tem apego aos valores morais e é capaz de simular sentimentos, para conseguir manipular outras pessoas. Além disso, a sua incapacidade de controlar as suas emoções negativas torna muito difícil estabelecer um relacionamento estável com outras pessoas. Os Sociopatas têm uma probabilidade maior de serem mentirosos patolólogicos e manipuladores, que se aproximam das pessoas para lhes fazer mal. Os Sociopatas não querem a sua amizade, o que eles querem com as suas "amizades" é conseguir seguidores leais. Eles podem vos tratar como um amigo para ter acesso ao seu companheirismo, mas não é sincero. Enquanto você acrescentar algo de valor a eles, algo de que eles precisam, eles irão mantê-lo por perto. Mas assim que se cansarem de si, você será abandonado. O sociopata não sente culpa ou remorso pelas coisas que fez aos outros, nem sente compaixão ou amor. A amizade dele com você, junto com qualquer aspecto exterior de carisma, charme, encanto ou afeto, são parte de sua persona pública. A sociopatia não tem cura.
O Sérgio Assassino Vieira o novelista pé rapado que se diz Moçambicano, ninguém o ignora e quase todos o conhecem, devido aos crimes hediondos que ele cometeu quando foi Ministro da Segurança no Governo cruel de Samora Moisés Machel em 1975, aliás foi o Sérgio  Assassino Vieira que ordenou a deportação de milhares de Moçambicanos para campos de concentração e mortes lentas em Metelela Niassa e Rua Rua Cabo Delgado, ele que desiludiu e traiu os Moçambicanos de todo o País e que ficou sem memória na sua história contemporânea.
Segundo consta, atualmente o Sérgio Assassino Vieira, vive num condomínio de luxo num dos bairros de referência na Capital do País, Maputo, onde leva uma vida de um autêntico Príncipe á moda Moçambicana e segundo a mesma fonte, ele quando dorme continua a sonhar com seu mundo marxista-leninista, onde continua a manter ligações estranhas. É um dos reformados do Partido dos Gansters da Frelimo, que continua a exibir a imunidade diplomática nos Países com quem Moçambique mantém relações diplomáticas, além disso o Partido dos Camaradas da Frelimo atribuiu-lhe outras regalias e benefícios de Estado que não são declarados nos seus rendimentos anuais.
Politicamente a imagem do Sérgio Assassino Vieira, está desgastada devido ao seu passado. Por isso, está cada vez mais louco e resmungão quando se apresenta perante ao público Moçambicano através do canal televisivo  STV.
O criminoso Vieira, não têm remorsos nem tão pouco mostra arrependimento por aquilo que andou a fazer aos Moçambicanos, durante os anos que esteve estritamente ligado a governação Machelista. Este animal, deve julgar que o povo deste País é estúpido ou ignorante, e que não raciocina ou que não percebe aquilo que têm vindo a fazer ao longo deste tempo, ou porque pensa que os seus antepassados trouxeram para este País a melhor civilização e por isso, quer nos obrigar a seguir cegamente o seu caminho da manipulação, e se não concorda com ele, será sempre inimigo da sua própria terra. Não senhor... e se pensa desta maneira, está equivocado  Sérgio Assassino Vieira, pois nós temos a nossa própria tradição dos nossos ancestrais que é inviolável e bem respeitada. Ó canalha Vieira, ainda não se apercebeu de que a sua defecação Mental, só manipula a opinião dessa nova geração de canalhas comunas que saem das fileiras dessa Organização Criminosa que um dia se chamou Frente de Libertação de Moçambique, pior quando usurpa e falsifica os acontecimentos públicos alguns de carácter políticos. Ficava lhe bem manter-se lá na sua machamba ou mesmo pensar seriamente em fazer uma operação plástica, para não ser identificado, pois caso contrário, incorre no risco de a qualquer momento ser capturado e ir parar á penitenciária de alta Segurança do Tribunal Penal Internacional de Haia para prestar contas sobre os milhares de crimes hediondos que foram cometidos no solo Moçambicano contra a humanidade com a sua assinatura e consentimento.
Anteriormente, tive oportunidade de referir através dos meus textos Zeca Caliate Voz da Verdade sobre o canalha Sérgio Assassino Vieira, que pessoalmente conheci pela primeira vez no famoso campo de Nachingwea em 1968/69, seguramente  recorda-se de mim quando acabava de chegar áquele aquartelamento proveniente do Cairo, capital do Egipto, onde tinhas sido expulso pelo governo daquele País por ingerência nos assuntos internos daquele País Árabe!! Também constava que tiveste algumas desavenças com os teus camaradas de representação da Frelimo naquele País, porque defendiam Uria Simango e tu defendias o canalha Assassino do Samora e o lunático do Marcelino dos Santos, quando os três formaram o TRIUNVIRATO para aldrabarem o vice-Presidente da Frelimo para depois o assassinar a sangue frio. O Vieira, foi expulso do Egipto para o Tanganyika, tendo sido recolhido pelo amigo Samora Machel, que lhe deu o tacho sem ter feito absolutamente nada pela Frelimo, e o nomeou para seu escrivão pessoal.
Pessoalmente conheci e vivi com este Sérgio Assassino Vieira no mesmo barracão dos quadros que pertenciam ao Estado-Maior da Frelimo em Nachingwea, onde passávamos a vida a cavar as machambas, abrir poços para encontrarmos água, construíamos abrigos desde antiaéreas, bunkers e baluartes para no caso de termos de nos defender do inimigo que Samora imaginava. As refeições eram todas tomadas no refeitório juntamente com Samora Machel que fazia quase todos os dias os célebres discursos que não terminavam. Daí em diante, o Sérgio Assassino Vieira, colou-se ao também Canalha Assassino Samora Machel e em certa ocasião, começamos a verificar que ele estava a imitar Samora no seu andar e mesmo no falar etc.  Mais tarde, ambos pareciam SÓSIAS...quem sabe se também partilhavam ´´outras coisas`` para haver tanta cumplicidade????.
Quando em 1970, Samora Moisés Machel me nomeou Supervisor do batalhão e mais tarde adjunto comandante de Elias Sigauque depois de Fernando Matavela e posteriormente chefe do 4º sector ao Sul de Tete, Sérgio Assassino Vieira, nunca tinha assistido a um único combate contra forças inimigas, esteve sempre presente naquele no campo de Nachingwea agarrado ás barbas do Samora Machel e era um dos seus e maus conselheiros, próprio da sua Sociopatia. Foi em Abril de 1974, quando em Portugal surgiu o golpe militar que pôs termo á guerra do ULTRAMAR, que através dos ´´Comunas Amigos`` que alguns ainda andam por aí, entregaram á Frelimo o poder governativo como único representante do povo Moçambicano, o célebre Monopartidarismo e que levou este Partido Marxista-Leninista Maoista á implementação gratuita da desgraça humanitária, social e económica nos últimos 41 anos e que se querem manter no Poder a todo custo.           
O Sérgio Canalha Vieira, continua a repetir a mesma música de acusar o Regime do Apartaid pela morte de seu SÓSIA Samora Machel, mas ele sabe mais que ninguém, quem foram os autores que planearam a morte do Assassino Samora Machel, pois naquela época, ele era chefe da Segurança do Presidente e de Moçambique, e fica bem claro que fazia parte do Plano ao lado do ´´TZOM`` Chissano para limpar o sarampo ao Assassino Machel. Para este animal, só existem Moçambicanos de primeira, os que defendem e servem a Organização Criminosa de Estado vulgo Frelimo. Todos os que se oponham e discordem com os Camaradas inúteis Assassinos, para ele Vieira, não são Moçambicanos nem de terceira. Dei-me conta que a certa altura o jornalista perguntou ao Sociopata Vieira, se achava que o Arcebispo Dom Jaime Gonçalves da Beira seria ou não um Herói Nacional, por todo o seu percurso no auxilio á Paz?? Como seria de esperar, a resposta foi á altura do seu lambebotismo lunático...
Para este arruinado mental, são heróis, pessoas como Malangatana, Craveirinha ou mesmo o grande traidor da Igreja Moçambicana o Sengulane entre outros. Para estes Cleptocratas Assassinos, todos os que se perfilarem para serem reconhecidos como Heróis Nacionais, têm que defender o Assassinato do Líder Afonso Dhlakama e os seus seguidores.
De relembrar, que quando eu andava por Nachingwea, tinha conhecimento de que o Joaquim Chissano, Marcelino dos Santos, Sergio Assassino Vieira e Mariano Matsinhe, estes crápulas era todos BUFOS ESPIÕES  a trabalhar para a P.I.D.E. e alguns eram também agentes de outras agências de Inteligência, caso do ´´TZOM CHISSANO`` agente com patente de Coronel do KGB Russo, e que há poucos dias o mesmo veio confirmar, perante as evidências publicas reveladas por um jornalista de investigação radicado na Europa e Marcelino dos Santos para os Chinócas,etc,etc.
O próprio Mondlane, Leo Milas e Sthegi eram todos agentes BUFOS ao serviço da C.I.A. Americana.
Está claro e evidente que estes crápulas que enuncio, porque continuam todos vivos...os QUATRO da VIDAIRADA, todos eles faziam e fazem parte da agenda obscura nos assassinatos ao Presidente Mondlane e ao Samora que provou do próprio Veneno.
 Hoje quando aparece na STV a apresentar o seu drama de ódios contra a oposição, quando devia aparecer por ali com uma lista de nomes nas suas mãos a denunciar os verdadeiros autores não só de Samora Machel, como também de muitos outros Moçambicanos que foram injustiçados e chacinados sem julgamentos. Isso ele não comenta, pois é segredo de Estado diz ele, para desviar a conversa, quando é entrevistado pela jornalista que faz este tipo de pergunta e sempre repete os ataques e insinuações verbais á pessoa de Afonso Dhlakama, o Presidente da RENAMO e seus membros em especial os Deputados da bancada desse Partido representado na Assembleia da Republica que os apelida de terroristas. Há coisas engraçadas, após as eleições de Outubro de 2014, os Deputados da RENAMO vencedores nas Províncias de centro Norte, hoje reivindicada por este Partido, não aceitavam a derrota eleitoral e não queriam tomar posse na Assembleia da Republica em protesto contra a vitória da Frelimo, todos da Teia do Gangue Frelimista criticavam esse procedimento dos Deputados da Oposição. Este podia ser um tema para o Sérgio Assassino Vieira levar aos seus comentários agora às Segunda-feira. Nada disso acontece e infelizmente  já se esqueceu de que, durante a luta pela Independência Nacional, o Exército Colonial é que nos apelidava com esse nome de terroristas.
Canalha Assassino Vieira, como comentador dessa STV Público, devia comentar as verdadeiras realidades que passam despercebidos no nosso País, por exemplo o desvio de grandes quantias em dinheiro para fins não esclarecidos, podia escolher um tema que falasse sobre os recém-criados ESQUADRÕES de morte que o  seu Partido de Comunas Assassinos Frelimistas criaram para raptarem e eliminarem cidadãos Moçambicanos pelo facto de pertencerem a outras Instituições Partidárias. Mas como Sociopata que é, é óbvio que a minha pergunta para si não terá qualquer sentido. Teria sim algum sentido se fosse dirigida a alguém que estivesse na totalidade das suas faculdades mentais o que não é o seu caso.
No Reino Unido, França, Alemanha, Portugal, Itália, Espanha ou nas Américas do Norte e algumas do Sul, existem vários Partidos políticos e não se verificam este descaramento de raptar e assassinar fulano ou cicrano por não querer se inscrever no Partido X ou Y. Devia comentar por exemplo, sobre aquelas crianças que algumas não têm sequer 16/17 anos que o seu Partido Frelimo e Governo, por já não terem contingente militar suficiente para garantir a soberania do território Moçambicano, porque já morreram todos, andam a recrutar obrigatoriamente e compulsivamente  meninos para serem utilizados como máquinas de guerra contra seus próprios irmãos que estão no outro lado da barricada e que lutam por uma justa causa...a Libertação do nosso Povo. Para mim estes miúdos inocentes, são obrigados a combater apenas para defender os vossos interesses e que querem continuar a mamar, oprimir, explorar o povo e são estas coisas que deveria comentar nas suas intervenções e também comentar o cúmulo da muita miséria que se verifica no seio deste mesmo povo, embora algumas sejam provocadas pelas condições naturais, como seca e inundações etc., falta de habitações condignas para a população que Infelizmente vocês que (des)Governaram selvaticamente esse País, continuam a aumentar a carga de sofrimentos da população com às vossas politiquices. Chegou a hora de deixar para os outros o destino do País.
Assassino Vieira, achas mesmo que vocês se vão safar desta?
Os ultimos dias dão-nos indicações que a DITADURA está prestes a cair...por isso Resistentes, nada de desânimo porque a Vitória é certa.
Meus irmãos Moçambicanos, relembro-vos em consciência, a todos os resistentes a este regime sanguinário inconsequente, que enquanto as chefias radicais assassinas desse partido Frelimo não forem capturadas e encarceradas, o povo não terá liberdade e sempre haverá alguém para enviar os ``cães de caça do regime`` para vos perseguir, agredir e eliminar.
FUNGULANI MASSO, lembrem-se bem, QUEM NÃO LUTA PERDE SEMPRE, A LUTA É CONTÍNUA.
Zeca Caliate, General Chingòndo um dos sobreviventes da teia do mal Frelimo!
Europa, 18 de Abril de 2016 
(Recebido por email)
Brevemente mais notícias, aqui na sua VOZ DA VERDADE, que anteriormente não sabiam

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook