quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O Whatsaap e a nossa colectiva mediocridade


Filimao Suaze
29 de Dezembro de 2016 às 13:25 ·

O Whatsaap e a nossa colectiva mediocridade ou simplesmente O Poder dos MEGAS no Assassinato de Carácter de Terceiros e na revelação do nosso exacerbado ‘’fofoquismo”?

eixiiii...

Nos últimos anos, o mundo viu serem inventadas ,pelos que mais se preocupam em trabalhar do que em acordar e falar dos outros, muitas plataformas de interação interpessoal. Chamaram-nas REDES SOCIAIS, sei lá quem. Nomeio o FACE BOOK, O TWITER, O WHASTAAP, como as mais badaladas.

Redes Sociais, ja nós as tinhamos nas cerimónias de Xitique, Xiguiane, Encontros entre Primos, entre Concunhados, entre irmãos e suas novas familias, etc , ambientes em que, efectivamente, interagíamos, e o fazíamos com tal vigor que muitas vezes não sobrava tempo e espaço para se falar dos males da tia Mafalda ou do bolso Inseguro mas por vezes repentinamente cheio do tio Albino, ou para estranhar que alguem que trabalhou muito e bem e com seus rendimentos brindou sua noiva com uma boda de se lhe tirar o chapéu, etc , etc, etc. Aquilo era so festa e festa grande. Quer dizer, éramos pessoas normais, e nessa altura os fofoqueiros tinham menos audiencia porque tinham que ir de ouvido em ouvido a espalhar o fedorento cheiro das suas malidicências.

De entre elas todas, as tais redes sociais, há uma que logo ao chegar, deu indicios de que era um verdadeiro atentado à privacidade das pessoas, era um passaporte já com vistos multiplos para o acesso estúpido, directo e impiedoso, nas vidas alheias. Era a nossa autorização colectiva ao deboche da vida. Era o não à moral básica. Era, por assim dizer, a nossa tácita concordância, para a nossa entrada ao mundo da MERDA e da MERDA grande. Falo do WHATSAAP.

Pessoas aparentemente sãs, até então, criam ou aceitam ser integradas em grupos que, no inicio, tem uma certa temática, por exemplo: GRUPO XITIQUE DOS PRIMOS MATERNOS VA KHA KHOSSA. Nos primeiros dias, trocam-se, nesse grupo, informações úteis e condicentes com o objectivo da criação do tal grupo. Discute-se a melhor data para o próximo encontro, lembra-se aos mais distraidos quem é o próximo a receber o dinheiro, discute-se o menú ou informa-se da número da conta bancária do beneficiário de um certo mês, combina-se a côr das camisetes a vestir no dia H, etc etc etc, até que, de entre os primos, aparece um MARGINAL a postar coisas longe dos objectivos da criação do grupo. Já se posta pornografia, já se posta fofocas da cidade de Pemba, de Tete, de Maputo, ja se fala e muito mal dos professores da faculdade tal, já se fala do filho do dirigente beltrano, já se fala e mal de Mr. Bau e suas relacões conjugais até mesmo por aqueles que o próprio diabo que é simbolo do mal procura para castigar, de tanto terem estravazado o limite da imoralidade nas suas relações; já se fala de politica,e, a dado passo, já não se sabe quem é primo ou quem não é. O Administrador do grupo, esse, muitas vezes impotente, vai daí adicionando vizinhos, colegas do serviço dele e dos outros, e, paradoxalmente, o nome do grupo continua sendo GRUPO XITIQUE DOS PRIMOS MATERNOS VA KA KHOSSA.

É mediocridade, muita burrice nossa. Estas plataformas, e em particular o WHASTAAP de que falo com mais profundidade, é usado por alguns mas muito poucos, nas familias já com filhos crescidinhos, para criar um grupo FAMILIA, em que se fala de questões importantes sem que os membros estejam no mesmo sitio (em casa), por exemplo: pessoal há pão em casa? Filhos, não se esqueçam da missa do Vó Manuel no próximo sábado. Mãe, sabes que o junior não suporta feijoada sem choriço e ouvi-te falar algo parecido com nossa colaboradora em casa. Filhos, podemos discutir as vossas opções para o filme que vamos ver no próximo domingo? Mãe, fiquei pendurando na portagem porcausa da bateria do carro mas a Carol ja aqui vem com o namorado para me assistirem. Nelson e Cláudia, por favor terminem os deveres de casa e da escola antes de eu chegar; Etc etc etc.Super utilitária forma familiar de usar a plataforma.

Outros, tambem poucos, colegas de serviço e de escola, discutem temas ligados ao trabalho e a aescola, debatem, com muito respeito uns para com os outros, temas que contribuem para uma maior e melhor produção e produtividade. Muito útil plataforma de discussão de ideias e não de pessoas e suas vidas privadas.

Hoje, já ninguem se aproxima para te chamar atenção sobre o facto de não deveres urinar junto a uma árvore, mas, nao vai faltar aquele que saca do telefone e faz-te uma ’’picture’’ que vai, em fracções de segundos, chegar ao mundo inteiro, com o titulo:Seth-o distruidor das acácias da cidade de maputo via urina. Poraaaaa. E lá estou eu lixado e linchado.

Assim tambem é quando ocorrem acidentes de viação ou de outra natureza; aos invés de acudir rapidamente para salvar os feridos ou sobrevivos, nasce a grande preocupação em fazer o melhor video para espalhar, pessoas cheias de sangue, com olho partido, gente aos gritos, etc. É muito off, com soi dizer.

Reconheço, entretanto o valor de, enquanto uns acudem a situação em curso, em alguns casos, outros captarem imagens, se, entretanto, com elas se pretender depois facultar às instituições da administração da justiça para que a realizem à favor das vitimas em causa. Aqui menciono o caso do esfaqueamento na Escola Secundaria Josina Machel , envolvendo dois estudantes e o recente caso de extorção, supostamente envolvendo um Policia de Trânsito e uma automobolista e pelo que se diz, antes da referida Sra, envolvendo alguns turistas automobilistas. Mas, na maior parte das vezes, o fazemos com interesse meramente medíocre.

Já não quero se quer mencionar porque ja o referenciei
antes, o caso daqueles que mais do que gozar carnalmernte da sua vitma do dia, o melhor que julgam ter a fazer é fotografá-la ou filmá-la, num cenário em que o rosto do artista, qual 00Merda, nunca aparece mas sempre a cara da vitima. Filmam aquilo que na minha infância sempre se disse FWAYILA, e vão dai espalhando, difamando terceiros de boa fé, colocando suas imagens intimas em público, incluindo pessoas casadas que, coitadas, convencidas de terem no artista um bom amante, afinal, não apenas pecam amantizando como tambem tiveram o duplo azar de estar amantizando com o próprio diabo.

Chega por vezes a ocorrer-me a ideia de que em departamentos especializados, nas empresas de telefonia móvel, haja gente contratada e bem treinada na procura de assuntos difamatórios sobre certas pessoas ou simplesmente na invenção de assuntos de impacto, transformá-las em texto de Whatsaap e colocar a girar, aquilo com que se ganha balúrdios de dinheiros na venda de crédito/MEGAS. Todo mundo quer ter megas porque ja não se revê fora do Whatsaap, porque se fica desactualizado. Já está tudo maluco. A doença ’’Whasaapante’’, está a um tal nivel das nossa mediocridade que, mesmo depois de se nos dar a ver certo assunto no telemóvel do outro, terminamos sempre na famosa frase: manda-me lá...xicaaaaaa, afinal já não viste?

Quer dizer, até criou-se em nós a ideia de pretendermos ser os TERRIVEIS, OS QUE MAIS ENVIAM NOVIDADES PARA OUTROS GRUPOS e, algo parvos e simultanenamente burrinhos, não indagamos sobre o facto de, afinal de contas, no fim do dia e dos megas também, estarmos repassando exactamente as mesmas coisas em todos os grupos e para piorar, algumas pessoas até sem tempo e pudor de avaliar se para este ou aquele grupo, tais conteúdos serem ou não recomendáveis.

Devo ter-te atropela, desta vez. Sorry, mas o ano ja quase finda e tinha de atingir-te.

Quital, tens MEGAS? Ou mando-te?

Wamama você. kakakakakakakakakak

Vakithe


GostoMostrar mais reaçõesComentarPartilhar
5353
Comentários


Cidy Magaia Eishh ya.... Festas felizes e prospero ano novo. niku ntseee
Gosto · Responder · 29 de Dezembro de 2016 às 15:06


Jose Cossa Sem mais!
Gosto · Responder · 29 de Dezembro de 2016 às 16:05


Kino Mboana O pessoal anda com músculos nos dedos...hifili!
Gosto · Responder · 29 de Dezembro de 2016 às 16:14 · Editado


Luis Muianga Swita hela hiti Nhindi leswi como dizia o meu saudoso Tio Alexandre Langa...!!!
Gosto · Responder · 29 de Dezembro de 2016 às 16:32


Vânia Pedro Assino em baixo!
Gosto · Responder · 1 · 29 de Dezembro de 2016 às 17:44


Belmiro Joaquim Baptista 7
Gosto · Responder · 29 de Dezembro de 2016 às 18:04


Nordine Mussagy Deny Certíssimo.
Gosto · Responder · 30 de Dezembro de 2016 às 9:00


Andre Mahanzule Por essas e outras tantas sempre rejeitei estar em grupos do watsap, não faço parte de nenhum e não me estou a ver a aceitar participar de qqr grupo no futuro, NADA.
Obrigado pela abordagem Dr Suaze.
Gosto · Responder · 30 de Dezembro de 2016 às 9:19


Anselmo Fernando Moiane Nikodummm
Gosto · Responder · 30 de Dezembro de 2016 às 12:21


Geraldo Xavier Chemane Boas entradas e boas saídas sucessos 2017
Gosto · Responder · 1/1 às 11:41


Fausto Ambrosio Caro Filimão Suaze, você disse é redisse(passe a palavra) tudo o que nós precisamos aprender desse inteligente senão científico artigo. As redes sociais sim, mas deviam ser usadas com pessoas com intelecto.
Gosto · Responder · Ontem às 11:09

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook