quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Memorando revela detalhes das negociações

Brexit

Brexit.

Foi divulgado um memo secreto, após uma reunião com Theresa May, que revela detalhes das negociações do Brexit. Que diz que é "improvável" que o Reino Unido continue no mercado único europeu".
Theresa May tem evitado que sejam públicos detalhes sobre as negociações
ANDY RAIN/EPA
É “improvável” que o Reino Unido continue no mercado único europeu. De acordo com um memo secreto que está a ser divulgado pela imprensa britânica — após uma reunião na residência oficial da primeira-ministra Theresa May –, é “improvável” que o país continue a beneficiar do Mercado Único depois de sair da União Europeia. Segundo o The Telegraph, o memo cita a “dificuldade na implementação” do Artigo 50, que é o ponto de partido das negociações.
Dificuldades na implementação do Artigo 50 – Barnier quer ver primeiro como é que está o acordo. Tem de ser feita em paralelo – 20 negociações estranhas. Manter os dois anos. Não vão ser fornecidos mais pormenores. Achamos que é improvável que nos seja oferecido o Mercado Único. Manufaturação relativamente direta. Transitória – Repugnância em fazê-lo. Whitehall vai segurar. Temos de pôr fim às negociações”, lê-se no memo citado pelo TheTelegraph.
O Governo britânico já veio adiantar que o documento não é oficial e “que não representa a posição do Reino Unido nas negociações do Brexit”, conta a publicação britânica, que não especifica quem mais esteve presente na reunião. Contudo, sabe-se que o memo foi levado da reunião por uma assessora do vice-presidente do partido, Mark Field.
O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, tinha dito em junho que se os britânicos decidissem abandonar a União Europeia também deixariam de poder contar com algumas benesses, como o acordo que foi oferecido à Noruega e à Suíça. “Será uma decisão contra o mercado único”, disse na altura.
O mercado único é um mecanismo de integração económica que permite que haja livre circulação de pessoas, bens, mercadorias, serviços e capitais na União Europeia.
O Ministro das Empresas, Greg Clark, disse à BBC que estava interessado em ver o documento porque, tendo em conta o que veio a público, “não refletia as conversas que têm estado a ocorrer em Downing Street”. No memo, lê-se que o responsável da União Europeia pelas negociações, Michel Barnier, “quer ver primeiro o que é que a proposta do Reino Unido contém”, mas que não vão ser fornecidos mais detalhes sobre o assunto.
A primeira-ministra britânica Theresa May tem recusado avançar com pormenores sobre a estratégia que o Governo está a delinear para o acordo com a União Europeia.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook