quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Nyusi/Miguel Matabele: o culto da reciprocidade

Marcelo Mosse adicionou 2 fotos novas.
Maputo, Moçambique ·

O ferroviário Miguel Matabel tomou ontem posse como PCA dos CFM. Ele regressa a casa. A menos de um ano, Matabel havia sido nomeado PCE da Emose. Tem 40 anos de CFM e perto de 70 de idade. A maioria dos seus antigos colegas já está na reforma. Cederam lugar a gente mais nova, portadores de novas formas de pensar a gestão de um sector crucial para a economia. A indicação de Matabel para PCA dos CFM só pode ser um presente do PR Filipe Nyusi.

E faz jus ao culto da reciprocidade. A Antropologia explica muito bem isso (Marcel Mauss, Ensaio Sobre a Dádiva). Seu argumento central (o de Mauss) é o de que em sociedades capitalistas e não capitalistas as pessoas vivem sobre a obrigação de retribuir presentes." Um presente dado espera sempre um presente de volta”. Um presente gera sempre uma dívida de gratidão. É o culto da reciprocidade, alicerce da vida em sociedade. Não é que Matabel seja um quadro genial. Mas Nyusi se mostrou obcecado por sua figura. E isso tem uma explicação.

Quando regressa do seu curso de Engenharia Militar na antiga Checoslováquia, e depois de fazer Engenharia Mecanica na UEM, Nyusi é colocado nos CFM. Sua entrada na empresa coincide com uma transição de liderança, com a saída do Eng Ferreira Mendes do cargo de Director-Geral e a entrada do Eng Mário Dimande, no início dos anos 90. No novo elenco de Dimande está Matabel, que é indicado para Director Geral dos CFM-Norte. E Matabel leva consigo o novato quadro Filipe Nyusi para Nampula, onde trabalham lado a lado.

Não sei Matabel foi o mentor de Nyusi nas lides ferroviárias mas é claro que teve uma forte influencia no inicio da sua vida profissional.
O ano passado, quando a Emose entra em rebuliço nos media na sequência de alegado escândalo de corrupção, Matebel, que ja estava reformado nos CFM, é nomeado para PCE da empresa. A antiga administração da Emose não viu chegar seu mandato ao fim. Matabel foi nomeado o chefe-executivo da Emose mas seu conhecimento do sector era nulo. Agora, em vez de regressar à reforma e dar espaço aos mais jovens, ele se regozija com a nomeação.

As teorias sobre a dádiva são fundamentais como faróis que nos ajudam a compreender a realidade social. Mas esse culto de reciprocidade é pernicioso para a administração pública moderna. Era preferível que Matabel ficasse na Emose ou regressasse à reforma. Esta mudança permanente de administradores no sector empresarial do Estado afecta a sua estabilidade. Por outro lado, esta nomeação coloca ponto final à expectativa de alteração dos critérios de nomeação dos gestores do sector. O PCA da EDM, Mateus Magala, deu um passo concreto numa vaga reformista (embora não legislada), iniciada pelo ex-Ministro Pedro Couto, mas o Governo acaba de mostrar que não está interessado nas mudanças que fazem sentido. Até quando?


Comentários


Gilberto De Jesus Nguenha Porra
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Francey Zeúte A mudança dos critérios de nomeação dos gestores do sector publico so vai fazer sentido para este Governo quando passarem para a oposição. Ainda eles la, nao espero que se mova palha alguma para esse fim. Pelo menos, a nivel legal.
Gosto · Responder · 5 · 8 h · Editado


Rui Jose de Carvalho Marcelo Mosse, não concordo tanto que os velhos devem ir a reforma, só os jovem devem merecer as nomeações. Se ele tem Boa experiência como dizes, porque descartar desde embondeio. Na polícia houveram situações desprezíveis em relação aos antigos comandante s das esquadras, e colocaram jovens vindos da acipol, o resultado foi negativo. Tiveram que Novo solicitar os ditos velhos. Temos ir nas calmas meu brada
Gosto · Responder · 4 · 8 h
Ocultar 15 respostas


Cuinica Nelson Acho que mesmo sem ocuparem altos cargos, os " velhos" podem continuar a dar o seu contributo pra o desenvolvimento deste pais, até mesmo estando na reforma.
Gosto · Responder · 8 h · Editado


Homer Wolf Acho que não tem necessariamente que ser descartado. Podem muito bem atribuir-lhe um cargo como "assessor", por exemplo.
Mas julgo que PCA, pelas condiçóes acima descritas, é realmente um "nonsense"...
Gosto · Responder · 7 · 8 h · Editado


Luis Muianga Oh Rui Jose de Carvalho eu também não concordo contigo mano quererás dizer que as pessoas não devem ir a reforma...!!!E os quadros que são formados é para serem colocados a onde...,no Museu já que lá nos CFM existe um tal de Museu nem sei de que, o reformar não quer dizer que voce é inútil camarada...!!!
Gosto · Responder · 3 · 8 h


Lenon Arnaldo Plenamente de acordo.

Acima de tudo, noto alguma contradição nos articulados de MM. Quando diz por exemplo ".... que o seu conhecimento do sector era nulo ...", e, entretanto, diz que entre ser PCE da Emose e PCA dos CFM era preferível ter o deixado na Emose, para garantir estabilidade, ops fico sem entender patavina.

É falso e falácia, pensar-se que quando se é velho têm de ir a reforma e novos e sinónimo de competência/ modernice.

A equipe do Trump na sua maioria, e em lugares estratégicos, é composta por gente idade avançada, e algumas delas, já reformadas ou na reserva.
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Marcelo Mosse Sim pa...ele foi nomeado o ano passados mas o seu conhecimento ERA nulo. Era nulo. No ano passado. Obviamente que ja aprendeu alguma coisa.
Gosto · Responder · 4 · 7 h


Marcelo Mosse Camaradas...eu prefiro estar trabalhando que estar a responder a comentários que nao avançam qualquer debate. Abraço
Gosto · Responder · 9 · 7 h


Elísio Nhantumbo A ida a reforma é até um principio de justiça social. Se ninguém reforma não haverá espaço e os outros onde vão ganhar o seu pão? aliás a própria lei de trabalho estabelece que a pessoa após um determinado tempo de serviço ou anos de idade deve ir descansar. Qual é medo de descansar? as pessoas não são de ferro. Este caso em concreto é favoritismo. Esse senhor não é o único capaz dos 26 milhões de pessoas que este país tem.
Gosto · Responder · 7 · 7 h


Santos F. Chitsungo Diria mais, a aposentacao e um direito conquistado, que devia ser preservado e promovido, salvo em algumas situacoes plenamente justificadas. Sera este caso?
Gosto · Responder · 2 · 7 h


Artur Manjate Mano Mosse, mano Mosse. Sem comentários. Ficam para si as entrelinhas.
Gosto · Responder · 1 · 7 h


Chacate Joaquim O que pensa que está bem na PRM por se manter os velhos? Rui josé
Gosto · Responder · 5 h


Rui Jose de Carvalho Não é por aí. É preciso preparar os mais novos para que no futuro não repitam os erros cometidos pelos mais velhos. Sangue Novo é bem vindo
Gosto · Responder · 5 h


Chacate Joaquim A reforma é um direito constitucional e indisponível (irrenunciável) em Moçambique. Eu sinceramente sinto pena deste e outros como Adriano Maleano que vão morrer sem nunca terem tido espaço de deleitar do suor deles. Qual patriotismo? Eu digo aqui para que fique escrito. Eu aos 70 anos não quero nenhuma pátria a chamar-me para nada. Eles quando começaram este país eram piores que os adultos e Jovens de hoje. se não fez o que devia fazer durante 40 anos de serviço vai fazer agora?
Gosto · Responder · 2 · 4 h · Editado


Albano Macie Quando chega a hora da reforma... só arrumar as malas ir tratar dos netos... Não sou apologista de prolongamentos.... seja por que motivo.... permite a reforma o refrescamento dos quadros ....
Gosto · Responder · 2 · 4 h


Chacate Joaquim Albano Macie, Depois o mais grave é que a reforma é obrigatório para os funcionários apártir do Secretário Permanente para baixo mas os Ministros e Vice Ministro, Deputados incluindo PR pode trabalhar até à morte não importa a idade. Para deve haver limite este país é rico em pessoas com tanto a dar.
Gosto · Responder · 2 · 4 h


Vivian Paulo Os dirigentes deste pais são muito controversos....! sempre nomeiam as mesmas pessoas para governarem este pais como se não houvessem mais pessoas competentes....do outro lado incentivam muito a juventude para se formar que os mesmo serão o futuro deste pais...tudo politiquices.....chatice >>>> a Frelimo tem medo de ideias inovadoras, tem medo de ver a juventude a pensar...tem medo de pessoas que pensam diferente......enfim. O pais ainda pertence/esta refém POR ENQUANTO daqueles que libertaram este pais. Um dia isso vai terminar mal.....muitos jovens estão de saco cheio destes políticos................................. quando chegar o momento de revermos a historia deste nosso belo Moçambique, algumas pessoas não farão parte dos manuais de historia.....!



Linette Olofsson coloquem sangue novo!
Gosto · Responder · 1 · 8 h · Editado


Elísio Nhantumbo Dá mesma cara Linette porque vão colocar familia. È revoltante o que acontece no nosso país. O mais terrivel é a falta de vergonha, quando as mesmas pessoas aparecem em público a cantar que são pela justiça social.



Bento Naiene POR ISSO NAO HA NOVO INGRESSO NA FUNÇAO PUBLICA.

Nguila Nyangulane Pelos vistos, nao havera melhores dados/pedras que as que de tempos em tempos vem sendo mexidas neste tabuleiro de ntxuva chamado Moçambique.
Gosto · Responder · 5 · 8 h


Milton Machel MM, pára lá com esse A Game, djoe! Nós os inveJornalistas de plantäo já näo estamos a "agramar" dessa cena
Gosto · Responder · 4 · 8 h


Marcelo Mosse O que? Eles nao gostam né? E inventam "escolas" e outras coisinhas menores...e indirectas que ninguem entende, como se isso nos nivelasse. Nada....nao tem como!!! Nem aos calcanhares....
Gosto · Responder · 3 · 8 h · Editado


Ericino de Salema Marcelo, o mais provável é que Matabel esteja já reformado, tendo ele mais de 35 anos de trabalho (pelo critério idade, tendo mais de 65 anos, sucederia o mesmo). Agora, como PCA, irá, muito provavelmente, ter o segundo salário...
Gosto · Responder · 8 · 8 h


Marcelo Mosse Ja está reformado a 5 anos....o que piora as coisas..
Gosto · Responder · 7 · 8 h


Cremildo Maculuve O que vai acrescentar de novo aos CFM? Pode ser que eu esteja errado, mas " não se ensinam truques novos à cães velhos"
Gosto · Responder · 2 · 6 h


Suzana Sitoe
Gosto · Responder · 3 h


Escreve uma resposta...





Joacheim Tembe
Traduzido do Inglês
Amigos preciso de amigos realmente!Ver Original
Gosto · Responder · 7 · 8 h


Marcelo Mosse
Traduzido do Inglês
Gravaste essa heim?!!? um amigo na necessidade é um amigo de verdade...Ver Original
Gosto · Responder · 4 · 8 h


Joacheim Tembe Na verdade descreve e muito o que se tem passado por aqui. Só que doeu quando nos cobraram.
Gosto · Responder · 8 h


Escreve uma resposta...





Lionel Magul Tudo em volta de amizades e sei lá mais o quê?
Com tantos quadros a populated nos CFM, preferem duplicarem o taxo ao sr Miguel Matabel?
Haaaaaaa....
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Lionel Magul Digo, a pulularem nos CFM bons quadros...
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Rui Costa Uma mão lava a outra e as duas lavam a cara...
Gosto · Responder · 1 · 8 h


Badru Suamado Tah reformado? Mais uma bolada!
Gosto · Responder · 3 · 8 h


Cristiano Matsinhe é a transição intergeracional de poder, às avessas.
Gosto · Responder · 2 · 8 h


Zacarias Paulo Chacha Tenho saudade do Presidente Samora Machel, este nomeava os dirigentes segundo os seus conhecimentos, não pela amizade muito menos pelo grau parentesco.
Gosto · Responder · 2 · 7 h


Denilsio Hilario PCA da EDM Mateus, Mateus, MM. Já o tinha dito doutra vez.
Gosto · Responder · 7 h


Gulumba D. Mutemba Amiguismo,clientelismo,etc.,é a principal causa dos insucessos das nossas instituições.
Gosto · Responder · 7 h


Moisés Arlindo Valério Sitoe Me parece que está de retribuição tem sido o apanágio do nosso PR, porque sempre por de trás de uma nomeação há um historial que nos leva a questionar o mérito do nomeado. Acho que já é tempo de credebilizar este processo com concursos como foi o caso da EDM, o estado sair a ganhar.
Gosto · Responder · 6 h


Lionel Magul Exacto Denilsio Hilario, Mateus Magala, ex representate do BAD no país de Robert Mugabe, é sim o actual PCA da EDM, tendo cessado o Eng Gildo Sibumbe...
Gosto · Responder · 1 · 6 h


Marcelo Mosse Cometo sempre esta gafffe...
Gosto · Responder · 5 h


Marcelo Mosse Cometo sempre esta gafffe...
Gosto · Responder · 4 h


Escreve uma resposta...





Flávio Matsimbe O MM está imparavel, força!
Gosto · Responder · 1 · 6 h


Joaquim Mavone troca de favores
Gosto · Responder · 6 h


Francisco Sevene Nhapossa Penso que devia se seguir o direito da experirncia conjugado com a inovacao e qualidade tecnica e nao qualidade temporal.
Gosto · Responder · 5 h


Mazembe Correia Favores pagam-se com favores...
Gosto · Responder · 4 h


Schauque Spirou Sim tens aqui dois aspectos; tínhamos de saber se o mandato curto do PCE na Emose resultou em recuperação daquela empresa que todo mundo queixa dos seus serviços ou tudo continuo na mesma e o até piorou !
E se o estado (governo ) não está interessado no modelo do homem forte da EDM, porque é que quem o nomeou não tenta entender essa dinâmica de chamar quadros não por simples indicação mas por competência/concurso? Parece que é essencial entender isto. Aliás pensei que quem indica os Pcas fosse o PM...O que claro se subentende que este recebe "ordens" do big boss...
P.s. Repito que há gente fom genes de ser PCA
Gosto · Responder · 1 · 3 h


Lionel Magul Tipo fizeram formação específica em serem PCA'S. São nomeados nesta empresa, um tempo depois naquela, não é ilustre Schauque Spirou?
Gosto · Responder · 1 · 1 h


Schauque Spirou Nem mais...e as empresas por onde passam não há notícias de terem melhorado. Estranho
Gosto · Responder · 1 h


Escreve uma resposta...





Iz Dimande MM, vituperaste a prole (quero uma vaga nos CFM)!!!
Gosto · Responder · 2 h


Joao Mazivila Antonio Os quadros sao tipo dados de ntxuva,ate agora nao acerta
Gosto · Responder · 1 h


Beto Tembe isto é que me deixa com os cabelos em pé!!! sao os mesmos que nos governam desde 75. nao é que sejam especiais, é um jogo de esquemas que nao lembram ao diabo......Moçambique definhando......é por estas e outras coisas que eu estou do lado de DHL....Nomear um anciao para dirigir um sector tao vital e estrategico???? Revoluçao ja!!!
Gosto · Responder · 1 h


Fernao Pengapenga Pois é! É difícil entender o alcance das medidas de Nhussi. Entende-se presente por presente, mas não se entende quando se usa cargos de gestão da coisa pública para compensar favores do outro tempo. O próprio Matabel devia aprender outras coisas e ocupar o tempo que lhe resta fora do stress do escrutínio. É que aceitar este presente, revela falta de criatividade para cortar a meta da vida com inteligência. Está parecer que não sabe mais nada que não seja dirigir CFM. Vá à reforma e relaxe!
Gosto · Responder · 1 h · Editado


João Carlos Acho que é uma solução perniciosa. O critério que tem sido usado para a indicação de dirigentes do sector empresarial do estado tem sido uma causa importante do colapso financeiro que temos vivenciado nesse sector.
São soluções perversas , no mínimo.
Gosto · Responder · 1 h


Justin Costumes Jose Manasses Liquidao Nhavoto
Gosto · Responder · 59 min


Emerson Eduardo Nhampossa Não vejo mal nenhum nesta nomeação. Se calhar poderia levantar o meu avo no mundo dos mortos e devolver-lhe o cargo de maquinista. Eu já precisava de ver o Ferroviário de Maputo a líderar as competições nacionais e internacionais. Por isso nada de especial até porque necessitamos de mais trabalho na parte sul dos CFM e expandir o corredor do Norte.
Gosto · Responder · 51 min


Helio Maximiliano Robiesperre Sinceramente não estou de acordo com o sentido do texto do Marcelo Mosse. Em minha opinião, Reduzir uma nomeação para um sector eatratégico como é os CFM, a uma mera troca de favores é igual a tocar o nivel mais baixo de desconsideração pelo Chefe de Estado, e subestimação dos seus actos.

Ora, o Sr. Marcelo Mosse deveria antes de fazer juizo de valores sobre se o novo PCA é Reformado ou não, dar o bemeficio da duvida e esperar por resultados, para no fim avalia-los. Até porque temos exemplos vivos de varios quadros que emboracestejam reformados continuam a dar o seu contributo para o País.

Devemos cultivar o habito de avaliar as pessoas em função de resultados e, abandonar de uma vez por todas esse modelo de analise baseado em subjectivismo (ah porque ele foi o mentor do Nhusy...).

Acha mesmo que o Chefe de Estado não tinha conhecimento da idade do visado, ou da sua condição de reformado? Claro que ele tem essa informação. Porquê não pensar que com essa nomeação ele (FJN) pretende aliar a competencia a experiencia e a confiança. Dificilmente vais encontrar esses três elementos aglutinados na mesma pessoa hoje em dia. Reflitam...
Gosto · Responder · 29 min


KingKinho Vasquinho Não sei se é real está relação de causa efeito. Lembro me que Nyusi teve muitos anos de convivência com Eng. João Azinheira que com Matabel.
A questão basilar é que CFM é um mundo que apenas os Ferroviários conhecem e Matabel é Prata da casa. O anterior PCA era um outsider qu nem este na Emose. Pelo que eu na visão do Nyusi digo cada macaco no seu galho. A ascensão FNno pedestal do CFM foi na época do Rui Fonseca ele lançou uma série de quadros incluindo o Verissimo. Isto foi nos finais de 90 até ao ano 2010 e daí a sangria de renomados quadros para outras esferas da nação
Gosto · Responder · 3 min · Editado

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook