terça-feira, 15 de novembro de 2016

Vietname incinera toneladas de troféu de caça ilegal, provavelmente idos de Moçambique



PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Ambiente
Escrito por Redação  em 14 Novembro 2016
Share/Save/Bookmark
O Embaixador de Moçambique no Vietname, Gamaliel Munguambe, testemunhou no passado sábado(12) no Vietname a incineração de duas toneladas de marfim, sete dezenas de cornos de rinoceronte e várias ossadas de tigre confiscados ao trafico ilegal, grande parte proveniente justamente do nosso País.
O acto público, segundo um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, foi dirigido pelo Vice-Ministro vietnamita de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Ha Cong Tuan, e contou também com a presença dos chefes das missões diplomáticas da Grã-Bretanha e Laos e de representantes de várias organizações internacionais.
Não foi revelada a proveniência dos troféus da caça ilegal incinerados todavia Moçambique é um epicentros da rota dos traficantes que caçam não só no nosso País mas também nos Países vizinhos.
Em Outubro mais de duas toneladas de marfim foram apreendidas pelas autoridades do Vietname em contentores provenientes de Moçambique com madeira e feijão.
Em Novembro do ano passado as autoridades alfandegárias do Vietname apreenderam um outro contentor contendo 2,2 toneladas de marfins traficados a partir do nosso País.
A incineração ocorre nas vésperas da Conferência de Hanói sobre o Comércio Ilegal de Fauna Bravia, organizada pelo Governo do Vietname, que tem lugar na capital vietnamita, nos próximos dias 17 e 18 de Novembro.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook