terça-feira, 8 de novembro de 2016

Mais um grupo de burladores cai nas mãos da Polícia em Manica


PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 08 Novembro 2016
Share/Save/Bookmark
A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica deteve dois indivíduos, na semana finda, acusados de burlar clientes de alguns bancos nas caixas automáticas, vulgo ATM’s. Na posse dos visados foram encontrados pelo menos 10 cartões bancários.
Os supostos burladores estão privados de liberdade nas celas do Comando Distrital de Gondola.
Segundo as autoridades policiais, o grupo faz parte de uma quadrilha que se faz por pessoas de boa-fé só burlar cidadãos incautos ou com dificuldades para efectuar transacções nas ATM’s.
Os modus operandi do bando consistiam em, durante o alegado auxílio, trocar os seus cartões bancários sem fundos com os das suas vítimas e os respectivos códigos. Mais tarde eles sacavam ou transferiam o dinheiro para outras contas particulares criadas para o efeito.
O esquema repetia-se com cada pessoa que caía nas suas artimanhas, disse a Polícia.
Os dos detidos assumem as acusações que pesam sobre si e alegam que enveredaram por esta prática movidos pela ganância do dinheiro.
Um deles disse que aprendeu a burlar pessoas na cidade de Chimoio e a operação não é obra do acaso: “levei um mês a aprender fazer isto e tudo depende da forma como se trabalha a mente da pessoa (vítima), no segundo mês já estava a praticar”.
O segundo elemento contou que teria os artifícios foram ensinados por cidadão de nacionalidade zimbabweana, cuja identidade e paradeiro não foi revelado.
Segundo a Polícia, este é o segundo caso que acontece em Manica, este ano. O primeiro ocorreu em Junho, envolvendo quatro cidadãos identificados pelos nomes de Hermenegildo Elias, Cremildo Xavier, Mário Durão e Miguel Carlos, com idades que variam de 26 a 34 anos, que além de burla clonavam cartões bancários.
Refira-se ainda que um outro jovem de 30 anos de idade, que actuava da mesma forma, foi semana passada desarticulado em Xai-Xai, na província de Gaza.

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook