segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Carta Aberta aos Libertadores da Pátria I - Out 10, 2013


 
COMPARTILHE 

Quem me pode responder estas inquietações?

Por: Maria Alice Mabota
Sr. Director!
Peço à V. Excia para que aceite o meu pedido de publicação desta carta no jornal que sabiamente dirige.
Não sou jovem, pertenço à geração dos da luta armada. Não fui à luta armada porque nem todos deveríamos lá ir e nem tive condições para o efeito.
Naturalmente, compreendi as razões da luta armada de libertação em 1970 e, a partir daí apoiei e acreditei no que a falecida Ivete Mboa, na altura, me dizia.
Entre muitas coisas, ela vincava que lutar para libertar a terra e os homens do jugo colonial português era uma acção justa, pois o sistema vigente era uma coisa dolorosa e detestável. Ela comparava o colonialismo a alguém que sofria de falta de tudo e que viesse à sua casa pedir para ser acolhido e depois se tornar dono(a) da casa.
Chegou o 25 de Abril de 1974 e, o grupo Massinga, Taurino Migano, Sumbana, Muthemba e outros juntaram alguns jovens, na altura, para chamá-los à consciência sobre a luta de libertação e, que o futuro ainda era incerto, havendo assim a necessidade de se avançar para várias frentes.
A mim, Ana Maria , Guilhermina, Calisto e Milagre Mazuze coube-nos o trabalho de mobilização na zona sul e, infelizmente, a caminho de Chibuto tivemos um grande acidente donde saí sem uma única lesão, mas os meus colegas ficaram feridos. Porém, antes trabalhei na organização das mulheres para a causa da luta pela formação da nova sociedade, por isso, fui da OMM.
Acreditei e li em livros, dizendo que a Frelimo era um movimento de massas, um movimento anti-colonialista, anti-capitalista, anti-racista, anti-regionalista, anti-corrupção de tal sorte que ter amante, na altura, era visto como uma pessoa corrupta. Nunca na época se vislumbrava a dimensão da actual corrupção, daí o facto de ter aderido à revolução encabeçada pela Frelimo com maior vigor por acreditar nos seus ideais.
A avidez por dinheiro era impensável; quanto a mim, o dinheiro, esse sim, era necessário para a satisfação das necessidades básicas, mas tudo o que era ambição exagerada era combatido. Talvez o básico mesmo era suficiente, pois com 5.50 (cinco escudos e cinquenta centavos) dava para um litro de gasolina normal para o meu Volkswagen 1200 que eu tinha e dei boleia a muitos que chegaram da luta de libertação e que, na altura, nem sabiam comer com faca e garfo na mesa.
Anos depois, apesar da sobrevivência com repolho, farinha amarela e peixe sem cabeça que nunca cheguei a saber que peixe era, vivíamos moralmente felizes e, é por isso que aceitávamos ir à machamba do povo, limpar as estradas, ir à colheita do arroz no Chókwè com Jorge Tembe,na altura, Director do Complexo Agro-Industrial do Limpopo, ex- colonato do Limpopo.
Mas, deixo para os historiadores o relato das várias etapas por que passou este país e vamos agora à minha indignação dirigida às senhoras e aos senhores libertadores da pátria amada:
DEOLINDA GUEZIMANE,
GRAÇA MACHEL,
MARINA PACHINUAPA,
MONICA CHITUPILA,
MARCELINO DOS SANTOS,
JORGE REBELO,
JOAQUIM CHISSANO,
MARIANO MATSINHE,
ALBERTO CHIPANDE,
RAIMUNDO PACHINUAPA,
SERGIO VIEIRA,
JOAO AMÉRICO MPFUMO,
HAMA THAI,
ÓSCAR MONTEIRO,
PASCOAL MOCUMBI,
PADRE FILIPE COUTO
Vocês todos respondam-me, por favor, quem foi verdadeiramente o combatente Armando Emilio Guebuza?
Sabem porque? Samora deixou o país destruído pela guerra, mas tinha moral, ética, identidade e espírito de unidade nacional. Dizia que lutava pela unidade de todos mesmo que tivesse sido em teoria; ele procurava reflectir a moral do seu povo e ninguém imaginava que o actual presidente estava metido em negócios. Sabem, no meu tempo, filha de uma prostituta subia para o altar de véu e grinalda.
JOAQUIM CHISSANO saiu do poder e deixou os cidadãos com alguma moral e esperança. Que me lembre não deixou muita gente tão descontente como estão os cidadãos hoje, sem esperança, sem moral, sem dignidade onde cada um só pensa em roubar para ser rico. Nunca ouvi o povo tão revoltado e sem esperança como está agora.
Ora, vejamos:
A corrupção aumentou sem qualquer plano de acção para o seu combate;
A incompetência dos governantes acentuou-se mais e passamos a ver ministros que nem sequer sabem o que fazem, não conhecem a casa que governam, os problemas dos seus pelouros e não medem palavras quando se dirigem aos cidadãos; a criminalidade aumentou assustadoramente; a sinistralidade está ceifando vidas diariamente nas estradas; os incêndios jamais vistos ocorrem nesta governação; o branqueamento de capitais, o tráfico de órgãos humanos, drogas e armas fazem parte do sistema de uma forma impune.
Os raptos sucedem-se e atingem números que assustam. A comunidade asiática, apesar de ser composta por moçambicanos com igual direito de protecção, nada é feito para a acudir. No mínimo o estado deve esclarecer este fenómeno que, ultimamente, virou crime organizado com impacto social e económico bastante negativo.
As manifestações de vários segmentos sucedem-se, dia após dia, mas a Polícia de Intervenção Rápida é, de facto, veloz para descarregar sobre cidadãos no gozo dos seus direitos. Para não falar de perseguições consequentes desde o emprego até a casa. Vivemos, sim, momentos de terror e incerteza.
A greve do pessoal da saúde, por duas vezes, sem resposta e que continua silenciosa. Basta ir para qualquer posto de saúde ou hospital para ver como é que o povo sofre. A greve silenciosa na saúde tem efeitos mais nefastos do que a da rua.
Os médicos, enfermeiros, todo o pessoal da saúde e suas famílias continuam a sofrer, ameaças, despedimentos, transferências, descontos, processos disciplinares e humilhações. É para isto que lutaram e pensam que nos libertaram? Libertaram a terra, mas os homens continuam debaixo do sofrimento.
Os dois levantamentos populares aconteceram e marcaram os dois mandatos de Armando Guebuza em que as pessoas procuraram demonstrar a sua revolta ante a má governação. E o governo no lugar de transmitir mensagem de esperança, distanciou-se cada vez mais, matando inocentes.
Senhoras e Senhores libertadores acima citados e outros esclareçam-me:
Quem foi, afinal, Armando Guebuza, ontem, na luta de libertação que tantos anos convosco viveu e não o descobriram que é a pessoa com mais espírito de negócios pessoais, ambição e ganância desmedida. Porquê não descobriram que ele é que poderia virar o país para o abismo e não somente o Lázaro Nkavandame e Urias Simango que os textos parciais da Frelimo tanto nos deliciam?
Digam-me minhas senhoras e meus senhores foi para isto que lutaram e tomaram o poder para num minuto tornar a filha dele a mulher mais rica de Moçambique; não lutaram por uma sociedade equilibrada e de justiça social?
Eu acreditei no socialismo propalado pela Frelimo, não nisto que estou a ver e sentir porque é repugnante. Não tolero mais, confesso, publicamente.
Digam-me minhas senhoras e meus senhores porquê e de que medo têm de o enfrentar e lhe dizerem que esta não é a Frelimo que nós construímos em Junho de 1962? O que vos prende a ele ao ponto de engolir tudo isto? O povo está a sofrer e vocês são cúmplices do sofrimento do povo. A história julgará-vos-à por este silêncio do que pelos crimes que cometeram durante a luta armada de libertação. Porque durante a luta de Libertação todos estávamos convencidos que o colono é que era o nosso inimigo e todo aquele que a ele se aliasse ou tivesse suas atitudes era contra nós. E hoje, porquê o cidadão que já foi amado maltrata o seu povo; persegue-o. Traz exploradores piores que os colonos, pois não sabemos o que irão deixar quando saírem deste solo pátrio onde o colono nos deixou com a terra , os recursos naturais e casas onde hoje habitamos e, arrendamos por dólares sem termos construído.
Sabem, senhoras e senhores libertadores, esta indignação não é só minha é de muitos outros cidadãos e, se não saiem à rua têm medo da FIR que implantaram para maltratarem o povo que vocês lhe tiraram do colonialismo para pessoalmente maltratarem. Nas casas, nas ruas, nas festas e nos “chapas” toda, mas toda a gente só fala da má governação de Guebuza; escutem o jovem que canta a má governação dele, mesmo os que se encontram no poder dizem que o povo tem razão mas que fazer, temos filhos por sustentar e educar; dizem basta ver como ele exonera os seus quadros é humilhante nem parece que merecem dignidade. Eles bajulam, dizendo falem vocês, nós o que queremos é garantir o pão.
O Senhor Joaquim Alberto Chissano na última campanha nas instalações da EMOSE afirmou categoricamente que confia no Guebuza porque o que ele promete cumpre. Recorda-se? Então posso assumir que toda a trama que ele faz é do seu conhecimento e consentimento é assim que combinaram que quando libertarem a terra quem não foi à luta e as outras gerações vão passar mal. Vão nos fazer comer o pão que o diabo amassou e vocês outros senhoras e senhores? Recorda-se que eu, peremptoriamente, lhe afiancei que não iria votar em vós.
Significa isto que nós também deveremos ir à luta para nos libertarmos de vocês?
Porquê quando o saudoso Samora vos aconselhava a não lhe entregarem o poder o chamaram de louco ou alucinado? Desvendam-nos o porquê ele dizia isso .
Senhora Graça Machel:
Como consegues viver, conviver e fazer negócios com esta pessoa que o seu marido dizia abertamente o que representava para o povo? Que consciência pesa sobre si esposa que preserva o nome de uma pessoa que aos olhos do povo era são a conviver e fazer negócios com quem o seu marido não aceitaria fazer. Para Samora vale mais o povo do que o dinheiro e para si vale mais dinheiro do que o Povo. Me responda.
Sabem senhoras e senhores libertadores a escritora e poetiza Noémia de Sousa já dizia que a Africa é mítica.
Sabem porquê? Por causa dos seus mistérios em todas as suas dimensões . Kadafi domou o seu povo, era o mais rico que tinha até uma pistola de ouro os seus cidadãos até tinham casas,comida, enfim o básico, mas como morreu? Porque o povo não tinha liberdades que nasceram com eles os direitos fundamentais, pois a liberdade de pensamento, de manifestação e de reunião é extremamente fundamental para que o individuo viva em paz sem falar por dentro que um dia explode e a explosão, regra geral, mata.
O povo na sua maioria tem saudades de Mondlane que não o conheceu só vocês o conheceram e conheceram os seus feitos; o povo na sua maioria tem saudades de Samora e o povo na sua quase totalidade tem saudades de Joaquim Chissano e perguntam de que medo tem de levar o poder ao Guebuza para pararmos de sofrer. Quem mais terá saudades de Guebuza? A esperança dos cidadãos até crianças é que depressa chegue Novembro de 2014 para se ver livre de Guebuza e sua família.
Os críticos vão me crucificar por esta carta mas eu não vivo para os críticos com interesses, vivo com e para o povo que sofre. Só me vai sacrificar quem com Guebuza desfruta o sabor da libertação. Que o digam os madjermanes; os desmobilizados de Guerra; os antigos combatetes escorraçados das suas habitações; os sofridos médicos e enfermeiros; os expoliados das suas terras a favor da Vale, Pro-Savana, Petroleiros, Gaseiros, Chineses e Brasileiros exploradores, sem dó nem piedade.
Os militares entregues a guerras sem necessidades de novos confrontos, sim essa é herança do Chissano mas ele sabia gerir, não havia rixas. Quem sabem, ele tivesse, neste momento, resolvido tal como soube parar com a guerra dos 16 anos. Sim, ele era diplomata e com calma resolvia os problemas dos cidadãos em momento certo.
Hoje, o espírito do deixa andar virou “xipoko” de roubar os impostos dos cidadãos, “xipoko” do tráfico de drogas e armas , “xipoko” da alta criminalidade, “xipoko” da falsidade dos funcionários públicos. Diariamente só se vê nos jornais funcionários a roubarem dinheiro do povo para não falar dos barões que sacam os cofres do estado para se tornarem ricos de Moçambique a partir do nada.
Acredito que o povo pobre e os cidadãos ricos e honestos vão apoiar esta minha inquietação.
QUEM FOI, QUEM É, O QUE PRETENDE E ONDE QUER CHEGAR O CIDADÃO ARMANDO EMILIO GUEBUZA? Respondam-me senhores libertadores da terra e, vamos friamente analisar a sua governação. Caso seja possível ele interiorizar e corrigir a sua forma de actuação, gostaria de lhe ver a sair do poder pela porta da frente e deixar saudades neste um ano que lhe falta.
Desde a Constituiçao de 1990 até a de 2004 que gozo da liberdade de expressão e de pensamento e, é por isso que escrevo e continuarei a escrever como uma cidadã deste país e não em representação de nenhum grupo ou agenda.
Esperando continuar com vida após esta indignação, despeço-me com a promessa de voltar.

Carta Aberta aos Libertadores da Pátria II

Colaboradora do portal de 2011 a 2013. Escrevo sobre Moçambique e sobre os moçambicanos.

COMENTE PELO FACEBOOK

117 COMENTÁRIOS

  1. Tudo k tem príncipio tem fim,vamos ter paciencia Guebuza cedo ou tarde vai deixar o poder por mais rico ele seja nao xta acima do poder de Deus!Lembram se de Muhamar Khadafi?Mobutu Seseseko?Etc,etc,etc…
  2. Eu penso que este país caminha em passos largos para o abismo, o Presidente Guebuza faz o que lhe dá na cabeça, e tudo para o seu próprio proveito, até sinto-me evergonhado por ser de um país com um Presidente como este…
  3. Alice, tens razão em questionar. Mas, a tramoia já vem de longe. Deverias ter ponderado sobre a verdadeira razão de ser, das promessas feitas noutros tempos. Doí saber do rumo da história de Moçambique. Trato-te por “Tu”, pois somos ambos Moçambicanos e da mesma idade. Com respeito, aguardo as tuas intervenções. Desde já, grato pela tua forma de agir.
  4. libertadores ? entao quem esta a explorar as riquezas naturais de Mocambique, e a pagar ordenados de miseria aos trabalhadores, como os portugueses que de la sairam nao faziam ? nao sao os mocambicanos que estao a usufruir !
  5. Para si Maria Alice Mabota: O seu legado é importante para todos nós Moçambicanos e daqui de longe lhe peço encarecidamente que não abandone o Povo de Moçambique, porque se lutaram como diz contra o colonialismo português, esse pelo menos nos deixou um País que o senhor Guebuza e os seus correligiários estão a delapidar completamente com negócios baixos, estão a roubar aquilo que mesmo por muito maus que o fossem os lusos não o levaram com eles e estes?
  6. Eu li esta carta da Alice Mabote atentamente , Tive k fazer muito esforco para terminar , porque os meus olhos nao aguentavam segurar tanta lagrima…..tudo uk posso dizer ja foi dito….. so para citar palavras duma inocente “Analfabeta ” k dizia ” Ele Guebuza k mande uma bomba Atomica para acabar com nosco porque ja nao aguentamos mais”…
  7. ESTAO MAS PREUCUPADOS EM EMSHER OS BOLSOS MAS SHKESEM QUE O DINHEIRO NAO COMPRA RESPEITO, AMOR E O TEMPO DE VIDA AQUI NA TERRA…TODOS METIDOS VAO PAGAR, A JUSTICA SERA FEITA … ALLAH E GRAND E PODEROSO DE TODOS…
  8. E muito gratificante para o nosso pais ter uma mulher como a senhora,,a sua carta e muito clara e merece ser respondida,,que foi de facto esse homen que hje usa o nome da paz enquanto nada faz,,prometeu acabar com deixa andar e hoje esta duplicar,,socorro,,socorro,,cadei chissano,,cadei samora,,e esta a vida que merecemos,,,e momento de recordar jeremias que discance em paz,,quando dizia,,estao a nos fazer pentiar cagado,,dançar em cima da lamina,,nos fazer beber agua com cuador,,,ja chega,,,,,chega mesmo,,,o povo ta contgo,,,nosso hiroina,,,viva apaz,,,
  9. Bem haja Alice, afinal não estão todos alinhados com a Frelimo e com o actual estado do país. Sou moçambicano radicado na euro há 27 anos. Participei até Dezembro de 1986 no processo que Alice descreve. Ela só esqueceu de referir as loja de abastecimento do partido (eles não estavam sujeitos ao cartão de racionamento) e às lojas que surgiram em 85/86 para os quadros supeirores da administração do estado… Estive em Maputo nas primeiras duas semanas para ver os meus pais e pelo que vi, a situação não está nada famosa para o povo… Aquele que trabalha… Como é possível um médico em principio de carreira ganhar 20000 mts (aproximadamente 500 euros) e pagar a renda de casa 20000 mts (atenção que o nível de vida em Maputo é semelhante ao da europa). A escola pública deixou de credibilidade, os pais que tem algum dinheiro colocam os filhos numa escola privada porque arriscam a que os filhos não adquiram conhecimentos se os colocam na publica (os salarios dos professores é uma miseria).
    Bem haja Alice (ou que tenha escrito o texto)…
    Moçambicano expatriado na europa
    ps. Lembro-me nas palavras do Marcelino dos Santos, no funeral do Samora Machel, ‘o povo não te esquece porque fazes parte da nossa história…’. Afinal parece que já se esqueceram. Não o POVO mas os companheiros, camaradas de luta…
  10. Linda carta da nossa querida Alice Mabote. Obrigada por ter expressado e expulsado esse sentimento amargo que havia em mim. Que Deus continue te dando Vida, pois você é a nossa salvação… Mas bem bem bem mesmo, Guebuza (péssimo governante) ainda vai a tempo de deixar saudades ??? Nilza Sofia Canda
  11. Linda carta da nossa querida Alice Mabote. Obrigada por ter expressado e expulsado esse sentimento amargo que havia em mim. Que Deus continue te dando Vida, pois você é a nossa salvação… Mas bem bem bem mesmo, Guebuza (péssimo governante) ainda vai a tempo de deixar saudades ??? Nilza Sofia Canda.
  12. Na verdade esse burro estupido Gubuza demora sair do poder…
    O Armandinho esta sabotar o nosso pais. Se era por mim o Armandinho tinha sair do poder mais sedo possivel.
  13. A TODOS OS MOÇAMBICANOS OS MEUS PARABENS! A liberdade tem custos, mas que paguem para a ter e não para enriquecer quem vos manda. É mais que altura da Frelimo acabar como força armada e politica e dar espaço para a Democracia. Criem uma força politica nacional, que pode ser originada em partidos, já nestas eleiçoes regionais. A todos os moçambicanos desejo PAZ; RIQUEZA – Bem estar Familiar e individual; ALEGRIA; E MUITA FELICIDADE.
  14. Isto e com profunda magoa, dor desespero inseguranca e tudo akilo que e de ruim para com o povo de Mocambique, so para dizer segundo a escritora este sr. devia ter vergonha de as coisas chegarem ate estes termos para um pais com tudo para desenvolver e beneficiar ao proprio povo mas vemos as coisas nem 1/3, triste muito triste, vamos mudar a nossa mentalidade, vamos mudar a maneira da nossa votacao, vamos dizer nao a corrupcao, nao as guerras, nao aos sequestros nao aos negocios obscuros 100 nenhum precedente, chega isto tem de acabar mas tem mesmo…..
  15. males de capitalismo,capitalismo florecente en mozambiuque com uma clase rica en crecimiento esperan ok
    la sociedad capitalita aqui vai se diferente
    lobbing (influencia de politico y empresario)en comisao comercial nao lo invento mozambique foi eeuu.la globalizacao de crimen organizado nao es
    ajeno a nosso.raptos te el mundo entero
    ha uma media. de 10000 raptos anos
    se contar ke el primer pais de rapto ds mundo e nigeria h segundo mexico um promedio de 100000 raptos ano.alem de
    otros mal.independientemente de um presidente u otro.
    males de capitalismo som esos.
  16. Pessoal, tou a receber chamadas com um numero estranho, nao atendi e liguei a vodacom e o numero nao pertence a vodacom mas tao a usar a rede da vodacom. e a operadora disse me pra nao atender e nem retornar a chamada. o numero e 8409200,
  17. Muito bem dito, mas afinal quem era ele? e porque Samora não queria ele no poder? porque ele foi eleito? qual era a função dele na Frelimo? porque não raptam a família dele? e porque não vem atacar a base dele? ta tudo errado… o que vai ser dos nossos filhos, ou será que fizemos filhos para serem desfeitos como tem estado a acontecer… porque raptar uma criança indefesa. acho que so podemos pedir a Deus pra nos livrar desse diabo maquiavelico, nao adianta falar do sofrimento do povo porque ele nao esta nem ai pra o povo, se calhar ate deve abrir um champanhe Frances cada vez que que alguem morre com essas emboscadas pra nao haver eleiçoes. ha muito por dizer, mas axo que o melhor que nos o povo tem a fazer e agir nao sei como?
  18. Não podia ter lido nada que transmitisse melhor o que penso sobre o que esta a acontecer nos últimos anos por Moçambique. Esta senhora tem a grandeza que falta a muitos dirigentes. O problema não está em querer viver bem; todos queremos! O problema é que estes dirigentes há muito se esqueçeram que são funcionários do povo. Este País deveria estar a ser gerido com o objectivo de garantir um fututo para os filhos desta terra. O que está neste País é de todos os cidadãos! É uma vergonha usarem a imagem de Samora! Faltou uma pergunta quem o matou?
  19. tenho apenas 17anos, mas ao ler esta carta deitei uma lagrima,nos olhos, me adimira a senhora a coragem que teve de se expressar abertamente, sem medo nem receio, que muitos mocambicanos nao teriam essa coragem, cabe a mim dar os meus parabens i dizer que e uma grande mulher, i dizer que um dia esse povo ainda te dara ouvidos. gostaria um dia desses conhecela i cumprimenta la. es a minha inspiracao. so espero que leia o meu emaill.
    palvina da fina lucas wasse.
  20. Nada e ninguem converge com esses sntimentos, pork sabmos a realidad d Moz agora, eh um grupelho d pssoas a sabotarem a economia nacional…..ta mais k vrdad o nosso dirigent ta com problemas e acha k os mesmos pod rsolver num fechar de olho….vejo e sinto mta ignorancia…Mas agora pergunto, pork kebrou-se a Pazzz k smpre falavam k keriam manter?
  21. Existem momentos que ninguem pode pensar em abrir a mao para esses tubaroes….mas isso ta mais k visivl oq fazem eh abuso dakilo k sao…imaginem se os mortos falassem…cmo seriam os problemas lgados a terra em moxambik, as prospeccoes k precisam d mta coisa pra algo se dzer, a reetegraxao dakels k das suas terras foram afastads pra dar lugar ao xtrangeiro, a seleccao dos noxos dirigents, as morts k a decadas ocorreram pra fcarem a nos abusarem…falo do presindent Samora, Dr. Mondlane e mais outros e casos a serem obervads…cmo seriam….TAMOS CANSADOS!!!!!
  22. Mae, mesmo xcrevendo,falando, comentando, nao temos como, o pais ja xta entregue a ele, e quem foi o mentor disto tudo foi o Chissano, mas sera ki nao podiam xcolher um outro homem para governar este pais ? Mama, epenas porke uki ficou agora eki, quem e eleito logo ki dado os fundos de xtado,logo ja tem suas BOLADAS porke ele sabe ki quando sair do lugar jamais ter dinheiro com ese na sua vida
  23. alice voce falou tudo que todos querem falar. essa carta nao foi voce que escreveu com tuas palavras, mas sim sao palavras de todos os mocambicanos vitimas da escavisao moderna perpetruada por outros mocambicanos iguais.
  24. Gostei pela sua indignacao, pois essa sua maneira de pensar, e uma reflexao de muitos mocambicanos, que por falta de iniciativa e medo represalias continuam calados passando a vida a murmurar na esperanca de uma mudanca da vida dos mocambicanos um dia, E lhe dizer que esta de parabens pela iniciativa.
  25. Bravo Alice, sempre gostei do teu pragmatismo, esse é o sentimento d mtos moçambicanos. Continue em vida e escreve pk em moz somos mtos sem coragem acabams murmurando.
  26. Sempre gostei do teu pragmatismo Alice, esse è o sentimento de mtos moçambicanos, pessoalmente nunca gostei dste governo atual k só nos maltrata. Escreve mais a senhora é verdadeira heroína…
  27. A voz da mãe Alice e VOZ DO POVO
    Enquanto o povo dorme o leite esta a acabar, e o pais esta a afundar, hoje pesa me dizer sou moçambicana
  28. Sou moçambicano, sei da realidade patente nas palavras desta grande mulher, sentimento expresso por alguns cantores corajosos da nossa pátria e existente no seio do coraçao de muitos de nós se nao de todos incluindo os mentores da desgraça de um povo uno. Eu, como vários jovens somos nao filiados a partidos politicos, com espirito de viver do meu suor, honrando a Deus e sendo submissos a nossos governantes somos sujeitos a uma trotura em todos os sentidos, chegando a comprar a terra para erguer a minha habitaçao,…
  29. Obrigado Mama Alice, muito obrigadooo.. fiquei arrepiado depois da leitura desta carta. acredite mae Alice, que estas a expressar o sentimento do povo que nao tem por onde respirar. desejo que vivas muitos e mtos anos e que continues a defender o povo.
  30. Esta senhora, esta mãe nos abre a vista gente vamos parar de falar por dentro sem fazer nada.
    Vamos a luta pelo nosso bem, vamo-nos libertar deste espírito silêncioso que só acaba conosco
  31. Esta senhora, esta mãe nos abre a vista gente vamos parar de falar por dentro sem fazer nada.
    Vamos a luta pelo nosso bem, vamo-nos libertar deste espírito silêncioso que só acaba conosco
  32. se em moz 90% tivesse olhos de ver e o sentimento da vida aqual somos suposto juntamente com a sua sabedoria eu diria que ja basta tamos farto desses senhores colonos do mesmo sangue que so veem o sol raiandopara ele , basta queremos a nossa liberdade como povo mocambicano
  33. grande mulher que sentou pensou e escreveu esta carta com muitas verdades muita coragem mãe isso é mesmo verdade que muitos de nos temos sim o medo de falar gostei muito li com muita vontade cada ves mais que eu lia dava me mais vontade de ler gostei do desfeixo Esperando continuar com vida após esta indignação, despeço-me com a promessa de voltar."
  34. Vou guardar essa carta pra a proxima geração usarem pra se defenderem, graças a t mamã, dou graças… Não sei de que geração sou, mas sei que faço parte de um povo que vem da escravatura e que caiu nas mãos de tiranos barbaros,
  35. o que entristesse este povo é a falta de sensibilidade destes politicos pois a eles não os intereça o sofrimento do povo desde que seus ideais politicos sejam salvaguardados
  36. o diabo vem de varias formas,disfarsado de homem ,mulher e ate de presidente,mais a realidade o diabo quer roubar matar destruir e ver todo mundo nas piores situcoes possiveis.parabens pela verdade afinal nao estamos sozinhos..
  37. QUERIDA MOÇAMBIQUE,
    CUIDA DAS TUAS ALICES QUE ELAS SÃO LINDAS, BELAS E BRILHANTES. POIS EM NENHUM MOMENTO ELAS REPRESENTAM UMA AMEAÇA, MUITO PELO CONTRÁRIO SÃO TUAS AMIGAS, SENTA COM ELAS CONVERSA ENQUANTO HÁ TEMPO PARA O DIALOGO.
    FAZ ISSO SIM EM NOME DA DEUSA “DEMOCRACIA” QUE TANTO TU DIZES SER DEVOTA DELA.
  38. Sinceiramente as palavras desta verdadeira mulher mocambicana tocaram-me bastante e isto é para mim um trampolim para todos moçambicanos no desenvolvimento de accoes que visem libertar este paiz do jugo e da peste do Manejer Armando Guebuza, que nada mais nabe alem de deixar o povo na miseria em detrimento do seu status de PATRAO!!!!
  39. é tanta coisa dra Alice pra nossa idade, talvez os da geração 25 de setembro e os de 8 de Marco podem nos explicar isso, porque esses sim comem junto o King pie na 24 de Julho
  40. verdade, verdade e verdade. A sr Alice Mabota tem toda razão. O que se vive em Moçambique é incompreensível e há momentos até em que me pergunto se n me perdi num outro quadrante do mundo. Confesso que n reconheço Moçambique de hj em comparação com o Moçambique que conheci e vivi. Que mal é que o povo fez para sofrer td que sofre hj? Será que todos nós n merecemos as mesmas oportunidades? Se
  41. É de lamentar que afinal de contas é a maioria que está oprimida, e que o povo se encontre despojado de suas riquezas Moçambicanas e de sua própria terra.
    Este trecho me veio a alma e um aperto ao coração senti…Pois nada mais diz, do que, aquilo que o povo vê e engole dia pois dia murmurando no sofrimento.
    Obrigado: Maria Alice Mabota…"vivo com e para o povo que sofre"
    Força
  42. as palavras dessa mulher sao arrepiantes sentimentales ela falou tudo ki e o sfrimento e vivencia do povo deste paiz so k expero k nao lhe apaguem da lista por ter lhe despido a roupa sinto muito
  43. Samora era o nosso grande homem e muito querido, chichano ainda muito falado pelos seus bons feitos.
    tenho uma inquietaçao!,somos um pais pobre que precisamos de ajuda externa, mas… temos tambem muita riqueze e mal distribuida, citando: gaz, carvao mineral, açucar, portos, energia (barragens), a razao de tanta pobreze?
    Alice, salve este povo.
  44. precisamos de mais alices para mudarem o pais,porque se contnuarmos assim o pais vai tombar.
    ate criancas nascidas hoje ja sabem dizer GUEBUZA EH UM LADRAO.
  45. A senhora está cheia de razão, o pobre povo Moçambicano é que continua a sofrer. Deixei Moçambique em 1996 e sei perfeitamente o que já nessa epoca se falava das negociatas que começavam e que hoje são altos negocios e infelizmente os moçambicanos teem dificuldades enormes.
  46. Alice, continue. Precisamos de pessoas como a senhora que não olham para a cara nínguém para dizer as verdades.
    Temos, por exemplo, casos de instituições do Estado que contratam com as agências de viagens privadas (dos seus familiares ou amigos) para passarem a adiquirir passagem aéreas nas mesmas a preços exageradamente elevados, enquanto existe uma agência do estado, as LAM, onde deveriam obter esses bilhetes.
    Acho que já é tempo das procuradorias investigarem esses casos.
  47. Alice, continue. Precisamos de pessoas como a senhora que não olha para a cara nínguém para dizer as verdades.
    Temos, por exemplo, casos de instituições do Estado que contratam com as agências de viagens privadas (dos seus familiares ou amigos) para passarem a adiquirir passagem aéreas nas mesmas a preços exageradamente elevados, enquanto existe uma agência do estado, as LAM, onde deveriam obter esses bilhetes.
    Acho que já é tempo das procuradorias investigarem esses casos.
  48. …da democracia, do forca da maioria,mas nao vamos condenar os nossos filhos, aceitar k eles crescam neste purgatorio.!!Ninguem pode peidar na rua, senao a FIR ou qulkr bufia toma conta, atentado ao Guebas''
    Mas,whatever, ja tamos calejados e domesticados
  49. P2, yah, e' dxgastante, depois de ler essa cena…e' como se podesse passar de casa em casa bater a porta e perguntar: ''porque' afinal??? Ate qnd??? Temos direitos tambem alem de deveres…vamos usar os nossos gozar dos nossos direitos vamos gozar….
  50. Esperamos sim ver te ainda com vida grande mulher, muita forca! só assim venceremos esta grande guerra.
  51. é tanta coisa sem explicação ki acontece de forma aliatoria e ninguem diz ninguem vê nada nãojulgo quem tem copetencia para eriquecer com sour proprio, mas uma questão deixo nu ar eu sou de 1986 tenho 26 anos, não conheci aguerra não conheci a luta de libertação de sñ pelos livros, como alguem ki por ventura esta nas mesma condições como pode ozufruir de um titulo ki nem se ker conquistou… a nossa pacifidade faz com ki esses desmando cresçam. o povo sofre sofre muito e não está interessado enquanto a economia do país cresceu se não goza da mesma… queremos coisa concretas não entendemos de numeros mas sabemos kuando temos fome, quando não temos transportes para ir ao nosso local de trabalho, quando vamos aos hospitai e não tem medicamentos kuando isso for limado ai sim a economia do pais poderá ser consideada por nos povo ki evoluiu e muito
  52. A desobediência civil é um direito intrínseco do cidadão. Não ouse renunciar, se não quer
    deixar de ser homem. A desobediência civil nunca é seguida pela anarquia. Só a
    desobediência criminal com a força. Reprimir a desobediência civil é tentar encarcerar a
    consciência.
  53. A desobediência civil é um direito intrínseco do cidadão. Não ouse renunciar, se não quer
    deixar de ser homem. A desobediência civil nunca é seguida pela anarquia. Só a
    desobediência criminal com a força. Reprimir a desobediência civil é tentar encarcerar a
    consciência.
  54. Isto sim e para chamar uma mulher de coragem… Num Pais onde dizem que a economia ta no seu ponto mais alto e o povo ta ver maior sofrimento a pois a guerra!!!
  55. Isto sim e para chamar uma mulher de coragem… Num Pais onde dizem que a economia ta no seu ponto mais alto e o povo ta ver maior sofrimento a pois a guerra!!!
  56. falou e bem dito o pais precisa de pessoas sabias e generosas como essa senhora por favor nao o matem depois disto.


Fonte: http://www.mmo.co.mz/carta-aberta-libertadores-patria-i#ixzz4RK9c9IG9

Sem comentários:

Windows Live Messenger + Facebook