sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Ataque aéreo russo mata "acidentalmente" três soldados turcos


Os soldados turcos estavam a a apoiar os rebeldes sírios no combate ao Daesh quando um bombardeamento russo atingiu o edifício em que se encontravam.
O Presidente russo já pediu desculpa pelo erro
Foto
O Presidente russo já pediu desculpa pelo erro LUSA/ALEXEI DRUZHININ / SPUTNIK / KREMLIN POOL
Um bombardeamento pela aviação russa matou “acidentalmente” três soldados turcos e provocou mais de uma dezena de feridos, esta quinta-feira, num ataque no norte da Síria, avança a Reuters. Os soldados turcos estavam na cidade de Al-Bab, a norte da Síria, a apoiar rebeldes sírios no combate ao Daesh. O Kremlin já confirmou que o ataque aos soldados russos foi "acidental" e "pede desculpa" à Turquia.
A operação, que visava os radicais do Daesh, acabou por atingir um edifício onde os soldados turcos estavam instalados, vitimando os militares, detalha a Reuters.
Num comunicado publicado pelo Governo russo, Moscovo informou que o Presidente Putin, já ligou para o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, para “expressar as suas condolências em relação ao trágico incidente”. O Governo russo disse ainda que irá investigar o incidente.


  1. Inês Tavares
      
    Acidental? Deixem-me rir! Os russos não querem sunitas a controlar a Síria, por isso todos estes "insurgentes" (termo Obâmico) são inimigos da Rússia. Já agora estes grupos e não apenas o ISIS cometeram crimes de genocídio e escravatura contra não sunitas.
  2. Luis Simões
      
    O porta-voz do Kremlin confirmou que o Presidente Putin expressou condolências ao Presidente turco Erdogan sobre um acidente aéreo russo que matou soldados turcos na Síria. Peskov disse que Rússia e Turquia investigarão conjuntamente o incidente mortal. Antes, o Comandante-General Turco disse que um acidente aéreo russo matou três e feriu 11 soldados turcos no norte da Síria. O Ministério da Defesa da Rússia também confirmou o ataque não intencional...
    1. Luis Simões
        
      Neste telefonema os dois Chefes de Estado decidiram reforçar a coordenação militar dos dois países no seu combate contra o ISIS…
    2. Beep Beep
        
      O fa do Presidente Violencia Doméstica voltou, após breve silencio.
    3. Boris Vian
        
      Já todos sabemos como funciona o modus operandi dos russos... por cada "regalo" recebido, oferecem alguns múltiplos. Muito generosos! Algo que o Erdogan já não estivesse à espera.
  3. Banido, por falta de educação dos outros.
     
    Comparar uma ataque da aviação do Daesh contra tropas sírias e comparar um ataque aéreo de tropas apoiantes do governo sírio, contra terroristas dentro do seu território. É exactamente a mesma coisa.
    1. Beep Beep
        
      "aviação do Daesh " - Ataques químicos aí em casa?
    2. Banido, por falta de educação dos outros.
       
      Gargalhada, prolongada e viva. Muito obrigado. Cuidado com os aviões do Daesh.
    3. Beep Beep
        
      Estao lá atrás?
    4. Banido, por falta de educação dos outros.
       
      O melhor, é olhares para as calças.
    5. Beep Beep
        
      Classe
  4. vinha2100
      
    Sucata russa incapaz de precisão. Como um país pode estar governado por cleptocratas genocidas...
  5. Beep Beep
      
    Aguardo reaccoes escandalizadas semelhantes as que ocorreram aquando do bombardeamento americano a soldados sírios. Nao tenham pressa.
  6. Manuel Abreu
      
    "Os soldados turcos estavam a apoiar os rebeldes sírios no combate ao Daesh".! Mas desde quando os rebeldes sírios combatem o Daesh?! Os rebeldes sírios sempre se aproveitaram do Daesh para derrubar o presidente Assad. Neste caso estou do lado de Putin e penso que os EUA (Obama)cometeram mais uma asneira grossa, semelhante às que cometeram na Líbia, Iraque, etc. Se o Assad sair, a Síria fica como está agora a Líbia: Entregue aos radicais que se matam uns aos outros e exportam o terrorismo para a Europa. LOL
    1. Beep Beep
        
      "Mas desde quando os rebeldes sírios combatem o Daesh?!" - Custa assim tanto a crer?
  7. Francisco
      
    têm que pedir ao daesh para usar fardamento mais berrante para não se confundir
  8. Rodrigo.gouveia
      
    Curioso, com bombardeamentos americanos nunca vi o "acidentalmente" vir entre aspas, nem quando os EUA mandaram 2 misseis simultaneamente contra a embaixada Chinesa na Bosnia... Aqui colocam as aspas sem justificarem porque o fazem. Chato que o Publico seja apenas um megafone da propaganda americana.
    1. Gualter Amaro
        
      Verdade. O facto de estarem ali aquelas aspas já revela um juízo de valor que não deveria ser feito.
    2. As aspas significam que se trata de uma citação.
    3. paulo
        
      citacao do que e donde? e porque apenas essa expressao e nao todo o contexto?
    4. As fontes do artigo encontram-se no artigo ( LUSA/ALEXEI DRUZHININ / SPUTNIK / KREMLIN POOL e comunicado do Kremlin). Podem verificar-se outras citações no texto.
    5. Liberal - Guarda-Portão em Part Time
       
      Simpático tu (a julgar pelo aspecto!), as maiúsculas não são permitidas pelos critérios de publicação, que o convido a ler aqui junto à caixa de introdução de comentários. Desta vez decidi salvar o seu comentário, mas não lhe prometo sempre a mesma liberalidade.
    6. paulo
        
      nao faz sentido so essa expressao estar entre aspas no titulo da noticia. da azo a interpretacoes. nao devia haver quaisquer aspas no titulo. se e uma citacao, nao deveriam os 3 soldados turcos estar tambem incluidos nas aspas?
kjk

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook