sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Putin e Trump falam no sábado por telefone

PRESIDENTE TRUMP

Kremlin confirma:


O Presidente russo, Vladimir Putin, e o seu homólogo norte-americano vão conversar por telefone no sábado, pela primeira vez desde a posse de Donald Trump.

AFP/Getty Images
A confirmação veio do próprio Kremlin. O Presidente russo, Vladimir Putin, e o seu homólogo norte-americano vão conversar por telefone amanhã, sábado, pela primeira vez desde a posse de Donald Trump, garantiu hoje o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov. “Confirmo que uma conversa telefónica está prevista para sábado [entre Putin e Trump]”, declarou Peskov numa conferência de imprensa. O telefonema ocorrerá à noite, hora de Moscovo, acrescentou.
Putin já falou com Trump quando lhe telefonou para o felicitar pela vitória das presidenciais norte-americanas de 8 de novembro, mas a conversa de sábado será a primeira, de cariz oficial, com o republicano desde a sua chegada à Casa Branca, a 20 de janeiro. Nesse primeiro contacto, em meados de novembro, Putin defendeu uma melhoria das relações entre Washington e Moscovo.
Trump, que tem hoje o seu primeiro encontro bilateral com a primeira-ministra britânica, Theresa May, na Casa Branca, reiterou, numa entrevista emitida pela Fox News, estar disposto a melhorar as relações com a Rússia, bem como com outros países. Durante a campanha eleitoral, Trump afirmou admirar o estilo do Governo de Putin e manifestou confiança numa aproximação entre os dois países, depois de as relações entre Washington e Moscovo durante a presidência de Barack Obama terem sido congeladas e alcançado um ponto de deterioração que não era visto desde a Guerra Fria.
Os Estados Unidos impuseram sanções a Moscovo por instigar o conflito civil na Ucrânia e anexar a Crimeia, ao que se somou o apoio militar de Moscovo ao regime do Presidente da Síria, Bashar al-Assad. Além disso, a administração de Obama também tomou medidas contra a Rússia no final do ano, após concluir que interferiu nas eleições dos Estados Unidos com a divulgação de comunicações do Partido Democrata com o objetivo de favorecer Trump.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook