segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Polícia turca detém oito presumíveis suspeitos de ataque contra discoteca

TURQUIA

1
A polícia turca deteve, em Istambul, oito pessoas alegadamente implicadas no ataque terrorista contra a discoteca "Reina", na noite da passagem de ano, que matou pelo menos 39 pessoas.
STR/EPA
Autor
  • Agência Lusa
A polícia turca deteve, em Istambul, oito pessoas alegadamente implicadas no ataque terrorista contra a discoteca “Reina”, na noite da passagem de ano, que matou pelo menos 39 pessoas.
De acordo com o jornal turco Hurriyet, os suspeitos foram detidos pela unidade antiterrorista da polícia, numa operação que ainda está a decorrer.
As autoridades turcas impuseram um bloqueio temporário à cobertura noticiosa do ataque, afetando a difusão no país, de acordo com a agência noticiosa Associated Press (AP).
Os serviços de informações turcos indicaram existirem semelhanças entre o ataque contra a discoteca “Reina” e o atentado no aeroporto Ataturk, atribuído ao EI, e no qual morreram 45 pessoas a 28 de junho passado.
A polícia centrou a investigação em células do Estado Islâmico provenientes do Uzbequistão e Quirguistão, mas também em ramificações turcas do grupo extremista.
O ataque de domingo foi perpetrado por um desconhecido, ainda a monte, cerca das 01h30 locais (22h30 em Lisboa), numa exclusiva discoteca situada na margem europeis do rio Bósforo, onde várias centenas de pessoas festejavam o Ano Novo.
Além dos 39 mortos, a maioria dos quais estrangeiros, 69 pessoas ficaram feridas.
O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje a autoria do atentado perpetrado na discoteca de Istambul.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook