segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Sobre crítica ao regime da Frelimo em Moçambique




    1. Critiquemos construtivamente a governação da Frelimo, sob liderança de Filipe, mas permitamos que o Governo de Moçambique trabalhe à vontade, sem obstruções.
      Obstruir a governação ou ofuscar os nossos actuais líderes, tirando-lhes protagonismo, inviabiliza a consolidação do Estado de Direito Democrático em Moçambique.
      Um bom exemplo de reforma está a ser dado por Armando Guebuza. Não anda a fazer sombra ao Filipe Nyusi, como fazem Graça Machel e Joaquim Chissano. Para os jornalistas que andam a perseguir estas duas últimas personalidades moçambicanas, como que por encomenda, aqui vai o meu triplo pedido:
      Pedido 1
      Perguntai, por Moçambique, ao Joaquim Chissano, o seguinte:
      Qual foi a dificuldade de terminar a implementação do Acordo Geral de Paz, negociado e assinado em Roma para Moçambique, dentro dos prazos fixados nos protocolos que compõem aquele acordo, para a Renamocontinuar ainda uma organização armada protagonizando episódios de terrorismo neste país (Moçambique)?

      Pedido 2
      Perguntai, por Moçambique, à Graça Machel, o seguinte:
      Por que ainda reclama protagonismo na família Machel, se depois da morte trágica de seu marido, Samora Machel, ela contraiu matrimónio em segundas núpcias com Nelson Mandela, onde voltou a ficar viúva? Não era suposto ela estar a liderar a família Mandela, em vez da família Machel?

      Pedido 3
      Perguntai aos juristas, o que dizem o direito moçambicano e o sul-africano, comparados, para melhor se entender a situação familiar da Graça Machel, que ora manda recados em Moçambique, ora os mandas na África do Sul?

      Epílogo
      As perguntas sugeridas acima necessitam de respostas precisas e coerentes. A falta dessas respostas está a gerar confusão nos registos e na interpretação da História de Moçambique. Às vezes há até incidentes protocolares de difícil correcção, que chegam a embaraçar oficiais de Estado mesmo além fronteiras.

      GostoMostrar mais reações
      Comentar
      Comentários
      Egidio Vaz
      Egidio Vaz O problema na verdade é do nosso mindset, somos uma sociedade que celebra a amnésia colectiva ao ponto de ver os reformados como alternativa aos desafios de uma nação. E os jornalistas, porque acriticos, querem a todo custo celebrar esse passado que pouco dominam, projectando essas vozes como a reserva moral de um partido político que possui tantas alternativas que o vício do passado.
      Falta aos moçambicanos duas coisas: uma consciência histórica critica e uma consciência cognitiva fecunda.
      Gosto · Responder · 7 · 4 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Egidio, só para que fique claro, podes traduzir em miúdos essa da "falta de consciência cognitiva fecunda"?
      Gosto · Responder · 1 · 2 h
      Télio Chamuço
      Télio Chamuço Pois. Explica isso, Egidio.
      Gosto · Responder · 2 h
      Egidio Vaz
      Egidio Vaz Segundo a pesquisa do Shenga e Yattes (2005) os moçambicanos possuem níveis mais baixos de consciência cognitiva em comparação com alguns países da África Subsariana. Consciência cognitiva significa a capacidade dos cidadãos conhecerem e exercerem os seus direitos cívicos e assim poderem interagir directamente com os poderes públicos. A fecundidade consiste na capacidade em estes cidadãos poderem publicamente e de forma consequente se interessar pela política. A nossa sociedade não está e não se interessa pela política.
      Gosto · Responder · 1 · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf De 2005 a esta parte - e muito motivado pelo "guebuzismo - a consciencia cognitiva dos moçambicanos mudou radicalmente!... ntsém
      Gosto · Responder · 2 h · Editado
      Egidio Vaz
      Egidio Vaz Não mudou não. Um estudo recentemente feito pela Pew Research indica que os africanos perderam interessa pela política. No caso moçambicano, a estupidificação da sociedade está a ganhar corpo. Se for a olhar as maiores manifestações havidas desde 2000, as bem sucedidas foram as que protestavam contra aspectos concretos: guerra e rapto. Não me recordo de outra contestando contra a governação ou outros temas. As manifestações violentas foram contra o preço do chapa. Nem a cesta básica que fora a promessa de Guebuza foi contestada.
      Gosto · Responder · 2 h
      Egidio Vaz
      Egidio Vaz E mais Homer Wolf, o país está calmo. Esquece o calor das redes sociais e das redações. Ainda estamos longe
      Gosto · Responder · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Ok Egidio Vaz... Vou fingir que sou um turista dinamarquès que está em Moçambique há uma semana e so conhece a Julius Nyerere e a Marginal de Maputo...
      Gosto · Responder · 2 h
      Egidio Vaz
      Egidio Vaz Não finja, vamos discutir Homer
      Gosto · Responder · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Eu discordo completamente com o que dizes acima sobre a falta de consciencia congnitiva fecunda - a expressáo até é bonita, mas absolutamente redutora... Senão vejamos; porque é que o governo pensa 2 vezes antes de se atrever a aumentar os preços do pão ou do combustível?

      Depois, essa de "manifs bem sucedidas" é um conceito puramente subjectivo...
      Gosto · Responder · 2 h
      Egidio Vaz
      Egidio Vaz Manifs bem sucedida a avaliar pelo número de adesão. Aquela organizada pela sociedade civil não lembra o diabo. Em Maputo, duas comunidades religiosas dominam as massas. A muçulmana e a IURD. Onde entram os muçulmanos a manif é bem sucedida. Mas eles só se metem em assuntos claramente sociais. A IURD serve para banho de multidão aos dirigentes. Agora está a caminho a Igreja Velha Apostólica. 
      Pensar duas vezes é típico de um governo responsável. E se dependesse de todos nós, a vida seria mais bem batata

      Eliha Bukeni
      Eliha Bukeni Caro Prof. JJC, nao consigo vislumbrar nenhuma alteracao da postura publica de JAC e GM no actual mandato de FJN face ao mandato de AEG, que poderia validar a hipotetica tese de obstrucao ou ofuscamento da governacao de FJN. Contrariando a perspectiva do Prof., os saldos transitados da governacao de AEG estao desde o inicio do seu mandato a ensombrar a governacao de FJN, porquanto, os 2 maiores problemas que tiram sono a FJN sao a guerra e as Dividas ocultas. Quem pos termo a mais de 2 decadas de paz neste pais? Resposta: AEG. Quem contratou ilegalmente as dividas ocultas que estao a bloquear a economia deste pais? Reeposta: AEG. Haja bom senso. Tsc!
      Gosto · Responder · 2 · 3 h
      Mondlane Dzowo
      Mondlane Dzowo Aprendi em Manjacaze que a segurança e garantia de uma panela de barro nova depende de cacos da panela velha. Isso na olaria xope. Agora, na política....!!!!???
      Gosto · Responder · 2 · 3 h
      Eunicio Jeje
      Eunicio Jeje Agreed 💯. 
      Vou partilhar com vossa permissao! Faxavor out.
      Gosto · Responder · 3 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Chissano e Graça outra vez???...
      Gosto · Responder · 2 h
      Josue Mucauro
      Josue Mucauro A vida é feita de aprendizagem, hoje aprendi "Manifestações bem sucedida"... Para já, única manifestação que levou o governo a recuar sua decisão foi aquela que houve vandalizacoes, e não teve nenhuma sociedade civil, igrejas, outros waro waro
      Gosto · Responder · 1 · 1 h
      Josue Mucauro
      Josue Mucauro Não sei se JAC e mamã GM estão a fazer sombra FJN, mais as dívidas e a tensão política criada no tempo AEG estão a fazer sombra ao FJN. O homem desde que chegou ao poder está gerir "problemas "... Cheira sabotagem, mais enfim, cada um vê como quer ver
      Gosto · Responder · 1 h
      Eunicio Jeje
      Eunicio Jeje "Cada um vê como quer". 
      Pois um veria assim:
      "O FJN está como PR porke existe algo k tem k ser gerido." E ele nao haveria de gerir aquilo se nao fosse pela própria pele.


      AS "VIUVEZES" DA MAMÃ...
      «Perguntai, por Moçambique, à Graça Machel, o seguinte:
      Por que ainda reclama protagonismo na família Machel, se depois da morte trágica de seu marido, Samora Machel, ela contraiu matrimónio em segundas núpcias com Nelson Mandela, onde voltou a ficar viúva? Não era suposto ela estar a liderar a família Mandela, em vez da família Machel?
      Perguntai aos juristas, o que dizem o direito moçambicano e o sul-africano, comparados, para melhor se entender a situação familiar da Graça Machel, que ora manda recados em Moçambique, ora os mandas na África do Sul?»
      Profe Julião Cumbane
      PS: (1) Eu só não entendo onde é que nós (povo moz) entramos nessa de, se a Graça "comanda os Mandelas ou os Macheis"...
      (2) Na postagem (integral) do Profe, Joaquim Chissano e Graça Machel, voltam a ser apontados como os grande "sabotadores" da governaçáo actual PR Nyusi... eh eh eh
      GostoMostrar mais reações
      Comentários
      Eugenio Justo Vitorino
      Eugenio Justo Vitorino Os sabotadores da Governacao do camarada Nhussy todos nos os conhecemos e andam bem identificados, porque tentarem distrair nos?
      Gosto · 8 · 2 h · Editado
      Homer Wolf
      Homer Wolf ntsém!
      Gosto · 1 · 2 h
      Zaynabo Magalhaes
      Zaynabo Magalhaes E tudo farinha do mexmo saco...
      Gosto · 2 · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf eh eh eh... quem?
      Zaynabo Magalhaes
      Zaynabo Magalhaes Essex mexmo
      Homer Wolf
      Homer Wolf Esses quais Chinha?
      Zaynabo Magalhaes
      Zaynabo Magalhaes Os politicos
      Gosto · 1 · 2 h
      Sabino Meigos
      Sabino Meigos Só que do outro lado não há molezas mano.
      Gosto · 2 · 2 h
      Milou Meque Rajani
      Milou Meque Rajani Nem po! E pelo que tenho lido e percebido das entrevistas, a famelga la do outro lado não "agramam dela". Ehehehe? "Mas prucauso di quê meju? Num sei" 😄 Então sobra a Machelada pra liderar 😄
      Gosto · 2 · 1 h · Editado
      Maria João Marques
      Maria João Marques Mas, que mal pergunte , existe diferenca juridica no termo "viuva" no conceito Moçambicano e no conceito Sul- Africano ? no conceito juridico português, entende-se por viuva : a mulher que era casada e teve o fim do casamento por morte do marido. Confesso que sinceramente não percebo ... :-/ ( até me apetece dizer uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa )
      Gosto · 6 · 2 h
      Kuyengany Produções
      Kuyengany Produções O Proff é que é um Sabotador Sim
      Gosto · 8 · 2 h
      Pablo Osvaldo Osvaldo
      Pablo Osvaldo Osvaldo Kkkkkk maning
      Homer Wolf
      Elton Dagraca
      Elton Dagraca talvez seja esse o sabotador da governacao de Nyusi.
      Donganyane Flores
      Donganyane Flores "Reclamar protagonismo" é o q?
      Gosto · 2 · 2 h
      Maria João Marques
      Maria João Marques ahahahahahah
      Maria João Marques
      Maria João Marques Protagonismo sei, reclamar é que não me lembro o que é :-D :-D :-D
      Gosto · 1 · 2 h
      Donganyane Flores
      Gosto · 1 · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf E neste exacto momento lá está o Profe na TVGungu a bater-se com Alice Mabote, Domingos Gundana e outro académico...
      Os telespectadores não lhe poupam... eh eh eh
      Gosto · 7 · 2 h · Editado
      Kuyengany Produções
      Kuyengany Produções Conta là mais Wacko Brother
      Homer Wolf
      Homer Wolf Nada a acrescentar... as ideias do costume
      Gosto · 1 · 2 h
      Kuyengany Produções
      Initovitch Gulupov
      Initovitch Gulupov Homer Wolf no TvGungu ou no Gungulinho? So pode ser no teatro pra crianças! Epa!
      Constantino Joao
      Constantino Joao Eu não creio que Graça e Joaquim Chissano estejam a sabotar a governação do Nyusi. Para isso ser verdade, tinham de estar a inviabilizar políticas e projectos do Presidente Nyusi. Que eu saiba, até hoje nunca ouvi dizer que projecto "X" ou "Y" não teve pernas para andar por causa da Graça Machel ou de Joaquim Chissano.
      Gosto · 1 · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf É óbvio!
      Sura Rebelo
      Sura Rebelo Os distraidos compram
      Gosto · 2 · 2 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Compram o quê já?
      Moniz S. Walunga
      Moniz S. Walunga Sura, so' que sao poucos e a tendencia da equacao tende a caminhar exponencialmente para ZERO...!
      Gosto · 1 · 2 h
      Sura Rebelo
      Sura Rebelo As "aulas" do prof
      Sura Rebelo
      Sura Rebelo Moniz S. Walunga tem distraidos por conveniencia.. coisa q aprendi a ver
      Gosto · 1 · 2 h
      Moniz S. Walunga
      Moniz S. Walunga Oh, estu a ver! Que pena...!
      Gosto · 1 · 2 h
      Calicas Coelho
      Calicas Coelho Este ta a procura de um lugar no governo. Só q as vagas já tao ocupadas!
      Gosto · 2 · 2 h
      David Colaco Ribeiro
      David Colaco Ribeiro Esse professor já nos deixou a bue...acho que está a viver "horas extras".
      Mondlane Calane Dzovo Kito
      Mondlane Calane Dzovo Kito Não preciso de binóculos, para ver os verdadeiros sabotadores do governo do baixinho, portanto não vale tentar me distrair oh sopisori.
      Gosto · 3 · 2 h
      Antolinho André
      Antolinho André Se não precisam binóculos para ver quem são os que procuram obstruir o Nuisi porquê não agem que nem o professor que está sendo directo e real? Quem sabe se com esta abertura e frontalidade desmisticamos o problema para que todos possamos viver em paz e preocupados com o desenvolvimento?
      David Colaco Ribeiro
      David Colaco Ribeiro Hahahah Antolinho André...hahaha..o poblema é que esse teu prof que estás a defender, sabe muito bem quem ão as pessoas que estão a sabotar o Governo do Nyusi e anda aqui a nos distrair apontando pessoas erradas. Quer nos atirar poeira aos olhos e tapar o sol com a peneira.
      Gosto · 1 · 1 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf O Antolinho André parece o G-40 do Profe...
      Gosto · 1 · 1 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Primeiro provem que Nyusi está a ser "sabotado"... Cá para mim ele simplesmente não "os" está a ter no lugar, para mandar um berro e colocar as coisas na ordem...
      Gosto · 3 · 1 h · Editado
      Germano Milagre
      Germano Milagre pau mandado por quem o escolheu ... temos que chamar as coisas pelos nomes ...
      Initovitch Gulupov
      Initovitch Gulupov Homer Wolf, esse "tio" deve ser um especialista em regadio—meter agua! Eu penso que o "su nao tem nada a ver com as salsas". O que tera haver entre a viuvez de Machel e depois de Mandela com a cidadania da GM? Ela ja perde a cidadania MOZ por ela ser viuva dos 2? Ela ja nao pode opinar sobre a situação politico—social e econômico do país dela? Ela sempre foi membro activo do partido no poder do pais dela!
      Gosto · 2 · 1 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf Pois, esse é a pergunta mais óbvia: perdeu o direito á opinião?...
      Gosto · 1 · 1 h · Editado
      Maria João Marques
      Maria João Marques 2ª pergunta, será que, o casamento legal com Mandela, lhe retirou os direitos de opinar ? :-D :-D :-D
      Gosto · 1 · 1 h
      Initovitch Gulupov
      Initovitch Gulupov Sabem isso é "brincar" com a viuvez dos outros...isso ate ofende pah.
      Francey Zeúte
      Francey Zeúte Ele não está a ser sabotado. Como disse o magnífico reitor Lourenço do Rosário, Nyusi teve "azar" chega a presidência numa altura que o país é confrontado com desafios com que não se estava a espera. Descoberta de dívidas ocultas, o alastramento do conflito militar, a seca de e cheias com que estivemos mergulhados, ...Mas, recordo-me que o economista Roberto Tibana deu uma resposta contundente e a altura ao magnífico reitor, publicada no semanário savana.
      Gosto · 1 · 1 h
      Homer Wolf
      Homer Wolf E eu concordo com o economista. Nyusi sabia muito bem o que lhe esperava, ntsém...
      Gosto · 1 · 19 min
      Francey Zeúte
      Francey Zeúte Aquele texto o magnífico reitor não tinha como responder foi uma "bomba na cabeça do magnífico"

    1 comentário:

    Chuphai Mutucua disse...

    Eu como não sou professor, mas um pacato cidadão preocupado mais com a promoção da cidadania, vejo que o Sr. Cumbane anda a criar confusão nas cabeças das pessoas e não posso ser seu seguidor. Todas as perguntas de pedido para me não tem fundamento. Armando Emílio Guebuza deixou um saldo negativo na sua governação e colocou Nyusi para defender seus interesses, pelo que só diz a Nyusi aquilo que ele quer a Nyusi em segredo e jamais vira ao público.
    Chissano fez tudo para manter a PAZ na sua governação e não deixou saco vazio na sua saída como fez Guebuza;
    Graça Machel mesmo casado com Mandela não mudou o seu nome, continuou Graça Machel até hoje, sinal de ser uma mulher que merece o respeito e consideração. Ela não deixou de ser Moçambicana, agora se o Sr. Cumbane queria que ela ficasse solteira para sempre só porque foi primeira-dama de Moçambique engana-se, antes de ser esposa de um falecido presidente, ela é uma mulher que tem todos os direitos de manter relações amorosas com quem ela pretender, por ser necessidade de qualquer ser humano.
    Acho que devemos analisar as coisas e não meter minhocas na cabeça das pessoas.
    Este governo de Nyusi é pior que governo do Colono e merece ser criticado para que mude de comportamento e mesmo se cair, eu não me arrependerei porque este governo é cruel, mata, tira o pão aos pobres em particular os que mais trabalham nesta pátria, provoca guerra e não tem coragem de meter na cadeia aqueles que desgraçam ou desgraçaram a pátria.

    Windows Live Messenger + Facebook