domingo, 6 de novembro de 2016

Trump promete taxa de 35% para empresas que deslocalizem produção

Presidenciais nos EUA

O candidato republicano às eleições presidenciais dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje que criará uma taxa de 35% para as empresas norte-americanas que despeçam trabalhadores para deslocalizar a produção para o estrangeiro.

Trump revelou esta proposta em comícios em Tampa (Florida) e Willmington (Carolina do Norte), estados que é obrigado a ganhar para alcançar a vitória nas eleições presidenciais da próxima terça-feira, em que enfrenta a democrata Hillary Clinton.
"O roubo da prosperidade nos Estados Unidos vai acabar de forma efetiva e rápida", assegurou o candidato, em Tampa.
"Se uma empresa despede os seus trabalhadores e se vai para outro país para depois enviar os seus produtos para os Estados Unidos, faremos pagar um imposto de 35%", explicou Trump, que reiterou a sua mensagem num comício na Carolina do Norte.
Trump baseou a sua campanha num discurso protecionista contra pactos comerciais como o Tratado de Livre Comércio da América do Norte ou o Acordo de Cooperação Transpacífico, alegando que representam perdas de empregos.
Segundo o republicano, os acordos comerciais não beneficiam os Estados Unidos e devem ser renegociados para que os norte-americanos sejam os favorecidos.
O candidato promete ressuscitar os empregos de mão-de-obra que, com o desenvolvimento tecnológico e a globalização, perderam-se e deram lugar a outros tipos de perfis laborais.
Trump defende políticas fiscais que, na sua opinião, devolverão empregos aos Estados Unidos, começando com uma descida dos impostos de 35 a 15%.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook