terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Agora o Planato de Mueda fica em Gaza! É a nova geografia de Moçambique.


Egidio Vaz
 a sentir-se cansado.
7 h · 
Agora o Planato de Mueda fica em Gaza! É a nova geografia de Moçambique.
Sinceramente não concordo com alguns dos títulos que se atribuem às pessoas. O Mediafax decidiu apelidar o novo Director-geral do SISE de “baixinho do planalto”. Moçambique possui muitos planaltos entre eles: 
1. Planalto Moçambicano – nas províncias da Zambézia e Nampula;
2. Planalto de Niassa – na província de Niassa, ao longo do lago Niassa;
3. Planalto de Mueda- na província de Cabo Delgado;
4. Planalto de Chimoio na província de Manica;
5. Planalto de Marávia - na província de Tete junto a fronteira com Zimbabwe;
6. Planalto de Angónia – na província de Tete junto a fronteira com Malawi.
O general Lagos Lidimo é natural de Mueda e não de todo Planalto. Ele é general de 4 estrelas na reserva até a data da sua nomeação. Ele é antigo combatente da luta de libertação de Moçambique. Assumiu desde a luta armada de libertação, vários cargos de comando militar, desde comandante até chegar a Chefe de Estado-maior general das Forças Armadas de Moçambique, cargo que ocupou desde 1993-2008. Esteve na formação das forças conjuntas durante o processo de paz, Comandante da contrainteligência militar, comandante da guarda-fronteira.
Se estavámos a procura do mérito, temos do General Lidimo alguém que conhece o país todo a pé, de carro e de avião; alguém que conhece as peripécias da segurança interna e externa; alguém com experiência profissional e de gestão especializada; um veterano da Luta de Libertação. Ainda por cima coadjuvado por alguém que conhece a casa e seus contornos; Sérgio Cabá, meu Professor de História Política e Militar de Moçambique na UEM (2002-2003)
Toda essa experiência foi sacrificada para se olhar apenas ao facto de ser conterrâneo do Presidente Nyusi. Este país já teve dois Presidentes provenientes da mesma província; três presidentes da Frelimo são originários da mesma província. Três Primeiros-ministros deste país são da mesma província; os dois últimos governadores do Banco de Moçambique são da mesma província. Isso tudo nunca constituiu problema até o Presidente Nyusi nomear alguém da mesma província, ainda por cima com créditos firmados.
Pior, associar o homem à origem “montanhosa” está longe de ser um elogio ou reconhecimento. Assim, o General Lidimo, em vez de ser apreciado pelos seus créditos, é apreciado pela sua origem “montanhosa” e pela sua estatura baixa. Porém, a constituição condena a discriminação de cidadãos pelo critério da sua origem ou aparência. Um outro jornal teria apelidado o novo Governador de Banco de Moçambique de "Xerife“ de Washington”. Quer dizer, não poderia ser um moçambicano a trabalhar arduamente para reverter a situação monetária do país. Tinha que ser alguém de Washington, ainda por cima Xerife (polícia).
Alcunhas e alcunhas. Umas documentam o que somos de facto. Outras, os nossos preconceitos.
Gosto
Comentários
Rogério Manuel Rondinho
Rogério Manuel Rondinho KKKKKKKKK, Baixinho do planalto!!!! depois dizem que não há tribalismo...
Gosto · 3 · 7 h
Albertina Oliveira
Albertina Oliveira Heheheheh além de ver que planalto de Mueda fica em Gaza, tb não deixei de ver o logotipo da Pandora Box que já é antigo.
Gosto · 1 · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Veja só Tina.
Gosto · 7 h
Sura Rebelo
Sura Rebelo O q vai mudar? Vai melhorar ou piorar? Isso é tudo que me interessa. Se gaza tem planalto de mueda isso é assunto pra 3 classe. Chamem a chefe da educacao ...
Gosto · 2 · 7 h
Domus Oikos
Domus Oikos Estes jornalistas são um caso.
Gosto · 1 · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Acho que o tipo que redigiu é natural de Gaza.Tem Gaza no coração!
Gosto · 5 · 7 h
Emildo Manhengue
Emildo Manhengue Todos os presidentes de Moçambique são de Gaza...
Gosto · 7 h
Fernandel Maonni Zucula
Fernandel Maonni Zucula Egidio Vaz não há revisores nem nada, nem editor nem nada!.... É só teclar e imprimir... Tudo merda ( O formal e conteúdo )!!
Gosto · 3 h
Matias De Jesus Júnior
Matias De Jesus Júnior Egidio Vaz não perde uma. O Mediafax ja mandou a versão corrigida. :) :) :) :) Deixa te de estórias
Gosto · 11 · 7 h · Editado
Egidio Vaz
Egidio Vaz Eu recebi esta versão. Não recebi ainda a tal versão corrrigida. Eu não roubei da redacção. Enviaram-nos. Kkkk
Gosto · 1 · 7 h
Jonas Joaquim
Jonas Joaquim Quer dizer, Nyusi fosse de Gaza e nomeasse um de Gaza para aquele cargo nao era problema. O canalmoz ate mentiu ao dizer que o adjunto do Lagos tambem era maconde voces ai no sul vao sofrer ainda ee cedo mas nos cá aguentamos quase 40 anos a ouvirmos os nomes Langa, Mfumo, Zunguza, Macuacua, Mondlane, Nhantumbo, Chauque, Sitoi, e que mais EG? em todas instituicoes afinal doi
Gosto · 3 · 5 h
Davidoff Ngaleza Asusse
Davidoff Ngaleza Asusse É isso meu irmão Jonas Joaquim, se fosse um do Sul não Seria problema, até quando?
Gosto · 5 h
Fernandel Maonni Zucula
Fernandel Maonni Zucula Superem isso pah,
Gosto · 3 h
Mavuto Cachingamba Viola
Mavuto Cachingamba Viola Kkkk. Nao sabia k a geografia mudava com tempo e espaco.... mas nada disso. Alias, se assim aconteceu, ja passou. Hoje ja nao existe os imperios de gaza.... todos somos mocambicanos e pais ja tem varios quadros a altura sem necessariamente serem duma determinado territorio. 
Portanto, o chefe do estado esta livre em escolher figuras que lhe oferecem maio seguranca. Alias, no fim das contas ele k paga perante o povo.
Gosto · 2 · 7 h
Chacate Joaquim
Chacate Joaquim Ntla. Eu só lamento a idade dele. Lagos quando se revelou no SNASP tinha idade de muitos moçambicanos hoje com 35, 40, 55, por aí... por que será que esses moçambicanos não merecem a confiança do Nyussi que também foi dado oportunidade em muitas situações da sua carreira profissional e política mesmo sem um pingo de experiência? É só nesse aspecto que descordo com PR nas suas nomeações mesmo sabendo que esse meu sentimento não é vinculativo.
Gosto · 3 · 7 h
Davidoff Ngaleza Asusse
Davidoff Ngaleza Asusse Boa tarde mano peço para consultar o currículo do Lagos Lidimo
Gosto · 1 · 5 h · Editado
Chacate Joaquim
Chacate Joaquim Onde está?
Gosto · 5 h
Michek Pnp
Michek Pnp Chacate no google
Gosto · 4 h
Chacate Joaquim
Chacate Joaquim Nada importante se não militância no partido, qualquer um seria um bom matador!
Gosto · 2 h
Chacate Joaquim
Chacate Joaquim Davidoff Ngaleza Asusse e Michek Pnp, ninguem disse aqui qe Lagos Lidimo não tem experiência de segurança. Lidimo é muito melhor quanto outros moçambicanos bons ainda e com idade do Nyussi. Eu particularmente contesto isso. se o PR quer estes aposentados que os chame para seu gabinete vão lhe assessorar lá nos bastidores. Agora, onde se exige pensar, actualizar, ser-se dinámico... etc se faz favor queremos gente proativa com novas ideias capazes de estar e ser num contexto cibernético global para cairem e levantar, chega dos que já sabem tudo, já experimentaram tudo, todo ser humano tem limite e onde ele termina com a aposentadoria devia entrar outro moçambicano ainda com fólego só isso. Digo isto do general Lagos, como digo do Maleane no MF e tantos outros aposentados que deviam servir de conselheiros mas estão ainda no activo por força da confiança política. HI LAVA KU WONA SWINWANI.
Gosto · 1 · 2 h
Rogerio Daniel Naene
Rogerio Daniel Naene O Clã do planalto continua se instalando e só veremos quem detêm o controlo do país.
Gosto · 7 h
Spirou Maltese
Spirou Maltese Esperava que EV como fazia num passado não muito longínquo, fazia análises profundas destas mexidas....preferiu se debruçar sobre o problema já "velho" dos revisores dos jornais! Ahnnn manoooooo
Gosto · 11 · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Quanto tiver tempo farei as tais análises. A proposito, estamos nas redes sociais. Cada um é livre de ser o que pretende. Não me imponha agendas.
Gosto · 2 · 7 h
Spirou Maltese
Spirou Maltese Yuu não impus; fiz um reparo. Abraços.
Gosto · 7 h
Manacque Mapotere
Manacque Mapotere kkkkkkkkkkkkk EV isso chama-se griado kkkkkkk
Gosto · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Spirou Maltese não foi um reparo. Foi uma instrução/orientação, etc. Que no fundo é mesmo imposição daquilo que quer que faça aqui nas redes sociais.
Gosto · 7 h
Spirou Maltese
Spirou Maltese Epah... kkkkk estas a ir longe nessa leitura. De todo modo é um mal entendido. Abraços.
Gosto · 7 h
Paulo Araujo
Paulo Araujo Novos tempos....Novas prioridades....Nova geografia kikiiki
Gosto · 2 · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Paulo Araujo o planalto de Mueda mudou-se para Gaza. Isso é que é notícia. Nunca na história da humanidade os planaltos se moveram, salvo em situações de erupção vulcânica. O Monte Tumbine em Milange, foi o único que ruiu no Sec XX nesta República.
Gosto · 2 · 7 h
Tiberio Cintura
Tiberio Cintura
Traduzido do Inglês
ConcordoVer Original
Gosto · 7 h
Dioclécio Ricardo David
Dioclécio Ricardo David 💦😂💦😂💦😂💦😂💦
Gosto · 7 h
Paulo Araujo
Paulo Araujo Mbuya kakakaka hoje em dia tudo é possivel. Vais ver em breve rio zambeze mover se para o sul do país. Espera so irmao Vaz
Gosto · 2 · 6 h
Antonio Langa
Antonio Langa foi uma nova descoberta se calhar ainda vem por ai mais novidades. estamos aqui para ver
Gosto · 3 h
Alito Gujamo
Alito Gujamo Um tribalismo herdado pela base! No inicio foi assim e continua assim, pois, os mentores ainda ditam as regras do jogo. O presidente Nyusi prometeu ao povo para dar continuidade dos seus antecessires e é o que se vê. Ntlha!
Gosto · 3 · 7 h
Emildo Manhengue
Emildo Manhengue Apoio. 
Todos os presidentes de Moçambique são de Gaza.
Gosto · 1 · 7 h
Stellyo Renovado
Stellyo Renovado agora nos tornamos tribalistas onde esta a famosa unidade nacional?
Gosto · 4 · 7 h
El Patriota
El Patriota Erros a esse nível são inadmissiveis.
Gosto · 2 · 7 h
Zé Martins
Zé Martins Engraçado como o foco da notícia fica em segundo plano por causa de um erro !!!
Não matem o mensageiro.
Gosto · 7 · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Até pode ter razão. Mas que o Planalto de Mueda se tenha mudado para gaza, é uma grande notícia. Inusitada e milagrosa!
Gosto · 1 · 7 h
Zé Martins
Zé Martins Logico ter se tratado de uma Gralha.
Gosto · 7 h
Jessemusse Cacinda
Jessemusse Cacinda Nao ha nenhuma gralha aqui. Tudo foi propositado. A noticia era exatamente mostrar isso. Colocar em questao a estatura fisica do PR e associa-la a sua origem "barbara" e ainda questinar o facto de nomear alguem que por sinal vem da sua terra.
Gosto · 2 · 7 h
Dioclécio Ricardo David
Dioclécio Ricardo David 😂😂😂😂😂
Gosto · 6 h
Jr Chauque
Jr Chauque Gostei Zé Martins o objectivo sem dúvida APAGAR o tema e tornar o erro o TEMA......desde que houve mexida de equipa perdeu a dinâmica do jogo....parece que anda aos concertos....
Gosto · 1 · 6 h · Editado
Francisco De Assis Cossa
Francisco De Assis Cossa Kkkk pode-se chamar este individuo de jornalista?
Gosto · 1 · 7 h
Emildo Manhengue
Emildo Manhengue Caso para dizer :
* efectivamente todos os presidentes de Moçambique vem de Gaza, daí a transferência do planalto de Moeda para Gaza...


Niku pooo hiko lheka
Gosto · 2 · 7 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkkkkk
Gosto · 1 · 5 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane la voces que se informam com esses pasquines.....
Gosto · 7 h
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda Quando uma gralha reduz os esforços dos que informam. Podemos até acertar 99 vezes... A centésima podemos ser reduzidos a zero
Gosto · 3 · 7 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane desde quando um jornal minimamente serio pode usar adjectivos fisicos para dar infoemaçao.. o governo é pessimo, mas os que pretendem corregir sao piores, em entre o mau e o pessimo, fico com o mau...
Gosto · 7 h
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda O meu comentário é especificamente para Gaza. Não fui ao conteúdo
Gosto · 7 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane mas viste o titular??? o baixinho sei la de que.. é normal isto? verias isso no elpais ou washington post?....
Gosto · 3 · 7 h
Spirou Maltese
Gosto · 1 · 7 h
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda Não vi..
Gosto · 1 · 7 h
Kuyengany Produções
Kuyengany Produções Mano Lyndo pah
Gosto · 6 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane tsc... mas é encabeçamento isso?. essa gente se deveria limitar a dar informaçao ou opiniao, me da igual, mas sem cair em adjectivos fisicos..
Gosto · 6 h · Editado
Egidio Vaz
Egidio Vaz etiquetagem e muito cinismo a mistura. Um general de 4 estrelas é chamado "baixinho de Planalto". Uma forma de reduzir uma obra à uma estatura. Isto é insulto. Deploro isso
Gosto · 3 · 6 h
Joaquim Tesoura
Joaquim Tesoura Não é erro, sim remanescente sonhos de império assombrado
Gosto · 2 · 7 h
Nando Mais
Nando Mais aasim cai a DESGOVERNACAO do NYS
Gosto · 7 h
Sebastiao Paulino
Sebastiao Paulino Coloquem mapa de Moçambique nas redacções para evitar estes erros de localização!!
Gosto · 1 · 6 h
Emilio Sousa
Emilio Sousa Hehehhe, vamos de pior a ruim...
Gosto · 6 h
Josue Mucauro
Josue Mucauro Ali o erro é do jornalista ou editor? Péssima prestação de serviço, falta de respeito por seus clientes
Gosto · 6 h
Marcos Manejo Pakhonde Pakhonde
Marcos Manejo Pakhonde Pakhonde De certeza houve erro grosseiro, e isto me entristece. Mas do outro lado, me alegro saber que independentemente do ruido na ;localizacao, a informacao primordial (conterranismo ficou estampado).
Gosto · 6 h
Kuyengany Produções
Kuyengany Produções Repassando:
Marcelo Mosse via Facebook:


O sinistro Lidimo
A escolha de Filipe Nyusi para se desfazer do mais notório símbolo do guebuzismo na máquina governamental acabou sendo uma escolha sinistra. O SISE passa a ser dirigido por um general com a fama de carrasco. E não por alguém com carreira na área da “inteligência”. Com a mudança, Nyusi chama a si todos os cordelinhos do poder. Já era sem tempo. Sem o controlo do SISE, ele tinha um poder limitado. Mas sua escolha é uma alimento para leituras conspiratórias. Que remetem para o desespero. 

Nyusi mostra que precisava de um elemento de força para cavalgar os atalhos espinhosos que tem pela frente até garantir uma segunda nomeação presidencial. Nas hostes do partido, há uma vaga de desilusão com o seu consulado e já começa a ser comum ouvir-se dizer que Nyusi não consegue uma segunda nomeação. Na opinião pública, sua queda de popularidade é visível. 

A crise está aí na sua plenitude. O Governo ainda se aguenta porque ela ainda não produziu tumultos. Mas é provável que os moçambicanos acabem por descarregar toda a sua fúria nas eleições autárquicas de 2018. Há quem conjecture uma derrota nunca vista da Frelimo. Se for isso, o partido terá de escolher uma nova figura para candidato presidencial para 2019. Mas com Lagos no SISE é provável que esse processo seja mais persecutório que conciliatório. O partido vive dias de facas longas. Não creio que o conclave maconde aceite um novo candidato em 2019.

Lidimo no SISE significa um retrocesso ou um avanço na clarificação da crise da divida oculta? O ideal não seria Gregório Leão permanecer até a auditoria da Kroll terminar? Ou ele estivesse a bloquear o fluxo de informação? Todos sabem que a auditoria da Kroll às empresas EMATU, MAN e Proindicus (e o SISE é central a prestação de informação, donde ficara claro que realmente se beneficiou de milhões de USD da divida) está a meio caminho. E Nyusi terá já visto o draft da Kroll. Neste contexto, Lidimo surge como o único figurão de mão dura capaz de sacrificar uma ou duas almas do lado da securitária, de modo a satisfazer a comunidade internacional e abrir portas para uma possível reconciliação com os doadores. 

Seja como for, o timing da nomeação de Lidimo mostra que o SISE é o derradeiro campo de batalha dentro do partido e dai dependerá a futura correlação de forças na Frelimo, determinante para o seu futuro. Mas, para o contexto político do pais, Lidimo não serve. Ele é de má memória. Os mais velhos recordam-se da escola sinistra da história do antigo SNASP, com Lagos e Salesio Nyalapibano como os operativos mais temidos. Uma escola de repressão e terror. O receio geral é o de Lidimo estender o seus apetites contra a oposição política e contra a sociedade civil mais vibrante. Com ele, a caça às bruxas no espectro político está assegurada. 
*marcelo mosse*
Gosto · 1 · 6 h
Lyndo A. Mondlane
Lyndo A. Mondlane mano se temos que tirar todos carrascos de circulaçao em mz, começariamos por aquele ai que anda em parte incerta.. ou ele nao é?..o problema esta na indignaçao selectiva.....
Gosto · 1 · 6 h
Kuyengany Produções
Kuyengany Produções Frelimo ayna miunchu
Gosto · 1 · 6 h
Daniel Gilberto Ntumwa
Daniel Gilberto Ntumwa Mano falaste muito e bom português, mas uma coisa tens que tirar da sua mente, a queda da Frelimo não é para ja, é melhor não se alimentando com essa idea mano!
Gosto · 5 h
Juma Aiuba
Juma Aiuba Aunicio da Silva, teu amigo Egidio Vaz também detectou o mesmo problema. O jornal rasgou o Atlas Geográfico. E eu que pensava que fumava sozinho!
Gosto · 1 · 6 h · Editado
Aunicio da Silva
Aunicio da Silva Há com cada suruma. Paerece qu de Namaacha é mais forte que aquela vermelha de Milange ou essa terrível de Nametil a ponto de tornar a geografia flexível.
Gosto · 6 h
Aunicio da Silva
Aunicio da Silva Há com cada suruma. Paerece qu de Namaacha é mais forte que aquela vermelha de Milange ou essa terrível de Nametil a ponto de tornar a geografia flexível.
Gosto · 1 · 6 h
Filipe Nhalungo
Filipe Nhalungo Desgraça destes jovens jornalistas, que pena, não sabe onde fica planato de Mueda, mas são Doutores e gostam de ser traados como tal....
Gosto · 1 · 5 h
Rafael Ricardo Dias Machalela
Rafael Ricardo Dias Machalela Vocês não receberam a versão correcta? Please!
Gosto · 3 · 4 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Rafael Ricardo Dias Machalela, kkkk. Estamos a consumir a nova geografia. Planalto de Mueda, Província de Gaza
Gosto · 2 · 4 h
Américo Tomás Armanze
Américo Tomás Armanze Já houve tempo que dava gosto de ler esse jornal mas ultimamente, adoptou o lema do FIPAG... ''meter agua''
Gosto · 3 h
Elcidio Agostinho
Elcidio Agostinho nao entendi o alcance do materia.
Gosto · 6 h
Nemane Selemane
Nemane Selemane Chissano havia formado um governo de amigos de infancia: Leonardo Simao, Tomas Salomao, e outros. Guebuza tinha a esposa, amigos e familiares. Nesse governo a Maria da Luz era mais forte que que Ministros de Saude e Accao Social. Portanto, Nyusi deve procurar a sua classe e viver. Eu nao faco parte como tal nao ambiciono.
Gosto · 7 · 6 h
Lenon Arnaldo
Lenon Arnaldo Pressa para mentir. Depois da lufa lufa e narrativa sobre a suposta "crise dos combustíveis" esse, vai ser o próximo tema.
Gosto · 1 · 5 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Mas o combustível já está a voltar às bombas!
Gosto · 1 · 5 h
Lenon Arnaldo
Lenon Arnaldo Sim. E já andam as mosca, pois, muitos que dos que fizeram barulho ( apanhados em contra pé), são os que "abastecem" com duze (200) ou quinhentos kkkkkkk
Gosto · 3 h
Isaura Muianga
Isaura Muianga Assim vai a nossa Democracia , associada a liberdade de expressão. .. hoje , queremos sugirir quem deverá ser o homem certo apartir da altura, origem etc etc.para dirigir O SISE . Meu Deus!
Gosto · 2 · 5 h · Editado
Emildo Manhengue
Emildo Manhengue Não foi de férias? 
O Deus?
Beltrano Wakalungane
Beltrano Wakalungane Naão advogo o erro, mas me espanta a capacidade de se apegarem ao supeérfluo em detrimento do relevante e pertinente....
Gosto · 3 · 5 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz Aí não há nada sério senão o erro e o preconceito. Que Nyusi nomeou Lidimo a malta sabia desde ontem. A novidade é o embasamento tribalista e preconceituoso que o artigo quis veicular. E é isso que é condenável
Gosto · 5 h
Beltrano Wakalungane
Beltrano Wakalungane Agora sim, Egidio Vaz... Por que ainda nos preocupamos com as etnias em vez de exigirmos a competeência?
Gosto · 1 · 5 h
Beltrano Wakalungane
Beltrano Wakalungane Esta devia ser a relevaância!
Gosto · 5 h
Beltrano Wakalungane
Beltrano Wakalungane Ora, o órgão pode, pelo não dito, quer questionar o aparente contraste entre o ideal de unidade nacional apregoada... versus, coincideência ou não, a nomeação de gente da mesma região a cargos de "cobicça"
Gosto · 5 h · Editado
Fernandel Maonni Zucula
Fernandel Maonni Zucula Meu Caro Beltrano Wakalungane, trata-se de um Jornal que está a revelar lacunas organizacionais para evitar erros desta natureza que não são supérfluos quando se trata de um ORGÃO DE INFORMAÇÃO. O facto é que erros iguais aparecem amiúde em canais televisivos também, com o mesmo estatuto de orgãos de informação. ESTAMOS A DIZER QUE NÃO É SÓ A POLÍTICA, A ECONOMIA EM MOCAMBIQUE QUE VÃO MAL, Também somos mal servidos pelos orgãos de informação, aqui não há profissionalismo, não há seriedade.... Não se leva nada a sério pah!!!!
Gosto · 3 h · Editado
Beltrano Wakalungane
Beltrano Wakalungane Fernando, grato pela observacção, embora já me tivesse dado conta disso. o supérfluo, neste caso, torna-se perante as implicações da nomeacção de "conterraneo", quando o duscurso é sobre unidade nacional, o que acho que se divia capitalizar nas analises, sem ignorar a versao desconhecida do mapa de Mocambique!
Gosto · 1 · 3 h
Beltrano Wakalungane
Beltrano Wakalungane Ou seja, os comentarios dominantes incidem sobre "o mapa desconhecido"
Gosto · 3 h
Tomo Valeriano
Tomo Valeriano Tipo vez vez
Cargos de confiança
Gosto · 5 h
Mondlane Calane Dzovo Kito
Mondlane Calane Dzovo Kito Eipa, o titulo esse é muito nice.
Gosto · 4 h
Arsénio Matlombe
Arsénio Matlombe Cada ministro da educação com a sua geografia...
Gosto · 4 h
Manuelinho Albino Soares
Manuelinho Albino Soares Caro "Marcelo Mosse" ,vejo que já iniciaste a campanha para que a presidência da República volte á Gaza, e que os chingondos não sabem governar...triste figura para um jornalista de créditos formados...!!!
Gosto · 1 · 4 h
Nemane Selemane
Nemane Selemane Quem duvidava do regionalismo e tribalismo em Mocambique, tem a confirmacao, basta ler este jornal. A realidade deste pais e este muitos nao acreditavam. Faltou lhe chamar chingondo. A raiz das guerras Africanas, possivelmente a causa da nossa.
Gosto · 2 · 4 h
Chamuari Naife
Chamuari Naife Pitissa madzi.
Gosto · 4 h
Titos Cau
Titos Cau Estou impressinado. Que se desmascarem esses pseudo-fazedores da opiniao, que nao passam de manipuladores da opiniao com fins nefastos para Mocambique, sempre a solto paa interesses alheios. Querem transformar isto num Brasil ou 
Tugalandia com esse nivel de baixeza. Estou impressionado com a lucidez e analise. Parabens.
Gosto · 1 · 4 h
Abel Vilanculos
Abel Vilanculos Não vou discutir com ninguém aqui, o certo é que está CERTO. Quanto a esse jornal e seu jornalista, quando um trabalho não é verificado, dá nisso!
Gosto · 3 h
Lunede Parrote
Lunede Parrote A luz do CV, será que da para celebrar a chegada da meritocracia?
Gosto · 3 h
Euler Gente De Mocuba
Euler Gente De Mocuba Vez da Zambézia quando chegará?
Gosto · 3 h
Tomo Valeriano
Tomo Valeriano Gruveta era única esperança! Groovou para outra galáxia
Gosto · 3 h
Euler Gente De Mocuba
Euler Gente De Mocuba Enquanto outros para linha da frente, Zambezianos iam para o Seminário serem padres....Resultado: Todos comem e nós nada
Gosto · 1 · 3 h
Tomo Valeriano
Tomo Valeriano Kkkkkkkkkk
Mas há muitos zambezianos na mo de cima e quando assunto é comer comem a sério. Malta cambaza, fumanes entre outros
Gosto · 3 h
Edu Humbane
Edu Humbane Ponto 1, Penso que esse jornal se deveria retratar. Foi muito infeliz com a forma como tratou o general. Deveriam simplesmente escrever um pedido de desculpas. Ponto 2, considero justo que se problematize a nomeação de gente para cargos vitais vinda da mesma região ou grupo étnico. Muitos acham que o general Lidimo tem currículo para aquela pasta, tudo bem, mas não ha outros que tem? As nossas nações em Africa estão em processo de construção, entendermo-nos na nossa diversidade (sobretudo étnica) é um desafio. Desafio dificil. Temos que ter sabedoria na gestão dessas coisas, pululam exemplo de países africanos que colapsaram por má gestão da etnicidade. E para mim é completamente irracional dizer que é justo que assim seja porque no passado foi assim. Legitimar erros de hoje com erros do passado! Moçambique, é minha hipótese, esta como esta hoje (paz podre) porque faltou (desde a fundação da Frelimo ate a I Republica) e falta (na atualidade) tacto na gestão da questão étnica. Minha opinião!
Gosto · 1 · 3 h
Inacio Cuvelo
Inacio Cuvelo As pessoas já perderam a noção de crítica...
Gosto · 3 h
Alvaro Guimaraes
Alvaro Guimaraes Este tipo de pecas jornalisticas sao de uma grosseria de mto mau gosto.
Gosto · 2 h
Álvaro Xerinda
Álvaro Xerinda Prefiro não me concentrar nos erros do jornalista apesar de serem muito relevantes. Se é por mérito que ele Lidimo vai ocupar este importantíssimo cargo, sinto que Moçambique 40 anos depois não conseguiu formar quadros competentes e com méritos
Gosto · 1 · 2 h
Marilucia Rodrigues Francisco
Marilucia Rodrigues Francisco Esse que assim classificou o presidente Nyusi e o sr. Lagos Lidimo é um daqueles que Moçambique para ele è śo Sul ou ainda é Gaza. Esse devia ser riscado da lista dos Moçambicanos e procurar outra nacionalidade. Que peça conselho so Trump.....
Gosto · 2 h
Rachade Lima
Rachade Lima Um dia este pais será dividido. E não falta muito.
Gosto · 1 h
Donaldo Chongo
Donaldo Chongo O Egidio Vaz, neste comentário, apenas concentra a sua análise no superficial e não no profundo. Analisa a árvore e não a floresta.
Gosto · 1 · 1 h
Egidio Vaz
Egidio Vaz O que é a floresta?
Gosto · 1 h
Dércio Micane Nhabanga
Dércio Micane Nhabanga yaaaa swivhona yo ntsen.(tony Django)
Gosto · 1 h
Cristinasamuel Arone
Cristinasamuel Arone O povo Moçambicano confundi tudo, assim a tbem quem diz ser tribalismo...
O conhecimento em causa do homem foi excluido e logo procuramos fazer guerra uns contra outros porque viemos de partes destintas do belo Moçambique, juro ja não entendo meus compatriotas.
Gosto · 54 min · Editado
Daniel Gilberto Ntumwa
Daniel Gilberto Ntumwa Eu tenho a maxima certeza de que se nomeacem um cossa ou langa com a mesma idade do general lagos não existiria tanto barulho que aqui existe, a titulo de exemplo, a uma ou duas semanas foi nomeado um fulano para a pasta do PCA dos CFM com uma idade ja avançada que nem a do general, não ouvi nenhum barulho como se trata-se de um individo do sul, e sera que não existem phd jovem que podem ocupar este cargo!?

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook