domingo, 16 de outubro de 2016

Vai e Volta


      A FRELIMICE de 1975-1979 esta de volta. Mas agora, com contornos de tragicomedia. Temos os mesmos oradores, ja barrigudos e bolorentos, a cantarem musicas revolucionarias na Funcao Publica em horario normal de expediente. Temos ministros corruptos e com cordao umbilical explicito a falarem mal do nepotismo. Temos jovens, futuros parlamentares, a defenderem a honra e gloria do Kim-Il-Sung de Chilembene. E ate temos um sociologo de longas barbas, muito respeitado, a rivalizar na manipulacao mediatica das massas com o "cristao-novo" Fauvet da AIM.
      Nos anos 1970, tambem era assim. Muitos dos que exultam ainda nao eram nascidos, la isso e verdade. Mas os cabecilhas da actual situacao eram. Cometeram-se monstruosidades em nome do POVO. E depois vieram os quatro cavaleiros do Apocalipse para abencoar o caos.
      Nao vejo por que nao te-los de volta, nem que seja para uma visita de cortesia, visto que, nos limitamos a confiar novamente nos mesmos, as armas da nossa destruicao colectiva.
      Filme de ilusoes perdidas. Ola China, aqui tao perto! Quem vos disse? O que manda agora e a amizade da mola. Ja cansa tanto perdao da divida ou donativos. Nao foi com benesses ou sequer com sorrisos de plateia que Mao-Tse-Tung conduziu a Longa Marcha.
      Por que cargas de agua irao agora dar o peixe a quem nunca quiz aprender a pescar? Vao ter que pescar para eles, o que e pior!
      Memoria curta. Histeria colectiva. Hipnose total.
      Burros.
    Comentários
    Adelino Branquinho Tudo dito! `e verdade amigo Vassili Vassiliev, ser burro, de memoria curta, ser burro de hesteria colectiva, e ser burro de hipnose total... nao ha pachorra para tanta burrice. `E tempo de dizer basta, porque a marcha esta longa demais.

    Rafael Ricardo Dias Machalela Poi$... O$ me$mo$ erro$ de $empre...

    Sem comentários:

    Windows Live Messenger + Facebook