segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Jovem acusado de roubo morre atirado ao poço em Gaza




PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 23 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark
Um jovem que em vida respondia pelo nome Afonso Titos Matsinhe, de 18 anos de idade, morreu, na semana finda, quando indivíduos ainda não identificados atiraram-no a um poço, no distrito de Chongoene, província de Gaza, alegadamente por ter sido surpreendido a furtar bens numa barraca.
O caso aconteceu no povoado de Mpumulene, no Posto Administrativo de Chongoene.
O Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Gaza explicou, através de um comunicado enviado ao @Verdade, que a história começou quando o finado, na companhia de três amigos, deslocaram-se da cidade de Xai-Xai, a 09 de Janeiro em em curso, à calada da noite, até ao referido povoado, onde por meio de arrombamento introduziram-se numa barraca para subtrair alguns bens.
Na altura, eles foram surpreendidos por alguns cidadãos, dos quais supostamente o dono fazia parte. Os três comparsas conseguiram escapulir-se e malogrado não teve a mesma sorte, tendo sido neutralizado e posteriormente lançado ao poço.
Vlitos Renamo
21 h · 
V.LITOS, 23 JANEIRO DE 2017
NA VIDA, NÃO DEVEMOS SUBESTIMAR O INIMIGO, MAS TAMBÉM, NÃO LHES PERMITAMOS A INTIMIDAÇÃO
A 15 DE JANEIRO DE 2015, O PRESIDENTE FILIPE NYUSSE, TOMOU POSSE E NO SEU DISCURSO, CONFERIU E PROMETEU :
«DECLARAR LUTA SEM TRÉGUAS, CONTRA A CORRUPÇÃO, CONTRA A POBREZA, ALCANÇAR A PAZ, GARANTIR O DIÁLOGO DE CONCERTAÇÃO SOCIAL, COM TODOS OS QUADRANTES POLÍTICOS E, EVITAR QUE POR QUALQUER PRETEXTO, OS IRMÃOS SE MATEM, E POR FIM, AFIANÇOU QUERER SALVAGUARDAR, OS DIREITOS À VIDA, À LIBERDADE E SEGURANÇA, TAMBÉM AVALIZOU A REPOSIÇÃO, DO ORGULHO E DIGNIDADE NACIONAIS», E CONSIDEROU AINDA: « QUE O POVO MOÇAMBICANO, ERA O SEU PATRÃO, POR ESTAR A ASSINAR, UM CONTRATO SOCIAL NACIONAL, AO JURAR SOBRE A CONSTITUIÇÃO DA PÁTRIA».
FILIPE NYUSSE, COM 2 ANOS DE GOVERNAÇÃO, VIU AS SUAS IDEIAS ASFIXIADAS, PELA CONJUNTURA HERDADA, DOS CONSULADOS DOS PRESIDENTES ANTERIORES O, QUE NA PRÁTICA, CONFIRMOU O INFERNO, EM QUE SE TRANSFORMOU, O VIVER DOS CIDADÃOS SOCIAL, POLÍTICA E ECONÓMICAMENTE.
O LEGADO RECEBIDO PELO NYUSSE, É O TABU, QUE LHE DIFICULTA E, EMBARAÇA O USO DA VOZ ACTIVA, E DO DEDO ACUSADOR, INERENTE A TAREFA DE GARANTE PRESIDENCIAL, E PELO CONTRÁRIO, EVIDENCIA-LHE ENORME DEBILIDADE, PRINCIPALMENTE PELO SILÊNCIO ENSURDECEDOR, SOBRE A ACTIVIDADE DOS «ESQUADRÕES DE MORTE», PELO PAÍS FORA.
«OS ESQUADRÕES DE MORTE», SÃO UM CANCRO NA SOCIEDADE, GERAM ATEMORIZAMENTO POLÍTICO-SOCIAL, ATENTAM EM OPOSIÇÃO AS VIDAS DOS CIDADÃOS, QUE APENAS E SÓ DESEJAM, EXERCER OS SEUS DIREITOS CIVIS, NO QUADRO DAS NORMAS, DUM «ESTADO DE DIREITO».
AFONSO DHLAKAMA, OFERECEU TRÉGUAS UNILATERAIS, ANUIDAS PELO PRESIDENTE NYUSSE, ENTRE AMBOS, EXISTEM CONVERSAS TELEFÓNICAS, QUE FAZEM CRER, HAVER UM ACORDO «SECRETO» TÁCITO, SOBRE A DESAVENÇA QUE LEVA 4 DÉCADAS.
A SUSPENSÃO DE ESCARAMUÇAS, TROUXE VANTAGENS NO QUADRO SOCIAL NACIONAL, AUMENTANDO CIRCULAÇÃO DE BENS E PESSOAS, REACTIVANDO OS PROJECTOS DE EXPLORAÇÃO, QUE ESTAVAM A ENTRAVAR, OS INVESTIMENTOS EXTERNOS, DURANTE O TEMPO, DA CRISE POLÍTICO-MILITAR RIGOROSA.
A INICIATIVA DO LÍDER DA RENAMO, PELA SUSPENSÃO PARCIAL DO CONFLITO, FEZ A OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL, VIBRAR DE SATISFAÇÃO, UMA VEZ QUE ATÉ O CUSTO DE PRODUTOS BÁSICOS, CAÍRAM A PIQUE.
TAMBÉM OS MILITARES DO EXÉRCITO, NÃO ESCONDERAM O SEU AGRADO, PELA INTENÇÃO DA INTERRUPÇÃO BÉLICA, E ELOGIARAM AFONSO DHLAKAMA, DEMONSTRANDO SIMPATIA, PELO GESTO E PELA FIGURA.
AFONSO DHLAKAMA, JÁ VEIO ALERTAR, QUE NA PASSADA SEMANA, A FRELIMO VIOLOU EM TOM PROVOCATÓRIO, O CESSAR-FOGO, E ISSO PODERÁ DILUIR O PESO DO 1º PASSO PARA O ARMISTÍCIO NACIONAL, E APELOU ACONSELHANDO, OS CACIQUES MAIS «RADICAIS» DA FRELIMO, A DAREM LIBERDADE AO PRESIDENTE NYUSSE, NO SEU ESFORÇO, PARA NEGOCIAR A PAZ.
ACRESCENTARÍAMOS QUE, COM O ESPERADO REGRESSO, DOS MEDIADORES INTERNACIONAIS, SERIA URGENTE A CRIAÇÃO DO MECANISMO, DE DESMANTELAMENTO DOS «ESQUADRÕES DE MORTE», QUE ESTÃO A MINAR, O BOM NOME DA NAÇÃO MOÇAMBICANA, COLOCANDO-A A NÍVEL DE PAÍS, INFRATOR E VIOLADOR DOS DIREITOS E, SEGURANÇA FUNDAMENTAL DO HOMEM E, A UM PASSO DE NOMEAÇÃO, PARA A CATEGORIA DE, «ESTADO COM GOVERNO TERRORISTA».
O MUNDO INTEIRO INSTIGA AO BOM SENSO E DIÁLOGO, SÓ A FRELIMO DECONHECE, QUE O ACTO, NÃO SÓ BENEFICIA O PAÍS, PARA A RECONQUISTA DA DIGNIDADE E BEM-ESTAR, MAS QUE REDIMENSIONARÁ A PRÓPRIA FRELIMO, DOS ERROS E DESAJUSTES DOS SEUS QUADROS, PROFUNDAMENTE ATOLADOS NA CORRUPÇÃO, INTOLERÂNCIA E INCOMPETÊNCIA.

GostoMostrar mais reações
Comentar
8 comentários
Comentários
João Cadre
João Cadre Isto, era máfia, começaram com tubarão grande Pacheco o povo gritou pelo derrube ilegal da madeira logo foram buscar o sanguinário e o povo caiu na malha.....
Gosto · Responder · 2 · 20 h
Watongui Wa Moçambique Wassanhepadi
Watongui Wa Moçambique Wassanhepadi um infantil sempre adianta discursar aquilo q nem o seu planeou ou mesmo fszr uma análise i olhando pra cães q vai partilhar com eles na mesa corupcional
Gosto · Responder · 1 · 20 h
Antonio Jamo Jamo
Antonio Jamo Jamo O Nhussy pra seguir e ganhar segundo seu discurso deve se desligar umbilicamente dos seus verdadeiros patrôes os k lhe colocaram no poder . Para a paz prevalecer durante estes dois meses e definitivamente os dois beligerantes devem garantirem a logistica alimentar pra seus guerrilheiros e militares senâo estes pra sobreviverem só podem violar cessarfogo a procura do seu sustento(comida). O enquadramento dos guerrilheiros nas FADM assim como saida dos militares das matas deve ser a primeira etapa pra garantir todos paços da reconciliacçâo nacional PAZ duradoira infindável
Gosto · Responder · 2 · 18 h
Minerio de Oliveira
Minerio de Oliveira kkkkkkk obrigado
Gosto · Responder · 1 · 17 h
Juma Rufino Dâmaso
Gosto · Responder · 2 · 15 h
Elias Mateus Caida
Gosto · Responder · 2 · 14 h
Samuel Olìvio Samuel
Samuel Olìvio Samuel Mais k verdad ja Basta!
Gosto · Responder · 1 · 10 h

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook