domingo, 11 de dezembro de 2016

Grupo radical curdo reivindica atentados de Istambul

TURQUIA


1
O grupo radical curdo Falcões da Liberdade do Curdistão, próximo do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão, reivindicou o atentado de sábado à noite em Istambul, que fez 38 mortos.
SEDAT SUNA/EPA
Autor
  • Agência Lusa
O grupo radical curdo Falcões da Liberdade do Curdistão (TAK), próximo do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), reivindicou hoje o atentado de sábado à noite em Istambul, que fez 38 mortos, segundo uma agência pró-curda.
“Os TAK reivindicaram o atentado que ocorreu ontem [sábado] em Istambul”, noticiou a agência Firat próxima do movimento separatista curdo.
Pelo menos 38 pessoas, 30 das quais polícias, morreram em duas explosões no centro da maior cidade da Turquia, perto do estádio do clube de futebol Besiktas.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook