terça-feira, 22 de novembro de 2016

SOBRE OS PRODUTOS RECUSADOS em Kaphiridzanja

"A tripla dimensão da verdade: a tua, a minha e a verdadeira".
"Se souber que não sabe então, saberá". Amadou Hampâté Bâ, historiador maliano, 1901-1991.

SOBRE OS PRODUTOS RECUSADOS em Kaphiridzanja
O que aconteceu ontem em Kaphiridzanja, Zóbue, Tete foi a manipulação da verdade. E qual é a verdade? A verdade foi que o MDM quis aproveitar a tragédia, a morte de quase uma centena de pessoas para fazer as relações públicas políticas. E conseguiu. Como? Indo entregar os bens a uma comunidade sofrida mas claramente politizada através das suas lideranças tradicionais, acompanhado pela Televisão. E conseguiu o que queria, de uma ou de outra maneira. Se as autoridades tivessem recebido, a TV iria anunciar que o MDM foi o único partido que esteve desde as primeiras horas, desde o enterro até a prestação de alimentos. Se não tivesse conseguido entregar, como aliás foi o caso, então, conseguiu mobilizar a revolta da opinião pública que achou uma aberração e senilidade total o facto de as lideranças não terem aceite a oferta.
Ora, olhemos o reverso da moeda. O MDM é dos poucos partidos políticos organizados e que tem insistido no fortalecimento das instituições e na legalidade. O trabalho que faz tanto na AR como fora dela é disto testemunha. Mas o exemplo de ontem não corrobora com a bandeira que o MDM agita. Fortalecer as instituições significa confiar nelas, responsabiliza-las e fazer o seguimento. Para tal, temos o INGC como entidade responsável pela gestão de emergências no país. Tinha ser a ela que os produtos deveriam ser entregues, mesmo se o próprio MDM quisesse entrega-los pessoalmente.
Deixe-me a esta altura fazer um reparo geral. Tem sido entre nós comum a emergência de movimentos espontâneos de solidariedade, sempre que situações adversas se abatem contra nós. Ma o problema surge na desorganização ou mesmo na preferência destes em distribuir directamente estes tipo de apoio. Isto é mau e deve ser desencorajado. Os movimentos da solidariedade devem sempre trabalhar junto das autoridades para qualquer tipo de intervenção directa. Isto permite que o estado garanta a segurança dos cidadãos. O Estado é a única entidade autorizada para lidar directamente com os seus cidadãos pois recai sobre eles a obrigação legal de os proteger. Quando a sociedade civil, nacional ou internacional trabalha com as entidades estatais na provisão da ajuda humanitária, garante-se que ela chegue aos seus destinatários de forma segura e responsável. Isso o MDM, a OJM, o CNJ e qualquer outro bom samaritano deveria saber. Fazer de outra forma é querer tirar proveito da desgraça alheia. É condenável, principalmente quando são entidades de cunho político como partidos políticos.
Devo fazer ainda um segundo reparo. As autoridades do Estado falharam quando permitiram que a OJM fosse entregar directamente os víveres aos enfermos e aos enlutados. Todas as entidades devem agir em conformidade com a lei. Podem mobilizar apoios, angariar fundos mas o acto de entrega final deverá acontecer com a anuência do Estado. A não ser que seja aos seus membros, exclusivamente.
Acontece assim na América, no Bangladesh ou mesmo na Eritreia.
As autoridades de Kaphiridzanja agiram de acordo com a lei mas pecaram por terem agido assim apenas à um partido e não aos primeiros grupos (OJM) que se fizeram ao local. Ao assim agirem, confirmaram o preconceito que paira nas cabeças de muitos, segundo o qual aquele acto foi politicamente motivado. O MDM por seu turno deveria logo nas primeiras horas ter buscado a anuência e engajamento das autoridades locais e eventualmente fazer-se acompanhar delas para o acto honroso que estavam prestes a realizar. Eles sabem disso e fazem isso quando querem reunir, marchar, festejar ou mesmo visitar os locais. O sentido de urgência não é incompatível com a observância das normas.
Se quisermos construir um país melhor devemos evitar fazer mesmas coisas erradas com conhecimento de causa. Devemos aproveitar a ocasião para demonstrar a mudança que queremos como sociedade.

É preciso vigiar a mente o tempo todo, aplicando contínua-lembrança, vigilância e CONSCIENCIOSIDADE; e devemos tentar abandonar qualquer mau hábito que tenhamos se quisermos ver a mudança que queremos ser como sociedade.
Para o jornalista Carlitos Cadangue, ficamos por saber para onde levaram aqueles mais de mil quilos de produtos. Se de volta a sede do MDM, se ao hospital ou ao INGC. A reportagem ficou pelo meio. E é deste tipo de atenção selectiva que nos desinforma.

Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=yho0ge9RjPU
Kassam Hussein Mandevo, Benjamim Ernesto, Mauro Talabo e 138 outras pessoas gostam disto.
Comentários
Novo Combatente De Moz
Novo Combatente De Moz Os pedagogos (Paulo Freire, Jose Carlos Libaneo) defendem que "nao existe sabios absolutos nem ignorantes absolutos mas sim homens que em comunhao buscam o saber mais".
4 · 7 h
Eliminar
Sergio Serpa Salvador
Sergio Serpa Salvador A Frelimo também fez uma entrega de produtos na presença dos líderes comunitários. Pela imagens da TVM, não vi administrador, chefe de 10 casas, de 40 casas. Estranhamente, esses tais líderes não exigiram guia de marcha, para receber o donativo. Mesmo que o MDM procura-se politizar essa doação. Doação é doação. Não acho que os próprios visados recusariam os tais produtos, alegadamente por falta de autorização de uma "entidade superior".
16 · 7 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz doação é doação SIM. mas eu apenas fiz um reparo geral. quem quiser pegar que pegue. mas eu julgo muito mau o hábito. doação é doação, vamos doar. mas vamos doar e vamos mobilizar os apoios necessários. mas também vamos coordenar. é essa minha mensagem.
2 · 6 h
Eliminar
Eusebio Jose
Eusebio Jose Nem vimos acompanhada com INGC... ha regras sim, nao deve haver diferencas
Eliminar
Ismael Chutumia
Ismael Chutumia O MDM não seria o primeiro partido, não senhor...
1 · 6 h
Eliminar
Kamal Sabino Jose
Kamal Sabino Jose As vezes o Sr não tem nada pra escrever. De historiador pra outras coisas que nem sei quais? Até está contra a ajuda dos seus próprios conterrâneos Sr Egidio Vaz
2 · 6 h
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive Kamal Sabino Jose , ninguém deve pedir autorizacao para receber ajuda, em nenhuma parte do mundo e da história!
2 · 6 h
Eliminar
Kamal Sabino Jose
Kamal Sabino Jose Isso é verdade porque até nos em caso de infelicidade os vizinhos teriam procurado pelos chefe de 10 casas secretário etc. pra prestar solidariedade.
1 · 6 h
Eliminar
Mondlane Dzowo
Mondlane Dzowo Vamos sair do implícito. O Egídio Vaz devia fazer menção a lei que regula doações em momentos de emergência.
2 · 3 h
Eliminar
Daniel Costa
Daniel Costa Neste caso lei é desumana. Pois o apoio devia ser bem vindo de quer que seja. O INGC devia posicionar equipas no local para recer os apoioa o que não foi o caso. Pior ainda os líderes comunitários não conhecem o INGC mas o admnistrador/a que passa as guias de autorização ao local. Ora o admnistrador é da Frelimo logo nunca iria permitir que outras organizações políticas deixassem com ela os apoios. Ou não é essa Frelimo que se conhece.
5 · 6 h
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo No tempo das Cheias de Namacurra, uma organização de crentes muçulmanos fez a distribuição dos seus donativos porque alegaram falta de confiança no INGC. E dai? Quem negou?
15 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Normalmente o INGC qualquer autoridade não precisa estar envolvido directamente. Basta a anuência e o acompanhamento. Olha, existem muitos exemplos disso. Não estou a falar em teoria. Observe algumas missões humanitárias e entenderá do que estou a dizer
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo Respeitado Egidio Vaz, o maior problema está no tratamento diferente. Nas Cheias do ano 2000, em Gaza, um camião voltou a Beira com toneladas de alimento. Não faz sentido.
Eliminar
Cleto Goncalves
Cleto Goncalves Adrian Magoo nao discuta isso... o Egidio Vaz sabe o que ele defende... acredito na sensibilidade... aqui também procura se protagonismo
1 · 6 h
Eliminar
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Egidio a mim o que me repugna é o assumo de LEGALIDADE selectivo. A TVM noticiou com pompa a entrega de ajuda mobilizada pela OJM e, por exemplo, do empresário Shafee Sidat. Os arautos da "guia" e da legalidade quese recusaram a receber a ajuda do MDM deveriam ter agido da mesma forma e não permitir a uns o que chamas de relações públicas políticas e recusar a outros.
O que vi neste caso? A extrema politização da nossa sociedade e a inércia e desorganização do INGC que devia ter chamado a si coordenação da ajuda. O resto é efeito dos medias na divulgação de algo que é corriqueiro... pode ter ocorrido de uma forma errada aqui mas acontece de forma similar vezes sem conta. O que se aceita de uns se nega de outros.
15 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Mas esta atenção selectiva é que é problemática. Isso já condenei neste mesmo post. Não é pelo facto de ter sido permitido que o acto se torna normal e recomendável. Neste caso, o hábito não faz o monge. Eu tenho visto isso quando as agências internacionais se envolvem em acções humanotárias. Estão sempre acompanhadas de entidades nacionais, uma ou duas ou uma equipa. A norma é essa. O que tem acontecido não é normal.
1 · 6 h
Eliminar
Wilson Mondlane
Wilson Mondlane Pode ser que o MDM tenha pretendido tirar partido da situação. Mas também pode revelar a falta de confiança nas instituições. Aqui é Moz e já vimos tanta merda. INGC???
3 · 5 h · Editado
Eliminar
Sergio Serpa Salvador
Sergio Serpa Salvador Poderia se dar o caso, do MDM entregar as tais autoridades e, estas, apropriarem -se dos viveres como sendo do Governou distrital, da OJM, ou coisa parecida. Na Beira, por exemplo, uma obra do Município está sendo atribuída ao governo central. A TVM tem-se encarregado nesta maldosa e baixa propaganda
1 · 4 h
Eliminar
Moniz S. Walunga
Moniz S. Walunga Bem dito!!
Eliminar
Tarcísio Azevedo
Tarcísio Azevedo Em tempos de aflição devemos reduzir as regras pouco importantes em benefício da sobrevivência. Não se deve fazer política com o sofrimento dos outros (...)
12 · 6 h · Editado
Eliminar
Alito Gujamo
Alito Gujamo O que me intristece é o facto de este post ter demorado de sair. So sai quando é para censurar o MDM e depois os demais(apesar destes terem sido os primeiros a agredirem o bom senso). Porque tentar resolvr o problema atravez das causas imediatas enquanto existem os precedentes? O MDM fez a cópia do que os outros fazem, nada inventou. Na verdade nós estamos de mentes corrompidas pela obediencia cega.
11 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não demorou a sair. Desde Janeiro que o país se bate com a instabilidade militar, dívidas e o alto custo de vida. É sobre este temas que nos ocupamos nos últimos dias. Falou-se do MDM porque fez ou tentou fazer algo. É assim, so erra quem faz ou tenta fazer algo. Há partidos que não fizeram nada. Não foram notícia.
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo Exactamente Alito Gujamo.
1 · 6 h
Eliminar
Alito Gujamo
Alito Gujamo Muito bem meu caro! Mas quis dizer eu que o dr. Egidio vaz porque não criticou em primeiro lugar os pioneiros destes actos( a Frelimo, a Ojm, a comunidade muçulumana, e outros) tinha criticar a partir do ultmo, neste caso MDM? Não pensa que deixou o tempo passar e a ilegaldade tornou-se normal?
9 · 6 h
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo Egidio Vaz, era necessario o MDM errar no procedimento para voce escrever que a OJM errou também?
11 · 6 h
Eliminar
Alito Gujamo
Alito Gujamo ESTE POST É MUITO TENDENCIOSO(embora de forma latente).
2 · 6 h
Eliminar
Andre Gandi
Andre Gandi Alito Gujamo, o dinheiro compra a consciência.
3 · 6 h
Eliminar
Cleto Goncalves
Cleto Goncalves O Egidio Vazsabe k escreveu este post para criticar o Mdm ... mas pelo posicionamento social foi obrigado de trazer dados irrelevantes sobre outros actores
3 · 6 h
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo Prontos Cleto Goncalves, disseste tudo!
2 · 5 h
Eliminar
Nelson Badaga Badaga
Nelson Badaga Badaga Gujamo e Magoo, tenho que vos dar o meu parabéns pelos coméntários.
2 · 5 h
Eliminar
António Sitole
António Sitole A questão passou a ser notícia e marecer debate quando os líderes recusaram o apoio humanitário. Se não fosse o caso não estaríamos aqui a debater. A violação de procedimentos por causas nobres passa quase sempre despercebida. Quero crer que o incidente motivou o autor do post a apelar aos demais altruístas a agirem em parceria com as instituições com responsabilidades para situações de gênero. Pelo que, o mesmo veio em bom momento sem qualquet demora e vamos parar de atacar o mensangeiro e focarmo-nos na mensagem.
2 · 4 h
Eliminar
Alito Gujamo
Alito Gujamo O PROBLEMA ESTÁ NA DUALIDADE DO CRITERIO. O dono do post não nasceu hoje(ou seja não acompanhou hoje este cenario que ele critica e eu tambem critico, não é um cenário inédito). A questao que eu levanto é de que porque enquanto os outros faziam (os mentores: Frelimo, Ojm, organizacoes como amigos de Nyusi, etc.) não foram aconselhados para usarem os canais apropriados e so agora usando o MDM como bode espiatorio das praticas ja perpetrados por muitos e com olhar impávido de todos nós. Será que a consciencia moral nos apareceu com o caso do MDM?
Eliminar
Miguel Manjaze
Miguel Manjaze Acho que a analise e o reparo feito pelo Egidio Vaz faz muito sentido. Ele nao se posiciona em apoio a nenhum dos intervenientes, simplesmente evidencia os procedimentos que deveriam nortear o processo de canalizacao de apoios a populacao necessitada. Por isso, se alguem pratica altruismo assente na compaixao, a sua preocupacao deveria ser, tao somente, garantir que os viveres cheguem ao destino em melhores condicoes e que sejam destribuidos a populacao necessitada.
1 · 6 h
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo Veja uma coisa Sr. Miguel Manjane, não acha que ele ja devia ter escrito sobre o mau procedimento da OJM antes do MDM seguir o mesmo caminho? Ou tinha de esperar pelo "Inimigo de Estimação" para ver o mau procedimento?
7 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Adrian Magoo nao tenho inimigo de estimação. Apenas a minha consciência
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Adrian Magoo nao tenho inimigo de estimação. Apenas a minha consciência
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Adrian Magoo nao tenho inimigo de estimação. Apenas a minha consciência
Eliminar
Adrian Magoo
Adrian Magoo Ok, nao tendo, então a vossa reacção chegou tarde demais. Concorda? ou este é o tempo certo?
1 · 5 h
Eliminar
Moniz S. Walunga
Moniz S. Walunga Nao sei qual e' a tarefa dos lideres comunitarios! Mas penso eu que eles, os lideres comunitarios, conhecem bem as pessoas mais necessitadas deste apoio porque vivem com elas no local e e' justo que seja entregue a eles para canalizarem aos necessitados. A Admnistracao Distrital nao esta' no terreno e teria que entregar esses apoios aos lideres comunitarios! E necesse processo todo alguns dos produtos ficariam desviados! Porque os lideres comunitarios nao receberem os produtos e lista-los para fazer chegar a informacao ao Governo Distrital para efeitos de estatistica?! Sorry, o Sr. Egidio Vaz esta' fora de da razao ao tentar arirar areia nos olhos de muita gente!!
Eliminar
Milton Boane
Milton Boane Respeito opinião contrária, mas achei no mínimo redícula a atitude dos líderes. Afinal de contas, nao são eles representantes do estado à nivel de base?
Qual é o real papel do lider comunitário, bem, bem, mesmo?
Vou comprar uma canoa com umas tantas boias de salvamento, e ver quem me vai pedir guia nas cheias que se avizinham.
8 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não. As autoridades comunitárias não são representantes do estado. Por isso se chamam autoridade tradicional. Não é do estado.
Eliminar
Ismael Chutumia
Ismael Chutumia mas são remunerados pelo Estado
1 · 6 h
Eliminar
Milton Boane
Milton Boane Anyway E.V. ! Mas será mesmo necessária aquela atitude deles? De entre conderar-se/sancionar-se o "solidário" pela conduta "nao oficial" e deixar-se um "pobre" morrer à fome, o que lhe parece razoável?
Olha, qd digo morrer à fome, nao exagero em nada
: de entre os perecidos, ha chefes de famílias, cujos filhos nao tiveram o que comer, imediatamente após o ensidente. Que tal se se tivesse feito chegar aqueles alimentos a esses necessitados, e depois cuidar-se dos ofícios ?
1 · 6 h
Eliminar
Ismael Chutumia
Ismael Chutumia "Que tal se se tivesse feito chegar aqueles alimentos a esses necessitados, e depois cuidar-se dos ofícios ?"
nem mais...
1 · 6 h · Editado
Eliminar
Abdul Gafur Monteiro
Abdul Gafur Monteiro Decreto nº 15/2000, de 20 de Junho - artigo 2º

- Uma vez legitimadas as autoridades comunitárias são reconhecidas pelo competente representante do Estado.
1 · 3 h
Eliminar
André Adelino Cossa
André Adelino Cossa Yuuuuu.... Falou bem... Mas a população esta sofrer.... Deviam ter aceite depois chamar atenção ao MDM FRELIMO que gostan de mandar directamente os seus membros para entregar os bens para passar a entregar as instituiçoes competentes.... Mas antes de tudo o governo deve zelar pela competencia destas instituições porque muitas das vezes tem havido desvio dos bens entregues.... Contudo agradeço pelo texto aqui deixado aprendi muito.... E encorajar o MDM e a FRELIMO que continue apoiar as vitimas mas usem as instituições indicadas para tal.... Bem haja Egidio Vaz homem com boas ideias... Bem haja aqueles que ainda consegue levar o pouco para dar quem nao tem nada....
1 · 6 h
Eliminar
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda OJM não doou sangue e entregou directamente a comunidade. Em algumas saidas temos que ter algum equilíbrio...
4 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não se tratou do sangue. Foram bens perecíveis. Vimos todos na TV Mendes Mutenda. Eu vi óleo, roupa, farinha etc sendo entregues
1 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não se tratou do sangue. Foram bens perecíveis. Vimos todos na TV Mendes Mutenda. Eu vi óleo, roupa, farinha etc sendo entregues
Eliminar
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda Não vi essa parte. Recebi nuitas imagens de doação de sangue...
Eliminar
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda
Eliminar
Sergio Serpa Salvador
Sergio Serpa Salvador Precisava envergar a camisola encarnada para doar sangue? Também é politização do acto. Para todos efeitos, o gesto vale mais que qualquer cabala política. Bem haja, os que tiraram um pouco de si, para ajudar os nossos concidadãos.
1 · 6 h
Eliminar
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda
1 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Já vimos Mendes Mutenda. Não me refriro a isso. Refiro-me ao que aconteceu em Kaphiridzanja
2 · 6 h
Eliminar
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Foram entregar víveres. A TVM noticiou
2 · 5 h
Eliminar
Mendes Mutenda
Mendes Mutenda Ok. Não sabia
Eliminar
Zenaida Machado
Zenaida Machado "As autoridades agiram de acordo com a lei..."
O que diz a lei? Que os doadores devem ir a administração buscar uma autorização da administradora? A administradora de Zobue é INGC?
6 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não, que o INGC ou na falta, as autoridades da administração são o ponto de contacto na coordenação da ajuda de emergência. Te envio a lei ou o estatuto orgânico do INGC
Eliminar
Zenaida Machado
Zenaida Machado Não me envia. Partilha aqui o artigo.
Eliminar
Egidio Vaz
José de Matos
José de Matos Aqui fala decompetencia e coordenaçao! Qual o contexto para a entrega de donativos ? Onde esta o plano de coordena1ao para a ajuda ? Nao vejo aqui nada que mostre que TODOS os donativos devem ser canalizados! Se deve ser assim, o que aconteceu das outrs vezes em que claramente nao foi canalizado ?
5 · 6 h · Editado
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive Essas são competencias exclusivas?
1 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Pode também ler toda a lei aqui: http://faolex.fao.org/docs/pdf/moz111213.pdf
Eliminar
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Não existe nenhuma Lei aprovada em sede da AR que obriga pessoas de boa vontade a canalizarem os seus donativos mediante uma guia. Este é que deve ser o ponto fulcral. O que vejo no meu mais velho Egídio é a fuga pra frente.
5 · 6 h · Editado
Eliminar
Zenaida Machado
Zenaida Machado Mas Egídio... mostra a parte da lei que diz que os cidadãos ou grupos moçambicanos que queiram dar ajudas à vítimas de uma calamidade, devem ir a administração buscar guia assinada pelo administrador. Facilita as nossas vidas... Não complica.
12 · 6 h
Eliminar
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Helelelelelele😃😃😃😃😃
1 · 6 h
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive nao existe e, por analogia ao código de estrada que obriga automobilistas a socorrer pessoas sinistradas e abandonadas, posso afirmar que a lei moçambicana incentiva o apoio directo de pessoa ã pessoa!
1 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Zenaida Machado falei da lei. Pediu a lei. Eu lhe facultei. E você sabe que não existe a lei que recomenda grupos de cidadãos que entrem em contacto com o INGC. A Lei estabelece que é o INGC responsável pela coordenação de TODAS acções de emergência.
E
statuto Orgânico do INGC, artigo 5, número 1, alínea h
e passo a citar: Garantir a gestão da assistência humanitária, por forma a ser canalizada às populações e instituições destinatárias, em tempo útil.
E na resposta anterior demonstrei que o INGC é a AUTORIDADE na coordenação das acções de emergência.
Eliminar
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Não é obrigatório canalizar donativos ao INGC, e nem existe um instrumento legal que obrigue que qualquer oferenda seja canalizada ao INGC.
1 · 5 h · Editado
Eliminar
Zenaida Machado
Zenaida Machado Mas disseste que o chefe local agiu segundo a lei? Qual lei? Aquela que partilhaste sobre como o INGC deve operar?
O chefe local é INGC? O chefe local tem poder pra impedir que as comunidades recebam doações? Eu quero a lei que diz que o chefe local p
ode recusar doações sob pretexto de que elas devem primeiro ir a administração buscar guia... É só isso. Não te solicitaria isto se não tivesses falado dela, até porque só fiquei a saber que existe esse documento, através deste post...
9 · 5 h
Eliminar
Sergio Serpa Salvador
Sergio Serpa Salvador O MDM pode ter agido com fito de ganhar dividendos políticos, mas fazendo o bem. A Frelimo e o seu braço juvenil, também o fez. Paremos com estes legalimos. Não sei, se isso ajuda os necessitados. Tenho quase certeza que aquele(s) lidere(s) receberam instruções e ameaças para não aceitar aquela ajuda. Não nos venham com justificações de que, foi uma decisão deliberada das autoridades comunitárias. Sinceramente, estamos a regredir. Aquelas ajudas que se fizeram com pompa e circunstância, foram apenas, naquele dia. Dias difíceis virão para aquela gente. Muita tristeza!
5 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Zenaida Machado o chefe local não é autoridade do estado. Mas obriga-se as leis do estado. Portanto, ele não tem competências nem de receber nem de recusar. Por isso que condicionou a recepção à anuência das autoridades do estado. Poderia ser o chefe da localidade, de acordo com a Lei dos Órgãos Locais do Estado. Posso ainda acrescentar algo: a comida poderia ter ficado no local se o MDM tivesse se dirigido à administração local. Este é um problema concreto que, se tivesse sido dirigido de forma diferente acabaria de forma diferente.
É tudo o que se me oferece a dizer neste assunto
1 · 5 h
Eliminar
Zenaida Machado
Zenaida Machado Então não é verdade o que disseste no teu post. Ele não agiu segundo a lei - até porque não existe nenhuma lei nesse sentido. Ele agiu segundo aquilo que ele achou (o que lhe foi dito) que era certo, mesmo não sendo da competência dele agir assim...
Certo?
5 · 5 h · Editado
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive ... ou se a mocambicanidade e humanidade tivessem vingado e nao fosse molestadas
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Se não é da sua competência receber ou recusar, apenas recomendou que se buscasse a anuência das autoridades do Estado. E isso é de lei: comunicar. O que está a sugerir poderia vir no Manual ou Regulamento Interno, por se tratar do passo-a-passo, tal como previsto no mesmo Estatuto Orgânico, no número 2 do mesmo artigo. Mas em abono da verdade, eu nao li tal regulamento interno por acha-lo dispensavel.
1 · 5 h
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive os regulamentos internos nao devem contrariar a lei e nem sao de cumprimento obrigatório para pessoas externas à instituição que os adoptou ou pessoas sem qualquer vinculo com essas instituicao
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Ed Mazive por isso que eu nao quis le-los.
Eliminar
Sergio Serpa Salvador
Sergio Serpa Salvador Mesmo a tal lei do INGC, não impede/não condiciona a ajuda à autorização das entidades governamentais. Por aquilo que vi, o INGC é o focal point. Mas, não vi, em nenhuma parte da lei que diz "é vedada a qualquer cidadão, associação, grupo de cidadãos a prestar ajuda/oferenda à pessoas carenciadas/necessitadas. Portanto, aqui, alguém quis chamar a si, todo protagonismo destas ajudas. Tivemos refugiados moçambicanos no Malawi. Estas mesmas autoridades, trataram de negar a sua existências. Uns, até chegaram a cataloga-los de turistas, camponeses a procura de sementes, etc. Os mais ousados, chamaram de preguiçosos. Em fim, foram negados 3 vezes, tal como Pedro, o fizera com Jesus Cristo. Há muita hipocrisia à deriva e indignação selectiva.
1 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Sergio Serpa Salvador tens razão. Mas quando se diz que o INGC é autoridade na coordenação da ajuda humanitária, o que te vem à cabeça? Não quero insistir num ponto da sua estimação, que é um ponto politico. O que eu quero aqui transmitir é a ideia de que não é por sempre ter sido assim que as coisas ficam normais. Na verdade, os cidadãos estão autorizados e encorajados em avançar com a mobilização do que quer que seja. Mas para a canalização, estes devem coordenar com o INGC. É uma boa prática. Olhe, a única entidade responsável pelos cidadãos é o estado e suas instituições e estes devem ser avisados para quaisquer acções que ocorram com a sua população. Este é o princípio. Há vezes que nem precisa a mobilização de todo o Estado. Basta um representante. Enfim,estou a tentar esgrimir tudo o que sei.
1 · 5 h
Eliminar
Moniz S. Walunga
Moniz S. Walunga Zenaida Machado , muito bem feito seu questionamento! Meu total apoio a bom senso! Este Pais esta' cada vez mais a afundar por causa destas brincadeiras que nos envergonham a todos nos! Se formos a ver, isto consubstancia um crime moral! O melhor para ti!
Eliminar
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio Qual é a Lei que prevê que em casos de doações ou oferendas deve-se pedir autorização ao Administrador? Responda-me apenas isso.
Eliminar
Juma De Alzira Paulo
Juma De Alzira Paulo Reveja o ESTATUTO ORGANICO DO INGC...
Eliminar
Rogerio Antonio
Rogerio Antonio INGC é uma LEI? Fiz uma questão muito simples. Até posso voltar a repetir, qual é a Lei aprovada em sede da AR que obriga as pessoas a ter que oferecer donativos mediante autorização de um administrador?
6 · 6 h · Editado
Eliminar
José de Matos
José de Matos Boa pergunta, Rogerio Antonio! Sabemos das atribuiçoes mas ainda nao vi nenhuma Lei que diga que TODA a ajuda deve ser canalizada ou que carece de autorizaçao do Administradot! Os lideres comunitarios falaram de Administrador!
4 · 5 h · Editado
Eliminar
Cleto Goncalves
Cleto Goncalves Kkkkk. Mas o EV Ishhhh
Eliminar
Jose Cossa
Jose Cossa Esta explicado. obrigado ilustre pela aula de como as coisas devem ser feitas.
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive aula errada, meu caro!
2 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Ed Mazive pode ser errada. Mas é assim que devia ser. Apenas inspirei-me no nosso ordenamento juridico que pode ser acedido aqui: http://faolex.fao.org/docs/pdf/moz111213.pdf
E também nas boas-práticas em ajuda humanitária.
Eliminar
Ed Mazive
Ed Mazive e esqueceu a pratica reiterada em Moçambique e a própria lei moçambicana que não exclui apoio directo de pessoas para pessoas. eu não preciso de autorização de ninguém para ajudar alguém que sofreu um acidente, de qualquer espécie!
2 · 6 h
Eliminar
José de Matos
José de Matos Nesse ordenamento juridico nao esta la que TODO o apoio deve ser canalizado para uma instituiçao!
3 · 5 h
Eliminar
José de Matos
José de Matos é simplesmente inaceitavel que nao aceitem donativos por causa de desculpas balofas, trata-se de uma situaçao de emergencia perante uma tragedia humana! Se na verdade a burocracia nao foi cumprida, a prioridade é usar o donativo e facilitar a burocracia, estamos a saber que os tais lideres nem sequer sabiam como corrigir a alegada falta de papeis! Entretanto, sabemos que nao é necessariamente obrigatorio canalizar TODA a ajuda para um organismo e em outras ocasioes nao vimos essas exigencias! O MDM queria protagonismo ? Talvez, tal como a Frelimo sempre quer protagonismo, mas a prioridade deve ser a ajuda as vitimas da tragedia! A ideia que fica é que houve instrumentalizaçao para servir politiquice mesquinha!
7 · 3 h · Editado
Eliminar
Alito Gujamo
Alito Gujamo Boa questao Rogerio Antonio. O nosso país é conduzido pelo formalismo desnecessario!
1 · 6 h
Eliminar
Bernardo J. Nopiha
Bernardo J. Nopiha Melhor é entregar directamente a população caso contrário vão levar a Maputo vender.
7 · 6 h
Eliminar
Andre Gandi
Andre Gandi Olha Egídio, tudo isso é para aproveitamento político.
A FRELIMO ao impedir que outros partidos ( caso MDM), não faca entrega directamente dos produtos, està a fazer o aproveitamento político, para amanhã dizerem que os unicos que estiveram perto
da situação.
Também o MDM, quer fazer o aproveitamento político e conseguiu, o MDM sabia muito bem oque podia acontecer. Mas trata se da política e foi fazer a política e ganhou.
A FRELIMO é aquele que a maioria sabe que gosta de inviabilizar as actividades da oposição, saiu lhes mal.
Também tenho uma questão, porque é que quando queremos doar temos que chamar a impressa?
Se eu de facto quero ajudar meu irmão, preciso de chamar a impressa?
Logo quer a FRELIMO como o MDM, não estão a ajudar, mas sim fazer a política a custa do sofrimento do povo que eles finge representar
2 · 6 h
Eliminar
Sergio Serpa Salvador
Sergio Serpa Salvador Apoiado, André Gandi. Porquê de tanta publicidade?
Eliminar
Constantino Joao
Constantino Joao Acho que Egídio Vaz tem razão. Mesmo no caso da Beira, o Conselho Municipal ao invés de comunicar a Direcção da Escola que ia entregar as carteiras, devia ter comunicado o INGC para evitar a fuga dos dirigentes da instituição...
4 · 6 h
Eliminar
Sura Rebelo
Sura Rebelo Fugiram porquê?
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz kkkkkkk
Eliminar
Constantino Joao
Constantino Joao Só pode ser que tenham sido instruídos a não receber carteiras oferecidas pelo Conselho Municipal da Beira.
1 · 6 h
Eliminar
Arnaldo Williams Phelembe
Arnaldo Williams Phelembe A maior parte dos comentadores e analistas políticos que deambulam nos canais televisivos e alguns jornais da praça que hoje espreitam o estrelato no nosso dirigismo começaram assim mesmo metendo os pés pelas mãos, mas mesmo assim houve quem lhes desse atenção nessa sua mediocridade!
2 · 6 h
Eliminar
Piedade Edyz Pereira
Piedade Edyz Pereira Só olho.
Eliminar
Novo Combatente De Moz
Novo Combatente De Moz 1. Os lideres comunitarios sao do partido Frelimo, recusaram os danativos do MDM pelo medo de perder o seu salario mensal de 200mt. 2. O autor deste post Dr. Egidio Vaz eh membro do partido Frelimo e parece que ambiciona um cargo no governo de Nhusi, os elogios que faz a Frelimo e Nhusi nos seus posts eh uma prova disso.
4 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, rir até morer. Não consegue ver nenhum mérito no que andei a escrever. Enfim.
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, rir até morer. Não consegue ver nenhum mérito no que andei a escrever. Enfim.
1 · 6 h
Eliminar
Novo Combatente De Moz
Novo Combatente De Moz Dr. Egidio Vaz hoje na escola ja nao se aprende a ver e ouvir mas sim a analisar. Qualquer cidadao atento consegue ver que a sua tendencia eh censurar o MDM cuja popularidade esta em alta. Porque eh que nao escreveu o post quando a OJM foi entregar directamente os danativos? Esta a espera de outro partido fazer o mesmo para criticar? Eu consigo ver criticos de interesse.
1 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, rir até morer. Não consegue ver nenhum mérito no que andei a escrever. Enfim.
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, rir até morer. Não consegue ver nenhum mérito no que andei a escrever. Enfim.
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, rir até morer. Não consegue ver nenhum mérito no que andei a escrever. Enfim.
Eliminar
Joaquim Tesoura
Joaquim Tesoura mbuia! plenamente de acordo.
Eliminar
Kamal Sabino Jose
Kamal Sabino Jose Só para nos destrairmos um pouco. Alguém aqui já provou este peixe?
1 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz kkkkkk
1 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz kkkkkk
1 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz kkkkkk
1 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não é pelo facto "de ter sido sempre assim" que as coisas são correctas. É momento de começarmos a fazer as coisas como deve ser. Leiam a lei e verão que a autoridade comunitária estava certa: http://faolex.fao.org/docs/pdf/moz111213.pdf
2 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não é pelo facto "de ter sido sempre assim" que as coisas são correctas. É momento de começarmos a fazer as coisas como deve ser. Leiam a lei e verão que a autoridade comunitária estava certa: http://faolex.fao.org/docs/pdf/moz111213.pdf
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Não é pelo facto "de ter sido sempre assim" que as coisas são correctas. É momento de começarmos a fazer as coisas como deve ser. Leiam a lei e verão que a autoridade comunitária estava certa: http://faolex.fao.org/docs/pdf/moz111213.pdf
Eliminar
Moçambique Sim Moçambique
Moçambique Sim Moçambique A questao do fundo e', porque so acertou justamente com o MDM? As autoridades foram rever a lei e viram que estavam a agir mal ao receberem donativos dos outros?
Eliminar
Joel Manhiça Zondiwane
Joel Manhiça Zondiwane Parece existe lambibotismo neste post. Colicenca.
2 · 6 h
Eliminar
Hélder Bata
Hélder Bata Já é hábito misturarem-se alhos com bugalhos... Cada qual quer sobressair a qualquer custo.
Eliminar
Profeta Amor
Profeta Amor Constantino Joao, entregar carteiras escolares via INGC? Eu não acho isso questão de emergência e está fora do contexto
3 · 6 h
Eliminar
Constantino Joao
Constantino Joao Usei ironia para mostrar duas situações similares com o mesmo actor e o tratamento que tiveram. No caso da Beira, havia sido feito comunicação a direcção da escola mas mesmo assim negaram receber.
Isso é só para provar que o que está em causa não são os procedimentos, mas sim, o actor (MDM).
3 · 5 h
Eliminar
Profeta Amor
Profeta Amor Concordo plenamente contigo neste ponto de vista, isso deve-se a fraca capacidade mental que alguns dos nossos compatriotas tem em fazer um exame de conciência aprofundado sobre tudo ao seu redor
Eliminar
Kamal Sabino Jose
Kamal Sabino Jose Não vou me admirar se ouvir que o sr Egidio Vaz já é alguém
2 · 6 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Eu sou alguem meu caro. Estudioso de comunicaçao, dos pucos com trabalhos relevantes sobre a area nesta perola do indico, autor de 4 livros resultantes de pesquisas, consultor internacional de comunicação, que recebeu um premio internacional de inovação em comunicação, com modelos a serem implemntados na indonesia e zambia. é pouco?
4 · 5 h
Eliminar
Kamal Sabino Jose
Kamal Sabino Jose Comentarista tendencioso
1 · 5 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Falta pouco Kamal Sabino Jose
1 · 5 h
Eliminar
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai Kamal Sabino Jose, confira nesse Videos que Egidio Vaz, ja e alguem
2 · 5 h
Eliminar
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai
0:00
2 · 5 h
Eliminar
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai
0:00
1 · 5 h
Eliminar
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai
Fidalgo Salomao Madeirao Mauai entrettanto se o post acima lhe confere ao epiteto de LAMBEBOTA, isso ja nao sei mas pelo menos alguem ele ja isso ja conquistou
1 · 5 h
Eliminar
Arnaldo Williams Phelembe
Arnaldo Williams Phelembe Eu acho que disse tudo no meu anterior post👆.
1 · 6 h
Eliminar
Novo Combatente De Moz
Novo Combatente De Moz O que eh proibido ao MDM eh permitido a Frelimo.
Eliminar
Lopez Tangune
Lopez Tangune Quando estamos sentados no escritório ou nas poltronas das nossas casas, vendo as imagens pela TV, é muito fácil e até parece divertido emitir este tipo de opiniões. Afinal de contas isso pode nos conferir alguma audiência nas redes sociais.
Quer dizer
, eu na minha canoa, pescando e de repente vejo uma outra embarcação naufragando, não posso prestar socorro porque o INGC não está lá para presenciar?!
A casa do meu vizinho ou qualquer outra pessoa da minha comunidade, pega fogo e reduz-se a cinzas! Não posso oferecer manta ou qualquer outro tipo de mantimento para aliviar o seu sofrimento porque o INGC não está lá?! Kakakakaka....
Senhores políticos e académicos, façam política e o uso do vosso conhecimento de forma humana.
Para quem está na desgraça, politiquices não contam e todo tipo de ajuda é precioso!
Questões administrativas e protocolares servem para situações normais, tais como, oferecer computadores a uma escola ou outras situações similares. Agora, emergência meus irmãos, é outro assunto!
Já agora, porque é que o tal impedimento em nome da LEGALIDADE serviu apenas para alguns e para os outros não?????? Só perguntei!
16 · 5 h · Editado
Eliminar
Milton Boane
Milton Boane "...senhores académico, sejam mais humanos..."
Mais humanos, depois a legalidade, please.
4 · 5 h
Eliminar
Moniz S. Walunga
Moniz S. Walunga Lopez Tanguane, acabas de descrever aquilo que o Egidio Vaz faria nesses casos! Retrocesso total deste nosdo compatriota que se gaba de ser "alguem" com 4 livros, premios internacionais, bla, bla, bla. Faz favor!!
Eliminar
Ernesto Cossa
Ernesto Cossa O Vaz quando trata-se de emergencia ñ nada de legalidade. Exemplo foram vender nosso País trataram assunto de legalidade. Deixam nos descansar com vossas leis.
4 · 5 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Meu senhor não sabem o que diz.na hora da doença e Morte,não a corres partidarias.o MDM agiu bem,o grande problema é que a frelimo nao foi a primeira a judar o povo.
Não venham fazer campanha,obrigado MDM por si preocuparem com povo.
1 · 5 h
Eliminar
Crocante Andrade
Crocante Andrade Meus caros, Fome é fome. Orgulho atoa só.
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa A frelimo trabalho as vossas cabeças mesmo.
Eliminar
Elecas António
Elecas António As vezes não é preciso seguir a lei quando se trata de emergência. Aliás a reportagem diz tudo.
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Na hora da doença e Morte a escolha?
1 · 5 h
Eliminar
Profeta Amor
Profeta Amor Neste país a legalidade com tal funciona só e só para os que não comungão com o camaradismo, funciona para quem vive somente dependendo de aldrabices dos mais fracos, fracos sim, aqueles que dizem estar com o povo, ser do povo, lutam para o bem estar do povo, mas, nada do povo e para o povo fazem! Todo ser analfabeto mental, sim, analfabeto mental é vulnerável a manipulações.
Eliminar
Novo Combatente De Moz
Novo Combatente De Moz Egidio Vaz eh um critico de interesse.
1 · 5 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa A pessoas que realmente não sente dores por outro.
Eliminar
Moçambique Sim Moçambique
Moçambique Sim Moçambique Porque esse post nao veio logo apos a entrega dos donativos pelo OJM, a condenar o acto? A grande questao nao e' a legalidade do acto, mas sim questoes politicas.
7 · 5 h
Eliminar
Amad Canda
Amad Canda Egídio Vaz, doar o que quer que seja, sem passar pelo INGC, é crime?
2 · 5 h
Eliminar
De Waan Candido
De Waan Candido Voces me surpreendem pela negativa sabem? qndo a casa do vizinho entra em chamas com criancas la dentro o que deve ser feito? aham sei que vão responder tipo liguem para bombeiros os baldes de água não funcionam nem tentem salvar as crianças pois é papel do corpo de salvacao publica etc... e os vizinhos não podem comparticipar no material de reconstrução perante vendavais que assolam o país a espera do INGC .... amigos emergência não depende de documentos nem de cores partidárias e nem poder de decisão , todos os meios que estiverem em frente servem. agora se preferirem seguir o que supostamente esta escrito RASGUEM ESSE DOCUMENTO e elaborem outro que favoreça os veradeiros necessitados.
10 · 5 h
Eliminar
Amilcar Vera-Cruz López
Amilcar Vera-Cruz López #EgidioVaz foste infeliz nesse post. Onde está escrito isso? Qual a lei regulariza o processo de prestação de ajuda e solidariedade nesse país? Você viu o incêndio em Quelimane no domingo? Viu os homens que ajudaram os bombeiros a conter o incêndio? Sei que viu mas não vi seu post aqui falando do perigo que aquilo representava por serem pessoas não treinadas e sem equipamentos apropriados.
As vezes o senhor #EgidioVaz fala (deseperado) como se estivesse caindo do céu sem paraquedas.
15 · 5 h · Editado
Eliminar
Guilherme Noronha
Guilherme Noronha Caro Egidio Vaz, na sua opiniao, acha que as autoridades agiram correctamente? Sera que esta a recomendar que em caso de emergencia, podendo eu chegar ao local primeiro que o INGC, devo ainda assim, encaminhar a ajuda para estes (INGC) fazerem chegar aos necessitados? Finalizando, e olhando para a primeira questao, queria com o post mostrar que concordou com a medidas dos regulos ou pretendia mostrar que ha normas que devem ser respeitadas qd se trata de doacoes?
1 · 5 h
Eliminar
Donaldo Chongo
Donaldo Chongo O EV entrou no matou com este post.
2 · 5 h
Eliminar
Arlindo Francisco João Vicente
Arlindo Francisco João Vicente Concordo com o texto.
1 · 5 h
Eliminar
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Vamos reflectir com calma. A colocação do Egidio Vaz é a mais correcta. Ninguém deve realizar seus actos sem anuência do Estado, mas o problema é quando este estado é selectivo na implementação das normas. Não faz sentido que permita-se a uns e a outros não. Aliás, a presença do Estado nestes actos ajuda até a preservar o doador. Imaginemos uma situação de tumultos (porque as pessoas estão com fome) de que resultem mortos? ou uma diarreia que surja por mera coincidência depois da recepção dos produtos? Como ficaria a imagem do MDM?
2 · 5 h
Eliminar
Claudino G. Nchumaly
Claudino G. Nchumaly Presumíveis tumultos não inibe que uma pessoa dê ajuda a outra. Urge a necessidade de revisitarmos o conceito e papel de Estado
1 · 4 h · Editado
Eliminar
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Leia o meu comentário sem preconceitos políticos.
Eliminar
Claudino G. Nchumaly
Claudino G. Nchumaly Se existe coisa que nao faco e tomar posicao politica, o meu pensamento sempre foi e sera de construcao de um verdadeiro Estado, que ultrapassa limites partidarioa como alguns pretende fazer. Num Estado de verdade e onde ha separacao partido e Estado nennhum lider ou representante de Estado se preocupa de que lado vem um donativo
Eliminar
Xavier Antonio
Xavier Antonio Quando as pessoas são demais instrumentalizadas equiparam-se ao aborto!
3 · 4 h · Editado
Eliminar
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Desconheço (ignorância mesmo) a lei que se agita desta vez que nunca foi agitada antes. Sempre enaltecemos a nossa capacidade de nos solidarizar em situações se crise.
Uma coisa é, desde a primeira hora, as instituições se organizarem e nos instruirem
sobre como iremos entregar as nossas contribuições outra, diferente, é as mesmas instituições barrarem quem quer ajudar.
Certo ou errado o caminho seguido pelo MDM era ajuda. Egidio Vaz qualifica de relações públicas política deve ser essa nossa mania politizada de não nos abstrairmos de política que a vemos em tudo, que fez com que as mesmas pessoas aceitassem a ajuda de uns políticos e negassem de outros.
Este país precisa sair desse ciclo e assumirmos que na desgraça (mesmo esta provocada por ladrões) somos irmãos e somos poucos para nos ajudarmos.
Ainda bem que não sou do MDM e nem este se confunde comigo. Eu levava aquilo dali para outro lado. Ingratos.
Tio Lutero Simango conheço gente honesta que precisa daquela ajuda.
10 · 5 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz O que Júlio esta a fazer é uma argumentação falaciosa. Partes do princípio de que se nunca antes aconteceu então é normal. Eu vi tantos comunicados do Estado encorajando contribuições mas estes comunicados sempre acautelavam o facto de ser o estado a entidade de coordenação de toda ajuda. Fechar olhos a isso é mesmo falta de honestidade intelectual. Mesmo o comunicado do Conselho de ministros emitido, fazia referência à esta coordenação. A Ministra Namashulua em declarações à imprensa, Fez este tipo de declaração. A delegação da comissão política da Frelimo dirigida pelo General Chipande entregou a sua contribuição junto das autoridades do estado e do INGC. Isso tudo vimos na TV, ouvimos na Rádio. Estes detalhes são importante Júlio. Esta é a verdade. Por mais boas sejam as nossas ações, sem organização nada feito. Deve começar a ser hábito entre moçambicanos, trabalhar em coordenação.
Eliminar
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Egidio ok. Assim foi com a ajuda da CP. Outros entes políticos estiveram lá e fizeram a entrega a comunidade. É daí que parte minha argumentação
4 · 5 h
Eliminar
Ariel Sonto
Ariel Sonto Julio, levava aquilo dali para outro lado e quem ficava a sofrer não é aquele lider comunitário, mas sim a população afectada e que realmente precisa. Se o INGC for uma instituição séria contactará, se ainda não o fez, o MDM para a canalização daquilo.
Eliminar
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Canalizava para outro lado.
2 · 3 h
Eliminar
Jose Chirruco
Jose Chirruco Algo algum. Parece que o mano EV está com a balança inclinada para um certo lado. Já sabes
Eliminar
Elísio Nhantumbo
Elísio Nhantumbo Muitas verdades no seu post caro Mutisse. Mas o essencial do post do Egidio Vaz é que o MDM contornou as autoridades o que não é procedimento correcto em qualquer situação. Mas senti no seu post que destacas a necessidade das autoridades "desburocratizarem" e não politizarem a ajuda, aqui encontro a essência de uma melhor intervenção e sucesso no processo de apoio.
4 · 5 h
Eliminar
Júlio Mutisse
Júlio Mutisse Foco, organização e despolitização dos processos
3 · 5 h
Eliminar
Estevao Simoes
Estevao Simoes Socoroooooo o regime esta roubar os nossos melhores intelectuais
Eliminar
Mulandi HI Mina Kheni
Mulandi HI Mina Kheni Já roubou quase todos. Eles pensam que o povo ainda acredita cegamente neles.
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Já roubou
Eliminar
Gulumba D. Mutemba
Gulumba D. Mutemba Bravo, por isso que sou dá opinião de que antes de comentar é importante ler e compreender o texto. No começo fiquei um pouco confuso, mas ao longo da leitura relaxei.
Assino por baixo, este texto é rico de imparcialidade,
e acima de tudo da pura verd
adeiramente verdadeira verdade.
É terrível o que acontece na nossa sociedade, aproiveitar se da desgraça alheia para tirar proveito, para desfilar a classe, para aparecer, para somar pontos, para fazer show, etc., é falta de carácter.
Esse assunto que ilustre levanta, merece um profundo debate, o mais urgente possível, antes que os nossos valores morais se percam na totalidade.
Muitas são as organizações e pessaos que no silêncio e secreto já não ajudam os necessitados.
As organizações religiosas como a comunidade muçulmana, iurd, etc. sempre querem prestar uma ajudinha, convidam a emprensa.
Quero dar um exemplo de como as nossas mentes são perturbadas: Na IURD quando chega a hora do pastor pedir oferta, se por exemplo dizer assim: quem vai dar oferta de 10.000,00mt.,5 mil,3 mil, 1000,00mt.se não tem em dinheiro pode dar em cheque, meus irmãos, as vão desfilando suas classes exibindo o seu poderinho económico na casa de Deus, o mesmo acontece quando é para levar envelope da campanha como a da fogueira santa de israel. Mas quando simplesmente o pastor diz: vamos honrar a casa de Deus com as nossas ofertas, até os supostos dinheirudos metem na sacola as moedas.
Só para ver até onde vai o nosso exibicionismo.
Até no cemitério.
Eliminar
Celso Cortez
Celso Cortez ''as autoridades de kaphiridzange agiram de acordo com a lei'' hum há necessidade mesmo de obedecer-se esse protocolo todo pra uma oferta de meia tonelada de produtos num momento tão sensível como este? Não estaríamos a perpetuar um Estado burocrático?
2 · 5 h
Eliminar
Mulandi HI Mina Kheni
Mulandi HI Mina Kheni Este post a quem é dirigido? Porque não o fez logo que a primeira que a frelimo se fez no terreno? Só porque o MDM foi para lá recordaste que deverias ter feito o post? É bom que sejamos sensatos e não fazer coisas para aparecer. Por acaso o INGC já foi competente? Este País está sem rumo.
3 · 5 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Estes senhores são uma réplica da sua organização.são individuais intolerantes nem sequer lhes passa pela cabeça o conceito democracia.só em Moçambique mesmo
Eliminar
Celso Cortez
Celso Cortez Embora que foi visível o jogo político do MDM, mas o que importa é o bem estar daquela gente, depois criticariamos ferozmente o partido A,B,C por não seguirem a ''lei''
Eliminar
Catman Mandlazi
Catman Mandlazi texto argumentantivo-explicativo
1 · 5 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Lamentável.o que mais me intriga é que o chipande e o ojm não foram pedir nenhuma guia para efectar as suas a judas aquela comunidade.Ademais,não há nenhum dispositivo legal que obriga as pessoas a canalizarem os seus donativos ao INGC.
1 · 4 h
Eliminar
Mulandi HI Mina Kheni
Mulandi HI Mina Kheni Há pessoas que gostam de se fazer o tal para criar seus tentáculos e ganhar certas simpatias. Este senhor foi infeliz ao fazer este post. Sinto pena daquela gente que negou o donativo porque eles é que vão chorar. Eu não acredito que hajam pessoas de boa fé que ainda possam se fazer lá para doações depois daquele espectaculo barato. Só em Moçambique mesmo.
1 · 4 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Verdade Mulandi HI Mina Kheni.
Político que não ama o povo não é político
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa A OPOSICAO QUER FAZER O QUE NÓS OS DONOS DA NACAO NAO CONSEGUIMOS FAZER.MAIS NADA
Eliminar
Abel Zico
Abel Zico So olhar e lamentar so...Mais nada!
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Roubar comida é um delito......
Matar de fome é governar.
A acção dos líderes comunitários perpetrada nesta segunda feira demonstrao Baixo nivel.

Crise da moral a que chefamos neste pais.
3 · 4 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Meu povo vamos abrir os olhos.
1 · 4 h
Eliminar
Claudino G. Nchumaly
Claudino G. Nchumaly Li o seu texto até certo ponto, concordo com algumas coisas que dizes, mas discordo com algumas delas, por exemplo: o facto do Estado ter a obrigação legal de proteger o cidadão não significa que seja o único interlocutor com o cidadãos. Aliás, o Estado é o segundo estágio de contrato depois dos cidadão fazerem o seu pacto entre si. Ou seja, nenhum Estado pode proibir que um cidadão, um agrupamento de cidadão organizado forneça um apoio a qualquer indivíduo
2 · 4 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Em primeiro lugar o povo.
1 · 4 h
Eliminar
Juvêncio Flores
Juvêncio Flores Egídio Vaz foste infeliz neste poste
Eliminar
Vaz de Sousa
Vaz de Sousa Tudo uma ...Palhaçada.
Eliminar
Frederico Ngome
Frederico Ngome Amigos, este caso leva nos a reflectir profundamente. Cada um de nos todos tem este traco em relacao a po
Eliminar
Edson Cumbula
Edson Cumbula Não concordo com E V
Eliminar
Heelio Sive Marcos
Heelio Sive Marcos Há uma dose de razao por parte do autor do post.vamos ler com calma,cautela e firmeza.pois é relevante ter em vista algumas formalidades.
Eliminar
Heelio Sive Marcos
Heelio Sive Marcos A separacao dos poderes serve para limar o despotismo.
Eliminar
Fernando Striker
Fernando Striker "O sentido de urgência não é incompatível com a observância das normas".
Este tipo de afirmações me engasgam.
2 · 4 h
Eliminar
Adérito Do Rosário Arnaldo
Adérito Do Rosário Arnaldo Meu caro Vaz, ultimamente tem me deixado assarapantado negativamente com seus post's medíocres recheadas de diarréias verbais sem nenhum valor acadêmico. Perdeu oportunidade de calar-se...perdoe-me se lhe ofendi, não tive intenção nenhuma de criar ebulição. Grato.
2 · 4 h · Editado
Eliminar
Faquir Bay
Faquir Bay O partido no poder tem feito por si..... Qual é a diferença?
1 · 4 h
Eliminar
Mick Fanning
Mick Fanning Um governo que mergulhou este país na maior desgraça dos últimos tempos, que manda matar membros da oposição, que manda os cães de guarda correr com o povo quando este manifesta o seu dever cívico, que não tem políticas funcionais de educação, cultura, segurança, transporte, um estado ausente e omisso é digno de gerir ajuda aos necessitados desse trágico acidente? Se existe este ou aquele partido tentando tirar proveito político, com doações então é bem vindo desde que no final se queira ajudar quem mais necessita. Então se na minha zona um grupo de cidadãos sofre com um vendaval eu tenho que falar com o Comité Central da frelimo para poder ajudar os meus compatriotas? Egídio Vaz já foi um tipo imparcial. Mas neste últimos tempos há muita gente com estômago maior que a capacidade de análise.
3 · 4 h · Editado
Eliminar
Bendito Mazive Simeao
Bendito Mazive Simeao Leiam bem o texto para tirarem boas conclusões. Força vaz
Eliminar
Wamba Muthine
Wamba Muthine Por favor Egidio Vaz, poupe-nos de politiquice. Tenho saudades dos tempos da tua imparcialidade.
2 · 4 h
Eliminar
Raposo Andrade
Raposo Andrade Aí está-se defendendo ou condenando-se o quê mesmo?! Por favor, é altura de assumir-se o patriotismo, senão acabamos no descrédito!
1 · 4 h · Editado
Eliminar
Americo Mateus
Americo Mateus E.V. Acho k desta vez foste infeliz ! So serias feliz ao criticarx os k começaram com apoio as familias....
2 · 4 h
Eliminar
Orlando Ntaiamanja
Orlando Ntaiamanja Quando há, incidentes desta natureza, os primeiros socorros são muito importantes, como tal o fizeram OJM, e tanto o fez o MDM, cujo os produtos viriam ser regeitados pelas autoridades locais, instrumentalizados pelo Governo, não se sabe de que nível, o que está muito errado! Aqueles apoios são classificados, como os primeiros socorros, porque as contribuições para o INGC e governo iriam levar o seu tempo, devido ás normas do protocolismo a se usar, e isto, na verdade, não constituia primeiros socorros da tragédia. Costuma se dizer que o seu vizinho, é o seu primeiro familiar, visto que, o que aparece durante a noite pedes socorro a ele. É o que aconteceu. Por exemplo, um empresário pode o fazer, e depois, dado a gravidade da situação, muitas organizações de várias especialidades poderão o fazer seguindo as normas canalizando os donativos ás entidades competentes, já num ambiente calmo! Porque donativos, serão sempre precisos, porque tem crianças que perderam os pais e outros que devido as queimaduras não terão a capacidade de exercerem qualquer tipo de actividade, e tal como acontece com as vítimas da tragédia de chitima, até ao presente momento, são precisas as ajudas. Portanto, não havia necessidade de regeição dos produtos que serviriam como passo de arranque, das cerimónias, oque ajudaria ás pessoas que estavam empenhadas nos trabalhos naquele local.
3 · 4 h · Editado
Eliminar
Egidio Banze
Egidio Banze Partidos políticos instrumentalizando o povo!!! muito triste
Eliminar
Xavier Antonio
Xavier Antonio Quantas vezes a Frelimo levou ajuda directamente aos necessitados? Os senhores pensam que aqueles do MDM fosse da Frelimo aquela ajuda seria rejeitada?
Esses post classifico-os de síndrome de G40.
Aqueles que aplaudiam quando o país estava a set conduzido para o precipicio. Hoje estamos com problemas sérios.
4 · 4 h
Eliminar
Juma Aiuba
Juma Aiuba Estás a mentir caro Egidio Vaz. Aquele donativo foi doado pelos membros do MDM, pelo que não havia outra forma de entregar que não fosse os proprios membros do MDM o fazerem. Quando a OJM angaria donativos nunca os vai entregar em nome da Visão Mundial, mas em seu proprio nome. Mesmo que o MDM fosse entregar ao INGC faria em seu proprio nome com direito a tv e tudo. O aproveitamento politico nestas situacoes nao acontece apenas em Moçambique, é assim em todo o mundo. Mas o que se faz é atender a quem precisa em primeiro lugar. Quando fez muito frio em Maputo, o gabinete da primeira dama foi entregar cobertores em Moamba directamente aos afectados. Aquando das cheias em Chokwe, o apresentador do Moçambique em Concerto, Gabriel Junior, criou uma corrente de solidariedade que tinha caravanas que saiam de Maputo para Chokwe para entregarem directamente aos afectados.

Isto é ladainha. Egidio, acho que já não consegues mais. Já não tens mais estofo. Te esgotaste. Já não consegues mais remar contra a maré. Quando é assim não atrapalha os outros. Nós ainda temos peito para isto. Deixe-nos tentarmos levar este país a bom porto. "Si num kwenta, pantuna" - como se diz na minha madre terra.
13 · 4 h · Editado
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Que comentário estranho! Típico de que quem apenas se interessa em fazer política barata. Eu bem disse sobre o que normalmente deveria acontecer, reconheci a parcialidade e lancei ideias sobre como iria se proceder de fora diferente. E tu começas logo com "estas a mentir ". Ok. Ponto final, não há mais nada a comentar consigo ja que o que afirmou não dá espaço para comentário adicional.
2 · 4 h
Eliminar
Juma Aiuba
Juma Aiuba Hehehehehe... Também não concordo porque nem deveria acontecer assim normalmente. Em nenhuma parte do mundo acontece assim. Oferecer ajuda não precisa de autorização mesmo atrás da China. Isso é o mesmo que pedir autorização para se indignar. Quando se lançam essas alternativas muito fora do comum e do normal cria esses espaços de acrobacias e intolerancias.
5 · 3 h
Eliminar
Lourenço Jossias
Lourenço Jossias Boa leitura
Eliminar
Caly Aquário Quente
Caly Aquário Quente Sobre isto só tenho a dizer à queles k apaiam o poste: Nas escrituras sagradas diz "os fariseus condenaram a atitude por parte de Jesus ter operado milagres em pleno dia "santo/sábado"," mas Ele os perguntou: "Quem d vocês seria capaz de deixar seu filho afogar na água e não o salvar só porque trata-se de um "dia santo".
Assim kerem me condenar qando eu for ajudar a apagar fogo na casa do vizinho só porque dizem k existem bombeiros e não dar abrigo só porque existe INGC, disso não sabia.
Mas uma coisa é séria, danem-se as vossas instituições, eu sempre k possível vou ajudar a quem precisar.
8 · 4 h
Eliminar
Pato Ga Duna
Pato Ga Duna É tudo culpa da frelimo
Eliminar
Samuel Chacate
Samuel Chacate Eu acho que aquele Líderes independentemente de inclinação política neste caso agiram como preocupados com a sua segurança, já ñ basta a explosão da camião ...! Bebida envenenada etc . O correto é usar vais próprias...! Agora se confiam em uns grupos e ñ confiam noutros é regra de confiança...confiamos nuns pm desconfiamos noutros ou simplesmente ñ confiamos!
Eliminar
Alex Apolinario Joao
Alex Apolinario Joao Kkkkkkkk só hoje isso. Eles estão tramados faz tempo......O importante é crescerem e olharem para o futuro com muita esperança esse já não é tempo de aplaudir ....
Eliminar
Daniel Neto O Caboclo
Daniel Neto O Caboclo Ndalo Tobias Ndalo
Eliminar
Inocencio Oliveira Mulaveia
Inocencio Oliveira Mulaveia O meu país!!!! Quando eu pensava que já tinha visto tudo. "Alguém nos acuda"
1 · 3 h
Eliminar
Arsenio Manjate
Arsenio Manjate Que norma é essa que se referi? Se é que existe faça o favor de citar. Não insulta a nossa inteligência. Está cristalino que existiu motivação política sim, por mais esforço e retórica que use.
1 · 3 h
Eliminar
Dércio Tsandzana
Dércio Tsandzana Estranho, por que razão a forma de entrega dos bens só deve mudar agora que foi o MDM, os outros como fazem e tem feito?
7 · 3 h · Editado
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Os tipos do MDM não foram injustiçados. Foram prejudicados nos seus interesses. A OJM foi injustamente e inapropriada mente favorecida pois não se observou o critério.
Eliminar
Dércio Tsandzana
Dércio Tsandzana Certo, vamos a uma outra questão - será que esse critério (legal...INGC) já alguma vez funcionou? Por que razão não procuramos entender as razões que levaram o MDM a fazer isso, do que tirar as conclusões sobre o acto em si?
3 · 3 h · Editado
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Sempre funcionou assim.
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Não é legal Dercio Dércio Tsandzana
Eliminar
Arsenio Manjate
Arsenio Manjate
Eliminar
Daniel Augusta Zacarias
Daniel Augusta Zacarias Eu vi bandeiras de determinada formaçao politica esvoaçando os hospitais onde determinado grupo foi doar sangue. Ninguém falou. Agora que os outros foram fazer o mesmo ja estamos levantando as bandeiras do patriotismo, da observancia das leis, etc, etc. Chatices e politiquices apenas. Em situaçoes de emergencia é preciso utilizar a emergencia e mitigar o sofrimento. Quanto tempo essa ajuda recusada levaria para sair de quem oferece para que precisa, passando pela observância das leis? Outras coisas pa.
5 · 3 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Egidio vaz o povo de ontem,não é o mesmo de hoje.tamos atentos em tudo.e não tamos a ver a hora das eleições,tamos realmente fartos com está política do governo do dia
2 · 3 h
Eliminar
Daniel Augusta Zacarias
Daniel Augusta Zacarias Abel Zico
Eliminar
Julio Lacitela
Julio Lacitela Bem, as ambulancias e bombeiros deviam seguir a mesma tramitaçao: Quarteirao, Distrito, Administraçao e depois apagar o fogo.
7 · 3 h
Eliminar
Daniel Augusta Zacarias
Daniel Augusta Zacarias Julio Lacitela, tambem não precisamos exagerar, kkkk
1 · 3 h
Eliminar
Julio Lacitela
Julio Lacitela Daniel, isto é assim mesmo. Se te agogas e vem um nadador primeiro peça a guia do administrador.
1 · 3 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Júlio, as ambulâncias têm mandato para agir, são entidades do estado com protocolo bem definido.
Eliminar
Daniel Augusta Zacarias
Daniel Augusta Zacarias Caro Egidio Vaz, nao receba o meu comentário como maldade, mas fica a pergunta: a OJM que se está empoleirando nesse assunto tem alguma autorização? Ou é entidade do estado?
1 · 3 h
Eliminar
Julio Lacitela
Julio Lacitela Sim Vaz, mas podem vir da Beira ou outros sítios ordenados pelos mesmos MDM's. E agora?
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Eish
1 · 3 h
Eliminar
Alex Apolinario Joao
Alex Apolinario Joao Estao a escangalhar ao máximo o nosso País, não há protocolo nenhum pra socorrer ........ quando há vuku vuku o governo e o último a chegar isso está mais que claro
1 · 3 h
Eliminar
Basilio Ribeiro
Basilio Ribeiro Muita retórica... desnecessária neste momento de dor e fome.
1 · 3 h
Eliminar
J Edgar Hoover
J Edgar Hoover
Eliminar
Estevao Chambule
Estevao Chambule #Egidio Vaz, nem quis terminar o texto pois logo percebi a direccao que o mesmo estava a me levar, apenas tenho a dizer que varias vezes temos visto congregacoes religiosas a prestarem assistencia sem passar por toda a burocracia que se mencionou na reportagem. Qual é o problema de um partido entregar pessoalmente a ajuda aos necessitados? Ainda temos que passar de papelada que nos sabemos o que iria acontecer depois enquanto os que necessitam padecem. Voce nao parece solidario com as vitimas.
3 · 3 h
Eliminar
Leonel Diniz
Leonel Diniz Este poster meu amigo falhaste
3 · 3 h
Eliminar
Nemane Selemane
Nemane Selemane Esta tentar dancar shinguerada no matope meu caro Vaz. A verdade ficou e nada pode se fazer.
Eliminar
Abel Mavie
Abel Mavie IURD, OJM?
Eliminar
Sura Rebelo
Sura Rebelo Egidio Vaz desculpa la a minha quadradice mas tenho uma pergunta: como é que os necessitados vão saber QUEM Lhes estendeu a mão nesse momento de aflicao e desespero? O INGC Vai lhes informar? Que foi pimo mdm renamo etc
Até tenho mais mas fico por aqui.
Ê importante saber quem nos apoia
1 · 3 h · Editado
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Perfeito. Normalmente quem oferece de coração e nestas condições não espera este tipo de reonhecimento pelas vítimas. Apenas precisam saber que são os irmãos moçambicanos. Quando algum partido político espera um reconhecimento nestas alturas está a ser antietico e essencialmente eleitoralista.
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz E agora percebo porque o MDM queria que as coisas fossem assim. A Frelimo também canalizou os viveres mas foi através do INGC.
Eliminar
Caly Aquário Quente
Caly Aquário Quente Frelimo através do INGC...!? Se isso for verdade vou vender a mnha TV pois me mostra coisas erradas. Eu vi pessoas cm camisetas vermelhas, e até a quem se diz braço direito de uma igreja "IURD" o ABC sempre stá de camisetas, a dar palestras etc. Existe tbem cruz vermelha k o ABC vá entregar lá e esta por sua vez aos necessitados e não o ABC directamente.
Gente burra pá.
5 · 3 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Caly Aquário Quente,estou mesmo a criticar isso também.
1 · 3 h
Eliminar
Sura Rebelo
Sura Rebelo Egidio Vaz acredito nesses procedimentos noutros países. O fator confianca falha e muito aqui. Como bem dizes na introducao do post : existe a tua verdade a minha e a verdade em si isenta. Se ha aproveitamento politico qual deles é isento? So sera antietico se ficar evidente o tal aproveitamento politico. Como nao concordo quando dizes q nao interessa saber quem nos apoia. Interessa sim os visados saberem q a frelimo pimo renamo etc estiveram presentes . Como tambem os q apoiaram fora das alas politicas. Digo te q o ingc nunca mas nunca vai dizer q foi a b c q apoiou. Quanto muito dirão q foi o governo ou Estado ..
2 · 2 h
Eliminar
Pablo Osvaldo Osvaldo
Pablo Osvaldo Osvaldo Sem duvidas
Eliminar
Rodrigues Tembe
Rodrigues Tembe Neste país apenas é correcto o que é feito pela Frelimo.
6 · 3 h
Eliminar
Mondlane Dzowo
Mondlane Dzowo O problema de Egídio Vaz é de não querer assumir que está errado. Amigo, qual a lei que diz só o INGC deve receber e canalizar as ajudas? Mesmo se a suposta lei existisse, naquelas situações, quanto mais cedo o donativo chegar, melhor. O MDM, a OJM, a JURD é por aí em diante queriam e querem sim tirar proveito particular com qualquer gesto, isso é inevitável. Aquele povo precisa de apoio seja de onde vier.
4 · 3 h
Eliminar
Gildo Afonso
Gildo Afonso Meus caro, és um histiriador mas que nos inspira pouca confiança na contribuição para a "verdade". Estás a ser muito tendencioso. Pois, todoa seus seguidores já sabem muito e bem disso. Eu não sou académico e nem político mas o senhor é o onverso de mim. Todos nós criticamos a manipulação da sociedade pelo regime e o governo do dia. Meu caro, o senhor glorifica o posicionamento daqueles líderes comunitários instruídos e aplaude o trabalho da OJM neste caso. Então queres tentar nos fazer crêr que para a Frelimo não é um aproveitamento político deste caso!! Os líderes instruídos nem se quer tiveram um ente perecido neste incidente poi, se tivessem, não teriam recusado esta oferta. Não há lei que proibe ofertas em tempos de crise e fome como este nosso. Apenas os receotires devem saber dividir equitativamente para os necessitados. Neste caso como não viam espaço para manobras de desvio, optaram pela negação em nome de INGC/Governo/Lei.
Na minha opinião, meu ilustre quer nos desviar da verdade histórica. Kkkkkkkkkk kkkkkkkkk
3 · 3 h
Eliminar
Dino Sattar
Dino Sattar Desde quando querer socorrer alguém tem que se pedir autorização.
No acto do salvamento daqueles cidadãos houve muita intervenção de pessoas de Boa fé. A atitude das autoridades foi negativa.
Querendo ou não a atitude dessa autoridade so manchou o governo.se vai ou não haver aproveitamento político isso o próprio governo condicionou.
1 · 3 h
Eliminar
Tancredo Tivane
Tancredo Tivane Uma simples analogia: "se meu vizinho estiver espancando na sua esposa diante das minhas vistas e ela correndo risco de vida devo primeiro consultar as autoridades competentes se posso ajudar ou não". Lamento, admiro seus posts irmãos mas desta vez sente-se alguma inclinação. Aqueles senhores que se intitulam líderes perderam o sentido d significado de liderança se é que já o tiveram, onde a administração local se envolve na ajuda ao seu povo, eles nem sequer consultaram ao povo sofredor. O bom coração não tem cores partidárias, nem género, nem idade. Estamos seguindo um caminho perigoso em que a diferença é vista como adjetivo para se atribuir superioridade ou inferioridade.
8 · 3 h
Eliminar
Álvaro Xerinda
Álvaro Xerinda
1 · 3 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz O MDM esteve neste mesmo hospital e deixou a sua ajuda. O que custou contactar as autoridades e seguir as orientações das chefaturas?
Eliminar
Alex Apolinario Joao
Alex Apolinario Joao Pensei que fosse apenas Gaza, afinal de contas estou errado ......até Tete já a coisas do gênero......
1 · 2 h
Eliminar
Ablahamo Saidone
Ablahamo Saidone QUALQUER PESSOA QUI TEM ALGUMA COESA DE APOIO PODE ENTREGAR AS VITIMAS,Ñ HA ESTE IMPEDEMENTO!A FRELIMO CONTINUA A TRABALHAR MAL PARA ESTE PAÍS POR ISSO ESTA LUTA PARA A DEMOCRACIA Ê ENVOLVIMENTO DE TODOS, ISTO ESTA MAL ELES NUNCA AREPENDE E POVO FICA A SOFRER PORQUE AQUELA ZONA O POVO ESTA SOFRER COM FOME PIOR COM ESTA TRAGEDIA.
Eliminar
Moçambique Sim Moçambique
Moçambique Sim Moçambique Na visao do E.V ninguem pode prestar ajuda a alguem, numa situacao de emergencia, sem a autorizacao e coordenacao do INGC, por outra, as pessoas que foram vitmas da tragedia, nao deveriam ser socorridas sem a devida autorizacao do Gov...@%&%@
3 · 3 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Se você julga que coordenação e autorização são a mesma coisa, Ok. Mas não é disso que falei aqui. Anuência não é sinónimo de despacho. Consentimento não é mesma coisa que despacho. Informar não é mesma coisa que pedir autorização. O sucesso de qualquer acção de emergência reside na comunicação.
1 · 3 h
Eliminar
Moçambique Sim Moçambique
Moçambique Sim Moçambique Caro E.V, veja que cerca de 99% dos comentarios, sao contra o seu posicionamento, isso mostra que, talvez a mensagem que querias fazer chegar, nao foi bem transmitida, ela tambem ela peca pelo timing, ou seja, ser uma reacao de uma acao de um partido da oposicao que outrora nao fora criticada quando feita por outros. Creio que como um analista, podes claramente concluir que a razao pelo qual os lideres nao receberam o donativo, sao questoes meramente politicas, nao e' a primeira, e inflelizmente nao sera a ultima vez que isso acontece.
Eliminar
Wamba Muthine
Wamba Muthine E.V está a se engasgar
Eliminar
Hassan Osman
Hassan Osman Neste mesmo caso, bem recente, assistimos a figuras da proa que viraram notícia por terem estado presente para dar a sua Solidariedade, pelo que não vejo nada de mal nesta atuação do
MDM, que é normalíssima, só que esta rejeição é que é mesmo anormal e só poderia ter vindo dos líderes tradicionais que, infelizmente, quer me parecer estarem a sofrer uma forçada "formatação"!
Eliminar
Guimaraes Cidalia
Guimaraes Cidalia Kkkkkj de facto para socorrer não precisa autorização mas coisas se política fomos lá com pouco de orgulho,no fundo a ideia era vender o nosso peixe kkkkk campanha anticipada só que .....
Eliminar
Nelson Junior
Nelson Junior Este caso, claramente, claramente demonstra como voces estao divididos:...identificam-se primeiro, como renamistas, frelimistas, emdmistas, etc etc e depois como mocambicanos...um simples gesto humanitario eh politizado, analizado, debatido, etc etc etc...realmente nem voces mesmos sabem como lidar uns com os outros sem interferencias ideologicas partidarias...e isso eh perigoso, pois preocupam-se em pequenas coisas, e esquecem-se dos assuntos mais serios:como o da unidade nacional....
3 · 2 h
Eliminar
Egidio Vaz
Egidio Vaz Está um povo inteiro a ser manipulado por um acto matreiro.
Eliminar
Nelson Junior
Nelson Junior Indeed!...eh triste e incompreensivel
Eliminar
Oscar Pereira
Oscar Pereira Dor de cotovelo
Eliminar
Carlos Jossia
Carlos Jossia É um partido politico , ajuda ia nessa condição ! por isso nao vejo onde está o problema de alguem com rotulo tenha seja impedido de manifestar solidariedade ... Nem que viesse do marte ..
Eliminar
Nelson Junior
Nelson Junior Ps!... mas, os mocambicanos nao tem culpa- tudo isto sao sequelas das politicas da frelimo que diziam o seguinte: todo o mocambicano deve ser da frelimo e se nao o for nao eh mocambicano...e aqui estamos hoje com estas vergonhasas situacoes: irmao a recursar a mao de ajuda doutro irmao..bem feito!...continuem assim e vao ver que Pais voces vao deixar pra os vossos filhos e netos...,
3 · 2 h
Eliminar
Almeida Carvalho
Almeida Carvalho Desta vez fost mto infelz nest post...
2 · 2 h
Eliminar
Guimaraes Cidalia
Guimaraes Cidalia Esses queriam aproveitar a tragédia para pré campanha quer apoiar ainda chega lá fala de politica
Eliminar
Osvaldo Mainde
Osvaldo Mainde Comentário que não tem.Nada a.ver
Eliminar
Inacio Cachomba
Inacio Cachomba Meus caros eu não sou do partido A, B ou C, a minha inquietação é " se fosse o partido no poder a prestar esta solidariedade será ke os líderes iam mobilizar a população para negar??? ". Qual foi a motivação desse líderes tradicionais para agirem assim? ???
1 · 2 h
Eliminar
Filho Do Cinzentinho
Filho Do Cinzentinho Se fosse a FRELIMO? R: Não
Eliminar
Januario Augusto Paticene Paticene
Januario Augusto Paticene Paticene E' por isso que algem e roubado e grita mbava,mbava e ninguen pega,porque e trabalho da Policia
Eliminar
Belino Mussa
Belino Mussa Para uns é correcto e outros não!
Eliminar
Domingos Raul Escrever Qualquer
Domingos Raul Escrever Qualquer Sempre eloquente...em fim boa observação
Eliminar
Eddy Prínce Simbine
Eddy Prínce Simbine O sr. Egidio Vaz será q acompanhou via TV ou rádio a ida do A. Chipande lá em Kaphirizange??aquela oferta que ele fez emtregou ao INGC?? Porfavor eu respeito muitos as suas opiniões mas desta vez parace q despertaste d alguma soneca e puseste-te a correr e sem saber para onde ia e doquê q estás a fugir e zas emtrou a moda paraqueda numa cova bem maior, devia ter o mínimo d vergonha em publicar isto mais velho não acha?porque os factos n terreno te desmentem
2 · 2 h
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa A Judá a gora virou campanha?crítica os quem roubaram ao pais,não os que querem a judar os que estão a sofrer.
A frelimo roubou ao povo não falaste nada Dr vaz
Eliminar
Edson Cumbula
Edson Cumbula Egidio Vaz Você é neutro ou de um partido vamos ser claro porque não vejo mal nenhum de MDM ser solidário com as vítimas independentemente de estar a fazer política é neste momentos que polo menos os partidos fazem coisas de jeito.
1 · 1 h
Eliminar
Edson Cumbula
Edson Cumbula Um dia eu achei que Egidio Vaz fosse um bom analista político mas hoje já não rendo consigo cada dia você vem mim decepcionado fica do lado do partido no poder
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Tá a serviço dos patrões verdadeiro.
Eliminar
Antonio Manhique
Antonio Manhique Li os comentários. Que Deus abençoe e cure as vítimas que são sacrificadas pelos que tem mordomias vindas dos impostos das mesmas (vítimas).
Eliminar
Caetano Joaquim
Caetano Joaquim
Eliminar
Jose Waite
Jose Waite Esta posicao so posso comparar com aquela maxima de que a MANIFESTACAO carece de autorizacao das entidades compententes as quais sao epicentro da tal manifestacao. Ora esta!!!! Desde quando isto funcionou?
Eliminar
Jossias Six
Jossias Six Uma profunda reflexão meu grande admirador Egidio Vaz com preguiça de leitura mas as suas publicações sempre me suscita interesse de leitura.
Sobre o seu argumento é lógico que as autoridades governamentais são responsáveis mas na minha opinião para si
tuação de emergência o processo não pode ser tão formal porque a lentidão do processo pode pôr em causa situação mais gritante aquelas famílias muito mais ainda que as famílias são carenciadas,e me parece que a logística do hospital não é tão saudável,com isso para mim não haveria nenhuma inconveniência de deste ou qualquer grupo dar o seu apoio directamente como forma de aliviar sofrimento destas famílias.
Os apoios sempre existem mesmo no seio das comunidades,vizinhanças existem com isso levaria mós está semelhança,quero acreditar que essa formalidade pode pôr em causa a hospitalidade das pessoas quer singulares ou organização.
Para terminar desejo lhe votos de boa noite continue dar um brilho e passos mais galopantes nas intervenções e muitos sucessos na sua carreira
1 · 1 h
Eliminar
Danilo Naiene
Danilo Naiene Finalmente fiquei saturado com o posicionamento de Egídio e mostra claramente que quem quiser continuar a seguir esse inocente passará a ser um analfabeto de retorno( alguém que aprendeu e está numa situação de desaprender), igual ao Egídio Vaz (analfabeto de retorno). Caro Egídio se tens a ganhar alguma pontuação com os seus posicionamentos, lhe peço que pares por aí pois estas a cair no ridículo e estas a ser um imbecil e ignorante, o povo conhece a verdade.
Eliminar
Atumane Muenhe Muenhe
Atumane Muenhe Muenhe Se fosse doaçao de sangue diriamos isso? Só hoje que estamos aver a desorganização porque MDM foi infeliz? Desde 1975 só conseguimos dispertar porque a oposição está acopiar o que faz aposição! Amanhã podem vir na minha traz dizendo "Viva Unidade Nacional"
Eliminar
Abilio Lazaro Mandlate
Abilio Lazaro Mandlate Não entendo a razão dos ataques a Egidio Vaz! Eu acho que seu posicionamento está muito claro, nós é que nós indignamos selectivamente! Está claro que ele não concorda com esses apoios directos, sejam eles de quem for... principalmente quando se pretende fazer aproveitamento político da situação! Concordo que todos Oslo apoios - tanto do MDM como da OJM - deviam ser canalizados via INGC!
Eliminar
Elias Valente Langa
Elias Valente Langa Em tão diga ele para não criticarem MDM só.mais não está na lei que devemos dar os nossos donativos a INGC
1 · 33 min
Eliminar
Joao Alexandre Papucides
Joao Alexandre Papucides Amigo Vaz, desta vez vou descorda consigo. Esta a politizar quando n devia. Ninguem necessita de anuencia para ser solidario com o seu proximo. A O.J.M. estava autorizada? Por outro lado temos o exemplo do passado em que os bens confiados as ditas organizacoes de direito foram parar nas casas dos secretarios.
Eliminar
Joao Alexandre Papucides
Joao Alexandre Papucides Para mim as autoridades tradicionais foram manipuladas. Sabem por quem? Nao digo. Todos sabem.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook