sábado, 14 de janeiro de 2017

Carlos Abreu Amorim classifica sondagens de “burla institucionalizada

147
9
O vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, Carlos Abreu Amorim, compara técnicos da "arte" da sondagem aos videntes da Antiguidade que viam o futuro através do fígado das aves.
JOÃO RELVAS/LUSA
O vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, Carlos Abreu Amorim, desvaloriza a sondagem que indica que o primeiro-ministro, António Costa, perde popularidade pela primeira vez e em que Pedro Passos Coelho é o líder que mais popularidade perde. Na sua página pessoal no Facebook, Abreu Amorim diz que, no seu entender, “as sondagens que por cá se fazem são uma burla institucionalizada.”
O dirigente da bancada social-democrata explica que se não dá “credibilidade às sondagens quando estas são desfavoráveis ao PSD, também não as posso considerar quando os resultados parecem ser mais agradáveis.” Carlos Abreu Amorim explica depois, com ironia, que o facto de não acreditar em sondagens “não significa que todos aqueles que trabalham nessa arte sejam burlões — tal como não o eram os que na Antiguidade perscrutavam o futuro através das tonalidades do fígado das aves (e que, dizia-se, acertavam quase sempre)…”
Carlos Abreu Amorim sugere que o partido não mude ao sabor das sondagens. “Continuemos, pois, a fazer o que temos de fazer em nome daquilo que julgamos melhor para o País. São hoje muitos mais aqueles que percebem o logro em que esta geringonça consiste. E cada vez mais seremos mais. Sei-o não porque alguma sondagem mo ensinou – mas porque a boa perceção das coisas é fundamental em política”, defende o dirigente da bancada social-democrata.

Se não dou credibilidade às sondagens quando estas são desfavoráveis ao PSD também não as posso considerar quando os resultados parecem ser mais agradáveis. Tenho para mim que as sondagens que por cá se fazem são uma burla institucionalizada. Isso não significa que todos aqueles que trabalham nessa arte sejam burlões - tal como não o eram os que na Antiguidade perscrutavam o futuro através das tonalidades do fígado das aves (e que, dizia-se, acertavam quase sempre)...
Continuemos, pois, a fazer o que temos de fazer em nome daquilo que julgamos melhor para o País. São hoje muitos mais aqueles que percebem o logro em que esta Geringonça consiste. E cada vez mais seremos mais. Sei-o não porque alguma sondagem mo ensinou - mas porque a boa perceção das coisas é fundamental em política.
GostoMostrar mais reações
Comentários
Fernando de Arriscado Mas desta vez o PSD mete a pata na poça em não apoiar a descida da TSU
Jose Augusto Passos fez o que devia ter feito há muito: acabou o 'colinho'!
Fernando de Arriscado ? Não se pode ser contra por serem os outros
Carlos Abreu Amorim Fernando de Arriscado O plano da relação Swing não pode (des)governar o País...
Jose Augusto Azar. Não fizerem um acordo parlamentar com o PCP e o BE. E agora culpam os outros por não os deixarem governar? A lata é infinita.
Fernando de Arriscado Passos exagerou nas medidas e agora vamos levar vom a geringonça durante o tempo suficiente para chamar a troika outra vez
Jose Augusto Por mim ficam até depois de vir a troika. É chegada a altura de, pela primeira vez, limparem a porcaria que costumam sempre fazer.
Fernando de Arriscado O problema é que quem paga nunca são eles
Jose Augusto É verdade Fernando de Arriscado. Mas quantas vezes temos que fazer algo que nos faz sofrer para educar um filho que precisa de uma lição? (neste minha analogia o filho são as pessoas menos informadas)
Jose Augusto Luís Aguiar-Conraria: penso que seja uma decisão de base política e não económica.
Helder Marques de Sá O PSD deve chumbar a baixa da TSU! O PS deve buscar apoio nos tentáculos da Geringonça.
Fernando Carlos Gomes O PSD não deve fazer a política do "ai tal a geringonça"...tem que ser coerente...na há fio condutor na política do partido...desconcertante...
Carlos Abreu Amorim Por acaso julgo precisamente o contrário
Fernando Carlos Gomes Opiniões... saudações social democratas...
José Manuel Almeida Caro Carlos, as sondagens (exceptuando as que resultam dos verdadeiros trabalhos de campo realizados pela Universidade Católica) são, como ambos sabemos, encomendadas pelas instituições que as comentam como se nada tivessem feito...

Tal como certos co
mentadores, pagos à peça, para debitarem parvoíces nos programas de televisão.

Esta democracia, quer queiramos quer não, está lentamente a entrar em decomposição, coisa que não será de estranhar, pois os últimos acontecimentos provam-no de forma irrefutável.

O politicamente correcto está a minar o futuro deste País.
Por isso subscrevo em parte o texto ora publicado, mas não posso deixar de comentar que a actual classe política tem tremendas responsabilidades no descrédito a que chegamos.

Relativamente às últimas sondagens, elas muito provavelmente foram feitas mas imediações do Largo do Rato, o que significa que os "herdeiros" do sr. da Cova da Beira, estão naturalmente contentes, com a perspectiva sinistra de colocarem de novo Portugal à beira da cova...como já o fizeram anteriormente.

Um abraço e já agora, vale a pena meditar nisto!
Simone Espinoza O PS só vai descer bastante quando a geringonça descarrilar com estrondo ou por questões internas ou por problemas externos (DBRS, etc.).
José Manuel Almeida Mas mesmo com todos os avisos que chegam constantemente da sociedade comercial que se chama UE, nem por isso os portugueses conseguem perceber o que está verdadeiramente em causa.
Portugal está a caminho do desastre.
Essa é a realidade que ninguém quer assumir.
Simone Espinoza José Manuel Almeida, para o PCP não é um desastre, é a solução. Mudar para moeda própria e assim poder implementar todas as conquistas bolivarianas ao estilo da Venezuela. Com uma inflação de 50% ou mais, é fácil o governo dar generosos aumentos de 20% nos salários.
José Manuel Almeida Simone Espinoza No PCP já nada nos surpreende. Basta perceber a contínua perda eleitoral e o progressivo afastamento da realidade.
Quanto ao resto, ambos sabemos que a "política da terra queimada" já foi testada no Alentejo, com consequências desastrosas.
Está tudo escrito na História, só não percebe quem está desatento, ou padece de algum tipo de amnésia...
Mário Nuno Neves Esta? http://www.jornaldenegocios.pt/.../ps-volta-a-subir-e-psd...
A última sondagem da Aximage confirma duas tendências verificadas nos últimos meses: os socialistas continuam a…
JORNALDENEGOCIOS.PT
Fernando Vaz Essa sondagem não é fiável. O PPC com 5,3? É muito. 
Gosto7 h
Diogo Quental
Traduzido do Inglês
Nunca confie em "enquetes" você não engana a si mesmo 

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook