sábado, 3 de dezembro de 2016

Frelimo "vira o disco" e diz que deve haver um encontro Dhlakama - Nyusi para se ultrapassar o impasse


Unay Cambuma

A FRELIMO CONTINUA A BRINCAR COM A RENAMO NO DIÁLOGO
*
Como era de esperar, as coisas não estão a andar bem no processo negocial porque a frelimo não está interessada num diálogo sério e construtivo. Até aqui, a frelimo não diz nada e quando tenta fazê-lo só diz disparates e coisas fora do ritmo. Como já é do domínio, público, até há duas atrás as posições entre os dois partidos sobre a matéria da descentralizacao da administração do estado estavam próximas, faltava apenas harmonizar (as posições) das duas equipas (frelimo e renamo) e ter se uma única posição, isto é, estamos a falar de princípios de leis que seria introduzidas na constituição em termos de descentralização.
Mas esta semana a frelimo decidiu "virar o disco" e recuou muito e quer retirar autoridade e/ou responsabilidade a Comissão Mista porque a proposta da frelimo não faz sentido nenhum por exigir que para se ultrapassar o impasse, cada um dos dois partidos deve indicar duas pessoas para trabalharem no assunto e depois disso o Dhlakama e o Nyusi terão que se encontrar e só assim é que o documento sobre a descentralização será submetido ao parlamento. Ora, sob nosso ponto de vista lógico esta proposta da frelimo é uma aberração e algo contraproducente. Se se lembram, o Nyusi já teve um encontro com Dhlakama sobre o mesmo assunto em Fevereiro de 2015, onde o Nyusi garantiu que a questão seria ratificada no parlamento, sem necessidade de votação na plenária mas o Nyusi não cumpriu o acordo e logo de seguida iniciou a famosa campanha militar para "desarmar a renamo a força".
Também houve um outro encontro entre Dhlakama e Nyusi que estava agendado para a cidade da Beira sob a mediação dos Dom Sengulane e Do Rosário. Isto foi uma semana depois do grande atentado de Zimpinga. Até hoje, ninguém entendeu como a frelimo conseguiu convencer Dhlakama a ir a cidade da Beira depois daquele gingatesco combate que foi a máxima demonstração de que a frelimo não quer nada nem com a renamo, muito menos com Dhlakama. Como sabem, Dhlakama acabou sendo cercado por militares da frelimo na sua residência na Beira e viu seus 15 guarda costas serem presos. Só Deus sabe porque o pior não aconteceu.
Portanto, esta proposta e um grande recuo que a frelimo está a fazer e praticamente deita a abaixo todo o processo negocial. Mais: a frelimo também peca porque quer o cessar-fogo fogo provisório para todo o país, então se quer o cessar-fogo, porque não acelera a implementação do já acordado Ponto 1 da agenda negocial ("governação da Renamo" as 6 províncias)? A resposta a esta pergunta é que o Nyusi tem muitos problemas com o seu próprio partido. Com o cessar-fogo no país, o Nyusi quer demonstrar ao partido dele (frelimo) que ele conseguiu a paz, para que os radicais da frelimo considerem no como um grande estratega e assim o Nyusi começa a ter autoridade no seio da frelimo.
Outro motivo que faz com que o Nyusi exija o cessar-fogo fogo é porque o exército da frelimo já perdeu a guerra e pretende ganhar tempo para reorganizar a logística militar, bem como refrescar e moralizar as tropas porque se a guerra continuar por mais dois meses, praticamente todos os militares da frelimo irão desertar e muitos vão juntar - se às forças da renamo. Então o Nyusi e sua camarilha querem evitar que isto aconteça. Também com o cessar-fogo, o Nyusi pretende convencer (enganar) a comunidade internacional de que já conseguiu a paz em Moçambique e assim tentar motivar os credores, isto é, os donos dos dinheiros, se podem perdoar as dívidas e convidar alguns para virem investir cegamente em Moçambique.
Ora, isto é adiar a solução do problema, não é resolver a crise politico-militar no país e também não é paz nenhuma, apenas são manobras burlescas da frelimo para retardar tudo para ter mais tempo no poder e puxar as negociações até as vésperas das próximas eleições. Desta forma, as coisas vão continuar como estão e a frelimo vai continuar a fazer fraudes eleitorais através da manipulação dos órgãos soberanos que ilegalmente controla sobretudo as forças de defesa e segurança e o tribunal constituiticional.
Entretanto, face a esta inesperada "viragem de disco" da frelimo no processo negocial, Unay Cambuma contactou fonte bem colocada ligada à ala militar da renamo, para saber qual é a sua reacção face a esta brincadeira da frelimo. A nossa fonte garantiu-nos que isto é manobra política da frelimo e que já não há tempo para a frelimo brincar com a renamo e com o povo moçambicano e haverá uma resposta a altura a breve trecho. A nossa fonte diz que a renamo solicitou a mediação internacional justamente para que o mundo testemunhe in loco quem é realmente a frelimo e que a renamo é o partido que luta pela democracia, boa governação e paz em Moçambique. Diz também que a renamo não perde nada com a atitude da frelimo, muito pelo contrário, será a frelimo a "perder tudo".
Também recebemos reacção vinda do lado da frelimo e a nossa fonte disse nos que a muitos frelimistas estão afastados e temerosos com esta atitude do seu partido e argumentou que a frelimo terá que continuar com o curso normal das negociações para se evitar o pior. Confidenciou nos que de facto, a única salvação da frelimo é conseguir o cessar-fogo em todo o pais porque caso contrário, poderá acontecer um golpe do estado ou o colapso do regime. O "governo" vai cair e a renamo tomará conta do governo ou das 6 províncias sem precisar negociar com a frelimo.
A fonte diz também que a frelimo está consciente que Dhlakama não vai tolerar mais esta brincadeira da frelimo embora é tido como a pessoa mais moderada na renamo. Porque ele, como líder, já estaria a tomar decisões radicais e perigosas em resposta ao terrorismo da frelimo, que sequestra, rapta e mata centenas de membros e simpatizantes da renamo sobretudo nas regiões centro e norte. Mesmo com o bárbaro e "impossível" assassinato do grande Jeremias Pondeca, colega dos mediadores internacionais no diálogo, Dhlakama continuou a previlegiar o diálogo. Porque para Dhlakama, a solução deve ser encontrada na mesa negocial.
De qualquer forma, a paciência tem limites e o líder da renamo tem um compromisso com o povo a quem ele prometeu "pela alma da minha mãe" que a renamo irá governar as 6 províncias e já passam 23 meses. Além disso, a renamo deve trabalhar em sintonia com o povo que o votou em massa nas eleições de 2014, a renamo não pode repetir erros do passado e continuar a deixar se enganar com as brincadeiras da frelimo. Esta a vista de todos que a frelimo nunca quiz negociações sérias desde o princípio.
A renamo deve capitalizar a sua superioridade militar e resolver as coisas de uma vez por todas. Não faz sentido a renamo ter superioridade militar absoluta e ainda assim continuar a ser humilhada pela frelimo. Já o dissemos repetidas vezes aqui que a frelimo desta vez vai levar as coisas até as últimas consequências e a estratégia de "pressão militar" praticada pela renamo não trará resultados pelo menos a curto prazo. Um maconde só desiste da luta quando vê as suas tripas no chão ou quando morre.
Se a renamo convidou a mediação internacional para ter razão então já conseguiu e caso insista com negociações que não levam a lado nenhum, a própria renamo também estará a brincar com o povo. O povo acreditou e confiou na renamo e a renamo não pode deixar povo ser massacrado e escravizado pela frelimo. E a frelimo já está a preparar os seus candidatos para as próximas eleições autárquicas, o que mostra claramente que está a ignorar completamente as exigências da renamo.

Unay Cambuma


Like


Like

Love

Haha

Wow

Sad

AngryShare
1717
Comments


Tocova Amisse QUAL ENCONTRO? Nem val pena.
Like · 20 mins


Zina Ngorinenhi Thomas Pacificamente nada teremos a almejada paz;ficou tudo esclarecido k a frelixo nao ker nada e nao vai aceitar nada.
Like · 19 mins


Joy Coulson Estas conversas são uma grande fraude com sempre foram. Elas são ditadas pela astúcia dos colonizadores e pela estupidez dos aspirantes a colonizadores
Like · 17 mins


Ahaty Amza kem semeia ventos colhe tempeste!
Like · 13 mins


Be Focus Uma isca que nao tera efeito desejado porque Dhlakama nao e peixe. Ele e um estratega conhece todas manobras da frelimo inimigo govo
Like · 7 mins · Edited


Muhiquikodji Mguthekeleni Kamomuna Abandonem esse diálogo não dará nada esso porrada acabou
Like · 6 mins


Jorge Domingos Arenamo ja nao tem forca, aqui osofrimento e' apenas do povo.
Like · 1 min

1 comentário:

Chuphai Mutucua disse...

Sr. Kambuma!
Chamamos atenção da maneira como dás suas notícias. Eu tenho acreditado algumas coisas que diz, mas acho que este pode ser o momento de informar a Dlakama que tem estas hipóteses:
1. Continuar a ser enganado com a Frelimo e manter se la no mato ate a morte natural ou provocada, mas sem fazer guerra;
2. Render-se a Frelimo e sair do mato incondicionalmente e assim a guerra acaba e os Moçambicanos vão arranjar outras maneiras de tirar a Frelimo do poder sem guerra;
3. Fora dessas duas hipóteses, Dlakama deve fazer guerra verdadeira contra a Frelimo la em Maputo, começando por tirar os seus representantes nas Assembleias e fazer ataques verdadeiros e não essa brincadeira.

Windows Live Messenger + Facebook