sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Mulher detida por encomendar assalto a um ex-namorado na Matola


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Emildo Sambo  em 06 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark
Uma cidadã de 30 anos de idade encontra-se privada de liberdade, acusada de reunir alguns jovens vizinhos para roubarem dinheiro na casa do seu ex-namorado, recém-regressado da África do Sul, no bairro da Machava, município da Matola.
A visada, que está a ver o sol aos quadradinhos a partir da 5ª esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) naquele ponto da província de Maputo, disse que namorou com a vítima, há bastante tempo, mas separaram-se.
Nas vésperas da quadra festiva, a jovem encontrou-se, ao acaso, com o ex-namorado e soube que trouxe milhares de rands, fios de ouro e alianças. Ela não esclareceu como teve acesso à informação de que o ex-companheiro tinha tais bens.
“Namorei com ele há muito tempo e separamo-nos porque depois fui para o lar”, narrou a cidadã, assumindo que para concretizar o assalto contactou primeiro um jovem a quem segredou que “no bairro havia alguém com muito dinheiro”.
O referido jovem, ora dado como fugitivo pela Polícia, introduziu-se na residência do lesado na companhia de outros quatro, e apoderaram-se de 15 mil rands, outro dinheiro em metical, fios de ouro e alianças.
“Quando eles entraram para levar as coisas eu já não estava lá”, mas a intenção “era dividir o dinheiro” entre os elementos do grupo.
Um dos jovens detidos em conexão com o caso alegou que a mandante o encontrou numa barraca próxima da sua habitação e apresentou essa proposta.
“Ela chamou-me e disse que devíamos entrar numa casa onde havia 15 mil rands, alianças e fios de ouro para dividirmos. Entrámos, vasculhámos e a senhora estava do lado de fora a controlar” a movimentação das pessoas. E caso o dono da casa aparecesse ela alertaria o seu bando.
Outras detenções por roubo
Ainda na Matola, uma miúda de 16 anos de idade está a contas com a Polícia, pela segunda vez, suspeita de roubo de capulanas.
Na mesma parcela do país, dois jovens encontram presos, incriminados de assaltar uma barraca, na qual se apoderaram de diversos bens e dinheiro.
Eles confessaram que já estiveram encarcerados no Estabelecimento Penitenciário Provincial de Maputo, onde cumpriram mais de um ano de prisão, devido ao mesmo problema que fez com que voltassem às celas.
Enquanto isso, um jovem de 18 anos de idade foi-lhe suturado 17 pontos na face após sair ferido numa suposta disputa de namorada, com um outro jovem, no bairro da Machava-Bunhiça, na Matola.
O acusado está enclausurado e alegou que pretendia de se defender de uma suposta agressão começada pelo ofendido.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook