quarta-feira, 2 de novembro de 2016

DHLAKAMA: HERÓI NACIONAL VIVO


Magazine CRV
29 de Outubro de 2015 ·


Moçambique -Opinião
DHLAKAMA: HERÓI NACIONAL VIVO
-Herói do Povo e não de assaltantes

----->> Considera o analista Egidio Vaz, num artigo intitulado "Olá Paz!", para quem, depois de Eduardo Mondlane, Uria Simango e Samora Machel, Afonso Dhlakama é a quarta maior figura política da história de Moçambique

Por: Egidio Vaz -www.facebook.com/egidio.v.raposo | 28/10
Foto-montagem: M-CRV

Beira (Magazine CRV) -- Olá Paz!

Depois de Eduardo Mondlane, Uria Simango, Samora Machel, Afonso Dhlakama é para mim, a quarta maior figura política da história de Moçambique. Ele é o Herói Nacional vivo mais importante que do País tem neste momento. Estou a referir-me Herói do Povo e não de assaltantes.

A definição simples de herói em inglês diz que Herói é "uma pessoa CONHECIDA pelas FAÇANHAS DE CORAGEM ou nobreza de propósitos, especialmente aquele que ARRISCA ou SACRIFICA a sua VIDA" em prol de um bem comum e nacional.

Não existe quanto a mim, a melhor definição que esta. Primeiro pela sua natureza democrática. Ela abre espaço para que gangs de bandidos, assaltantes e corruptos tenham também seus heróis, seus chefes. Os critérios de avaliação podem ser ajustados à cada grupo. Mas para o povo moçambicano, a figura de Dhlakama encaixa como uma luva na mão.

• Afonso Dhlakama é uma figura conhecida
• Afonso Dhlakama é alguém que é conhecido pelas façanhas de coragem e nobreza de propósitos
• Afonso Dhlakama ARRISCOU a vida em prol da democracia
• Afonso Dhlakama corre o risco de SACRIFICAR a vida em prol dos objectivos nobres.

Se durante 16 anos Afonso Dhlakama lutou pela democracia multipartidária, ele agora tem dedicado a sua vida em prol da institucionalização da mesma.

Há 23 anos que as instituições de administração eleitoral “falham sistematicamente” na contagem do voto ou na organização do processo eleitoral que amiúde, resulta na falta da clareza sobre a justeza do vencedor e do vencido.

Hoje, Afonso Dhlakama corre o risco de vida só porque quer que em processos eleitorais, os votos sejam contados tal como foram votados. Só isso. Apenas isso. LIVRE, JUSTA E TRANSPARENTE CONTAGEM DE VOTOS. Aliás, este é que deveria ser o lema da CNE: por uma contagem de votos livre, justa e transparente.

No futuro, um futuro breve, quando os historiadores estiverem atarefados a corrigir os manuais de história de Moçambique, Afonso Dhlakama terá seu nome escrito em páginas douradas como quem primeiro lutou pela emancipação democrática e institucionalização da democracia multipartidária e segundo como quem lutou pela justiça eleitoral. Eu até estou a ver o Instituto Afonso Dhlakama para Estudos sobre Justiça Eleitoral e Paz de Moçambique.

PS: Este país não conhece Paz desde 2004, altura que Joaquim Chissano deixou de dirigir Moçambique!

A Paz de que todos almejamos, deve ser desfrutada por todos, incluindo pelo Afonso Dhlakama. Se o matarem, nada garante que o país volte à normalidade. Mondlane, Samora morreram mas a Frelimo, a própria Frelimo, continuou. E digo mais, a Frelimo não está em condições de garantir a Paz aos moçambicanos sem a imprescindível contribuição de Afonso Dhlakama. Nas cidades como no campo, as pessoas estão a espera pelo regresso de Dhlakama. As pessoas sentem-se seguras com Dhlakama passeando nas ruas das cidades, vilas e campos NÃO porque assim ele não represente ameaça MAS porque ele é o protector dos mais fracos, do povo moçambicano.

E existe mais uma razão par respeitar este velho resistente

• Se até a CNE – mesmo com roubalheira descarada - não conseguiu camuflar a popularidade e preferência de mais de um terço de eleitores moçambicanos em todo território nacional pelo Dhlakama o que garante que o país não venha a entrar em ebulição numa situação da morte injusta deste grande herói?

Não estou a dizer que seja isso que pretenda, MAS neste país nada está bem: a economia não está boa; a pobreza está a crescer, a corrupção está em alta, a insatisfação popular para com os serviços do estado é alta; enfim, tem tudo para que um "maluco" instrumentalize as pessoas para a revolta!

PS1: Referências Bíblicas

Tiago 5:10
Irmãos, tomai como exemplo de paciência e perseverança a atitude dos profetas, que pregaram em Nome do Senhor, diante do sofrimento.

Salmos 118:5
Em meio à tribulação invoquei o SENHOR,e o SENHOR me respondeu, pondo-me a salvo!

Jonas 2:2,7
E disse: “Em meu desespero clamei a Yahweh, e ele me respondeu! Do ventre do Sheol, da morte, gritei por livramento, e
tu, ó SENHOR, ouviste o meu clamor.…

Lucas 22:44
E, em grande agonia, orava ainda mais intensamente. E aconteceu que seu suor se transformou em gotas de sangue caindo sobre a terra.

Juízes 16:23-25
Então os chefes dos filisteus se ajuntaram para oferecer um grande sacrifício em honra ao seu deus Dagom e para comemorar seus feitos, pois exclamavam: “Nosso deus nos entregou nas mãos Sansão, nosso principal inimigo!”… (Redacção, extraído daqui: https://www.facebook.com/egidio.v.ra…/posts/1733638873530616)


GostoMostrar mais reaçõesComentarPartilhar
Comentários principais
2727
18 partilhas


Mussa A Taibo Pode nao acrdtar
Gosto · Responder · 31 de Outubro de 2015 às 19:25


Galxany Da Marta Bomês Ele xta de parabens de tudo que tem feito pelo bem do povo Moçambicano
Gosto · Responder · 29 de Outubro de 2015 às 22:33


Moises Abdala Apesar de ser a oposição mas é Moçambicano!
Gosto · Responder · 29 de Outubro de 2015 às 21:42


Hobety Luys Muhamby Sim senhora a que respeitar a pujança do académico Egidio Vaz. Eu pessoalmente tiro chapeu este artigo espelha muita verdade. Moçambique precisa de muito mais homens como Egidio Vaz.
Gosto · Responder · 29/10 às 12:55


Manuel Moises Sao poucos Moçambicanos q reconhece o heroismo dexte sr.Mexmo recomhecendo,sao poucos academicos q tem coragem de falar a verdade sobre Afanso Dlhakama.Tas de parabens academico Egidio Vaz pela coragem.
Gosto · Responder · 30/10 às 12:22


Mapsicha Chicunga Nwembje Lhjm Bem aja Dr. ESTA DE PARABENS e AGRADECER AO CRIADOR QUE TE ILUMINA DIA E NOITE.
Gosto · Responder · 29/10 às 19:30

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook