sábado, 31 de dezembro de 2016

Estado Islâmico reivindica atentado

27 mortos em Bagdad. 

1
O número de mortos no duplo atentado num mercado de Bagdad, no Iraque, o pior desde outubro, elevou-se para 27, disse fonte policial. O Estado Islâmico já reivindicou o atentado.
ALI HAIDER/EPA
Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre
O número de mortos no duplo atentado num mercado de Bagdad, no Iraque, o pior desde outubro, elevou-se para 27, disse este sábado fonte policial.
“Há 27 mortos e 53 feridos”, afirmou um coronel da polícia à AFP.
O balanço inicial apontava para 18 mortos e 35 feridos.
Dois bombistas suicidas fizeram-se explodir de manhã num mercado muito frequentado de Al-Sinek, em pleno centro de Bagdad.
O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou entretanto a autoria do duplo atentado. Num comunicado divulgado na Internet e cuja autenticidade não pode ser confirmada, o grupo identifica os dois suicidas como Abu Nayaf al-Iraqui e Abu Abdelmalek al-Iraqui.
O Estado Islâmico indica que os dois atacantes levavam cintos explosivos, que detonaram quando se encontravam num mercado no bairro de Al-Sinek, em pleno centro de Bagdad. Na nota, o grupo sunita ameaça continuar os ataques contra os muçulmanos xiitas, que denomina de “renegados”.
O último atentado de grande dimensão em Bagdad ocorreu em meados de outubro, quando um bombista suicida se fez explodir numa cerimónia de condolências num bairro xiita, matando pelo menos 34 pessoas.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook