quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Edifício icónico de Teerão colapsa quando bombeiros combatiam fogo no interior


A estrutura não aguentou danos causados pelo incêndio que deflagrou durante a madrugada. Terão morrido 30 bombeiros.
O edifício Plasco tem mais de 50 anos e foi dos primeiros prédios daquela dimensão a ser contruído na cidade
Foto
O edifício Plasco tem mais de 50 anos e foi dos primeiros prédios daquela dimensão a ser contruído na cidade Reuters/HANDOUT
Um edifício de 17 andares colapsou em Teerão, depois de ter sido evacuado devido a um incêndio, esta quinta-feira. A televisão estatal iraniana Press TV antecipa que pelo menos 30 bombeiros morreram na sequência da derrocada.
Quando o incêndio deflagrou esta madrugada todas as pessoas que se encontravam no edifício foram retiradas, tendo ficado apenas os bombeiros que acabaram por ser afectados com a queda da estrutura enquanto ainda tentavam extinguir o fogo.
Dezenas de bombeiros estiveram no combate às chamas, cuja origem ainda não terá sido apurada, daquele que é um edifício icónico no Irão e que abriga um centro comercial no piso térreo. “É um dos prédios mais antigos do Teerão. O edifício Plasco é sobretudo um local comercial”, relatou ainda a televisão iraniana, citada pela Reuters.
A área em torno da estrutura tinha sido anteriormente interdita pela polícia devido ao incêndio e os edifícios circundantes foram evacuados, incluindo as embaixadas da Turquia e do Reino Unido.
O edifício Plasco foi construído nos anos 1960, pelo empresário judeu Habib Elghanian, e foi dos primeiros prédios com aquela dimensão a ser construído na cidade.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook