quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Dinheiros turcos foram usados para pagar parte das despesas de transporte do candidato da Frelimo: 8 milhões de USD.


Erdogan em Maputo: a friend in need is a friend indeed…
Erdogan colou-se ao microfone e assumiu a batuta. Sua narrativa já tinha eu antevisto aqui nestas páginas. Mas não esperava que ele fosse mais incisivo, colando o Estado moçambicano a redes terroristas. Sua postura, entre a arrogância pura e a virulência de falso democrata, fez evaporar a presença de Nyusi. Aquilo que se esperava fosse uma conferência de imprensa conjunta, entre laços fraternos, virou uma passarela persecutória.
Erdogan estilhaçou todas as regras de protocolo e menorizou o Estado.
Quando zarpou para o ataque à rede de escolas Willow e à acusação de que Moçambique albergava “terroristas” ligados à intentona de Julho passado na Turquia, fê-lo com contundência desmedida, fora dos cânones diplomáticos, numa interlocução que carregava todos os ingredientes da chantagem ou de quem esperava uma retribuição por dívida passada. Chantagem porque a Turquia tem dinheiro para investir em Moçambique; dívida de gratidão porque a Turquia ajudou na campanha presidencial de Filipe Nyusi.
(marcelo mosse)
O despacho da France Press captou melhor a frase que é súmula da presença de Erdogan em Maputo: a friend in need is a friend indeed. Erdogan resumiu assim para Nyusi o seu discurso, em turco. Na cara! A frase, traduzida para português, é qualquer coisa como “quem te ajuda quando você está realmente precisando é um verdadeiro amigo”.
Na cultura árabe esse é um provérbio a que se recorre quando se quer fazer uma cobrança. Mas no caso vertente, o que é que seria? Nossa investigação remete para a campanha eleitoral de Filipe Nyusi. Dinheiros turcos foram usados para pagar parte das despesas de transporte do candidato da Frelimo: 8 milhões de USD. Não foram propriamente fundos do bolso de Erdogan, mas Erdogan sabe que a contrapartida seria a oferta, por Moçambique, de um projecto de energia em Nacala, que depois não se concretizou. Ele quer que a promessa seja cumprida. A friend in need is a friend indeed.
Outros detalhes nao cabem neste registo.
E o resumo da vinda de Erdogan é mesmo este: uns acordos de praxe de intenções, que ficaram relegados para um plano menor no discurso do Presidente Turco, que preferiu ir por outro diapasão: querem ajuda? Então, cumpram o que quero. Típico de uma não-cooperacao.
Gosto
Comentar
Comentários
Antonio Pereira
Antonio Pereira O Café Turco, sempre foi amargo... :/
Gosto · Responder · 19 · 5 h
Hussein EL Comandante Rupava
Hussein EL Comandante Rupava kkkkkk... Analogia interessante. Acredito que depende de quem o toma
Gosto · Responder · 4 · 5 h
Jossias Ramos
Jossias Ramos Amargo e deixa te 48Horas sem sono.
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Ricardino Jorge Ricardo
Ricardino Jorge Ricardo Amargo até que mata lombrigas...
Raposo Andrade
Raposo Andrade Com Erdogan não se brinca. Assisti como, em pouco dias, após a suposta intentona de Julho passado, encheu as suas cadeias de supostos opositores e ainda os quer e manda lá as centenas! 😳
Gosto · Responder · 5 h · Editado
Pedro Martins
Pedro Martins pessoas que espalham o medo e odio...estao com os dias contados neste planeta...
Gosto · Responder · 4 · 5 h
Agoo Gustavo
Agoo Gustavo estas a falar de TRUMP?
Agoo Gustavo
Agoo Gustavo Primeiro é um absurdo propor o encerramento de uma escola com ensino de qualidade como a *Willow International School* é lá onde podiam sair uns MM, C,Cardoso, G.Cistac, J,Macuane...etc a willow aqui é uma especie de *Universidade de Oxford*... para já eu não tinha espectativas deste senhor.
Gosto · Responder · 3 · 5 h
Homer Wolf
Homer Wolf Os lobbies da Willlow também, cuidado!...
Gosto · Responder · 2 · 5 h
Armistício Mulande
Armistício Mulande A qualidade de ensino da Willow não é chamada aqui. As suas ligações com opositores de Erdogan é que são chamadas. E o PR turco fez apenas aquilo que lhe competia. E só quem não o conhece esperaria que o fizesse de forma velada ou "diplomática". O sujeito nunca foi assim. Period!
Gosto · Responder · 1 · 1 h
Homer Wolf
Homer Wolf Mas lá que aquela escola tem uns lobbies terríveis junto da comunicaçáo social e dos líderes de opiniáo, ah lá isso tem!...
Alfredo Chambule
Alfredo Chambule Foi muito cáustico directo e, quando se fala de terrorismo...
Pessoalmente, nada sabia de tudo quanto se disse, à excepção da tentativa de golpe de Estado e consequências bem badalas nos meios de comunicação social.
Duma ou doutra forma, por sermos um Estado sério, é de esperar que os nossos serviços secretos tenham alguma informação.
Gosto · Responder · 5 h
Alfredo Chambule
Alfredo Chambule ... cáustico e directo...
Amarildo Chale
Amarildo Chale Que arrogância deste senhor!
Gosto · Responder · 1 · 5 h
OL Penicela
OL Penicela Excelente Leitura MM.
Gosto · Responder · 2 · 4 h
Oweni Esmael
Oweni Esmael Café amargo para um país que aceita tudo...!!!
Gosto · Responder · 2 · 4 h
Dmytro Yatsyuk
Dmytro Yatsyuk As pessoas gostam quando os líderes autoritários desafiam o dito "Ocidente", se esquecendo que os autoritários sempre os são...
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Evaristo Cumbane
Evaristo Cumbane esse erdogan .....porque e que a gente se meteu com Estes gajos Turco's?
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Helio Filemone Inguane
Helio Filemone Inguane
Traduzido do Inglês
Amizade...Ver Original
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Sura Rebelo
Sura Rebelo Olha Marcelo Mosse obrigada pelo artigo. Serio mesmo
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Pedro Mourana
Pedro Mourana A' ISSO AI'....eu diria IF YOU NOT WHY NOT?
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Rui Costa
Rui Costa Não prometas a um pobre nem devas a um rico.
O Edrogan, vive no fio da navalha. Não vai durar muito naquela posição de arrogante.... devíamos assobiar para o lado e manda-lo ir jogar bilhar, para outro lado.
Gosto · Responder · 1 · 4 h
Armistício Mulande
Armistício Mulande Rui, concordo que Moçambique não deve tomar o Erdogan como a Turquia. Ele vai passar e a Turquia vai continuar. Mas não pode-se mandar alguém como Erdogan ir jogar bilhar. Deve ser tomado a sério, mas sem ceder às chantagens. Moçambique sempre foi bom em "jogos de cintura", embora ultimamente a nossa diplomacia parece estar um pouco à deriva! Essa coisa de privilegiar diplomacia económica é bom, mas a diplomacia política é o centro de tudo.
Sura Rebelo
Sura Rebelo Esse arrogante apagou o PR Nyusi. Completamente. Qualquer um viu isso. Mas cada um com seus favores suas escolhas e nossas dividas...
Gosto · Responder · 3 · 4 h
Rosario Fome
Rosario Fome È sempre bom ler os teus artigos MM. Difícilmente me decepciono. Hugs
Gosto · Responder · 1 · 3 h
Saria Algy
Saria Algy SOU FÃ DO MM. CONTINUA ASSIM. BEM HAJAS.
Gosto · Responder · 1 · 3 h
Elves Arnaldo
Elves Arnaldo Não deve ser discurada a possibilidade de num futuro bem próximo, ocorrerem raptos e assassinatos de cidadãos turcos residentes em Moz. De entre os empresários que o acompanharam, estão certamente infiltrados membros da secreta turca, que comandarão esquadrões de morte que farão os serviços sujos encomendados por Erdogan
Não gosto · Responder · 4 · 2 h · Editado
Fernao Pengapenga
Fernao Pengapenga Pois é! Achei vigarista e de chantagem o discurso de Erdogan. Afinal, é uma cobrança?
Gosto · Responder · 1 · 3 h
Amosse Mucavele
Amosse Mucavele "Deus encontra um tronco mais baixo para o pássaro que não pode voar." provebio turco
Gosto · Responder · 3 h
Paulo da Conceição
Paulo da Conceição Tronco mais Baixo = 1/2 foda; quem será? !?!?!
Heleno Bombe
Heleno Bombe E como o país precisa desesperadamente de investimentos e de divisas capaz de vender a própria alma ao Diabo
Gosto · Responder · 1 · 2 h
Jose Neves
Jose Neves Olhando para o espírito internacionalista que sempre norteou a política moçambicana, não acredito que haja qualquer retaliação contra cidadãos turcos residentes em Mocambique..agora vão claramente ser mais vigiados...e penso que esse podera ser o limite a que o PR possa chegar...ou seja fiquem por aqui mas abstenham-se de intervenções politicas na turquia...alguma duvida sobre a relação do Partido do Curdistão com o EI....nao me parece!!
Gosto · Responder · 3 · 2 h
Marcelo Nhantumbo
Marcelo Nhantumbo Geograficamente: a Turquia é o único país do mundo que pertence a dois continentes a Europa e a Ásia. Istambul (Constantinopla, como queiram) é a sua capital e a fusão destes dois "mundos", de muita cultura e arte milenares.
Esta cereja chamada Erdogan não vai saber bem encimando o bolo.
E com café turco amargo...
Gosto · Responder · 2 · 2 h
Carlos E. Nazareth Ribeiro
Carlos E. Nazareth Ribeiro Gostei dessa, Marcelo Nhantumbo, e chamar-lhe-ia a "cereja amarga"...
Gosto · Responder · 2 · 1 h
Matin Sabin
Matin Sabin A Turquia nao é unico pais. O Egipto também esta em dois continentes: África e Ásia e a Russia na Asia e Europa. Sao paises transcontınentais
Paulo da Conceição
Paulo da Conceição Oremos irmãos! !
Gosto · Responder · 2 h
Víctor Bulande
Víctor Bulande A central eléctrica flutuante, que está no porto de Nacala, é propriedade de uma empresa turca.
Gosto · Responder · 1 · 2 h
Buene Boaventura Paulo
Buene Boaventura Paulo Bravo. Moçambique deve muita coisa ao mundo
Gosto · Responder · 1 · 1 h
Carlos E. Nazareth Ribeiro
Carlos E. Nazareth Ribeiro Se não fosse o MM jamais saberíamos quais as verdadeiras razões da visita do facínora. É preciso ser descarado para vir aqui dizer o que devemos fazer para apoiar a paranóia que ele tem em relação aos objectivos oficiais turcos!!
Gosto · Responder · 1 · 1 h
Elves Arnaldo
Elves Arnaldo Erdogan, sente-se estremamente ameaçado. Até bem pouco tempo ele pensava que tinha toda a Turquia sob o seu controle. Após a tentativa de golpe de Julho passado, apercebeu-se de que tinha medido mal o grau de ameaça. Achava que o problema era compatível com as suas forças para enfrentá-lo. Mas a situação vai se tornando cada vez mais desproporcional, daí a campanha africana para combater os seus opositores com a ajuda das autoridades dos países onde estes residem. Quando se chega a este ponto, fica claro que a corda está a apertar cada vez mais.
O café turco "ainda" vai amargar.
Gosto · Responder · 1 h
Rossana Ussen
Rossana Ussen Ñ sei não pk Moçambique ja alienou mto mais coisas... até mesmo a fauna bravia.. Nesse caso tirando a forma rude de apresentar as coisas ... ele so ker fazer valer o seu poder contra um inimigo declarado
Gosto · Responder · 1 h
José Da Conceição Tembe
José Da Conceição Tembe E esta agora? Como Moz (PR) se safa dessa? Refém de si mesmo.

Egidio Vaz


Todos estados preocupam-se em manter seu povo e seus interesses seguros. A segurança é prioridade número um de qualquer estado neste mundo. Os EUA possuem uma enorme lista de inimigos públicos e secretos. A China anda atrás de alguns por aqui. O MI 6 também. E todos eles frenéticos perseguidores de inimigos públicos e terroristas. Nós cá na terra também possuímos os nossos. Portanto, cada um caça os seus gatunos. Afeganistão estragou-se quando um estado inteiro achou que Bin Laden era bom hóspede e por causa disso não entregaria aos EUA. Vimos agora o que é Afeganistão. Com efeito, OBL fez umas boas obras lá.
Os estados todos devem cooperar ao nível dos Estados para evitar a captura do Estado por uma seita ou gang.


Gosto


Gosto

Adoro

Riso

Surpresa

Tristeza

IraPartilhar
9191
1 partilha
Comentários


Heleno Bombe Desde que o caro Egidio Vaz trocou de camisola os seus posts perderam qualidade e o debate tornou-se pobre e sem foco, nós que éramos seus seguidores estamos num barco a deriva sem comandante, o que nos resta é rezarmos até chegar a costa são e salvos e procurarmos um outro comandante!
Gosto · 34 · 17 h
Ocultar 15 respostas


Abel Vilanculos Heleno, o que está errado neste post?!!!
Gosto · 17 h


Gulumba D. Mutemba Por acaso ele disse que algo está errado?
Gosto · 5 · 16 h


Egidio Vaz Não passe por aqui. Não venha mais insultar-me ou acusar-me. Se o que escrevi não é sério não gaste seus olhos, já caros a escrever coisas que não me interessam muito menos a si.
Gosto · 4 · 16 h · Editado


Abel Vilanculos Gulumba
Gosto · 16 h


Hélder Nemésio Heleno, acho lastimável a forma como achas que esse post, particularmente, tem algo distante do verdadeiro Egídio Vaz.
Ele traz uma matéria de segurança que é de cariz universal. Faz me alguma confusão que esteja a sustentar a alegada fuga do EV, que eu NÃO vejo.
Gosto · 3 · 16 h


Abel Vilanculos Deixa o Heleno me responder!
Gosto · 16 h


Zito Do Rosário Ossumane Trocar de camisola é quando a pessoa faz ou não faz oque? Querem que a pessoa escreva oque? Quando escreve assuntos de DHL dizem que trabalha para a Renamo, querem que o Egidio Vaz faça oque? E se trocou de lado doi aonde?
Gosto · 5 · 16 h · Editado


El Patriota Heleno, meu irmão. Eu sei que a busca frenética pela quantidade de likes, às vezes nos faz perder as estribeiras por aqui. Mas, sejamos razoáveis...
Gosto · 2 · 15 h · Editado


Adilson Mahomed Tajú Que não seja por isso Heleno Bombe.... seja você também um comandante. Não espere que o EV seja um....exponha também as suas opiniões e ou análises. Faça também a diferença, procure também influenciar positivamente para que haja mudanças no rumo certo, encontre também o rumo certo ou proponha um.... não espere, faça acontecer...
Gosto · 4 · 13 h · Editado


Nelson Junior Caro Sr.Heleno, com humildade, o seu comentario eh talvez eh dos piores comentarios que li no facebook....o sr.Egidio nao eh obrigado a expor posts da sua preferencia,e se o critica, tem direito pra tal, entao procure colocar os seus posts...sejamos maduros, o sr. Egidio, tem equilabrado os seus posts: talvez seja o mais critico a renamo e a frelimo do que o Sr...seja realista, tolerante...aguardo de ler os seus posts...caro compatriota, eh facil de criticar: e este o maior defeito dos mocambicanos: criticam muito, nao deixam os outros de tentar de fazer algo... e os criticos acabam de fazer nada....: eh injusto, maldoso da sua parte, criticas sem fundamentos....ps!.. se responder, nao insulte( nunca bloquei ninguem)
Gosto · 1 · 15 h


Emilio Francisco Chauque Claro que temos que ser razoáveis, mas... eu não entendi o post.

Não sei se é por causa da troca da camisa ou o fato todo, como diz Heleno - que Vaz trocou da camisola -, a verdade é que o autor não conseguiu ser explícito/objectivo como tem sido habitual.
Gosto · 15 h


Nelson Junior con todo respeito, se nao entendeu o post, entao pergunte aos que compreenderam- mas, nao julgue sem bases...aqui nao se trata de trocar de camisolas mas eh criticar construtivamente: se o governo faz bem ha que glorificar- lo e se a renamo faz mal ha que condenar- la e assim vice- versa...senhores por favor por que estudam??..nao pra ter uma visao global dos factos sem preconceitos...por favor
Gosto · 1 · 15 h


Hélder Nemésio Subscrevo Nelson Junior, devemos parar de achar que sempre que o EV trouxer uma abordagem diferente da crítica ao governo do dia é alienado ou está sob efeito de algum tipo de coação.
Nada de estereótipos, o nosso alvo não é a Frelimo muito menos a Renamo e os outros; é, na verdade, a construção de uma sociedade com espírito cada vez mais crítico.
Gosto · 2 · 13 h


Manuel Arsenio Manuel Caro heleno, volte sim, vem lavar a sujeira que deixaste.
Peça desculpas e depois vai, vai, e vai a procura do seu novo comandante!
Estámos bem na nossa canoa!
Gosto · 4 h


Carlos Cumbula Cuidado e não se precipitem e nem se metam. A guerra é de EV e MM
Gosto · 28 min


Kuyengany Produções Que Prendam Guebuza
Gosto · 2 · 17 h


Zefanias Macicane Visita de Erdogan?
Gosto · 3 · 17 h


Bento Munlela Também fiquei com a impressão de tratar se de uma abordagem sobre 👆
Gosto · 11 h


Juma De Alzira Paulo Ainda nao intendi o post...
Gosto · 1 · 16 h


Elcidio Muchave Heleno Bombe é muito bom em vê-lo a exprimir o seu sentimento, na verdade o nosso sentimento. Contudo não deixo de acompanhar o E.V, pois ele num dos seus post's explicou porque continuava assistir a TV/// e uso a mesma justificação para continuar acompanhar os seus post's até hoje.
Gosto · 9 · 16 h


Kuyengany Produções Por Marcelo Mosse

Erdogan também caça investidores imobiliários turcos

O Governo moçambicano tem em suas mãos dois pedidos especiais de Recep Erdogan: a prisão e extradição de cidadãos turcos que residem em Maputo e o encerramento da Willow Internacional School (um pedido que Erdogan fez um pouco por todo continente africano, nomeadamente em países onde há escolas cujo mentor é Fettulah Gulen). Ankara tem uma lista de 24 cidadãos turcos vivendo em solo moçambicano e sobre os quais se alega terem estarem vinculados ao suposto golpe de Estado de que Erdogan diz ter sido alvo no ano passado.

Dentro do grupo estão destacados investidores imobiliários. Uma fonte diz que o proprietário de um imóvel em construção perto do Piri Piri já foi detido na Turquia. Na lista constam os nomes dos investidores do Deco Residence, na Polana, ao lado do antigo Guanabara, e do Deco Assos, em construção junto ao Restaurante Costa do Sol. Ankara alega que essas figuras financiam o PKK (Partido do Povo do Curdistão), um partido minoritário do sul da Turquia, hoje perseguido pelo governo. Também alega que estiveram por detrás da suposta tentativa de golpe. Moçambique não tem acordo de extradição com a Turquia. Maputo vai usar desse vazio diplomático para não agir nos termos solicitados. E vai acrescentar que vai analisar o caso.

A mesma resposta que Maputo deu a Paul Kagamé, do Ruanda, que esteve cá há meses tentar convencer nosso Governo a extraditar opositores políticos (diferentemente de Erdogan, Kagame já mata em Maputo). Este é um dossier intricado porque muitos desses investidores turcos têm parcerias empresariais no sector imobiliário com políticos locais ao mais alto nível. Um deles é o Ministro da Defesa, Atanasio Mtumuke, que detém uma percentagem de um condomínio de luxo localizado na N4, na Matola, para além de interesses na Willow. De modo que não vão ser negociações fáceis. A questão central é de saber se da satisfação desses pedidos depende a entrada de capitais turcos na LAM e no Aeroporto de Nacala. O tal quid pro quo de que eu falava ontem
Gosto · 15 · 16 h


Gulumba D. Mutemba Então os nossos senhores que sempre gostaram de ficar com o que os outros construíram vão entregar alguns turcos para ficar com todas acções.
Gosto · 3 · 16 h


Lenon Arnaldo Plenamente de acordo Egidio Vaz. Essa lenga lenga que "todos" são santinhos, para mim, cheira a esturro.

E preocupa-me, a facilidade com que alguns obtiveram a nacionalidade moçambicana, ou, permanência permanente ou vitalícia. Pelos vistos, sem um mínimo de check up nas suas fichas.

A filantropia de Ossama de Bin Laden na fase inicial, na sua longa estadia no Afeganistão, antes de fixar-se em Tora Bora, é disso exemplo.

Desengane-se quem vê fantasma em tudo que é sítio.
Gosto · 1 · 16 h · Editado


Sura Rebelo Schauque Spirou esse ultimo paragrafo do EV Pode ter efeito "perverso" e com pano pra mangas rsrs nao gosto nada do tiro pela culatra...
Gosto · 2 · 16 h


Schauque Spirou Kkkkk seita ou gangs? Kkkkk os piores inimigos nossos são políticos sem consciência nacionalista e vendem caça pedaço de terra, de madeira, do mar e nada se faz!
Chamar agora Bin Laden e seus sequazes é mesmo pra distrair..m distraídos! No tempo que tínhamos esse perigo bem patente nada se fez.... keekkekekekk
Gosto · 3 · 16 h


Tony Ndzawana Esses são inimigos do Estado ou do Governo.
Se forem do Governo então estamos num mau caminho.
Gosto · 2 · 16 h


Gulumba D. Mutemba Nós cá na terra possuimos os nossos inimigos.
São eles adversários políticos e todos aqueles que pensam diferente.

Este post é um Hoyo Hoyo ao elenco de bandidos turcos.
Gosto · 4 · 16 h


Nelson Junior Caro Egidio, o perigo no meio de tudo isto eh quando o Estado eh dirigido por seitas ou gangs camafulados em patriotas e nacionalistas....e ai levanta-se uma grande questao: quem sao os verdadeiros gangsters ou seitas?..Uns sao visiveis, outros, mais inteligentes, com atitudes enganadoras no silenco, vao danificando as sociedades....ha outro tipo de gangs e seitas mais perigosos do que os que vemos nas midias...
Gosto · 2 · 16 h


Nelson Junior .......ps!...e recorde-se de que os tais gangs e seitas muitas muitas e muitas vezes sao criados por Estados que se dizem soberanos....
Gosto · 1 · 16 h


Francisco Jose "Todos Estados preocupam-se em manter seu povo...seguros". falácias!! Preocupam-se mais é nos seus próprios interesses(individualizados e contemporaneos)!!
Gosto · 4 · 15 h · Editado


Domingos Minizy Mauricio apoiado Francisco
Gosto · 14 h


Francisco Jose Concordo que cada Estado tem os seus inimigos (fantasmas )
Gosto · 3 · 15 h · Editado


Innocent H. Ab Muito boa opinião. Mas equilibre-se. Da mesma forma que o estado deve evitar a sua captura por seita(s) ou gang(s), deve igualmente evitar a sua captura por outro(s) estado(s). Independencia é isso. Acho que o Afeganistao capturado por BL nao é pior ou perigoso do que Afeganistao capturado por USA.
Gosto · 5 · 15 h · Editado


Caula Manuel Em alguns Estados o inimigo do povo são os políticos.
Gosto · 1 · 15 h


Innocent H. Ab Os estados nunca sao amigos. Por varias razoes os governos podem ser amigos..mas os estados com governos amigos podem ter governos inimigos pouco tempo depois. Não acho que a amizade actual do quarteto Moçambique-Tanzania-Zimbabwe-Zambia seria a mesma um dia se a oposição politica acendesse ao poder no Zim e na Tz.
Gosto · 4 · 15 h · Editado


El Patriota E se a Willow se for embora, mano Vaz? Os rebentos da nova burguesia nacional, onde irá se forjar?
Gosto · 2 · 15 h


Egidio Vaz Willow pode mudar de mãos. Mas não desaparece.
Gosto · 14 h


El Patriota Menos mal, desde que não mude a qualidade...
Gosto · 14 h


Innocent H. Ab Willow é privada e quase propriedade de alguem como uma baraca ou um armazem. Mudar de mão seria como nacionalizar ou alienar? E isso seria aplicado a todos os investimentos dos mesmos turcos? Seria justo, sob ponto de vista de legalidade?
Gosto · 14 h


Egidio Vaz Percebam a fundação que foi criada na Turquia para lidar com educação no estrangeiro. É tão legal como qualquer outra escola. Escola Americana, Escola Francesa, Escola Portuguesa por aí em diante são entidades geridas por instituição governamental. Quando estiverem disponíveis para compreender estaremos aqui para explicar a engenharia.
Gosto · 1 · 14 h


Innocent H. Ab Mas se assim for, nem vejo a necessidade de pedir a intervenção do governo de Moçambique seja no enceramento como na nudança da direcção. O governo turco pode fazer isso sozinho.
Gosto · 14 h


Egidio Vaz Mas o governo turco fará sozinho. Isso não vai precisar do envolvimento do governo moçambicano. Já aconteceu em mais de 80 vezes em diversos países. Alguns deles mais a sérios. Enfim.
Gosto · 1 · 13 h


Innocent H. Ab Isso sim. Faz sentido. Se criaram ou autorizaram a criação das escolas e hoje descobre que nao estao a servir os seus interesses, podem encerrar. Nesses comentarios alguem escreveu a dizer que aquele governo pediu Moz para encerrar aquela escola. Nao percebi onde entrava Moz nisso, apesar de muitos moçambicanos estarem a frequentar a mesma escola..
Gosto · 13 h


Helio Banze Egidio Vaz, os inimigos do Erdogan não são nossos inimigos, cabe a ele sozinho persegui los até as últimas consequências, mas ele sozinho.......

Gostei da leitura feita pelo prof.Paulo do ISRI na STV......

Gosto · 9 · 14 h


Egidio Vaz Pois é Helio. Bin Laden foi por mais de dez anos bom amigo dos afegãos até lhes trazer problemas. É facto ou não?
Gosto · 14 h · Editado


Helio Banze BLD andou sempre escondido porque em vida teve mais inimigos dos que amigos....Ergogan em plena cerimônia oficial vem dizer que nos temos celulas terroristas Turcas (pessoas que o Governo cedeu lhes licencas de investirem aqui e vem fazendo) e o Governo não se deu o luxo de ripostar no entanto quando uma das embaixadas emitiu um comunicado dando a entender que existiam campos de treino de terroristas o mesmo governo veio publicamente dizer de voz viva e atroz NÃO.....entao???????
Gosto · 13 h


Egidio Vaz Kkkkk. Helio Banze, OBL nunca andou escondido durante dez anos, ensinando mas madrassas e cavando bunkers sofisticados. Erdogan disse na cara. Claro que ele tinha seus interesses. Os EUA nunca acreditaram que tem lá mesmo células terroristas. Mas sofreram o pior 9/11. É uma questão de opção
Gosto · 13 h


Arsenio Manjate Resta saber , entre Erdogan/oposicao, quem pode ser nocivo aos interesses do Estado Moçambicano ! Não podemos nos precipitar nessa caça às bruxas.
Gosto · 2 · 14 h


Benedito Sefanhane Posse Será mesmo que alguém com o mínimo de boa fé e honestidade intelectual pode dar razão à Erdogan!? Sinceramente há intelectuais a solta, pagos para deformar a opinião publica.
Gosto · 4 · 14 h


Yaqub Sibindy Puramente infeliz, tentar coagir à opinião pública para olharem Dlhakama como inimigo público e consequentemente inimigo do Estado que ameaça os pilares do Estado moçambicano!

Aí o Professor Egidio Vaz, caiu na lama quando diz "Nós cá na terra também possuímos os nossos "!

Professor Egidio, pode exemplificar quais são inimigos públicos do Estado moçambicano?

Sibindy já pediu publicamente aos cientistas sociais para estudarem o "fenómeno Dlhakama" de uma forma imparcial e tecnicamente científica!

Mas não é o que faz o nosso Ilustre Professor Egídio Vaz!

Quando fala, fala para dar razão a Renamo ou fala para dar razão a Frelimo!

Essa forma de olhar à sociedade não é digno de um cientista social que pretende se impor como advogado da sociedade e corrector dos erros crassos dos actores políticos activos e passivos numa sociedade como nossa que se pretende apresentar - se como DEMOCRÁTICA!
Gosto · 3 · 12 h · Editado


Egidio Vaz Fique descansado senhor Presidente Yaqub Sibindy. Não me referi a Dhlakama quando falei de inimigos internos. Falei dos verdadeiros gatunos que semeiam pânico tais como G20 e engomadores, Chauque e Mandonga, Nequinha e tantos outros
Gosto · 3 · 13 h


Joacheim Tembe E se a Gang fizer o papel do Estado?
Gosto · 2 · 12 h


Daniel Omar O conceito de liberdade de expressao desse tipo de pessoa só é válido quando a opinião do autor vai de encontro a sua opinião. Palmas. Quem te opinião contraria é um vendido hehehehe Era mais facil retirar o gosto e seguir a sua vida. Diz ele que respeita a opinião dos outros hehehehe
Gosto · 10 h


Caula Manuel Os Patos hipotecaram o Estado. Formalmente a penhora é o bolso do povo.
Gosto · 9 h


Muhamad Yassine Eu disse que eu sabia o que o a Erdugan vinha fazer
Gosto · 1 · 9 h


Júlio Mutisse E quando um megalomaníaco vê inimigos em todo lado, prende tudo e todos... o pais deve ceder?
É só prender e entregar... não há formalidades nem princípios a considerar?,
Devemos entender os turcos em MoZ como bandidos pq seu PR assim o diz e quer?
Gosto · 3 · 5 h


Egidio Vaz O debate aqui está a ser distorcido propositadamente por duas razões. Primeiro, porque alguns de nós temos interesses por preservar, com as alianças com turcos que já fazem parte da nossa família. Segundo, por falta de informação completa. Aqui devo frisar que a nossa opinião esta sendo condicionada ao senso comum e ao preconceito criado em torno da Turquia e do Erdogan. Adicionalmente, importa referir que os Estados perseguem interesses. Erdogan veio a Maputo autorizado pelo estado moçambicano. Não se impôs. Por detrás dessa aceitação existem princípios consensuais que gerem as relações entre Estados, incluindo a não-ingerência em assuntos alheios. Ou seja, independentemente de existirem ou não células terroristas turcas (conceito que para nós não deve assustar) a cooperação com a Turquia pode continuar.
O que peço à alguns aqui é algum discernimento para aceitar outras abordagens. Este texto ou opiniao nao deve ser visto como uma posição total do que deve ser com a Turquia. Mas um princípio geral e prudencial em relação à responsabilidade número um dos Estados para com seus povos.
Resumir a nossa conversa aos alegados turcos é perdermos oportunidade de alargar o debate para aspectos que nos interessa.
Gosto · 2 · 4 h


Butcha Brown B
Gosto · 4 h


Niklas Lehmann "evitar a captura do Estado por uma seita ou gang..."
NOS JA ESTAMOS ENTREGUES!
Gosto · 2 · 3 h


José de Matos " evitar a captura do Estado por uma seita ou gang."

Estamos FIRMES na captura do Estado ha decadas!
Gosto · 3 h


Júlio Mutisse Tirando a parte da defesa de interesses que nada tem a ver, se o seu comentário fosse o post não teria muito para discordar. O texto do post tende a mostrar entre certezas e insinuações que alguns destes investidores são terroristas, usando apenas a acusação de uma pessoa que já tem meia turquia presa. Mas ok...
Gosto · 1 · 3 h


Rui Neves Rezemos para que um dia nao aconteça o mesmo no nosso Pais e alguns tenham que se exilar fora de Moçambique, ai quero ver se o Sr. Egidio ainda concordaria com esta perseguiçao, se um dia porventura o senhor tiver q sair do seu Pais por motivos politicos de certeza que nao gostaria que um Erdogan qualquer fosse a esse Pais tentando leva-lo a justiça ou a morte por motivos politicos muitas vezes obscuros. Areia no cu dos outros e uma maravilha nao e Sr. Egidio, gostaria de ve lo numa situaçao similar na qual voce fosse o emigrante aposto que ja nao estaria de acordo. Cuidado com aquilo que aplaudimos, amanha podemos ter q beber do mesmo
Gosto · 1 · 2 h


Miro Guarda Eu pessoalmente nao gosto do Erdogan. Eu pessoalmente o conheço e sei dele atravêz daquilo que os mainstream medias ocidentais dizem ou escolhem noticiar. Erdogan persegue todos aqueles que não concordam com ele. Gulen era seu aliado e quiçá amigo mas virou-lhe as costas quando se apercebeu que este se opunha a islamização do estado tuco. Gullen sempre defendeu o estado secular que a Turquia se pretende a ser.
Agora deixarmo-nos levar por esses factos só, irão nos dar uma imagem não realista e quiçá cega. A Turquia como tantos outros estados Europeus ( Franca, Alemanha, etc.) estão a sofrer por causa do terrorismo disfarçado de islão. É justo que Erdogan queira proteger os interesses do seu pais, ele foi legitimado pelo seu povo para o fazer atravêz do voto popular. E para isso ele precisa de apoio de outros estados. O terrorismo não sera combatido se cada nação o fizer isoladamaente. É preciso um esforço conjunto. Faz bem Erdogan em querer ter alianças, perseguir aqueles que acha que são inimigos do seu povo estejam onde eles estiverem. Olha que Erdogan esta ser mais razoável que Kagamé que manda matar os seus inimigos fora. Erdogan pediu apoio.
Desenganem-se aqueles que pensam que esses tais terroristas estão a ser benéficos para Moçambique. Começam com investimentos em imobiliarias so para lavarem dinehiro, criam bases dentro de paises vulneráveis como os nossos e quando dermos por nós ja somos um estado com ligações fortes ao terrorismo. E isso não é bom para Moçambique, it will backfire on us. Podemos nos tornar em alvos. Diz-se na giria popular que do pequeno se torce o pepino. Combata-se agora antes que se torne um monstro de 7 cabeças e ai e que serão elas. Claro que isto tudo deve ser feito consoante as leis internacionais...
Gosto · 1 · 2 h


Adelino Pedro José Dabata Erdogan santinho com dedo corajoso, odiado pelo ocidente e pelo oriente, a procura de alianças com o sul. Ya grande assunto para debate mas ainda vou me informar um pouco mais, me aguardem.
Gosto · 1 h


Francisco Jose

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook