segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

As manifestações nas Lundas pela autonomia da região vão continuar



VOA Portugues
Patrocinado ·


#AngolaFalaSó - As manifestações nas Lundas pela autonomia da região vão continuar, disse o presidente do Movimento do Protectorado da Lunda Tchokwe, José Mateus Zecamutchima.

Zecamutchima falava no programa #AngolaFalaSó” onde a participação dos ouvintes foi feita inteiramente através das redes sociais devido à impossibilidade de se estabelecer ligações telefónicas com Angola. Oiça o programa na íntegra.


Angola Fala Só - José Mateus Zecamutchima: "O Governo de Luanda é muito teimoso"
VOAPORTUGUES.COM


154 comentários
157 partilhas
3,4 m3,4 m
Comentários principais

GostoMostrar mais reaçõesComentar
Partilhar

Comentários


Escreve um comentário...





Eurico Da Costa Adji Há sim razões para manifestarem, o vosso descontentamento. há muitos estrangeiro que vão pra lá, que levão os nossos diamantes pra fora de Angola. ainda temos muitos recursos nas lunda Tchokwe que os chineses E os Americanos que explorão os recursos angolanos e é levado pelos seus países. quem dá essas todas autonômia são os dirigentes angolanos, A falta de políticas credivéis para acudir a população das lundas tchokwe. políticos gatunos não saber interagir com o povo.
Gosto · Responder · 32 · Ontem às 9:03


Lopes Kromano Psitico Lopes Mais Isso Não Leva A Desetegração Do Pais Meu Caro.Isso É Um Perigo.
Gosto · Responder · 53 min


Escreve uma resposta...





Bakongo Álvaro Buta Essas aspirações secessionistas não têm adesão da própria maioria dos lundas, não vejo razões suficientes para para autonomia das lundas porque o soberano maior que é o povo não acolhe essa tendência, a solução é exigir do governo angolano uma distribuição justa da renda nacional e igualdade social pois a princípio esse objectivo egoísta de uma certa pessoa que nem sequer representa o interesse da maioria do povo lunda e muito menos da nação angolana. Outro factor que põe em descrédito essa opção é a questão da autodetermincao do povo que é um facto que não se verifica na comunidade lunda e p'ra encerrar o assunto é a condenação e rejeição efetiva da nação angolana.
Gosto · Responder · 2 · 10 h


Kaiar Le Saläk Vanessa Miguel VM A gente precisava sim de um regime fraccionalísta e ditactorial. Que conversa é essa? O indivíduo é um boneco de couro ao lado dos militantes da Flec.
.
Este indivíduo está a violar artígos magnos da constituição da República, deve é, estar na cadeia ao atentar contra o princípio da unidade nacional entre povos e diferenciados grupos étnicos.
.
#Carambolas.
Gosto · Responder · 17 · 3/2 às 23:43
Ocultar 50 respostas


Geraldo Ngaca Meu caro Kaiar, o artigo 7 da ONU diz que cada povo tem o direito de se auto-governar e de escolher os seus dirigentes,quer as lundas assim como Cabinda têm o direito de discutir,pois nas suas regioes há tratados que lhe defendem internacionalmente,procure estudar um pouco a história e não apenas a constituição
Gosto · Responder · 8 · 4/2 às 0:07


Al Nvita Mpanzu Geraldo Ngaca muito bla bla estuda um pouco de politica primeiro nacional e depois continental e depois chega na politica mondial meu caro....
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 1:28 · Editado


Kaiar Le Saläk Valha-nos Deus!
. Bem quíz eu enviar repto ao Geraldo, porém não o farei, por considerar Estupenda a resposta do Al.
.
Querido Al, vénias caríssimo.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 4:13


Kaiar Le Saläk Aos Lundas e Cabindensses, temos-lhe sido nós, (resto de Angola) muito simpáticos pelo menos até agora.
.
Quando ouvimos "Pathafóias" de género fazemos ouvidos de mercadores;
. Quando vímos ações "macabras" de retaliaçãO, fazemos olhos de camões. É uma besteira e ingénuidade total, o território angolano é inviolável e indivísível. A luta de libertação, com início a longíquos 56 anos foi conduzida pelos heróicos filhos da Pátria, uma vez conquistada a independência, formou-se os ideais que constituem a angolanidade #Um_só_povo; #Uma_só_Nação!.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 10:03


Kaiar Le Saläk Que parem. . .
E Que se abstenham de qualquer desejo retalhista. Sómos todos Angola; por Angola e de Angola.

Parece que os "Petróleos" e os Diamantes" costumam a fazer-lhes a mente;
Perderem o cérebro e a abandonarem a razão. É uma Neorose de infância que evoluíu à Psicôse adúlta.
Gosto · Responder · 4/2 às 10:19


Ilson Domingos Domingos Kaiar, gostei muito das respostas bem escritas e bem dadas. Ai ai, gostaria ver se essas duas províncias não tivessem petróleo e os benditos diamantes, mas meus amigos não se esqueçam que são recursos não renovaveis.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 11:47


Feliciano Tiago Domingos Senhor Kaiar le Salak, se não sabes da história então te aconselho ficar calado, o povo Lundês é um protetorado e nunca foi colonizado, conheces a verdadeira extensão do teu paíz( Angola)?? conheces os verdadeiro paízes q fazem fronteira com Angola??
Gosto · Responder · 3 · 4/2 às 14:16


GoMito D'Silva Lá estão os tribalistas.
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 14:29


Feliciano Tiago Domingos Voçê já ouviu a entrevista rara do ex presidente de Angola?? eu tenho esse vidio se eu te mostrar tú não dirias de tribalistas
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 15:23


Kaiar Le Saläk Por #Ilson_Domingos, profundos agradecimento!.
.
Já pra'O outro indivíduo também chamado Domingos, é uma pena!. Como pode?
Gosto · Responder · 4/2 às 15:45


Kaiar Le Saläk Feliciano_Domingos é como a que um filho revoltoso que desde sempre se lhe deu amor e no final cuspiu no prato em que comeu.

Não encontro adjectivo para o qualificar alías, o indivíduo não ostenta lobies qualitativo; Como também não o posso despresar então o olho apenas. . . Porque azeite, vinagre e outros ingredientes estão caros!.

Observando. . .
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 15:52


Dialético Dos Santos A História de Angola não narra sobre os herois que travaram a luta com o governo colonial português no Império Lunda, sabem muito bem dos reinos do bailundo, matamba Ndongo e outros e não da lunda, por isso mesmo a lunda nunca lutou com o colono português, mas houve contratos de exploração de diamantes que deram origem ao protetorado da Lunda assinado entre o governo português e o rei Muatxianvua nos fins do século XVIII. Disso o governo de angola tem conciência, por isso mesmo que os Cokwes não têm cargos de destaque em Angola, Como Ministros da Defesa, Finanças, Assembleia Nacional, Relações Exteriores, Interior, Economia, Geologia e Minas, Chefe de Estado Maior, Juizes dos Tribunais Superiores, PGR e Outros. É mais que evidente meus amigos. Poderão dizer que é por falta estudos?
Gosto · Responder · 5 · 4/2 às 22:31 · Editado


Kaiar Le Saläk Caríssimo #Dialético_Dos_Santos, dos reinos que travaram a luta de opressão colonial há relatos, óbvio, porém poucos. Da tua narrativa, faltou peripécias e ponto culminantes.
Contudo Shalom. . . Paz e amor como regalos.
Gosto · Responder · 4/2 às 20:49


José António Hernandez Senhor Kaiar não vale a pena tocar no ponto de Cabinda, pois, tu não sentes na pele os abusos que os meus irmãos sofrem está bem???? Mas, um dia, o Deus, Todo Poderoso, há-de repôr a verdade revelada para muitos.
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 21:50


Dialético Dos Santos Quais são os tais poucos? Amigo #Kaiar La SalaK.
Gosto · Responder · 4/2 às 22:25


Ruth Margarida Margarida Kaiar vc naõ sabes do que falas pk vc naõ convives com essas pessoas nessas províncias e naõ sabes o que eles passam;mesmo tendo riquezas o governo naõ demostra e nem se exforça no densevolvimento dessas pronvícias pk roubam tudo p'ra eles e outras próvíncias que organizam em termo de desenvolvimento.
Gosto · Responder · 5 · 4/2 às 23:44


Kaiar Le Saläk Dialético Dos Santos, está a querer me ridicularizar? Favor nèh!?
.
Dos poucos, vóis sabeis muito bem: Kongo; Ndongo, bailundo/Kwanhama/Matamba enfim. . . Não me faça, por favor mind-games_ sem bem o que digo. favor "Dialético'!. Entre-tanto. . . Mais alguma questão?

#Shalom
Gosto · Responder · Ontem às 1:21


Kaiar Le Saläk Ao Amado, José António Hernandez!.
Primeiro: " Sabe muito bem que "teus" irmãos, #sómos_todos, pois todos sómos todos #Angola; de angola e por Angola. . . "
Segundo: Não entendo seu repto, definitivamente já que estou estou a me apresentar em oposição aos ideais retalhistas de grande maioria do pessoal de Cabinda afetos ou não à FLEC.

Obs: Seu contra-ponto é promíscou e irregular já que me pediu pra não falar do pessoal de Cabinda, quando no final acabou alinhando no mesmo diapazão da questão augurando a realização de vossa majestosa profecia #Um_dia. . .

Contudo, fim-de-papo; baixa coração e. . .
<<TIRA ESSE CORAÇÃO DE PEDRA!.>>
Gosto · Responder · Ontem às 1:35


Kaiar Le Saläk Querida Ruth, pra dizer a verdade não a quiz responder a julgar pelo que representas no meio de toda esta panorâmica de opiniões. Visitei teu Mural/cronologia/perfil. . . Achei legal, recuei a decisão enfim. . . Decidi responder-te.
Tenho uma visinha Cabindense a mesma é mãe de três menininhas (duas a frequentarem o sistema de ensino) recentemente recebeu +3 meninas todas maiores de ti e corroboram da mesma opinião que a sua _ portanto não vem com 'vozeares ignorantes' do tipo Kaiar, "tu não sabes" blá blá blá.
Fica quieta, quietinha, pois estás numa idade em que poderias pensar em conhecer o outro lado da moeda. Pra começar tu não percebes de política, relações exteriores e sobre Dinâmicas de Governos. . . Portanto não vejo, porque me alongar consigo, outrossim desejo igualmente para sí, que tal como o outro aí: #Tira_ESse;
Mete outro;
Tira_Esse_coração_de_Pedra!.

#favor!.
Gosto · Responder · Ontem às 1:53


Naylov Tubarao Xtress O game xta #Violento...
Gosto · Responder · Ontem às 2:43


José Mário Da Cunha Nenhuma arma nem exército, por mais poderoso que seja, consegue derrotar ou erradicar um sentimento patriótico enraizado num povo, por isso, quanto mais for a vossa repressão gratuita aos nossos anseios legítimos como povo e como nação Bindas, maior será o nosso fervor pela liberdade....... because we believe that freedom will coming tomorrow. Um dia, a gente será livre; um dia, a gente será donos e senhor do nosso destino; um dia, já não sermos obrigados a ostentar uma nacionalidade em que não acreditamos pertencer e como tal a gente não se revê na crença apenas formalmente pelo B.I. Esse dia há de chegar. EU ACREDITO
Gosto · Responder · 7 · Ontem às 2:49


Naylov Tubarao Xtress #José_Mário Ilustre falou a pura verdade... 👍 👏👏👏
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 2:53


Naylov Tubarao Xtress As causas justa de um povo um dia triunfaram. . . fico muito feliz quando vejo comentários de Angolanos genuínos como éu focarem pela a verdade no q tange no nosso país, bem haja aquele q luta e ama #Angola no bom sentido
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 3:08 · Editado


Salomão Trump Bozado Kaiar é mais um que quer ser promovido pela bajulação
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 5:33


Domingos Nunda Pegão a C.R.A no artigo 3@...
Gosto · Responder · Ontem às 7:30


Wilson Puna Kuditemo Os flec já começaram a bondar
Gosto · Responder · 23 h


Wilson Puna Kuditemo Os flec já começaram a bondar
Gosto · Responder · 23 h


Kaiar Le Saläk bom caríssimos, não quero entrar em vias de facto com vóis compatriotas, Entrementes digo-vos, deveras, defendo a simplesmente a #Unidade_Nacional e a convivência saudável entre os povos do mesmo sólo pátrio #Angola.!
.
Aos a favor, que continuem a augurar bem estar, paz e democracia como benignidade. Aos contra, que continuem a torcer por uma unidade nacional com o máximo de alelo mental, com longanimidade!.
.
Paz & amor. . . À todos Shalom
Gosto · Responder · 23 h


Kaiar Le Saläk
Gosto · Responder · 23 h


Kaiar Le Saläk
Gosto · Responder · 23 h


Kaiar Le Saläk Domingo abençoado!.
Gosto · Responder · 23 h


Geraldo Ngaca esta Kaiar é mesmo um inocente pah possas,pensamentos infantis,como eu disse,vc precisa mesmo é de estudar a História,não posso te chamar de burro pk é pouco,tu és um ser com corpo humano mas com mente de um animal selvagem,fodas
Gosto · Responder · 1 · 22 h


Kaiar Le Saläk Não vou entrar #Em_vias_de_facto, tal como já o disse.
Geraldo Ngaca, de ti peço respeito e moderação; Não te estiques, pois não tolero Tic'S, não te atrevas pra não enchergares a treva. . . Bata-a-bola-baixa caro Jovem.
Gosto · Responder · 22 h


Naylov Tubarao Xtress Atitude Nazista. Já querem matar. . .
Gosto · Responder · 1 · 22 h


Kaiar Le Saläk Atitude de quém?
Gosto · Responder · 1 · 22 h


Salomão Trump Bozado Tipico dos MPListas, só sabem ameaçar quando confrotados com a verdade
Gosto · Responder · 2 · 22 h


Kaiar Le Saläk Não ameacei, apenas adverti.
Gosto · Responder · 1 · 22 h


José Mário Da Cunha Kaiar Le Salak cala-te tú não sabes nada da história de Cabinda, a história que você aprendeu na escola foi escrito por MPLA te aconselho investigar mais sobre a história real de Cabinda e tu verás que Cabinda não é Angola.
Gosto · Responder · 3 · 22 h


Naylov Tubarao Xtress Ou é do #Mplista desculpa não quero ser devorado!!!
Gosto · Responder · 1 · 22 h


Kaiar Le Saläk Ignorando. . .
Gosto · Responder · 1 · 21 h


Kaiar Le Saläk José Mário quer bancar o intelectual me chamando de ignorante. Não vou enviar retro.
.
ignorando. . .
Gosto · Responder · 1 · 21 h


Naylov Tubarao Xtress Desculpa. . . papa bom dia
Gosto · Responder · 21 h


Valdo Pinto O tratado de Simulambuco perdeu efeito em 1975 apartir do momento em que Angola deixou de ser colonia e foi internacionalmente reconhecida como um País de Cabinda ao Cunene e você pequeno Fleczinho tenta só se dar de heroi guerreirozinho serás aniquilado terrorista.
Gosto · Responder · 21 h · Editado


Naylov Tubarao Xtress Olha Olha O outro com atitude #Nazi_Pior q o #Hithler

#Falarás a verdade e a verdade te #libertará. . .
Gosto · Responder · 15 h · Editado


Carlos Kwaya o reino do congo nunca foi posto em causa devido o rio zaire até porque a capital do reino era Banza congo aquí deste lado qual é a vossa maca agora? é o petroleo?
Gosto · Responder · 1 · 14 h


Nello Messo Kaiar Le Slak... te alimentas duma realidade crua e parasita. O conhecimento leva à verdade; A verdade leva à liberdade. Portanto rapah, devias considerar esses factos. Bika ku colocanga mambo buka kivutchi.
Gosto · Responder · 12 h


Valdo Pinto Quando aprenderes a escrever Hitler volta aqui...
Gosto · Responder · 1 · 11 h


Niltton Azor Bungui Por mais q insistam q Cabinda é Angola nós os Cabindenses não estamos aí vamos lutar nem que se derrame sangue inocente
Gosto · Responder · 11 h


José Mário Da Cunha É normal ver os Angolanos preocupados quando se fala da independência de Cabinda os Angolanos tremem quando assunto é Cabinda eu vos entendo sei que Cabinda é uma parcela importante de Angola, por isso quando se fala da independência de Cabinda os Angolanos ficam preocupadismo... O medo de perder Cabinda é tão grande que até ignoram a história real de Cabinda que lhe da o direito a independência.
Gosto · Responder · 1 · 9 h


Kaiar Le Saläk Parvo parólo páh!. Herdaram um legado bosta, por parte de pais, tios, avós e bizavós ganancioso. A história de Cabinda não começa com o tratado de Simulambuco de modo nenhum. . . Quém controlava grande parte do território que é hoje Cabinda era o Manicongo através das suas filiações com reinos menores (ex: reino de Ngoya etc, etc)
Com a realização da conferência de Berlim em 1885, cabinda foi reconhecida internacionalmente como território Português, porém, pelo facto de os Belgas reclamarem uma saída pra'o oceano atlântico, cabinda ficou intransponívelmente inacessível por via terrestre com o território pertecente ao reino através do rio congo ou zaire.
.
Onde é que está o Problema? No petróleo? Ou na Madeira? #Parólos_páh!. . . Alguém diz a esses idiotas que maioria (+50%) das receitas do #OGE_2017 proveio do sector não petrolífero e continuará a ser de tal modo porque o Petróleo não mais será a principal commodities daqui a 10, 15, ou 20 anos;
A tal madeira de Maiyombe não é assim tão grande coisa porque a maior parte da tal Floresta encontra-se nas regiões dos Congos Ex-Zaire e Democrático.
. Vou perguntar mais uma vez: Qual é o vosso problema?
Petróleo não é renovável e maioria das reservas internacionais encontram-se no Golfo Pérsico, Venezuela e EUA. Carambas, por favor., alguém tire a venda dessa gente camões e ora, orem ao Cristo, pra que possa operar neles o milagre da cegueira; e passarem a ver as coisas com olhos de #ver "passa a redundância" porque está gente está redondamente. . . #Sei_lá
.
Otário (José Mário Fleczinho)
Gosto · Responder · 1 h


Escreve uma resposta...





Mário Costa É preciso pensarmos na Unidade nacional e não no interesse em pessoal ou de um grupo, país viveu imensos anos de conflito e como consequências o fraco desenvolvimento que hoje temos, eu sou de opinião que deve haver um diálogo profundo entre as autoridades constitucionalmente instituídos e dos membros deste por formas a encontrarem consensos, cabinda quer autonomia, agora as lundas também idem, amanhã idem, onde vamos parar com isso? Isso começa a preocupar! Apelo as autoridades nacionais e não só a porém fim a esses movimentos através de políticas apropriadas, criarem infraestruturas de ensino e de saúde e outros equipamentos sociais que permitem desenvolver as regiões, vamos evitar isso, em nada desenvolve o país, olhar um país como um só, e discutirmos as nossas diferenças com coragem e maturidade acima de tudo.
Gosto · Responder · 7 · 23 h · Editado


Geraldo Ngaca Kaiar,Nvita e Domingos depois de ter lido tudo,tenho a plena certeza que vcs são muito inocentes no tempo e no espaço onde vivem,não vós sois culpados,estão apenas mergulhados na história que vos ensinam na escola,as vossas mentes precisam de uma formatação pra começarem a introduzir novas matérias
Gosto · Responder · 5 · 23 h


Mario Anastancia Muassua Shine O governo tem que reconhecer as terras onde sai os recursos mais valiosos do país, garantir uma boa educação, emprego , infra-estruturas porque são essas terras que contribuem para o desenvolvimento do país. Ele tem que saber expandir a rede económica porque Angola não é só pra nós que estamos em luanda...
Gosto · Responder · 17 · Ontem às 10:54


Bacalhau Da Glória BG MARIO MEU AMIGO, SE TODOS OS DIRIGENTES PENSA SE ASSIM COMO VOCÊ O PAÍS NÃO TERIA MUITOS PROBLEMAS,,, JA VISTE ONDE QUI SAI MATÉRIA PRIMAS E O POVO VIVE COMO SE FOSSE NO SUDÃO SUL???
Gosto · Responder · 13 h


Valentino Manchester O País no seu todo está mal.
Gosto · Responder · 13 h


Mario Anastancia Muassua Shine Esse é o problema, ...
Gosto · Responder · 10 h


Escreve uma resposta...





Medicamentos Hospital Isso é uma luta de estupidez ...
Poxas ,mais se as lundas e Cabinda fossem como Cunene terra da seca e pobreza quem lutaria por elas?

Que esta em jogo é a riqueza,mais ja naõ vaõ conseguir ,de Cabinda ao Cunene somos todos angolanos só a governaçaõ do mpla é que está mal.
Gosto · Responder · Agora mesmo


Stefany Periny Marsaelalhabas Perturbado na área!!! Esse não é revolucionário; é burro! Se com a suposta união dos povos xta sendo dificil acabar com o regime ditatorial, imaginemos agora com a divisão!? Ele acha q só são os Lundas q sofrem? e os Bakongos, Nhanheka-Humbi, Kwanhama, Mukubal, Mumuila, etc, não sofrem? E qual é a sujestão dele! Que todos lutem pra divisão e autonomia dos seus territórios? Que forma mais debil d pensar! ... Sernos-ia melhor procurar formas mais estratégicas funcionais d unidade nacional pra se ultrapassar os problemas q nos assolam!!! Agora se alguém quer voltar no monopólio d pequenos reinos d sobado etnia, precisa saber q já passamos por isso...
Gosto · Responder · 22 · 4/2 às 21:55


António Sozinho Caithinho É sua mentira pá
Gosto · Responder · Ontem às 8:35


Manuela Sofredora A vida nestas paragens não é fácil o povo destas regiões sofrem bastante.
Gosto · Responder · 22 h


Miller Gomes De Bruin lundas nunca foi Angola , é claro a divisão está em acção
Gosto · Responder · 20 h


Stefany Periny Marsaelalhabas A maioria dos Estados se formaram com união d pequenos reinos ou pequenos estados ou povo!... Será q os EUA é formado por povo da mesma tribo? E se não, porq não sujerem a divisão? Se os Lundas sofrem, então juntemo-nos a mesma causa revolucionária d cria um país democrático com uma revolução forte... Os Lundas não não xtariam melhor com a divisão se a consciência revolucionária não se instalar a causa nacional...
Gosto · Responder · 17 h


Orlando Marijai Rara Stefany e o que outras tribos estão a fazer para que isso a caba, se os kiokos/se é que está certo apalavra, estão a fazer qualquer coisa porque qua do ja sofremos de mais temos mesmo que procurar um mecanismo. agora se está certo a atetudes deles nao sei, o certo mesmo é que nao existe liberdade sem sacreficio
Gosto · Responder · 2 · 16 h


Alcys Líbano Stefany, Gostei do teu comentário, independentemente da posição ideológica... Temos é de persistir em trazer mecanismos de desenvolvimento equitativo e gestão da coisa pública. A divisão ou separação é obra dos malfeitores. Política não é dividir a terra mas sim dividir a riqueza da terra para todos!
Gosto · Responder · 2 · 15 h


Bacalhau Da Glória BG AINDA É CEDO, VEREMOS MAIS SUGESTÕES, O GOVERNO ANGOLANO NÃO APOIA A POPULAÇÃO DAS LUNDAS, SE APOIA SE NINGUÉM DEVERIA SE PREOCUPAR, SO SABE EXPLORAR RECURSOS MINERAIS, ,, SE ZECA QUER FAZER MANIFESTAÇOES TEM RAZÃO, SAURIMO BRILHOU NOS ANOS PASSADOS, AGORA FICOU LIXO!
Gosto · Responder · 13 h


Marcelino Márcio Ypata Queremos uma lunda independente porra nenhuma.
Gosto · Responder · 10 h


José Mário Da Cunha É normal ver os Angolanos preocupados quando se fala da independência de Cabinda os Angolanos tremem quando assunto é Cabinda eu vos entendo sei que Cabinda é uma parcela importante de Angola, por isso quando se fala da independência de Cabinda os Angolanos ficam preocupadismo... O medo de perder Cabinda é tão grande que até ignoram a história real de Cabinda que lhe da o direito a independência.
Gosto · Responder · 1 · 9 h


Stefany Periny Marsaelalhabas #Orlando valeu mano ( quando dizes q "não há liberdade sem sacrifício" xtas certo mas liberdade não significa necessariamente separar-se dos seus compatriotas, xpero q neste sentido venhas a ter certeza d q eles xtão errados sim!). Irmão #Alcys falaste tudo q gostaria dizer ( o teu comentário responde claramente todos questionamento q se possa levantar sobre o assunto." Política não é dividir a terra, mas a riqueza da Terra pra todos") gostei mano. #Bacalhau acho q já encaraste, caso não, veja ou reveja o comentário d Alcys. #Marcelino e #José suponho q sois d boa fé e então encaremos a situação com olhos francos e imparciais!!!
Gosto · Responder · 54 min


Escreve uma resposta...





Domingos Wala João Tantos faz as LUNDAS e CABINDA só reclamam indempendencia porquê o Governo do MPLA nunca soube dividir a riquesa que este Grande belo país têm...
Gosto · Responder · 29 · 4/2 às 19:44


João Gomes CABINDA NÃO É ANGOLA
.
.
Nenhuma arma nem exército, por mais poderoso que seja, consegue derrotar ou erradicar um sentimento patriótico enraizado num povo, por isso, quanto mais for a vossa repressão gratuita aos nossos anseios legítimos como povo e como nação Bindas, maior será o nosso fervor pela liberdade....... because we believe that freedom will coming tomorrow. Um dia, a gente será livre; um dia, a gente será donos e senhor do nosso destino; um dia, já não sermos obrigados a ostentar uma nacionalidade em que não acreditamos pertencer e como tal a gente não se revê na crença apenas formalmente pelo B.I. Esse dia há de chegar. EU ACREDITO
Gosto · Responder · 15 · Ontem às 3:44 · Editado
Ocultar 19 respostas


Valdo Pinto Cala boca revolucionario burro...
Gosto · Responder · Ontem às 5:35


António Sozinho Caithinho Burro é você mesmo sabendo que isso é verdade mas quer fingir
Gosto · Responder · Ontem às 8:29


Mirelson D'elmor de Júliacéu João você é muito burro...
Gosto · Responder · Ontem às 9:29


Will Escolhido Artur Cabin da é Angola. Assim como Alasca é EUA.
Rebeldes sem causa, não passarão.
Gosto · Responder · Ontem às 11:15


Bi Sebastiao Muito antes da independencia de Angola, cabinda ja fazia parte da provincia de Angola, antigamente cabinda e Angola estavam unidas por terra, mas uma pequena terra de Portugal (ANGOLA) foi oferecida para a Belgica (Congo RD) isto para que a Belgica de Africa tivesse acesso ao mar, entao um canal de Angola deixou de ser parte de portugal, e passou a ser parte do Congo da Belgica, a parte restante do canal continuou a fazer parte de Portugal (Angola)
Gosto · Responder · 1 · 22 h


Ënöckilsön Dos Olhos Divinos bm dito #BI
Gosto · Responder · 22 h


José Mário Da Cunha CABINDA nunca fez parte de Angola nem antes nem durante e nem depois da retirada dos Português, Cabinda foi anexada a Angola, sem conhecimento do povo de Cabinda.
Gosto · Responder · 2 · 22 h


José Mário Da Cunha Nelson dos Santos veja o mapa mundo e verás muitos países do mundo com uma dimensão geográfica menor que Cabinda mas são países independentes, nós Cabindas so queremos ser apenas Cabindas e mais nada, nós não acreditamos na nacionalidade Angolana porq...Ver mais
Gosto · Responder · 4 · 21 h · Editado


Valdo Pinto Cabinda é Angola palhaço quer queiras ou não palhaço separatista...
Gosto · Responder · 21 h


João Gomes Valdo Pinto você é um palhaço ignorante ao mesmo tempo, procura conhecer a verdadeira história de Cabinda, eu sei que a verdade doi mais deve ser dita CABINDA NÃO É ANGOLA.
Gosto · Responder · 1 · 18 h · Editado


Carlos Kwaya A capital do reino do congo foi Banza congo e abragia também Cabinda antes do português seus sacanas o petroleo acaba não é renovavel assim como a madeira o que mais vcs tenhêm?
Gosto · Responder · 14 h · Editado


João Gomes O Reino do Congo não abrangia so Cabinda, abrangia também os dois Congos e Gabão vão também reclamar esses territórios ja que faziam também parte do Reino do Congo porque so reclamam Cabinda?
Gosto · Responder · 12 h · Editado


Niltton Azor Bungui Coitados então RDC RC e Gabão são territórios de Angola Angolanos até quando sereis burros?
Gosto · Responder · 11 h


Bresneve Mateus Luis Neves burros ao quadrado desde sempre Cabinda foi é será sempre uma província de Angola caso queiram vão discutir isso aos portugueses este sonho de Cabinda se tornar independente é melhor esquecerem seus separatistas de Quinta categorias.
Gosto · Responder · 1 · 10 h


Valdo Pinto Ou palhaço João Gomes tu é que és ignorante apartir de 1920 Cabinda deixou de ser protectorado Português e passou a fazer parte da provincia ultramarina de Angola anulando o tratado de simulanbuco assinado com os princepes de Ngoyas e antes disso pertenceu ao reino do Congo cuja capital situa-se em Mbanza Congo " Angola" anteriormente existia a ligação terrestre que deixou de existir depois de uma solicitação Belga de uma saida maritima na conferencia de Berlim, compreendeu... Aberto para dar-te mais aulas menino mal formado...
Gosto · Responder · 10 h


Niltton Azor Bungui Voce é muito burro Muanda que também é território de Cabinda foi dada aos belgas antes de 1920 por
Gosto · Responder · 10 h


José Mário Da Cunha Reclamem as Lundas porque fazem parte do vosso território Angolano, mas Cabinda nunca foi nem antes, nem durante, nem depois da retirada dos Portuguêses, Cabinda foi anexada a força no território Angolano, Cabinda foi anexada a partir de 1975 na assinatura do Acordo de Alvor, é para tu veres que Cabinda não fazia parte de Angola foi anexada como parte integrante do território Angolano a partir de 1975. CABINDA NÃO É ANGOLA
Gosto · Responder · 1 · 9 h · Editado


Antonio Miguel Pascoal Esses ativistas do Facebook fazem me rir...... Aqui muito bla bla bla mas na hora H todos escondidos tipo gatos molhados coitadinho v6 devem agradecer ao governo angolano porque os tem vos posto essas ideias ridiculas nas cabeças so quer a fruta tipo homem quando quer arrastar uma mulher e depois lhe manda lixar seus burros palhacos ignorantes
Gosto · Responder · 2 h


Abilson Van-dúnem O que lhe fazer dizer que cabinda não é angola, por ter petróleo, por não ter ligação terrestre com resto do país.
cabinda é um território pequeno vulnerável a ocupação dos dois congos, quis o destino que assim fosse , tal como as lundas, os kwanhamas e Umbundos e kimbundos e etc.
Então mussulo não é Luanda, não tem ligação com terrestre.
Gosto · Responder · 1 h


Escreve uma resposta...





Cayé Cayé Podem lutar de todas as formas as Lundas e Cabinda, pertencerá sempre Angola,isso não é a terra prometida, tanto em Cabinda como nas lundas não tem nenhu moises ou josué que lhes foram prometido terra dos seus antepassado.
Gosto · Responder · 6 · Ontem às 9:38


Edgar Domigos Dos Santos esse são todos bandos de burrus ya sera q é mesmo do africano ser Sempre burru até quando q vão ver q Cabinda e nas Lundas pentecera Sempre o mesmo país
Gosto · Responder · 23 h


Bacalhau Da Glória BG VCS NÃO TÊM RECURSOS POR ISSO!
Gosto · Responder · 13 h


Niltton Azor Bungui Voces são burros triplicando Cabinda não Angola assim como as lundas
Gosto · Responder · 11 h


Escreve uma resposta...





Djoy da Silva sr jussay se realmente fosses cidadão angolano nao fazias está comparação absurda,Angola é um estado indivicivel ja imaginaram se todas as etnias decidirem serem autónomas. é claro que vamos voltar ao sistema de reinado .
Gosto · Responder · 4 · Ontem às 11:10


Jeremias Candongo André Estou a ouvir as pessoas a falarem muito " João Lourenço ", daqui, "João Lourenço " daí ... . Será que é novo reforço do Petro Atletico de Luanda ?
Gosto · Responder · 8 · 4/2 às 21:47


Mateca André Kikita KkkkkkkkkkkkkÉ novo rerorço do M. Rsssssr !
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 22:21


Jubito Jonatão Jonatão kkkkkk
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 22:45


Deolindo Katchy Mira É o novo reforço dos vermelho e preto (1°Agosto) =M
Gosto · Responder · Ontem às 0:22


Manuela Sofredora kkkkkkkkkkkkkkkkkk Caduco estão a desabar
Gosto · Responder · 22 h


Escreve uma resposta...





Eduardo Pedro Edulax quando as bocas andam sujas até só sabem é criticar os outros q ideias essas d querem dividir os lundas, Cabinda será q resolve qualquer coisa nisso precisamos uma estabilidade unidade nacional. sinceramente uma coisa é manifestar em benefícios do bem estar do povo a educação a rentabilidade,agricultura q são o foco principal d um desenvolvimento do país sem isso no muda nada só críticas porque quando o país si encontrava em chama d fogo d nenhum manifestantes havia pra dizer quero a divisão o povo só fungiam d um lado pra outro hoje temos a paz estamos a mandar boca q o nosso governo não presta só rouba o povo o chineses o americano só exploram a terra isso é uma estratégia do nosso governo relações bilaterais como o diamante o petróleo são recursos explorado significa q a terra agrícola está suja d minas sangue derramado daí q todos nós precisamos voltar no campo como dizia o nosso primeiro presidente António Agostinho Neto havemos d voltar,Angola é África e África é o berço da humanidade.
Gosto · Responder · 2 h · Editado


Joaquím Tchindunda Max Quanto um Pai...é racista e mt burro" so pensa no seu bolsso o resultado é este" filhos desorganizados e cada qual qr fsr o q lhe apetece.
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 10:31


Adolfo Pedro Mais um tipo de notícia que não conduz à unidade nacional... Não gosto deste tipo de jornalismo. Angola não precisa mais de pessoas que pensam somente em separar. E, não é bom que vocês jornalistas, inteligentes que são, façam publicidade para um grupo de pessoas que desejam apenas aparecer.
Gosto · Responder · 9 · 4/2 às 3:07
Ocultar 12 respostas


Demiterio Demba Ntoto Demy e perigoso quando fingimos tudo está bem enquanto está mal!!!!
Gosto · Responder · 3 · 4/2 às 4:50


Adolfo Pedro Ninguém disse aqui, pelo menos eu, não disse que está tudo bem. Se tens algum problema com a visão, procure um médico. Se for com leitura, procure um professor de língua portuguesa, se for de análise política, aprenda que esse tipo de manifestação regional e tribalista é que está mal. Não é o facto de eu dizer que separar o país não é a solução, muito menos que sejam jornalistas a dar publicidade a isso.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 9:49


Kaiar Le Saläk Eu não sou nem espécie de Político tampouco de milícia mas, deveis deveras saber o que de convênio, me vária por Angola: Prometo à mim mesmo defender a Unidade Nacional e a nossa Soberania. Toda espécie de Jornalismo que incita contendas e promove o tribalismo dispenso.
Só fazem a cabeça de tólos porque de crómios não convecem nem com Converse nem com par de Vans. Otários octa-párvos!.
Gosto · Responder · 4/2 às 10:31


Kaiar Le Saläk Jornalismo da treta.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 10:35


Adolfo Pedro Concordo. Essas tretas da FLEC e dos LUNDAS em nada contribuem para a unidade e coesão do país. E se analisarmos bem isso, é apenas uma maneira de conseguirem lugar no governo ou títulos. De política não tem nada.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 10:39


Naylov Tubarao Xtress E triste só #Deus SOS #Jesus_volta_já
Gosto · Responder · Ontem às 3:21


António Sozinho Caithinho Mas nós Cabindenses não somos angolanos e vocês sabem disso perfeitamente como é que vocês querem que a gente contribua. Se nós desde sempre procuramos a nossa independência?
Gosto · Responder · Ontem às 8:26 · Editado


Joaquím Tchindunda Max kkkkkkkkkkkkk isto é ridículo.
Gosto · Responder · Ontem às 10:20


Azul Ciano Pey Peyp A tarefa do jornalista é sim informar tudo o que acontece. Mas os lundas têm sim muitas razõe para manifestarem-se, eu mesmo fui às lundas e vi o quanto aquele povo é desgraçado, desculpem-me a expressão mas aquele povo mereciam muito mais do que têem. OU QUASE NADA TÊEM!!!
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 10:45


Adérito Aderyma Analisando somente os comentários...
Gosto · Responder · 22 h


Fernande Eustácio Mas "autonomia" não é "separação"!
Gosto · Responder · 21 h


Adolfo Pedro Sr. Azul Ciano Pey Peyp, foste e ficaste quanto tempo???
Eu vivi cerca de 3 anos no leste. Não me obrigue a falar, por favor!!!
Gosto · Responder · 21 h


Escreve uma resposta...





Pedro Dáquele Pai Pémilton Viva a revolução irmão das lundas tem razão de fazer manifestações pq isso é um abuso onde sai diamantes o próprio povo sofre onde já se viu isso? Avante a revolução então agora eles deram conta que são maltratados e chamados de atrasados se és das lundas diz avante a revolução.
Gosto · Responder · 3 · 19 h


Carlos Kwaya Basta ser Africano e preto para pençar assim ja reparou a dimenção que tem os ( EUA) e quantos Estados tenhêm num so país porque devidir esta merda que ja é pequena igoistas
Gosto · Responder · 14 h


Escreve uma resposta...





Antonio Santos Quem Financia o Zecamutchima? Alguém por trás um Master Mind deve estar a promover a divisão. Sendo Lunda reconheço as necessidades do nosso povo e delapidação dos recursos Lundas sem uma contrapartida para as comunidades rurais. Agora reclamar protectorado com o ascender dum futuro Congo fascista é perigoso e a situação poderá escalar para conflito.
Gosto · Responder · 7 h


Mario Adriano Adriano Este é só um pedinte, a melhor forma que encontro para pedir o obter algum bónus foi esta infelizmente ninguém este não faz temer ninguém, pq as lundas nunca foram outros países, ele vai ganhar juízo com essa gravata bem grande fato tipo do Dom Quixote de Lamancha kkkkķk
Gosto · Responder · Ontem às 8:58


Príncipe Henriques Eu sou da Lunda e muito sinceramente não estou de acordo com esta ideia de separação mais defendo melhorias na nossa região que é claramente sub-desenvolvida em todos os aspectos.
Gosto · Responder · 3 · 11 h


Eudes Anderson Delson Kkkkkkkkk este são malucos que querem vir estragar paz e armonia que nós temos,, esses quando tem fome são mesmo assim, já ouvi deste movimento antes dos meus dois anos de idade, agora tenho 24 sempre a mesma coisa, vão só já meu tio José Eduardo dos Santos pra vos dar o que vocês querem, pra deixar a nossa LUNDA TCHOKWE em paz
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 10:52


Carlão Fernandes Kanawa VOÇES FALAM ATÓA,POR FALTA DE ESTUDAR A HISTÓRIA É POR ISSO...AS LUNDAS NUNCA É ANGOLA É UM IMPERIO,os Camudungos e sulanos são sobrinho dos thokué.As Lundas não foi colonizado pelos portuguêses apenas eles foram lá por contracto de negócio isso foi o Erriques de Carvalho.O povo thokué ja era civilizado tia pente do cabelo,ja tinha cural,e ja fabricava faca tradicional poko.Nossos pais lutaram pela liberdade e não aceitamos a vossa mal conduta de governação.o povo TCHOKUE ja não xta mais no sono...Abadonem nossas terras nossas riquezas.
Gosto · Responder · 5 · 22 h · Editado


Paulo De Oliveira Paulão passei para ler os comentários, se eu opinar é maka! Mas não quero só a mudança do técnico, mas a desistência de toda equipa na Liga.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 23:31


João de Jesus o governo nao tem o direito de tomar toda riqueza do pais,quando um governo controla toda riqueza o povo fica pobre e miserável,o governo só tem direitos de impostos Elis nos vejam de burro,maldito o homem que confia no homem,nós temos que ter acesso as riqueza como diamantes,ouro,mercúrio,petróleo e outros minerais, isto é brincar com a nossa cara,tudo delis?os terreno,diamante e outras riqueza,isto é para elis fazerem de nossas filhas,irmãs,mulheres,de prostitutas,por falta de imprego e dinheiro,os condomínio é delis tudo é delis,angolano abre o olho estão a nus escravizarem.
Gosto · Responder · 5 · 4/2 às 23:22 · Editado


Valdo Pinto O governo não vê que você é burro... Você é simplesmente um idiota mal formado...
Gosto · Responder · Ontem às 5:39


Zebraile Músico Zebraile Não vamos se mentir o governo ainda nào confia neste povo burro estãi a nos escravisar toda riqueza é deliz isso nào pode
Gosto · Responder · 1 · Ontem às 11:05


Manuela Sofredora Valdo Pinto Verme em forma de pessoa
Gosto · Responder · 22 h


Escreve uma resposta...





Hami Sacutala ele deve em primeiro conhecer os reabertos pelo qual o país se constitui parvoíces pa
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 23:05


Valdo Pinto Separação mais é o caralho, mais um oportunista, acha mesmo que é a melhor forma de resolver a situação do País quer fazer das Lundas a terra de ninguem ou transforma-la em Dombass?... Cães como esse é que precisam ser fuzilados, porcos separatistas.
Gosto · Responder · 4 · Ontem às 5:46 · Editado


Bacalhau Da Glória BG JA TENS MEDO NE!
Gosto · Responder · 13 h


Valdo Pinto Nem um pouco, medo é para especiés abaixo na cadeia alimentar que neste caso os separatistas, eu tenho dupla nacionalidade para mim tanto faz... Mas ainda assim acho que as pessoas podem reclamar, manifestarem-se do que quiserem só não concordo com pensamentos separatistas porquê as coisas funcionam assim um burro pensa e um milhão de inocentes pagam as consequências muito dos apoiantes destas ideias não sabem o que está a acontecer em outros Países com movimentos separatistas...
Gosto · Responder · 12 h · Editado


Escreve uma resposta...





Duplo D Moreno Clássico As Lundas é parte de Angola eu não concordo com esse sr,as manifestação que esse sr tem realizado é ilegal ele ma zé merece é uma boa pancada para ficar queito
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 21:26


Joao Nzenguele Nzenguele Nunca ninguém reivibdica sem nenhuma razão,bebé qndo está a chorar é prq têm fome,então estes se estão a reivindicar significa dizer que alguma coisa não vai bem e deve ser resolvido,o Mpla e Jes eles sabem.
Gosto · Responder · 22 h


Bacalhau Da Glória BG DUPLO SE UM DIA VIR NAS LUNDA, MANA UTALE WEVA KAMAWA NHI?????????
Gosto · Responder · 12 h


Duplo D Moreno Clássico fala portugues
Gosto · Responder · 9 h


Escreve uma resposta...





Aristides Carvalho ó zecatchyima vai apanhar onde as galinhas apanham. deves ter sangue de baniamulengue. poe la juizo nesta cabecinha oca. PAZ UNIDADE E RECONCILIAÇAO É O NOSSO LEMA. VIVA ANGOLA DE CABINDA AO CUNENE.
Gosto · Responder · 3 · 4/2 às 21:15


Basilio Rapper viva!
Gosto · Responder · Ontem às 0:37


João Gomes Nenhuma arma nem exército, por mais poderoso que seja, consegue derrotar ou erradicar um sentimento patriótico enraizado num povo, por isso, quanto mais for a vossa repressão gratuita aos nossos anseios legítimos como povo e como nação Bindas, maior será o nosso fervor pela liberdade....... because we believe that freedom will coming tomorrow. Um dia, a gente será livre; um dia, a gente será donos e senhor do nosso destino; um dia, já não sermos obrigados a ostentar uma nacionalidade em que não acreditamos pertencer e como tal a gente não se revê na crença apenas formalmente pelo B.I. Esse dia há de chegar. EU ACREDITO
Gosto · Responder · 2 · Ontem às 3:46


Aguinaldo Gomes K Smog vcs xtão a ficar mesmo frustrados...
Gosto · Responder · Ontem às 8:17


Aristides Carvalho BINDAS? QUE TIPO DE BEBIDA FABRICAM? E QUAL A MARCA DE CIGARRO. SERÁ O CAPIM QUE PARTE PEDRA? CUIDADO... CABECINHAS OCAS.
Gosto · Responder · 23 h


Escreve uma resposta...





Bresneve Mateus Luis Neves o tá território angolano ja é pequeno ainda cada governo quer apoderar-se de cada fatia quem é esse José Mateus deve ja ser exonerado é um distrator
Gosto · Responder · 10 h


Márcio Jose Ribeiro Ribeiro nos nao precisamos de separacista que vem trazeer caos pra nossa tera se o problema e a riquesa vao descutir com se eduardo pra vos dar terra de exploracao e tomar medidas de expulsar os estrangeiro d angola porque esse tambem Contribui para destabilidade d pais .eles nao deixam d ter razaõ porque a riquesa nunca foi bem gerida mas nao pdemos continuar fazer guerras porque causa de um individo q esta descontente por algo que nao foi resolvido .passamo 30anos de guerra e nao quero mas isso
Gosto · Responder · Ontem às 9:43


Gerson Miranda Esse regime já deu tudo que tinha pra dar, por isso vamos continuar com as manifestação até derruba-lo..............
Gosto · Responder · 1 · 14 h


Jubito Jonatão Jonatão primeiro Malakito como o presidente dos movimentos lunda Chokwe agora è zeca Mutxima ex o secretario do mxmo?
Gosto · Responder · 4/2 às 22:56


Damásio Piedro Dos Santos ...Unidos somos forte,porfavor não briquem mais de se divorciar?!Afinal somos todos irmão ,ãhm ,,,Norte ,sul ,este e oeste...
Gosto · Responder · 4 · 4/2 às 21:03


Victorino Tchissingui Silvestre Diamante no chão das Lundas e Gabinetes, edificios bonitos e tudo em Luanda.
Gosto · Responder · 13 h


Wilson Capemba Adriano Capemba esta autonómia eles pedem é política ou económica,se for esto estão de brincadeira.
Gosto · Responder · 4/2 às 22:39


Antonio Victor Mahina Veloy quando colono portuguès colonializou Angola,ele tinham assinado o comprisso com o reino do m
Gosto · Responder · Ontem às 9:48


Antonio Victor Mahina Veloy o colono portugues quando colonializou Angola,eie tinha ,rei
Gosto · Responder · Ontem às 9:39


Pedro Emanuel FD Outas coisa é boa noite. Quando a Esperança esta dispersa a fome procura refugio...
Gosto · Responder · 1 · 13 h


Julio Catomba Catomba A ver vamos na Lunda Norte o heroporto do Dundo e um dos heroporto de Angola quê ainda não foi inagorado porque tanto Diariamente nesso que diração da EDIAMA não sê cetua no Dundo porque fábrica ou endustria de lapidação de Diamantes não se situa no Dundo porque? é porque aquele povo com os recursos que eles são podres de mais! Pôr outro há onde vai o mesmo Diamante é Quanto e quê sé vende uma pedra de 1 cara ponto 80 para aqueles que nasceram lá tem justa razão de reclamar porque não nada lá o povo está à sofrer não medicamentos nos hospitais os paciente compra seringas luvas soros etc. isto é pouca vergonhas a inda há localidades que não á Rede da Unitel meus camarada
Gosto · Responder · Ontem às 10:56


Carlos Kwaya Este problema é de cabinda au cunene
Gosto · Responder · 14 h


Escreve uma resposta...





Emanuel G Diogo é inconcebível um angolano ter ideias de separação pois foi conquista a independência como Angola, a paz como Angola....agora que lutamos pela liberdade, democracia, transparência, e desenvolvimento como tal vamos nós separa!!1 o país todo sofre com a má gestão da coisa publica, devemos é mas uma vez unir esforço para termos um governo com ideias inclusivas ,onde pode se rever a constituição d forma a transformar Angola em estados, de forma que as leis possam ser adequadas a realidade de cada região.... "agora vejamos sé ñ serão os mesmo que dizem quer ser independente, que em Agosto ñ vão votar no conformismo"
Gosto · Responder · 39 min


Ricardo Pascoal Ricas Dividir o paìa não é oque se pretende mas uma boa governação melhoria de condiçoes de vida meus amigos esta região do lest é rica em tudo solo fértil abundante rios mas a polução vive numa miséria sem luz nem água é uma lástima
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 21:54


Doutor João Chivela Essa é a vós dum oprimido saturado de tantas injúrias políticas. Haja justiça em Angola por favor...
Gosto · Responder · 16 h · Editado


Kito Aliceberto Tanto história de Angola como da Lunda os nossos velhos venderam nos pulas para obterem o bem. Agora é só resumo d tudo!
Gosto · Responder · 10 h


Jack Lupue Mas um frustrado no mercado...Angola ñ precisa de protexto mas sim uma mudança na vida de todos angolanos
Gosto · Responder · 4 · 4/2 às 15:44


Manuel Miguel Miguel nao partilho a burrice de muita gente,o mais importante é estarmos unido e nao separado
Gosto · Responder · 3 · 4/2 às 13:11


Souza Paulino Estes sem vergonha que assumem-se contra as manifestaçõe, sao os inimigos deste sofrível e pacífico povo angolano. Porque duvido que diante de tanta pouca vergonha desta (des)governãção, haja ainda gente que não percebe que diante de tanta atrociade, o povo não possa exercer o direito de lutar pelas sua liberdade
Gosto · Responder · 19 h · Editado


Bavonda Kuawu Podem se matar entre vocês porque isso não me interesse mas não esquecem que Cabinda não é Angola e toda gente sabe disso. Sabemos que não é do agrado dos angolanos quando tocamos neste ponto mas o tempo há de dar resposta mas agora podem aproveitar das riquezas que Cabinda tem e matam os seus filhos para vosso contentamento mas o fim desta história será drástica para muitos
Gosto · Responder · Ontem às 10:43


Tony Alban Alban Já consigo prever vários conflitos etnícos no nosso pais.
Gosto · Responder · 5 · 3/2 às 23:29


Patrício Hugo Patrício primeiro ja ouvi falar de malaquito e agora ZECAMUTXIMA ! será são 2 aliados que querem separar as lundas ?
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 19:16


Carlosjose De Oliveira Mangas Esse lhe deixam so o M sabe como tratar indivíduos com este comportamento
Gosto · Responder · 2 · 4/2 às 22:35


Calunga Andre eu duvido muito se não tem mão do Ocidente neste caso que envolve os cabinda e os Lunda...
Gosto · Responder · 4/2 às 19:15


Joao Secuma Djonny Gray Se fosse como Namibe que nao tem nada isso nao poderia acontecer..o apetite no diamante é grande..
Gosto · Responder · Ontem às 9:14


Augusto da Lunda Vocês todos que são contra os direitos legitimo do povo Tchokwé; não passam de burros e analfabetos, antes de criticar; se actualizem históricamente quem é o povo Lunda, por isto que mal os Angolanos conhecem suas origens, analfabetos.
Gosto · Responder · 12 h


Abel d'Bel Johnson Séria mui gratificante mesmo uma divisão politica e territórial, pra vermos ond vai sair + tanta riquesa que est belo pais tem, que so é na sua maior parte servida na tal chamada d capital Luanda.
Gosto · Responder · 20 h


Enesto Mbili Crdeiro O SR. MATEUS É QUE ME PARECE TEIMOSO. ESTE ASSUNTO PODE SER RESOLVIDO COM AUTARQUIAS!
Gosto · Responder · 22 h


Oliveira Borges a união faz a força,mas o M mudou o conceito,logo quando num país começa a surjir este tipo de pensamento então é porq as pessoas estão saturadas.unidade nacional fica fora de questão porq os politicos entre paredes dizem: " salva-se quem puder"
Gosto · Responder · Ontem às 10:52


Edy de Almeida Quando a casa está desorganizada e a turbulência, e os intelectuais e acimilados vam finjindo que está tudo bem por que não desarrumaram os seus quartos, os menos acimilados preocuram ter o seu monopólio, e com isso organizar da sua maneira, .
Gosto · Responder · 4/2 às 21:33


Edy de Almeida O cota foi bem directo em suas palavras,tivera dito asim"eu não tenho arma por que a minha guerra não é de arma e de feitiço,eles que venham eu estou preparado,
Gosto · Responder · 3 · 4/2 às 0:12
2 respostas


Jacinto Jack Não se turbe os voços corações .O MPLA sub a liderança do presidente JES .Ele estara no seu devido lugar .
Gosto · Responder · 4/2 às 21:51


Stack Ferro Cangupe Lundas minha terra temos que lutar para respeitarem o nosso protectorado e as datas mais importantes deste povo e porque as mesmas são nacionais.
Gosto · Responder · 9 h


Jesse Liconde Loucura pare com as bistera tenhem que pensar o amanha e pelo fundos monitarios nao apoie so vammos
Gosto · Responder · Ontem às 2:10


Bill Serafim Em que vertente é usado este termo protetorado? Na realidade vivida no continente que no então considerou se como bolo o termo protetorado já não tem cabimento.
Gosto · Responder · 21 h


Zola Malele Major Hacho isso nao pode acontecer no pais como nosso ,agora pergunto vaos ajuntar se com os lundas e tshokwe do congo RDC E DA ZAMBIA? E quando o filho do antigo presidente do congo e seus companheiro congoles levaram diamante das lunda no congo no tempo do dr savimbi onde estavam so hoje de pensar nas suas riquezas
Gosto · Responder · 11 h


Eduardo Pedro Edulax numa matéria q acompanhei sobre África em que o atual presidente Donald trump dizia q os africanos continuam cada vez pobres porque quando caí chuva a invés d si preocupar na agricultura só estão preocupado no sexo
Gosto · Responder · 2 h


Querubim Guardião O problema deles é o governo não satesfaz as necessidades dos povos autotones mesmo com ocupação e exploração massiva dos diamantes,aonde vão os recursos se as condições de vida não muda ? o povo nato pergunta
Gosto · Responder · 18 h


Bacalhau Da Glória BG ES GRANDE HOMEM MEU!
Gosto · Responder · 12 h


Escreve uma resposta...





Elias Caquenda Elias as lundas e uma provincia mais rica do nosso pais mais os jovem sem emprego e pvc nao tem uma boa INFRATUTURA NA PARTE DA EDUCACAO ETC...... ENTAO SE A MANIFESTACAO E COM RASAO
Gosto · Responder · 15 h


Skullboyz Zanoth CN Q safoda essa merda! prefiro ouvir os sons do Chris brown e não ouvir essas políticas crua e burras😬
Gosto · Responder · 4/2 às 23:42


Domingos Domingos Belinho VIVA PAZ VIVA ANGOLA EM AGOSTO TEREMOS O TERCEIRO PRESINDETE . QUE BOM
Gosto · Responder · 1 · 12 h


Roceau Ac Roceau Esta governação é uma salado, aliás só porque o tempo do MPLA acabou.
Gosto · Responder · 22 h


Jack Jaime Chipilica Jack Resultados de um so povo uma so nacçao. faltou o Governo saber os intereces de cada povo e nacçao.
Gosto · Responder · Ontem às 7:21


Yopick YO Eu acho q todas as provincia qerem ser um país pq os terroristas do mpla estragarão todo territorio

Savimbi o mpla n t modelo d governação congreguedora para lidar com o povo
Gosto · Responder · 12 h


Pio TAtty Assim vai Angola, mas não sei onde vai parar...
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 19:52


Leonel Aires de Sousa esses gajos merecem ser fuzilados todos eles qual autonomia das luandas merecem ser fuzilados todos eles
Gosto · Responder · 21 h


Txifutxi Fernando Alberto Dance Bem haja meu tio, estamos nessa devemos lutar pelo nossos direitos...
Gosto · Responder · Ontem às 3:19


Pedro Samuelson Os nossos dirigentes precisam mesmo é dialogar com as populações. As províncias como Cabinda e Lundas, tendo em conta as suas contribuições no OGE este merecem uma atenção especial.
Gosto · Responder · Ontem às 10:31


Poéta Das Ruas Sou filho das Lundas, por isso apoio a iniciativa por causa das indiferenças. Nas Lundas só há buracos pouco desenvolvimento.
Gosto · Responder · 2 · 13 h


Emílio Junior Sanjambela Angala é una e indivissivel quê autonomia é essa mas? Há cada maluco kkkkkkkkk
Gosto · Responder · Ontem às 10:18


Bacalhau Da Glória BG AS VEZES MALUCO ES TU!
Gosto · Responder · 12 h


Emílio Junior Sanjambela kkkkkk aié Bacalhau? Eu é quem quero dividir angola kkkk
Gosto · Responder · 8 h


Escreve uma resposta...





Roboz Touroz Não há dúvidas que #Cabinda um dia será independente de #Angola
Gosto · Responder · 1 · 9 h


Maurice Bernardes Nós de #Cacuaco também queremos nossa #Independência..!😃😃😃
Gosto · Responder · 1 · 21 h


Zeferino Eugenio Mais outro fantoche em Angola
Gosto · Responder · 23 h


Hami Sacutala cão pensa que isto é europa nem.
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 23:04


Mateca André Kikita Quer quê esse ai ?
Gosto · Responder · 1 · 3/2 às 23:49 · Editado


Adriano Cebastio Adriano sebastiao
Gosto · Responder · 1 · 23 h


Honório Dinis Malungo ANGOLA NÃO SE SEPARA... NOSSAS TERRAS NÃO SE DIVIDEM... AS LUNDAS SÃO TERRITORIOS ANGOLANOS , POR TANTO JAMAIS SERÃO AUTONOMAS!!!....
Gosto · Responder · Ontem às 9:11


Domingos Lazier Mucongo A ser uma provincia autónoma nao significa que será um outro país mas,sim, é a provincia ter e fazer o seu propio orçamento ,isto é deixar de depender do governo central e passar a depender do governo regional. Os lundesses tem toda razão porque na Luanda sai muito diamante mas a população vive mal, por là tudo é caro,o governo nunca criou política para que elas tenham produtos a preços rasuaves, vão pra là tiram os diamantes e nao se importam com a povo que aì vive,pelo contrário matam os donos da terra.
Gosto · Responder · 23 h


Honório Dinis Malungo CONCORDO PLANAMENTE CONTIGO....
Gosto · Responder · 19 h


Escreve uma resposta...





José Mário Da Cunha Cabinda é um estado oriundo dos reinos de Kakongo, Ngoio e Loango que foram inicialmente reinos autónomos do antigo reino do Kongo dia Ngunga ou Kongo dia Ntolila. Em 1500, estes três pequenos reinos emanciparam-se e formaram Cabinda. . Na sequência da chegada dos Europeus nas margens do reino Kongo no século XV, devido à sua posição estratégica, Cabinda tornou-se alvo da cobiça das diferentes potências coloniais. Portugal, temendo perder Cabinda fez assinar tratados aos chefes cabindas em 1883 (Chimfuma),1884 (Chicamba) e 1885 (Simulambuco), antes da Conferência de Berlim, reunião das potências europeias para a divisão das colónias e as zonas de influência na África. Por conseguinte, ao 1 de Fevereiro de 1885 foi assinado o Tratado de Simulambuco entre os príncipes cabindas e a coroa portuguesa, conferindo a Cabinda o estatuto de protectorado português; contudo Angola era já uma colónia portuguesa desde 1482. . Em 1910, um golpe de Estado militar põe fim ao reino do rei Manuel II e, em 1911, é proclamada a República de Portugal que se dota de uma nova constituição. . Em 1933, a nova lei fundamental portuguesa mantém entre as suas províncias ultramarinas a distinção entre Angola (uma colónia) e Cabinda (um protectorado). . 1956: Por razões de simples conveniência administrativa e facilidade de gestão, Portugal liga administrativamente Cabinda à sua colónia angolana, sem consultar o povo de Cabinda, que não tem nenhuma fronteira comum com a Angola. . 1963: Criação da FLEC - Frente de Liberação do Enclave de Cabinda. . Antes da anexação de Cabinda pela Angola, o povo Cabindês nunca se tinha submetido à dominação portuguesa. Numa perspectiva de libertação das suas populações da dominação portuguesa, os Cabindas tinham-se organizado no seio do Movimento de Libertação do Enclave do Cabinda (MLEC), do Comité de Acção da União Nacional de Cabinda (CAUNC) e da Aliança do Maiombe (ALIAMA). . Para melhor intensificar as suas acções, os três movimentos fundiram-se aquando do Congresso de Ponta-Negra (Congo/Brazzaville) de 2 a 4 de Agosto de 1963 para criar a FLEC. . 1964: Aquando da 2ª Cimeira de Cairo da Organização da Unidade Africana, a questão de Cabinda é outra vez colocada, em conformidade com o programa da descolonização da África que reconhecia assim Cabinda como o 39º Estado africano a descolonizar enquanto Angola é o 35º. . 15 de Janeiro de 1975: Assinatura dos acordos de Alvor entre Portugal e os 3 movimentos de libertação da Angola (FNLA/Golden Roberto; MPLA/Agostinho Neto e UNITA/ Jonas Savimbi); Cabinda é anexado a Angola, violando assim o direito internacional que reconhece ao povo de Cabinda a sua soberania e o seu direito à autodeterminação. Os Cabindas manifestaram a sua indignação total contra esses acordos e depois o Portugal suspendiu esses acordos de Alvor e declararam ser nulo e sem efeitos a tal anexação. De 2 a 3 de Novembro de 1974: Cabinda é ocupado militarmente pelas forças do Movimento Popular de Libertação da Angola (MPLA) a partir de Ponta-Negra, Congo/Brazzaville com a cumplicidade do Marien Ngouabi e a ajuda soviético-cubana. . 11 de Novembro de 1975: Após a declaração da independência de Angola, Cabinda torna-se por conseguinte 18ª província da Angola. Com essa invasão e ocupação ilegal que se seguiu da anexação, o povo de Cabinda vai conhecer um drama sem precedentes que dura até hoje. . Citando os famosos termos do intelectual e homem profundamente humano abaixo, o povo Cabinda interpela a Comunidade Internacional a dizer uma palavra sobre Cabinda: « Para um povo, o pior da denegação da justiça não é ser esmagado, mas quase apagado da memória universal por uma propaganda hegemónica que lhe consagra para a lata de lixo da história . » . Obs: Esse é o motivo principal que a FLEC luta pela independencia de Cabinda .
Gosto · Responder · 2 · 21 h


Temotio Paulo Paulo Wilson São todos charlate
Gosto · Responder · 1 h


José Abraão Daundo Isto é uma parvisse...
Gosto · Responder · 17 h


Bemjamim Luemba Luemba Forçam, dpois Cabinda tbem vai querer indpendencia.
Gosto · Responder · Ontem às 10:34


Anselmo M. Moreira Não faz sentido nenhum. É mais um paranóico q qer ser presidente
Gosto · Responder · 4/2 às 19:04


Garcia Deoliveira Mais teimoso so!!
Gosto · Responder · 1 · 4/2 às 2:08


Oliveira Borges os politicos estão se cagando para Unidade Nacional e povo segue a bala
Gosto · Responder · Ontem às 10:53


Miguel Gola Gola São todos charlatões.
Gosto · Responder · 20 h


Carlos Kwaya Diamantes dá para salgar a comida?
Gosto · Responder · 14 h


Fernando Coroa Watara Watara Deixem o cota está discutir os seus direitos pá
Gosto · Responder · 10 h


Ludys Afonso Lay-Lux O truque de unimdade nacional, é cantiga dos madiés...
Gosto · Responder · 57 min


João Joy Vcs cm essa informação querem dividir o país.
Gosto · Responder · Ontem às 9:46
2 respostas


Nsungu Ambrosio Ambrosio Daqui a pouco as outras províncias vão pedir as suas autonomias!
Gosto · Responder · Ontem às 1:36


Antonio Guilherme Kinemuna Kinemuna Mais um fobado!
Gosto · Responder · 4/2 às 19:48


JLupe Tona Agora é k são eles!
Gosto · Responder · 15 h


Gonçalves Pascoal Só faltava essa!
Gosto · Responder · 11 h


Armando José Chicoca Força meu mano!
Gosto · Responder · Ontem às 0:37


Eurico Dipanda Riquinho Riquinho Não se diz voço, diz-se vosso, ok?
Gosto · Responder · 4/2 às 23:38
102 de 154
Ver mais comentários

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook